Pratto: Assédio do River faz com que São Paulo agilize a compra de mais 15% do jogador

Na Argentina, a especulação em torno de um possível retorno de Lucas Pratto ganha força. No início desta semana, o próprio jogador disse em entrevistas que vê de maneira positiva o interesse do River Plate, mas não será tarefa fácil tirar o atacante do São Paulo. O presidente do clube do Morumbi, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, já declarou que não pretende negociar o atleta. De quebra, segundo apurou o UOL Esporte, o Tricolor se prepara para adquirir mais 15% dos direitos do argentino.

De acordo com o contrato assinado neste ano, o São Paulo desembolsou 6,2 milhões de euros por 50%¨dos direitos do jogador – o Atlético-MG ficou com 45% e a rede de supermercados BH manteve 5%. Porém, os paulistas podem comprar mais 15% se desembolsarem 1,5 milhão de euros (R$ 5,83 milhões) até fevereiro de 2018. Considerado um dos líderes do time de Dorival Júnior e com moral entre os dirigentes, Pratto está valorizado no São Paulo, que poderá pagar aos mineiros 1,5 milhão de euros em janeiro de 2019 e outra parcela do mesmo valor em 2020 para ficar com 95% do atacante.

Por outro lado, a partir de janeiro, quem estiver interessado em tirar o argentino do Morumbi vai ter de gastar 11 milhões de euros (R$ 42,79 milhões) e fazer uma oferta salarial bem vantajosa (quase o dobro dos R$ 500 mil mensais que ele recebe no São Paulo). Caso um clube atinja tais requisitos, o Tricolor ainda tem o direito de comprar a parte do Atlético e do supermercado BH para manter o atleta.

De acordo com pessoas próximas a Pratto, o jogador está bem satisfeito com a sua vida no São Paulo. No entanto, o atacante ainda sonha com a possibilidade de ser convocado por Jorge Sampaoli para defender a Argentina na Copa do Mundo. Por isso, espera defender uma equipe forte, que brigue por títulos em 2018.

Aos 29 anos, Pratto tem contrato com o São Paulo até janeiro de 2021. Antes da contratação de Hernanes, em julho, ele era o capitão do time. Neste ano, o argentino disputou disputou 48 partidas pela equipe tricolor e marcou 14 gols.

UOL

35 comentários

  1. “Lesões no São Paulo 2017”

    Um Departamento Médico futebolístico de primeiro mundo, em time de ponta, somente aprova contratação e permanência de jogadores que estejam zerados, próximos do alto desempenho e com menor chance possível de lesão. Isso porque os custos (desembolso na contratação, pagamentos mensais, desfalques no time que comprometem os resultados em campo e diminuem as receitas do clube) são altíssimos. Mas no São Paulo, a política adotada há anos vem na contra-mão dos clubes europeus.

    O Reffis do CT da Barra Funda tem sido um verdadeiro INSS anual para vários jogadores. Não é apenas o preparo físico dosado no dia a dia que conta, mas também a capacidade física de cada atleta em jogar futebol sem se lesionar é o que vale no frigir dos ovos.

    Por que uns jogadores entram e saem constantemente do Reffis e outros nem sequer chegam perto? Não se sabia da condição deles na hora da contratação? Foram mal avaliados pelo DM?
    – A capacidade física mal avaliada na hora da contratação é fato no São Paulo. O outro inconveniente é quando o dirigente político, em seu desespero para ficar bem com a torcida e para recuperar o time de situação difícil na tabela de classificação, não sabe o que fazer e faz qualquer negócio, inclusive instruindo indevidamente o DM do clube para aceitar o risco.

    Saiu uma divulgação jornalística que mostra um pouco esse panorama geral no São Paulo, mas não aprofunda o estudo em nível de capacidade física de cada atleta, comparando seu status no dia da contratação e sua evolução física ao longo da permanência no clube durante o ano. A lógica histórica sempre mostra os mesmos voltando ao Reffis.

    Acorda dirigente! Acorda DM são-paulino – vejam os clubes da Europa e tentem, ao menos, aprender um pouco. https://globoesporte.globo.com/futebol/times/sao-paulo/noticia/sao-paulo-e-o-terceiro-time-com-mais-lesoes-em-2017-nem-foi-quem-mais-sofreu.ghtml

    • Ver os clubes europeus? Não, obrigado. Ao contrário de algumas crenças populares os europeus NÃO são melhores em tudo do que o Brasil. Não são poucos os jogadores que são enterrados em departamentos médicos europeus. Kaká e Pato, por exemplo, só conseguiram se recuperar depois que saíram de lá. E esse são só 2 exemplos, vai no Barcelona que tem o Rafinha que não joga, no Real tem o Bale e por aí vai… Tacham o jogador como “de vidro” como fizeram com o Pato e tiram de si as responsabilidades. Engraçado que desde que saiu do Milan o Pato nunca mais conviveu com lesões.

      • São-paulino, quando o jogador deixa de correr, ele não se lesiona mais – os medalhões ficam sempre aonde a bola passa, assim correm pouco e não se lesionam como antes. Aqui estamos tratando de política do clube no Departamento Médico, com dados científicos do desempenho de cada atleta, o que difere da simples especulação feita nas suas observações. Cadê os dados científicos do elenco? Cadê os dados científicos no histórico de cada contratado? A sua visão está muito amadorista.

        • Rapaz, meu comentário tem o mesmo fundamento que o seu, apenas observação com a diferença que eu ainda citei exemplos. Se você pesquisar no google vc nao deve ter problemas pra encontrar o artigo de 2009 (mais recente encontrado) da UEFA que põe os europeus com uma média de 50 lesões por temporada (fomos um dos piores e tivemos 55). Antes de cobrar evidências científicas, sugiro que você exponha as suas, pq até então seu comentário é baseado em senso comum. Mas relaxa, você nao é o primeiro e nem o último, é apenas mais um com complexo de vira-lata.

          • São-paulino, não se trata de pesquisa do Google, mas de atividade de campo em que o Departamento Médico do clube prevê o desempenho futuro dos atletas contratados em benefício da instituição e do próprio atleta. Tais anotações científicas são próprias de quem faz o trabalho de campo, mas a visão amadorística não é capaz de alcançar. Sua sugestão é amadora, não dá para ser aceita. Você ainda precisa aprender… E isto não se faz virando a Web, mas estudando em universidade e fazendo cursos de extensão universitária, que na Europa são fartos. Não se esqueça disto se quiser aprender mais.

  2. Boa! Fizemos um investimento caro, não podemos simplesmente desistir, ainda mais pq não conseguiríamos no Brasil um centro avante que sabe o que fazer com a bola no pé como ele. Teve um segundo semestre ruim pelo esquema de jogo. Reclamam que ele voltava e parecia volante ou caía pelos lados e parecia ponta, mas se ele não fizesse isso, com certeza reclamariam que ele não participa do jogo, pq ficando paradão lá na frente ele ia receber uma ou duas bolas por jogo e olhe lá.

    É fato que com o Dorival o ataque do SP piorou e dependia muito de individualidades e, principalmente, bola parada. Espero que tenha sido uma “necessidade” para sairmos da zona da degola e que ano que vem isso melhore. A insistência exagerada no M. Guilherme (bom jogador, mas não tava rendendo) também atrapalhou o Pratto que se via completamente isolado no último terço do campo.

  3. Agora falando sério, muitos criticam o Pratto por não fazer gols, mas ele ainda ajuda o time. Acho que temos que dar crédito a ele e esperar para que o ano que vem ele possa ter melhor desempenho no São Paulo.

    Sobre as contratações fica dificil opnar pois nessa época especulações são o que mais tem. Só espero que venha jogadores que realmente estejam focados em ajudar a melhorar o SP.

  4. Não compraria mais nenhum percentual, se aparecer a oferta nesse patamar (algo difícil),o clube receberá de volta o valor pago, se compra pode acumular um possível prejuízo.

    • Concordo. Esse é um tipo de contratação que visa ganho esportivo, se depois de uns dois anos rendendo bem tivermos como repor a grana sem lucro nem prejuizo, perfeito.

  5. O Gustavo Vieira é o novo executivo de futebol do Santos , espero que de certo pois ele é um cara muito competente,só espero que ele não queira para mostrar serviço atravesse as nossas negociações (se é que tem alguma).

    • Gustavo, meu filho, respeita o seu tio e manda o Zeca e o Vitor pro São Paulo.
      Pode ficar com o Buffa que você trouxe da Argentina!!!

  6. especulação plantada do river, no dia seguinte nego quer comprar mais uma fatia do jogador, pura coincidência né, não compraria nem mais 1% nao pq o jogador não seja util mas só pelo fato de que nao vale o valor anunciado.

  7. O São Paulo já pagou pelo menos 24 milhões pelo Lucas Pratto, e deve pagar mais 17,5 milhões de reais até 2020 fora os gastos com salários. Um montante assustador pelo custo benefício e por saber que dificilmente o clube vai recuperar todo esse investimento. O River tem interesse mas já avisou que 10 milhões de dolares nem em sonho. Vamos ver o que acontece. Pelo que dizem por aí, Scarpa, Gabriel, Vitor Ferraz, Diego Souza e Jean são momes que já subiram no telhado.

  8. Eu achei que tinha entendido, mas continuam surgindo novas versoes sobre a situação do Pratto no SPFC. O SPFC pagou xis por 50% do Pratto (6 mi de euros). No contrato está obrigado a pagar os 50% do Atl-mg até o fim do contrato (2020). Mas, se surgir uma proposta igual ou superior a 11 mi de euros, o SPFC estará obrigado a vender. Ao vender por 11mi, terá que pagar os 6mi que ainda deve ao galo e recuerar só 5 dos 6 mi que investiu? Sen contar os salários. É isso?

  9. Que noticia mas sem fundamento!!

    Comprar mais 15% do Pratto só é interessante se ele for vendido… se ele for ficar do que adiantar ter 15% a mais ou a menos?

    Peguem a grana e tragam um lateral!

  10. Quero estar errado mas no “mundo do Leco”
    Quer planejamento com o Leco, então espera sentado, dou o prazo até Julho de 2018 pra ele vender uns 5 garotos da base, mais uns 2 ou 3 titulares, e demitir uma meia dúzia da comissão técnica e diretoria.

  11. Boa tarde

    Será que a imprensa está nos Denigrindo ou o tricolor virou piada no mercado mesmo?

    Especula, especula, especula e?

    Eu acredito no trabalho do Raí, pois não acredito em bons reforços da parte do Leco. Até porque não estamos em época de eleição.

  12. Vocês são muito chatos. Vcs tem que pensar no emprego dos jornalistas esportivos. Eles tem que criar noticia todo dia senão perdem o emprego . Hoje com internet a notícia fica velha em 15 minutos. Deve ser horrível acordar todo dia é o chefe mandar um WhatsApp.. e aí Jorge Nicola, qual é a de hoje?

    • Eu acho que pelo menos no caso do Nicola, ele que manda msg pro chefe “E aí chefe, posso mandar várias notícias sem fundamento hoje ? Estou muito empolgado…”

  13. Quando se coloca alguma estatística sem nenhuma base de análise e a partir daí sai criticando o que não conhece e o fim da picada, são Paulo foi o terceiro lugar em lesões pergunto e daí? O grêmio foi o primeiro e levou dois títulos ,,palmeiras ficou lá embaixo e não ganhou nada,, Cruzeiro está igual ao são Paulo ganhou Copa do Brasil. O

    • Fernando, mas talvez a análise passe pela qualidade e quantidade do elenco. Sem o Cueva, o SPFC nao tinha ninguém para fazer a função dele. Talvez, parmera, cruzero e gremio tinham melhores elencos com reservas mais ou menos do mesmo nível dos que jogavam com mais frequencia.

  14. Heueueueu

    Agora o papel se inverteu: River cogita Pratto, mas se assusta com os valores.

    Hahahaha

    Mas, na moral, o Pratto ta iludido achando que ainda tem vaga na seleção. Ele não tem a menor condição, em tempos atuais e dada a concorrência, de ser uma opção ao ataque da seleção argentina. Ele foi uma invenção do Bauza tanto quanto o Buffarini.

    É melhor ele ficar quieto no SP, pois acho que 2018 vai ser um bom ano.

  15. Notícias quentes de dentro do São Paulo dão conta que:

    – Pratto não sai por enquanto, fica até o meio do ano que vem pelo menos.

    – Diego Souza não vem, chance zero.

    -Gabigol dificilmente vem, chance de 5%. A inter de milão não estaria disposta a pagar mais da metade do salario de um milhão e duzentos mil que o jogador ganha por mês. E o SP não está a fim de bancar os 600 mil restantes pelo jogador, mais uma compensação financeira que a Inter pede.

    -Scarpa foi disputado fortemente por Raí. A chance de vir, que já foi de 50%, hoje é de 20%. Os nomes que o São Paulo ofereceu ao Fluminense na troca não empolgaram. O grande trunfo seria envolver o Cueva, o que o São Paulo não quer.

    – Jean do Bahia provavelmente vem. Chance de 80%.

    – Rodrigo Caio sai na primeira janela.

    Isso é o que há de realidade nesses casos hoje. O resto é balela.

  16. Pessoal acha q contratar jogador por milhões, envolvendo varios interessados, empresarios, clubes, etc… é como ir na feira ou mercado com uma listinha e pronto.

Deixe uma resposta