Topper e New Balance entram no jogo para fornecer material esportivo no São Paulo, diz VEJA

São Paulo tem contrato com a Under Armour até dezembro de 2019. A marca paga 26 milhões de reais por ano ao clube, sendo 12 milhões de reais em produto. Com as mudanças do panorama econômico, o acordo vem trazendo prejuízo à marca, porque a situação é a oposta daquela em novembro de 2014, quando o contrato foi assinado. A empresa anunciaria sua saída do clube na última quarta-feira, mas o São Paulo pediu mais um tempo para analisar as propostas, todas bem abaixo da atual, inclusive da própria Under.

Topper e New Balance, que tenta entrar no mercado brasileiro, são as outras interessadas.

VEJA

Anúncios

41 comentários

  1. O que mais esperar de Leco e cia? Já não temos uma Adidas, acho q o contrato com o Palmeiras não deixa, e não temos uma Nike pelo mesmo motivo e perdemos a Puma naquela vergonhosa atitude do Aidar. Já sofremos com uma péssima qualidade da Penalty e agora a saída da UA. Acho que de todas a New Balance pode querer fazer algo diferenciado, pra mim, apesar da qualidade da UA, não exploraram o mercado casual como a Adidas tão bem faz com a porcada.

    Curtir

    • Acho q a saída da UA tem mais a ver com o erro da estrategia deles pra entrar no mercado do que a diretoria em si. Avaliaram errado, contrato caro, esqueceram das altas taxas q se pagam aqui e eles tem um produto muito superior e mais caro que os concorrentes. Junta isso mais a pirataria, resultou em produto caro encalhado nas lojas oficiais. Comecou a dar prejuízo, nao tem mais exclusividade com o SP e viu q era mais barato tentar sair, com a opção ainda de permanecer caso iguale alguma outra proposta.

      Curtir

      • Exatamente GMC (General Motors hehehe?), a culpa neste caso foi mais da Under Armour, que acreditou naquela balela de país emergente, com a economia forte, aí eles foram com a expectativa lá em cima e deu no que deu….
        Mas os produtos deles são bons, uma pena se saírem mesmo, e se ficar só com o Fluminense no Brasil aí que vai ser prejuízo total mesmo!!!

        Curtir

  2. Por um lado, ganhamos tudo vestindo Topper em 2005, mas por outro seria legal ver uma nova empresa entrando no mercado brasileiro, como foi com a própria Under Armour, dentre as duas, prefiro a New Balance…

    Curtir

  3. Dizem que protejo o Leco, mas eu torço para o São Paulo Futebol, e não para o Leco Futebol Clube….

    Nesse blog falam mais do Leco do que do São Paulo, é mesma coisa de ir na Igreja Evangélica e só falar do Diabo e esquecer de falar de Deus…..

    Parece inacreditável……

    Curtir

    • Eu acho que a New Balance é matriz dela própria. Eu lembro que ela comprou ou já era dona da marca que antes vestia o Liverpool e o Porto, que era a Warrior e a substituiu por querer entrar novamente no cenário do futebol mundial.

      Curtir

  4. Bruno Grossi‏Verified account @bruno_grossi 8m8 minutes ago
    More
    Replying to @bruno_grossi
    Walce e Caio Felipe completaram a lista dos jogadores do sub-20 observados por Dorival.

    Curtir

  5. O principal é fazer um acordo inteligente que evite riscos de volatilidade como a UA, mas que também evite o fornecedor de não entregar material, como no caso da anterior.

    Chega de errar!

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s