Reunião Privada de Organizada com Leco e Pinotti é descrita pelo UOL

A diretoria do São Paulo recebeu uma comissão formada por 20 torcedores, entre membros de organizadas, sócios e figuras influentes nas redes sociais, para uma reunião no CT da Barra Funda. O encontro foi solicitado no fim de semana e acatado pelo Tricolor, que ouviu cobranças pela manutenção do elenco e por títulos na próxima temporada.

O grupo teve a entrada no CT liberada por volta das 14h e deixou o local quase duas horas mais tarde. Os torcedores optaram por não atender a imprensa que aguardava no portão e prometeram emitir um comunicado oficial sobre o resultado da reunião. Mas a reportagem do UOL Esporte apurou que a conversa com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva e o diretor-executivo de futebol Vinicius Pinotti teve três pilares.

O principal e mais contundente envolve a manutenção do elenco para 2018. Os torcedores culparam o desmanche do grupo de jogadores no meio desta temporada como um dos fatores preponderantes para o péssimo desempenho do time, que lutou contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O pedido é para que a diretoria evite vender atletas em grande quantidade com a temporada em andamento. Posições supostamente carentes foram apontadas e contratações de peso, como Lucas Moura e Alexandre Pato, foram requisitadas.

Os outros dois pontos centrais abordados foram a falta de títulos – já são cinco anos sem conquistas – e uma avaliação geral da gestão atual. A comissão de torcedores pediu mais competência dos dirigentes no futebol e em outras áreas do clube, principalmente no marketing. Outros pedidos passaram pela contratação de um coordenador técnico, pela reforma do Morumbi e pela volta da venda de ingressos de arquibancada nas bilheterias, algo vetado pelo Ministério Público.

Confira abaixo a lista de temas apresentados e debatidos pela comissão de torcedores com a diretoria do São Paulo:

1) Estatuto

– Deve ser utilizado da melhor maneira possível, com contratação de profissionais com notável saber em suas especialidades, colocando metas a serem atingidas para cada diretor remunerado, tratando o futebol de forma profissional.

– Respeitar a profissionalização dos cargos diretivos, deixando de lado nomeações pessoas e políticas.

– Abertura de votos para sócios e não apenas para conselheiros.

2 ) Transparência no departamento financeiro

– Divulgação trimestral de todas as contas do clube, de maneira transparente e de fácil visualização por parte do torcedor, aumentando a confiabilidade da diretoria junto ao torcedor e, principalmente, aos investidores que queiram formalizar parceiros com o clube.

– Queremos saber em detalhes a destinação dos R$ 170.000.000,00 em vendas realizadas esse ano.

– Quanto da dívida foi abatida com essas receitas e quanto é a dívida atual.

3) Marketing e estratégias inteligentes

– Entendemos que a terceirização do departamento de marketing é o caminho, com metas a serem buscadas e resultados alcançados.

– Não podemos aceitar um diretor ou gerente que não seja referência no mercado e muito menos amadores gerindo esse departamento, com salários de profissionais de ponta.

– O plano de Sócios Torcedores está abandonado e os benefícios quase não existem, sendo uma forte ferramenta de receita do clube. Qual o projeto para o próximo ano?

– Busca por melhores patrocínios e valorização da marca, pois somos a terceira torcida do Brasil em quantidade de pessoas e a primeira no quesito apoio ao time.

– Manutenção de ingressos a preços mais acessíveis, para fortalecermos o novo modelo de torcida que conseguimos implantar nesse ano.

– Tentativa junto ao Ministério Público da volta de venda de ingressos de arquibancada nas bilheterias, pelo menos para os setores mais populares, mesclando a venda online e a venda na bilheteria.

– Aumentar o tempo de permanência do torcedor dentro do estádio (antes e depois da partida), com tudo o que o Morumbi possa oferecer, transformando a partida em um grande evento.

– Aumentar o número de lojas e serviços dentro do Morumbi, com maior quantidade de produtos oficiais ou licenciados pelo clube, para que tenhamos uma fidelização da marca e um ótimo retorno financeiro. Hoje quase não vemos no mercado produtos oficiais do São Paulo Futebol Clube.

– Diversificar as praças de alimentação no estádio, com mais variedades e opções.

– Reforma parcial do Morumbi (cobertura e aproximação do campo).

4 ) Contratações

– Contratação de laterais.

– Contratação de 1 goleiro, para que ocorra uma concorrência saudável com o atual titular.

– Contratação de mais um meio campista, visto que Cueva servirá a seleção de seu país.

– Contratação de mais dois atacantes.

– Contratação de dois jogadores de renome, como Lucas Moura e Alexandre Pato.

– Manutenção dos principais jogadores (Sidão, Arboleda, Rodrigo Caio, Militão, Jucilei, Hernanes, Petros, Pratto e Marcos Guilherme).

5) Embaixadas são-paulinas

– Aprovação e efetivação das embaixadas são-paulinas em outros estados. – Aprovação do projeto “Embaixadas”, buscando fomentar/fortalecer a torcida são-paulina fora do estado de SP, com incrível potencial de ganho através dessa fomentação da marca São Paulo Futebol Clube, Sócio Torcedor, além de servir de base de apoio do clube.

6) Situações futuras envolvendo Diego Lugano e Kaká

– Que seja feito um acordo com esses ídolos, levando em conta a consideração à imagem deles perante à torcida e o benefício que o clube possa ter com isso (tanto técnico, como financeiro).

7) Utilização da base de Cotia

– Melhor organização sobre vendas prematuras e sem sentido (observar o lado técnico do jogador e seu possível futuro no clube).

– Além do aspecto financeiro que Cotia nos rende, temos que ter em mente a questão técnica e os títulos que essas joias podem nos trazer. O equilíbrio é fundamental, algo não demonstrado esse ano.

– Retorno e reavaliações de jogadores emprestados.

– Estreitar a relação Barra Funda/Cotia.

– Empréstimos de jogadores para outros times com o intuito de aprimoramento técnico dos mesmos, bem como, diminuição de custos salariais ao São Paulo Futebol Clube.

8) Alterações no departamento de futebol

– Contratação de um gestor ou superintendente de futebol.

– Contratação de um coordenador técnico, com capacitação profissional que o cargo exige.

– Sugestões de nomes que poderiam compor esses cargos: Leonardo, Lugano, Pintado, Raí e Muricy.

9) Planejamento para 2018

– Manutenção da equipe titular e comissão técnica.

– Contratações pontuais como supracitados no tópico 1.

– Utilização da base como supracitado no tópico 6.

– Respeitar o torcedor e expor a situação financeira com frequência.

– Queremos transparência na gestão

Presidente, iremos monitorar todas essas solicitações e queremos um retorno de todos os itens. Não deixaremos isso ser engavetado e não mais permitiremos amadorismo no SPFC. Chega de lutarmos na parte de baixo da tabela. Queremos e exigiremos títulos!”

UOL

39 comentários

  1. O Blog poderia fazer uma lista dos reforços do São Paulo e depois criar uma pesquisa:

    Quais deles ficaram 5 meses?

    Quais deles ficaram 1 ano?

    Quais deles serão usados como moeda de troca?

    Quais deles serão emprestados?

    Existe a possibilidade de algum ficar 2 anos no São Paulo? Nenhuma possibilidade?

    Quantos jogadores o São Paulo vai trocar durante o ano?

  2. “Manutenção dos principais jogadores (Sidão, Arboleda, Rodrigo Caio, Militão, Jucilei, Hernanes, Petros, Pratto e Marcos Guilherme)”
    Por isso que estamos nessa draga:Sidão,Rodrigo Caio e Marcos Guilherme jogadores ruins e são considerados importantes no time

  3. A organizada se arvorar no direito de opinar sobre a formação da equipe demonstra, para mim, a várzea administrativa que o nosso clube está.

    Se cada um dos nossos milhões de torcedores puder dar seu pitaco na formação do time, a bagunça estará feita.

  4. “Iremos monitorar todas essas solicitações e queremos um retorno de todos esses itens. Não deixaremos isso ser engavetado e não mais permitiremos amadorismo no SPFC”, disseram a Leco e Pinotti os representantes da torcida são-paulina. E nós da crítica, também são-paulinos, vamos cobrar as torcidas organizadas que foram a essa reunião para fazerem sua parte no campo e na monitoração para acertar a casa, porque agora também passaram a fazer parte da solução.

  5. Quer dizer que o esperado aconteceu houve desistência da apregoado protesto. Assim cabe indagar alguém foi beneficiado materialmente com essa desistência? Quem será? Por acaso seria alguma TO?

  6. Eu esperava um protesto maior, mais contundente por parte da torcida organizada e também a “desorganizada”, para realmente mostrar o descontentamento com esse ano medíocre que tivemos!!!

  7. É válida a tentativa de mostrar para esses dirigentes a bagunça que esta a administração do SPFC.
    Precisamos pensar em voltar a ser grande, lutar por títulos e não para sair do rebaixamento todos os anos.

    A torcida fez a parte dela esse ano, que tenhamos um 2018 melhor.

  8. Quem foi melhor

    O time de 2015 antes do desmanche

    O time de 2015 depois do desmanche

    O time de 2016 antes do desmanche

    O time de 2016 depois do desmanche

    O time de 2017 antes do desmanche

    O time de 2017 depois do desmanche

    Quem será melhor (essa é pesquisa).

    O time de 2018 antes do desmanche

    O time de 2018 depois do desmanche

  9. “A comissão de torcedores pediu mais competência dos dirigentes no futebol e em outras áreas do clube, principalmente no marketing.”

    A falta de competência primordial está no Departamento de Futebol!!!!

    Depois do escândalo da fraude nos ingressos, do mensalinho pro Cimmerman e o desrespeito à convocação pelo CD, a primeira exigência tinha que ser a cabeça do Pinotti.

    Ah, esqueci que ele é ligado às organizadas…

    Encontro ridículo… joguinho de cena patético e mais uma exposição do São Paulo a uma situação vexatória. Só conversa pra boi dormir…

    Se essa diretoria – de fato – quer dar voz ao torcedor, por que não incluíram o voto do ST nas eleições presidenciais?

    Cadê as cobranças depois dos 47 pontos???

    Cadê a investigação pela comissão na transação do Jorginho Paulista???

    Cadê a investigação do ‘mensalinho’ do Pinotti pro Cimmerman?

    Onde está o profissionalismo? Ou vai dizer que a meta do SPFC em 2017 era não ficar nem entre os 10 primeiros do campeonato e por isso o Pinotti não deve ser demitido depois dessa campanha patética?

    Por que temos como Diretor do CCT um energúmeno capaz de processar o clube por conta de um “campeonato” de futebol interno?

    Por que o Rodrigo Gaspar (aquele do zagueiro de condomínio) segue na diretoria, agora recebendo salários, sem ter qualquer capacidade para tal? Um sujeito que sequer sabe se portar publicamente enquanto representante do clube. Profissionalismo?

    Por que quase todas as especulações de negociação do SPFC são com atletas ligadas ao Eduardo Uram (cliente do escritório de advocacia do Manssur) e – principalmente – ao Fernando Garcia, ex-conselheiro do Corinthians?

  10. Pois eu achei muita valida a iniciativa e acredito que é sim a maioria dos tópicos apresentados o desejo de nos torcedores, se vai dar certo ou não o tempo dirá, mas fica uma ponta de surpresa e receio por parte desta diretoria, tão omissa e levando ao vento muitas coisas dentro de nossa instituição… Espero que tenha dado uma sacudida e feito um barulho dentro dos corredores do Morumbi.

  11. Apesar da reunião :

    A) Cueva fica ?
    B) Pratto fica ?
    C) Jucilei e Hernanes ficam ?
    D) Jr. Tavares vai embora ?

    E) Jean vem a peso de ouro ?
    F) Fernando Bob ( obsessão ) vem ?

    G) Temos ou não dinheiro para 2.018 ?

    Pinotti continua ?

      • Eu quero que o Dorival Jr fique no São Paulo.
        Porque?
        Vejamos.
        Tem o Thomaz, Denilson, Marcinho, Morato, Bruno Alves, Jonatan Gómez, Aderlan.
        É um assunto delicado de se debater. A maioria já está com a opinião formada e quer a saída desses jogadores. Assim como em 2016 queriam a saída do Gilberto e hoje querem que ele continue.
        Quem vai sair?
        Quem vai ficar?
        Alguns saí e o Dorival pede para contratar outros.
        Se o Dorival for mandado embora, o novo Técnico vai pedir para demitir as peças que o Dorival pediu e o novo Técnico vai pedir para contratar outros.
        Isso não vai ter fim nunca.
        Deixa o Dorival no São Paulo.
        O Tite perdeu para o Tolima em 2011.
        O Tite era o hepaTITE.

        Como eu queria ver o São Paulo ter um esquadrão, forte, ganhando clássicos, chegando nas decisões de campeonatos, dando espetáculos, ganhando jogos.
        Mudando de Técnico a cada ano e de jogadores a cada ano, isso nunca vai acontecer.
        Eu quero um esquadrão. Esquadrão se monta aos poucos, não é de uma hora pra outra. Mas mesmo que não for um esquadrão, que seja um plantel competitivo.
        Se o Dorival perder o Paulista: Fica Dorival.
        Se o Dorival perder a Copa do Brasil: Fica Dorival.
        O Dorival só sairia caso não ter jeito mesmo, caso o São Paulo estiver mais uma vez na zona de rebaixamento.
        Caso ao contrario, fica Dorival.
        É logico que a Diretoria tem que cobrar do Dorival, boas atuações e conquistas. Não pode ser uma Diretoria acomodada, conformada. Mas não pode toda hora um novo Técnico, um novo projeto, novos jogadores.
        E o Dorival que vai usar a base, precisa ficar até os moleques amadurecerem.
        O amado Muricy perdeu 14 mata matas e não é criticado por isso. Inclusive alguns mata matas que o Muricy perdeu, teve sim culpa do Treinador. O Rogério que perdeu um Paulista, uma Copa do Brasil e a Sul Americana, foi muito criticado.
        O Muricy perdeu um Paulista para a Penapolense e logo em seguida uma Copa do Brasil para o Bragantino.
        Portanto, o São Paulo vai entrar para ganhar. Mas se não ganhar e não for um desastre, fica Dorival. Não pode acontecer no São Paulo o que aconteceu esse ano no Palmeiras e no Santos, que mesmo com os times na parte de cima da tabela, demitiram seus Treinadores.

        • Eu queria que Osório permanecesse.

          Eu queria que Bauza permanecesse e tivesse condições reais de trazer “la 4.a”.

          Eu queria que Ceni permanecesse, com efetivas condições de montar um time competitivo.

          Eu queria que nossa direção não jogasse permanentemente contra o SPFC.

  12. tudo pra inglês ver…

    vai ter verba no carnaval e no churras do fim de ano?

    garcia kalunga é o verdadeiro diretor de futebol do são paulo…

  13. Bom.. Eu não concordo com o encontro, pois 20 não tem o consenso de uma torcida de mais de 17 milhões de torcedores, mas já que aconteceu, e lendo o documento, apesar de alguns tópicos meio óbvios, se eles conseguirem pelo menos que essa diretoria perdida consiga ser transparente com a situação financeira do clube… Eu sei que isso é quase impossível, conhecendo as peças que estão lá, mas qualquer melhora que essa reunião possa conseguir, já seria um avanço….
    E há sim pessoas bem intencionadas nos torcedores que foram a reunião… O Roberto Casella por exemplo, estava entre os torcedores, e esse cara é muito fanático pelo SPFC… É sócio do social do clube, tem cadeira cativa, tem programa do SPFC na web, e sem exagero, está em todos os jogos do SPFC em casa…Se não me engano, o cara nos últimos 5 anos em casa, ele só não foi em 2 jogos…O cara vive e respira SPFC,

  14. Impressionante o quanto essa diretoria nefasta é blindada, não existe oposição e até mesmo a organizada que poderia colocar esses abutres na parede age de forma educada, marcando reunião e pedindo ao invés de exigir.

    • E por acaso, racionalmente pensando, teria a torcida organizada ou qualquer um de nós o direito de exigir alguma coisa?

      Eles são os donos do SP? Nós somos os donos do SP? Alguém aqui é conselheiro?

      O problema do SP é a política. Não necessariamente, a má gestão, mas a fixação de alguns em só falar de política.

      O povo, hoje em dia, tem conselheiro ídolo e tal.

      Muito partido político perde dessa oposição crítica que temos, viu

      • Eles e nem nós somos donos do São Paulo, na verdade os donos do São Paulo são o Sr. Leco e seu vassalo Pinotti.

        Em um clube onde não existe oposição, resta a esperança de que pelo menos a organizada ou parte da torcida tome medidas “radicais”, que mostrem que a torcida do São Paulo é o principal patrimônio do clube, pois é por causa dela que somos a terceira maior torcida do país.

        Já está comprovado por A mais B que o problema do São Paulo é gestão, isso não cabe nem discussão.

        Fanatismo na realidade é querer mascarar algo que todo mundo vê, fanatismo é defender um senhor que está no clube há algumas décadas é nunca, eu disse nunca, fez nada de bom no clube, que foi sem duvida um dos piores diretores de futebol que o clube já teve, causando até prejuízo milionário, como vice um zero a esquerda e como presidente é essa lastima que temos hoje.

  15. Será que não existe algum russo ou árabe milionário que gostaria de comprar o SPFC?
    Enquanto esse monte de velhos caquéticos continuar a mamar nas tetas do clube nada vai mudar.

  16. Precisa cobrar mesmo, se deixar, o Leco traz mais jogadores como Neilton, Caíque Sá, Getterson, Denílson, Marcinho e outros lixos, além de encher o time de zagueiros que jogam pela direita e de pontas que só jogam de um lado!

    Se a diretoria fosse competente, fosse vencedora, passasse alguma confiança, não precisaria disso, não passaria por isso.

    Como são incompetentes e só lutam para não cair, precisam viver essa situação para ver se acordam pra vida ou pedem pra sair.

    Não dá mais para ficar nessa situação! O SPFC precisa sair do atoleiro!

  17. Eu sou totalmente contrário a tudo que está acontecendo dentro do clube, porém, também sou contrário a Organizado ter acesso ao clube e se achar dona do mesmo a ponto de fazer exigências em âmbitos que a mesma também não tem o menor conhecimento do funcionamente.

    Existem outras formas de cobrança, pode ser até mesmo soltando um ofício, um comunicado, ou até mesmo deixando de ir aos jogos, saindo do Sócio Torcedor etc.

    Acredito que depois do que ocorreu hoje, trovoadas virão, pois todos sabemos que não haverá manutenção de elenco algum, contratações serão feitas com atletas de empresários e encostados em seus respectivos clubes, portanto, ainda veremos sim pancadaria e quebra-quebra por parte desses ditos torcedores.

  18. Caras, vocês são muito ‘crica’… pelo amor de Deus. Todos os outros times do país passaram por crises administrativas no passado, o SP está a 4 pontos do 6° colocado e esse mimimi não cessa. Vocês todos ficaram mal acostumados depois do tri brasileiro (fato absurdo e incomum) e acham que o time tem que ganhar tudo todos os anos.
    Esse mantra repetido de fora Leco e Pinotti já está enchendo o saco… os caras não vão sair, chega disso.

  19. Concordo em grande parte com o solicitado pela torcida, com exceção, por razões óbvias, da manutenção do “Ruindrigo Caio” no elenco, para 2018… Este representa, analisem bem, todo o tempo em que o SPFC deixou “de ser SPFC”… Só para pensar… Mudando de assunto: parabéns ao Grêmio e a todos os seus torcedores… Legítimo campeão sul-americano, seja com “espionagem” ou não (quem pode mais chora menos)… Futebol de ‘imposição’, marcação alta (bem feita…), altíssima intensidade (com preparo físico para o jogo todo…), comando do jogo, verticalidade, objetividade, enfim… Fundamentado em quatro ‘alicerces’ (tirante o Renato Gaúcho – ou fosse quem fosse o técnico…): um goleiro que transmite segurança ao time (Ghroe); um zagueiro acima da média (Geromel); um volante “todo campista”, muito técnico (Artur); e um jogador acima da média do meio para a frente (Luan)… Somados, eles formam a sustentação do time, mesmo que “rodeados” de perebas como Fernandinho, Cícero, e outros ‘nem tanto’, como Cortez… Coincidência, ou não, oriundos do SP… O que nos leva a concluir que minha tese cada vez mais se solidifica: o que falta ao SP é exatamente o que existe no Grêmio: esta base de sustentação. O SP não tem, em nenhum dos setores do time, nenhum jogador com o perfil dos acima citados ‘alicerces’ deste… Possui, isso sim, a base que seria a ‘sustentação’ desse alicerce: jogadores medianos, alguns ‘perebas’, outros ‘nem tanto’, mas que, sozinhos, não o conduzirão de volta às conquistas… Resta saber se o SP quer “voltar a ser grande”… Ou não…

Deixe uma resposta