Agente de Buffarini pede reunião para tratar de saída

O ciclo de Buffarini no São Paulo está cada vez mais perto do fim. O lateral não foi relacionado por opção da comissão técnica para o jogo contra o Atlético-GO, neste sábado, às 19h, no Serra Dourada. Dorival Júnior convocou 23 jogadores.

Em contato com o GloboEsporte.com, o empresário do lateral, Darío Bombini, disse que vai se reunir com o São Paulo em aproximadamente 15 dias para saber o que o clube e o próprio jogador pensam sobre o futuro. Aos 29 anos, ele tem contrato até metade de 2019.

Bombini também disse que Buffarini é um jogador muito profissional e que a decisão de não usar o atleta nas partidas é de Dorival.

Internamente, a avaliação é de que o lateral rende bem nos treinos, mas não repete o desempenho nas partidas. Ele não conta com a aprovação de parte da comissão e de dirigentes.

O corte de Buffarini contra o Atlético-GO mostra como o lateral perdeu espaço no São Paulo. Mesmo com o desfalque de Éder Militão, titular da lateral direita e em recuperação de um estiramento na coxa esquerda, e Bruno em recuperação de uma cervicalgia (dores nas costas), Dorival optou por Araruna no setor.

Assim como Militão, Araruna também é formado em Cotia. Nenhum dos dois é lateral-direito de origem. Ou seja, a lista de relacionados não tem alguém de ofício para o setor (Edimar e Júnior Tavares, ambos canhotos, são os convocados).

 Araruna, contudo, era usado com mais frequência nesta posição antes de subir para o profissional. O novo titular atuou pela última vez contra o Atlético-PR, dia 14, no Pacaembu. Na ocasião, ele substituiu o próprio Militão no segundo tempo. Buffarini estava no banco e não foi usado.

A formação titular será: Sidão; Araruna, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei; Petros, Hernanes, Marcos Guilherme e Cueva; Lucas Pratto.

Por opção da comissão, Buffarini ficou fora até do banco de reservas nos jogos contra Vitória, Corinthians e Sport. Voltou a ser opção diante de Atlético-MG e Atlético-PR, mas foi cortado contra o Fluminense. Agora, depois de ser reserva diante de Flamengo e Santos, voltou a ser barrado.

A última partida dele pelo Tricolor foi no dia 9 de setembro, contra a Ponte Preta, pela 23ª rodada do Brasileirão, quando entrou no segundo tempo.

GE

Anúncios

12 comentários

  1. O típico jogador argentino que não teve êxito no futebol brasileiro.

    Que seja usado como moeda de troca, ou vendido pelo mesmo valor que veio. Liberar sem ter nada a ganhar não rola, mas como se trata do Leco não duvido que isso aconteça.

    Curtir

  2. Ruim no desarme, ruim no apoio. Nos prós e contra, pende muito mais para o negativo. Poderia render uma boa troca com outro argentino bom de bola numa posição carente do elenco.

    Curtir

  3. Eu daria uma chance pro Buffa contra o Atletico GO. Acho o Araruna bom jogador, mas nos ultimos testes na lateral ele tambem nao foi bem. Prefiro deixa-lo como reserva do Petros do que queima-lo na lateral. Ja o argentino merecia uma ultima chance.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s