O Guarani vive um s√©rio problema no que diz respeito ao goleiro da pr√≥xima temporada. Titular em grande parte do ano com 38 participa√ß√Ķes, Leandro Santos recebeu proposta de renova√ß√£o contratual, mas ainda n√£o respondeu.

Diante da necessidade, Narciso, preparador de goleiros, e Luciano Dias, superintendente de futebol, procuram alternativas no mercado. Após a chegada de Fernando Diniz, estudou-se a possibilidade de contratar Felipe Alves, goleiro adaptado ao esquema de jogo do comandante e um dos destaques na campanha do vice-campeonato paulista do Audax em 2016. Entretanto, a pedida de R$ 25 mil mensais estremeceu as estruturas do Brinco de Ouro.

Lucas Perri, por sua vez, revelado nas categorias de base da Ponte Preta, √© um dos nomes estudados. Natural de Campinas, o atleta de 19 anos defende o S√£o Paulo e √© titular do sub 20. Embora n√£o tenha tido nenhuma chance no time profissional, assumiu a posi√ß√£o do time sub-23 na Copa Paulista deste ano ‚Äď Diniz tem boa influ√™ncia no Tricolor Paulista. Por fim, J√™, de 26 anos, √© um velho conhecido do treinador bugrino, j√° que ambos trabalharam juntos no Audax.

Em contato com a reportagem do Só Dérbi, o presidente bugrino, Palmeron Mendes Filho, não quis citar nomes e afirmou que só vai confirmar os contratados a partir do momento em que o acordo for sacramentado.

Vagner, suplente em boa parte de 2017, vai defender o Ituano no Estadual, enquanto Passarelli, nascido¬†nas categorias de base alviverde, tem propostas do Tubar√£o/SC. O √ļnico que tem perman√™ncia confirmada √© o jovem Carl√£o.

Só Derbi