Victor Ferraz: São Paulo mantém desejo de contar com lateral, apesar das dificuldades

Mais uma temporada vai começar e novamente o São Paulo tenta solucionar seus problemas na lateral direita. No último Campeonato Brasileiro, o garoto Militão até conseguiu se destacar atuando improvisado no setor, mas a ideia agora é usá-lo como zagueiro ou volante. E para resolver de vez a crise na lateral, o principal objetivo continua sendo acertar com Victor Ferraz.

Os tricolores sabem que não será fácil tirar o jogador do rival Santos. Se na gestão de Modesto Roma Júnior o ala era visto como negociável, para dar mais espaço a Daniel Guedes, o novo presidente José Carlos Peres prefere valorizar Ferraz, considerado um atleta com nível de seleção brasileira na Vila Belmiro. Tanto é que os santistas pretendem oferecer uma renovação contratual para o ala.

Qualquer definição sobre o caso, porém, só acontecerá quando a nova comissão técnica do Peixe for consolidada, provavelmente com Jair Ventura como treinador. Se o técnico quiser usar Ferraz, a diretoria age pela renovação e encerra o assunto. Se o novo comandante não enxergá-lo como indispensável, o São Paulo será ouvido.

Como os dois rivais têm cautela na hora de gastar por reforços, é possível que trocas sejam colocadas como opção. E nas mãos são-paulinas há uma forte moeda de troca: o volante Hudson saiu valorizado após empréstimo ao Cruzeiro, está na mira do Atlético-MG, mas também já viu seu representante, Luciano Couto, receber sondagem de Gustavo Oliveira, executivo de futebol do Santos.

Gustavo trabalhou com Hudson no São Paulo, fechando as duas renovações que o volante teve no Morumbi. O contato aconteceu há duas semanas, ainda sem nenhum avanço. No caso de Ferraz, o que pesa a favor do Tricolor é a presença do técnico Dorival Júnior, com quem o ala viveu seus melhores momentos no Santos. O lateral foi o único pedido mais direto feito pelo treinador são-paulino para 2018.

UOL

13 comentários

  1. Caramba, por que não contrata o Elsinho do Kawasaki Frontale???? Há 3 anos seguidos que ele é o melhor lateral direito do futebol japônes, essa diretoria é muito incompetente!

    • Elsinho é um bom jogador, acompanhei quando jogou no CRB e Figueirense, no Vasco não menteve as boas atuações e acobou se transferindo para o Futebol japonês. Seu ponto forte é o setor ofensivo, podendo render até no meio campo.

  2. E quarta feira tem a reapresentação e o ano começa de vez pro SP e a maioria das especulações de jogadores vira realidade ou não… rs

    As vezes penso que a diretoria joga na midia nome de vários jogadores, como marinho, Diego Souza entre outros… ai eles veem qual tem mais aceitação da torcida para contratar….

    Kkkkk

  3. Eu tava vendo que o Zé Roberto vai trabalhar como gestor de grupo no Palmeiras. Por que não fazemos o mesmo com o Lugano, ele seria ótimo nessa função!

    • Victor Ferraz/ Bruno ou Auro podem jogar na ala direita (prefiro o Auro) e Junior ou Reinaldo na ala esquerda. Basta reposicionar o Jucilei (um volante recuado, quase um líbero) e reposicionando Petros (volante mais marcador) e Hernanes (volante/meia).

      Da até para colocar o Hudson e adiantar o Hernanes para meia e o Cueva para meia atacante.

      Aliás, faz tempo que defendo o 3x5x2 (ainda que falso), pois melhora o posicionamento defensivo, a cobertura dos laterais e ganhamos a velocidade dos alas, já que o meio Campo é o centroavante são lentos.

      • ———- Arboleda ——- Jucilei —– R. Caio ————-
        Auro — Petros — Hudson/ Hernanes – Junior/rei
        ———— Hernanes/MG ——- Cueva ———————
        ——————————- Pratto ———————————-

        • Jogar com 3-5-2 seria uma opção mas teria que ter um técnico que sabe trabalhar nesse formato e os jogadores terem um entrosamento muito bom, referente a cobertura de cada zagueiro.

Deixe uma resposta