Columbus Crew pode comprar Artur e frustrar planos de retorno do volante para 2018

Revelado nas categorias de base do São Paulo, o volante Artur, atualmente no Columbus Crew, dos Estados Unidos, pode não retornar ao clube do Morumbi ao fim deste ano. O jogador está emprestado aos norte-americanos até o fim deste mês e foi um pedido do técnico Dorival Júnior e do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, para a próxima temporada. A equipe da MLS, no entanto, pretende comprar metade dos direitos do atleta e as negociações seguirão ao longo dos próximos dias.

No fim da semana passada estava quase tudo certo para o jogador voltar ao Tricolor e se reapresentar com o restante do elenco no dia 3 de janeiro. Finalista da Conferência Leste da MLS, o Columbus entendeu que não poderia perder o jogador para seus planos futuros e informou ao São Paulo que faria o pagamento de US$ 1,5 milhão (R$ 4,8 milhões) por 50% dos direitos do atleta nos próximos dias. O São Paulo possui 70% do valor e o restante está sob posse do Juventus de Jaraguá, de Santa Catarina.

Como o Tricolor também quer o atleta para o ano que vem, os representantes dos dois clubes voltaram a negociar e a definição sobre qual deve ser o clube do volante, de apenas 21 anos, deve sair em breve. Afinal, o contrato do atleta com a equipe norte-americana está muito próximo do fim.

O interesse de ambas as partes no jogador é facilmente explicado. No Columbus, Artur foi titular durante a maior parte da temporada e se destacou muito por lá. Foi um dos pilares do time que, por pouco, não chegou à decisão da MLS. Ao todo, fez 27 jogos e ainda anotou um gol.

Para o São Paulo, o jogador seria peça-chave na montagem do elenco. Com uma possível saída de Jucilei para o futebol chinês, o Tricolor ficaria sem um jogador com as mesmas características e, mesmo que o camisa 8 permaneça no clube do Morumbi, ele seria uma boa peça para a montagem do elenco.

L!

69 comentários

  1. Há opções melhores, principalmente na base. Tomara que seja vendido e tenha sorte nos EUA, pois é mediano, e igual a ele já tem alguns no elenco em outras posições.

  2. Pelos jogos que vi ele é bem mediano, com 21 anos pode evoluir, porém tem opções na base que me parecem melhor do que o mesmo….

  3. Está errada a reportagem.

    Artur não é primeiro volante, nem seria titular aqui. Portanto, nada de peça chave, muito menos para o lugar do Jucilei.

    Espero que tenha evoluído, via potencial no garoto, embora nunca tenha tido grande destaque. Era o discreto útil.

  4. Tem jogador que quanto menos se espera aprende e evolui. A equipe técnica do Dorival tem que examinar bem a condição do volante Artur e trazê-lo só se houver chance de ser titular. Caso contrário, seria melhor prosseguir a carreira por lá, onde se deu bem.

    O Paulo Autuori, que saiu agora do Atlético-PR, seria o profissional ideal para coordenar o futebol no São Paulo desde a base até o profissional, mas tendo em mão recursos, metas a serem alcançadas e responsabilidades bem definidas. Ajudaria muito em assuntos como o de Artur e a mudar o São Paulo de hoje. https://globoesporte.globo.com/pr/futebol/times/atletico-pr/noticia/paulo-autuori-anuncia-saida-e-elogia-futebol-precisa-de-clubes-como-o-atletico-pr.ghtml

    • Acredito que ele tem bastante conhecimento mesmo, mas do mesmo jeito que ta na hora de parar de correr atras de jogadores que fizeram história aqui mas jã não estão mais em nível realmente bom (Ricardo Oliveira, Kaká, Cicinho e etc), tm devemos reformular nossos dirigentes, nossos profissionais e etc

        • Concordo, mas para muitos ele é uma grande influência e uma figura são paulina, de certa forma é ídolo de uma boa parte da torcida, por isso o coloquei como exemplo.
          Mas concordo que não fez uma história cheia de títulos no SP

    • Discordo do Autuori, o Atlético pode até ter alguma organização, mas está faltando resultado dentro de campo, fora que quem manda lá de verdade é o mafioso Petraglia…

  5. Eu não sei como funciona essa política de fixar os valores do passe no empréstimo, só sei que sempre considero baixo os valores que o SP fixa o passe do seus jogadores.
    É sempre baixo e ainda parcela o pagamento, nesses casos de emprésimos podemos dizer que somos bem ruins de negócio.

  6. Por mim, pode ficar lá… O Juninho, irmão do Ricardo Goulart, foi acima da média jogando pelo LA Galaxy na MLS, e chegou aqui e não fez nada… Futebol americano o nível é de série B, cheio de estrelas aposentadas… Vendam enquanto está valorizado

  7. “Não era para um time como o São Paulo chegar nessa condição. E pode apostar: vem coisa pior nos próximos três anos. Acho muito provável que o São Paulo seja rebaixado (para a Série B) nesses três anos”, previu Andrés Sanchez.

    Eu sei que o Andrés é corinthiano mas temos que enaltecer porque o que ele fez no time sem cor é digno de aplausos, porque sabemos onde eles estavam. O modo como ele falou sobre o São Paulo é de quem conhece os bastidores e, portanto, ele sabe como a Diretoria do São Paulo é amadora. Além disso, há quatro anos atrás contratavamos os jogadores que quiséssemos e ainda pagamos menos que nossos concorrentes. Todos queria jogar no time da fé.

    A pergunta é: o que nos podemos fazer pra mudar isso?

    Só posso torcer para que essa frase do Andrés tenha o mesmo efeito que a frase do Aidar contra o time verde.

    Vamos esperar um milagre !

    • Não costumo aplaudir bandido, mas ignorando os meios pelos quais ele conseguiu as coisas, sim, o corinthians se beneficiou muito na presidência dele.

      Eu sonho com outro tipo de gestão pro SPFC, algo muito mais profissional, visionário e autossuficiente.

    • Esse ‘gangster’ prevendo o rebaixamento do São Paulo me deixa temeroso.
      Apesar de ele ter razão nas críticas ao clube, não duvido nada de ele tramar nos bastidores uma ‘ajuda’ para que o rebaixamento de fato ocorra. Ainda mais se o candidato do partido dele ganhar a presidência do país ano que vem.
      Este ano mesmo já tivemos arbitragens horrorosas contra a gente, inclusive dentro da nossa casa.

    • Com todo respeito, Marco, essa fala do Andres Sanchez expressa, na realidade, um desejo nada velado e não uma previsão. A obsessão desse pilantra com o São Paulo é absurda e ele quer que o São Paulo caia, mas não sabe se isso ocorrerá.

      Já que estão sendo comparados os clubes, a bagunça administrativa do Corinthians é igual, se não pior, que a do São Paulo (e os exemplos são inúmeros) e ainda assim eles ganham competições.

      Esse falastrão fala há 05 anos que está negociando os direitos de nome do Itaquerão e o que fez nesse tempo todo foi fazer o estádio ficar cada vez mais conhecido como Itaquerão, o ISENTO.

      Eu acho, na realidade, que no futebol brasileiro o imponderável está muito presente e qualquer time pode cair, mas as chances são muito maiores em times menores e de orçamentos inferiores, ainda que os grandes sofram como nós sofremos esse ano.

      • Sorte que ele não virou presidente da CBF, da Liga ou algo do tipo, senão ele mexeria os pauzinhos para isso acontecer mesmo, com a valiosa mãozinha do Leco, é óbvio…

    • Andrés Sanchez está ligado a tudo que há de pior no mundo do futebol, Ricardo Teixeira , Kia , André Negão , Ronaldo Fenômeno , e também ao que há de pior no mundo político , Lula e toda cúpula petista , por onde é deputado federal. Corinthians foi beneficiado com um estádio super faturado , patrocínio público em uma época de crise onde a maioria dos clubes não tinham patrocinador, inclusive o São Paulo , e com valores bem acima dos praticados no mercado. Não por acaso o Corinthians ganhou a maior parte dos títulos da sua história com a ascensão de um governo amigo , ajuda da Globo com maior cota de TV, presente para Corinthians e Flamengo por terem implodido o clube dos 13 e ajuda da CBF onde Andrés Sanchez fazia parte da comissão técnica da Copa 2014.

      Os títulos conquistados desse ano nada tem a ver com boa administração, projeto ou nada assim e sim ao acaso do futebol, a mágica do futebol , a imprevibisibilidade do esporte , que já levou a Santo André ser campeão da Copa do Brasil , ao Criciúma ser campeão da mesma Copa , da Grécia ser campeã da Eurocopa em cima de Portugual , ao Leicester ser campeão Inglês, pois essa história de quarta força não surgiu a toa e as projeções eram bem tímidas inclusive lá dentro do clube , pois estavam quebrados , com dívidas, sem técnico, porque o Carile ficou pois houve a recusa de alguns profissionais, o elenco mediano onde teve aquela recusa do Drogba que virou piada , então tem que ser analisar o todo antes de sair exaltando e colocando como se fosse alguma coisa fora do comum. Não é mesmo , bem longe disso , espero que possamos nos espelhar em exemplos virtuosos e sérios de verdade e não nessas práticas reprováveis.

  8. O mais importante é a gestão de futebol no São Paulo F.C. Paulo Autuori na função de gestor de futebol, com recursos nas mãos, metas a serem alcançadas, responsabilidades bem definidas e autonomia para realização dos trabalhos, seria o profissional capaz de colocar a futebolística do clube nos trilhos.

    Hoje, não há nome melhor para isso do que o de Paulo Autuori. Esperamos que eventual demora da diretoria não o conduza para o Fortaleza ou para algum clube paulista rival. Veja o que diz Autuori em entrevista: http://espn.uol.com.br/post/748006_entrevista-do-mes-paulo-autuori-critica-cbf-fala-dos-desafios-na-formacao-de-novos-craques-e-critica-qualidade-do-jogo-no-brasil-muito-ruim .

  9. Mais do mesmo… Alguém sabe me responder se é obrigatório emprestimo com valor de passe fixado? Ou é só mais burrice dos amadores do Depto de Futebol tricolor? Mais uma questão, como o Cruzeiro fez a graça de partir pra cima do Pratto, eu sinceramente cancelaria as negociações pelo Hudson. Urge lembrar que eles NÃO quiseram negociar o Willian bigode conosco, preferindo as pepas e ainda, nos empurraram Neilton q saiu antes do prazo e não houve nem reposição e nem $. Diretoria me dá nojo.

      • Bom dia, Márcio.

        Fé eu tenho, e muita.
        Torcer …, só com o SPFC em campo.

        Não acredito no OutLeco & Pinotti et Caterva …., vendas expressas.

        Temos dinheiro ou não temos dinheiro para 2.018, apesar das vendas 2.017 ?

        Jucilei e Hernanes não ficam …, Cueva vai ?

        Pratto fica ou também vai embora ?

        Ninguém no futebol acredita nesta diretoria tricolor, infelizmente.

  10. Ser estrategista.

    Para ser campeão, você tem que pensar nos mínimos detalhes.

    Veja algumas estratégias.

    1) Os adversários vão focar a Libertadores.
    O São Paulo poderia focar desde o começo o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil.
    Nada de montar o time e o Elenco durante o Campeonato Brasileiro.
    A primeira parte da montagem do time e do Elenco para o Campeonato Brasileiro, tem que ser já na pré temporada.
    A segunda parte é no Paulista.
    A terceira parte no inicio do Brasileiro.
    Premiações boas tem que ser pagas aos jogadores, para evitar eliminações precoces no inicio da Copa do Brasil e da Sul Americana.
    Se foi prometido premiações para fugir do rebaixamento, pague para que os jogadores acreditem no compromisso da Diretoria em pagar com suas promessas.
    Se é para ter um Elenco competitivo, veja se realmente vale a pena desfazer do Iago Maidana, Lucas Fernandes, Arthur.

    2) Não benificiar os rivais.
    O São Paulo perdeu dois mata matas para o Cruzeiro e foi Vice do Brasileirão de 2014, quando o Cruzeiro foi campeão. Vale a pena aceitar a proposta do Cruzeiro pelo Hudson? Tirar o Hudson do Cruzeiro não é reforçar o São Paulo e enfraquecer o Cruzeiro?
    O São Paulo perdeu um mata mata esse ano para o rival. Valia a pena aceitar a proposta do rival pelo Jr Tavares? Não seria ajudar a reforçar o rival?

    3) Ricardo Oliveira.
    Final de Copa do Brasil de 2018.
    São Paulo não tem nenhum título da competição.
    A final é São Paulo e Palmeiras.
    São Paulo ataca, ataca, ataca, ataca, ataca.
    A bola não entra.
    O Palmeiras da um ataque.
    Faz o gol e conquista o quarto título deles.
    Que falta fez o Ricardo Oliveira.
    Nesse ataca, ataca, ataca, ataca, ataca, o Ricardo Oliveira não faria 1 gol?

    4) Lucas Pratto.

    O ano era 1999.
    Campeonato Brasileiro que tiraram pontos do São Paulo para salvar o Botafogo e o Inter do rebaixamento.
    Mesmo assim o São Paulo chegou a semi final do Brasileiro. O São Paulo enfrenta na semi final o excelente time do Corinthians Hicks Muse.
    Primeiro jogo o São Paulo perdeu por 3 a 2. Todos se lembram, os penaltis que o Dida catou.
    Só que no segundo jogo tem um problema: O São Paulo precisando ganhar o jogo e o França desfalcou o time.
    Quem o Carpegiane coloca: O tal de Jacques.
    Meu Deus, você precisando fazer gols e dependendo do “craque” Jacques.
    Aí não da.
    Que o Jacques vai fazer?
    Nada.

    Como podem ver, você precisa contar no plantel, com um jogador de qualidade.
    O jogador pode ser útil em determinadas situações.

    5) Usar a base em pelo menos 2 jogos do Paulista.
    Quem sabe possa ser revelados jogadores da qualidade de um Hernanes, Lucas, Kaka, Casemiro, Breno, Militão.
    Jogadores que mesclando com os que estão no plantel, tornaria o São Paulo bem forte nas competições.
    Em 2 jogos do Paulista usar o Lucas Perri, Iago Maidana, Arthur, Araruna, Shaylon, Marquinhos Cipriano, Brenner, Pedro Bortoluzo ou o João Paulo.
    Na entrevista do Menon, o Dorival citou o Anthony e o Helinho.
    Tem os que estão sendo relacionados pelo Dorival nesse Brasileiro.
    Não desistir do Lucas Fernandes. Ele pode ser útil para compor Elenco.

    6) Pensar em alguns detalhes.
    Por exemplo, um lateral direito para o Militão jogar na posição dele.
    Um lateral direito para o Araruna jogar na posição dele.
    Ter um lateral direito reserva também, podendo ser o Lucas Farias ou o Auro.

  11. “Lá na frente se colheu os frutos. Por isso eu valorizo as ideias. Hoje estou aqui, amanhã posso estar lá… Mas eu tenho orgulho de estar tentando quebrar alguns paradigmas. A gente tem que ter coragem de tomar algumas decisões. Isso não quer dizer que vai ganhar, longe disso, são coisas diferentes. Mas são posições que você começa a estabelecer quando tem ideias claras e lógicas”, disse Paulo Autuori em recente entrevista, o que cabe bem às necessidades do São Paulo que está fraco até em ideias. Mas sua volta ao clube exigiria mudanças na presidência que dificilmente seriam aceitas – o provável é ser mais um dos nossos antigos campeões a ficar longe.

    • Meu amigo, o Petković veio do Real Madrid para o vitória (enganado pelo presidente baiano que vendeu a ideia do vitória att campeão nacional) e depois foi ao Flamengo.

      Não era aposta, mas realidade que estava perdendo o espaço no real pelo gênio forte.

  12. Informa agora Marcelo Hazan. “Atenção: presidente Modesto Roma, do Santos, disse que conversou com Leco, do São Paulo, e descartou negociar Victor Ferraz”.

  13. Não entendo a formulação desses contratos onde o clube dá o direito da equipe que está recebendo o atleta a compra de 50% do jogador, isso ao que parece já está virando praxe, se o cara se destaca a equipe compra a metade e acaba ficando com o jogador, se for mal manda a bomba de volta. Só existe vantagem nesse caso para uma das partes.

    Será que essas cláusulas existem nos contratos do Hernanes e do Jucilei?

    • Juventus, da Itália, observou o futebol de Éder Militão como lateral-direito e interessou-se por ele – parece enviará oferta. Só o São Paulo não se deu conta ainda de que achou um bom lateral-direito (ou, então, já sabe que vai perdê-lo). O clube italiano gostou do lateral-direito, não do zagueiro de área ou de primeiro volante – nessas posições ainda nada mostrou como profissional. O São Paulo, se toca, já tem lateral-direito titular.

  14. Eu no lugar dele, ficaria por lá. Se fez sucesso e está se dando bem, e ainda por cima, mora no primeiro mundo, por que voltar ao terceiro ?? E a nossa diretoria não tem jeito. Será que vão tomar chapeu neste caso tambem ?

  15. Melhor do que o Victor Ferraz, eu tentaria ir atras do Jean que está no Palmeiras. Ele é muito amigo do Hernanes, e acho ele mto mais jogador do que os atuais laterais. E atualmente ele é reserva por la… quem sabe não vale a tentativa.

    E para a reserva, apostaria no Auro e no Lucas Farias

  16. O Autuori seria um ótimo nome pra coordenar a base do Tricolor, cara sério sem esquemas, entende de futebol e identificado com o Tricolor…

    • Do lateral touro sentado, como era chamado lá em Minas pela Rádio Itatiaia?

      Ele vem correndo como um touro daí a pouco cai sentado 😂😂😂😂😂

  17. “– Hoje o São Paulo vive uma experiência diferente, porque conversou com suas torcidas organizadas e com seus torcedores em geral, representados nos mais diversos segmentos”. Leco.

    Primeira parte sim. Segunda parte, oi?? Será que aquele twitter fake dele é comunicação com os torcedores em geral? O cara vive num mundo paralelo mesmo, não tem jeito.

  18. Nao vejo como sendo de grande utilidade para o elenco no momento, visto que a base pode suprir essa ausencia, porem em caso de falta de um nome mais experiente e apos a palhaçada das marias que tragam o hudson de volta.

  19. São Paulo pensando em gastar 5-6mi de euros no Jucilei, taca essa grana num meia ofensivo. Muito melhor guardar pra pagar no Hernanes, ou então tentar o Scarpa ou Giuliano ( foi pra turquia por 6mi na janela passada, negociação provavelmente impossível) Elkesson, Goulart, sendo este o mais caro delas…

  20. Depende muito como foi redigido o contrato de empréstimo.
    Provavelmente, foi emprestado com valor do “passe” já fixado, de modo que o atleta só não fica nos EUA se não quiser.

    Sinceramente, não sei se é bom ou ruim essa possível venda. Fato é que o Dorival pediu o retorno.

  21. De hoje até Janeiro

    Vem Calleri, Aloísio Boi Bandido, Pato, Ralf, Ganso, Tardeli, ETC, ETC, ETC. que comece a temporada das especulações

  22. O São Paulo está parecendo eu quando vou no shopping. Fico olhando, analisando e quando vejo o preço, me assusto e desisto de comprar.
    Fora que a realidade hoje é:
    Craques e Ótimos jogadores vão pros melhores times da Europa.
    Bons jogadores vão para clubes medianos da europa e China.
    Jogadores medianos vão pro México, China ou Palmeiras e Flamengo contratam.
    Jogadores medianos também vão pros rivais que disputarão Libertadores.
    Sobra pra gente jogador padrão Edimar ou bons jogadores que estão encostados lá fora. Se virem, será por empréstimo.
    Ou seja, devemos reconhecer a realidade e buscar outros caminhos pra que o elenco seja equilibrado.
    Um dos caminhos é a base. Porém são necessários profissionais sérios e capacitados, investimento sem retorno em um primeiro momento, tempo, paciência e foco pra não vender no momento errado.
    Outro ponto é uma área de análise/scout que realmente funcione. Estilo Moneyball, pra buscar jogadores subvalorizados mas que tenham potencial. Também penso que os olheiros ainda tem espaço. Algumas situações não são previstas em estatística e as vezes vai pelo feeling. Não se pode descartar a experiência desse tipo de profissional.
    Enfim, buscar alternativas é o melhor caminho. Nesses nove anos já vimos por diversas vezes o que não dá certo. Basta que não repitam que já teremos alguma melhoria.

Deixe uma resposta