Ricardo Rocha será gerente de futebol do São Paulo; Lugano deve atuar mais próximo do elenco

 

Idealizada por Raí, a comissão permanente de futebol do São Paulo começa a tomar forma. Na noite desta quarta-feira, Ricardo Rocha aceitou o convite feito pelo diretor de futebol tricolor e deve ser nomeado o novo gerente do departamento.

 A nomenclatura não é oficial e pode até mudar, mas a ideia é que Ricardo Rocha atue mais próximo de Raí no comando do futebol tricolor. O clube manteve a tratativa com o ex-jogador em sigilo até por conta do trabalho dele como comentarista da SporTV.

A ideia de convidar Ricardo Rocha para o departamento de futebol partiu do próprio Raí. Eles foram companheiros de seleção brasileira e estiveram na campanha do título mundial de 1994, nos Estados Unidos.

Raí vê em Rocha uma personalidade agregadora. Remanescente do grupo que fracassou na Copa de 1990, na Itália, o ex-zagueiro foi um dos líderes do mundial seguinte junto com Dunga e Ricardo Gomes.

Outro que deve integrar a comissão permanente do São Paulo é o uruguaio Diego Lugano. No caso dele, a ideia é que ele tenha uma atuação mais próxima do elenco tricolor, no corpo a corpo com jogadores.

Um pouco mais cedo a reportagem havia revelado que outro ídolo tricolor foi sondado para a comissão permanente: o ex-goleiro Zetti, comentarista dos canais ESPN. A ideia é que ele ficasse mais próximo da formação de goleiros na base tricolor.

No entanto, o nome de Zetti foi vetado pelo São Paulo.

A comissão técnica permanente é uma das ideias de Raí, que tem apoio do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

ESPN

Anúncios

55 comentários

    • Zetti foi treinador de goleiros no próprio São Paulo né? Deve ter rolado alguma desavença pessoal com algum conselheiro vitalício caquético. Eu sei que o sonho do São Paulo é o Taffarel e que estão esperando passar a Copa do Mundo para ir pra cima dele.

      Curtir

  1. Gosto da ideia de aproximar ídolos e craques do futebol tricolor, seja na administração ou na gestão de futebol.

    Tomara que não sejam apenas funções decorativas, pois sabemos tanto da política tricolor quanto da ingerência de empresários.

    #ReageSPFC
    #Raí Rocha Lugano tricolor + forte.

    Curtir

  2. Mudanças totais em relação a 2017.
    Como mudamos de rumo!!!!!

    Tá vendo Leco, Lequetes e Pinotti, como estava realmente tudo errado em 2017??

    Nem é tão difícil, Leco……precisamos quase cair 2 anos seguidos pra vc começar a enxergar o óbvio

    Curtir

  3. Ricardo Rocha como jogador foi muito bom, já como comentarista, horrível. Qual o perfil virá para ser gerente?
    Gostaria de saber o que fez na fase pós jogador para qualificar sua indicação agora.
    Prefiro aguardar então o posicionamento da diretoria para entender a função e atribuições no cargo.

    Curtir

    • “Raí vê em Rocha uma personalidade agregadora. Remanescente do grupo que fracassou na Copa de 1990, na Itália, o ex-zagueiro foi um dos líderes do mundial seguinte junto com Dunga e Ricardo Gomes.”

      Acho que de uma certa forma esse trecho responde as suas dívidas.
      Salvo engano antes de ser comentarista ele teve algum cargo em alguns clubes. Mas parece que a escolha foi mais pautada pela personalidade do que pela experiência.

      Curtir

    • Zetti entrou no “perfil ESPN” e para “manter o emprego” fala um monte de besteiras em detrimento do tricolor. Não fala apenas mal da diretoria, faltava em rebaixamento merecido, queda em 1990, Ria e participava de “chacota” contra o tricolor, entre outras coisas.

      Já Ricardo Rocha foi um dos poucos a defender o clube, mermo estando no SporTV, sempre disse que não cairia, que o elenco era bom, acima de muitos que estavam em posição melhor, que era preciso esperar o Dorival acetato o time.

      Curtido por 1 pessoa

      • Perfeito , Zetti, Denilson, Palhinha, Muller, são ex jogadores q sempre q puderam entraram na onda da mídia quando das galhofas e chacotas, então são caras que não devem ter as portas abertas no clube.

        Curtir

        • Vanderlei – O que você prefere?!… Jogadores não tão “são-paulinos” assim, como Muller, Zetti, Palhinha e etc., mas que participaram (efetivamente…) de muitas das conquistas do clube, ou jogadores “são-paulinos desde criancinhas”, como, por exemplo, Denílson (ex-volante do clube…), e Rodrigo Caio, muito “boa gentes”, mas de futebolzinho “des’tamanho”, e que em nada contribuíram para a gloriosa história do mesmo?!… rs…

          Curtir

  4. Futebol tocado por gente do futebol. Cada um com um perfil diferente, e assim eles se completam.
    Chega de paraquedista no futebol tricolor. Chega de gente que finge que entende de futebol.

    Curtir

  5. Ricardo Rocha pode dar certo nessa função, pois até hoje as resenhas dele rendem assunto e parecem cair no gosto da boleirada.

    É importante ter no elenco alguém assim, que fale com o jogador direto e reto.

    Entretanto, me parece que era essa a função do Pintado que saiu limado do time (talvez por ter sido treinador num passado recente – coisa que o Ricardinho Rocha deixou de ser há muitos anos – e incomodar o Dorival em razão disso).

    Curtir

  6. “Que lindo”!!!… Agora vai!!!… Temos no comando do futebol verdadeiros baluartes da bola (R. Rocha e Raí), e da raça (Lugano)… Como diria o Casseta e Planeta: “seus problemas acabaram””… rs… Só isso já garante que o nosso time volte a “ser SPFC”… Todos os perebas do elenco, só de saberem quem são os responsáveis pelo futebol do clube, se tornarão craques, em consonância à estirpe de seus ídolos, no decorrer de sua gloriosa história… E, fiquem tranquilos: quem está garantindo isso é o Leco!… Kkkkkkkkkkkk…

    Curtir

    • Por outro lado não adianta qualificar o elenco e deixar tudo na mão de Deus. Deixar um grupo degringolar.
      Como dizia um antigo cometvial da Pirelli, potencia não é nada sem controle.
      Esse ano tivemos alguns exemplos.
      Esse é apenas um fator, e se tivermos que começar por aí, que seja.

      Curtir

      • Realmente, se considerarmos o fato apenas como um “começo”, até concordo com você que o mesmo é louvável… O problema é que nós, brasileiros, somos experts em “começos”… O brasileiro é ótimo em “iniciativa”… E péssimo em “acabativa”… Em todos os segmentos isso ocorre: algum iluminado tem uma ideia, a coloca na mesa, a implantam (sem qualquer planejamento…), fazem “uma festa danada” só pelo fato de a terem implantado, e, bastados poucos empecilhos, a jogam no lixo, desabilitam o que foi estabelecido, fica o ‘dito pelo não dito’, até que surja mais um iluminado, com outra ideia… Exemplo recente, o Ceni, no próprio SP…. Abraço!… SMILE.

        Curtir

    • Entendo suas preocupações e compartilho de suas dúvidas, pois se o RAÍ não consegue trazer um ídolo do tamanho do ZETTI, para desempenhar funções na formação de goleiros da BASE tricolor, este pode ser um parâmetro do tamanho de sua AUTONOMIA.

      Curtir

  7. Gostamos de saber a qualificação do Ricardo para atuar nessaa area do futebol. Se bem que, antes precisamos saber qual sera a função exata dele e como ira atuar.
    Enaltecer a vinda dele so pq é ele nao tem motivo.
    Leco chama algum idolo, eleitoreiro, populista. Rai chamou, genio, parabens… Precisa analisar tudo antes.

    Curtir

    • Aparentemente, Ricardo Rocha e Lugano ficariam mais próximos dos atletas, auxiliando na gestão do elenco. RR não me parece ser um técnico, mad um boleiro que domina vestiário, identifica problemas e consegue administra- los agregando as pessoas. Talvez seja essa ideia. Ter alguém com esse perfil agregador.

      Curtir

  8. Tomara que tenham continuidade, não só Ricardo Rocha, Raí e Lugano como Dorival e sua comissão técnica e jogadores que foram pensados para ficar ao menos uns 3 anos no clube (ex: Jean, Sidão, Arboleda, Jucilei, Petros, Maicosuel… Diego Souza, se trouxerem)

    Curtir

  9. Ricardo Rocha foi um grande jogador. E parece ser um cara muito engraçado, agregador e gente boa. MAS, ja me decepcionei muito ouvindo seus comentários em jogos do São Paulo. Para mim, parecia que ele sempre pegava desnecessariamente no pé do time. Como se tivesse algum rancor dos tempos de jogador. Não foi coisa de um jogo ou outro. Acontecia muito e não pareciam críticas construtivas.

    Espero estar errado e que ele leve este espírito perfeccionista (que eu não notei quando ele comentava sobre os adversários) para dentro do São Paulo. Eu confio no trabalho do Raí e ele conhece o Ricardo Rocha muitíssimo melhor que eu.

    Curtir

  10. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    meu fui dormir contando que teríamos:
    Gustavo Scarpa
    Zeca
    Diego Souza
    Calleri
    Victor Ferraz
    Gabigol
    Lucca

    ai acordamos….pummmmmm eis que chega:
    Ricardo Rocha

    SOBROU REZAR EM 2018 !!!!

    Curtir

  11. Ricardo Rocha jogou muita bola – foi um dos melhores zagueiros do São Paulo e do Futebol Brasileiro de todos os tempos. Excelente caráter, liderança exemplar e são-paulino de coração. Tem competência e jogo de cintura para exercer a nova função.

    A ideia de Raí formar uma comissão técnica do clube, que resista a todas as intempéries e permaneça na execução dos trabalhos independente da comissão técnica contratada para atuar no futebol, é um grande avanço para dar estabilidade futebolística ao São Paulo. Dará certo! Muito sucesso ao Ricardo.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s