7 empresas negociam com o São Paulo para estampar camisa em 2018

O São Paulo negocia com sete empresas interessadas em fornecer material esportivo, entre elas a própria Under Armour, atual responsável pela demanda. Além da empresa americana, Penalty, Nike, Topper, Kappa, Adidas e New Balance demonstraram interesse.

Dentre elas, duas marcas sinalizaram valores que atingiram o esperado pelo clube, ainda que não tenham formalizado propostas.

O desejo é definir o novo fornecedor até o fim deste ano, mas São Paulo e Under Armour fizeram acordo que permite o uso do uniforme feito pela empresa americana até junho de 2018.

O São Paulo tem consciência de que não vai atingir o montante do atual contrato, acertado com a Under Armour no fim de 2014 e que rendia R$ 15 milhões anuais.

Nesse sentido, o clube leva em consideração o momento da econômia, do marketing brasileiro e a atual realidade financeira das empresas.

A própria Under Armour procurou o São Paulo para renegociar o vínculo, pois não conseguiu manter os pagamentos. Por isso, houve um acordo no qual ficou definido um valor de multa não revelado, proporcional ao tempo restante do contrato, que está sendo pago ao clube.

O acordo com um eventual novo parceiro teria início imediato. Ou seja, o vínculo com a Under Armour seria rescindido.

A atual fornecedora tinha direito de preferência até a última terça-feira (dia 31) para cobrir ofertas de outras empresas pagando 10% a mais. Independentemente disso, São Paulo e Under Armour continuam negociando.

Agora, a empresa não tem mais de fornecer gratuitamente peças acima do lote combinado com o São Paulo na última negociação para rescisão, de aproximadamente 50 mil peças.

Ou seja, se precisar de mais peças além desse combinado, o clube teria de pagar, caso não tenha fechado com outro fornecedor antes disso.

GE

Anúncios

31 comentários

  1. Bom, os últimos uniformes da pênalti, não me agradaram e kappa acho muito justa, de resto, acho que qualquer uma ira fazer uniformes legais… torço para que a UA continue e que no ano que vem não tenha Joli estampado na camisa, nada contra a empresa que inclusive sou cliente, mas chama muita atenção e o amarelo não tem nada a ver…

    Curtido por 1 pessoa

    • Tambem acho que tá na hora da sair destas “fundo de quintal” e pegar uma marca de primeira linha. Mas parece que o SPFC tem sempre um gosto por estas marcas pequenas. Não me surpreenderia se pegasse Penalty ou Topper.

      Curtir

  2. Economia brasileira entrou em forte recessão.
    O número de camisas vendidas não foi o esperado para ninguém.
    Acho normal a Under Armour pedir revisão do contrato. Acho que o São Paulo deve sim ceder e fazer um reajuste.
    Under Armour é uma marca de ótima qualidade. Vale o esforço para continuar com ela.

    Curtir

  3. Particularmente acho que esse não seria problema uma vez que qualquer um que entrar vai injetar grana no clube, mas uma coisa acho interessante é que mesmo o clube vivendo jejum e problemas administrativos, ainda assim nosso clube ainda atrai investidores ou empresas querendo participar do clube coisas de um grande clube.

    Curtir

  4. Gosto da UA, mas nesse caso o financeiro de deve ser levado em consideração. Estranho que nos últimos anos tdo contrato de patrocínio é rescindido antes do prazo.

    Qto ao campeonato, se a diretoria fosse competente estaríamos brigando pelo título.

    Curtir

  5. Só tirar Joli, Urbano e Poty a camisa começa a ficar legal. Pagam uma merreca pra sujar o uniforme. Abada de futebol! Pinoti, vc é uma anta, desvaloriza o uniforme em troca de merreca. Banco inter tbm é zuado, mas pelo menos pagam. Mas a camisa vermelha de treino escrito inter é fedorenta. Isdo q dá só ter velho e advogado no clube. Não se atualizam!

    Curtir

  6. Verdadeiramente o São Paulo e uma grife sul-americana, antes muita gente não conhecia os materiais produzidos pela UA, hoje graças ao São Paulo, já fechou com Fluminense, e não duvido fechar com Sport, se o São Paulo quiser inovar, fecha com a New Balance, ela paga muito na Europa, suas camisas são lindas um exemplo é do Liverpool e não tem nenhum clube brasileiro patrocinado por ela, e creio que ela possa pagar os valores próximos que a UA paga.

    Curtir

  7. Penalty é piada de mal gosto.
    Gosto das camisas da UA, mas são muito fracos no quesito linha torcedor, no qual a Adidas arrebenta.
    Gostaria de ver nike ou adidas novamente.

    Curtir

  8. Nike, Adidas e New Balance seriam ótimas, mas a camisa vai ficar tosca de qualquer jeito se continuarem com essa política de leiloar cada centímetro da camisa entre trocentos patrocinadores que pagam pouco.

    A camisa precisa ser valorizada. Vocês imaginam algum grande patrocinador (alguma montadora ou gigante tecnologica) estampando a camisa do SPFC no peito, se ao mesmo tempo tiver que disputar a atenção com Joli, Poty, Urbano etc? (Sem querer menosprezar as marcas, que são parceiras do clube.)

    A época era difícil, sim, entre 2015 e 16 havia recessão, o clube ia mal e precisava alavancar dinheiro, mas agora já chega.

    Para 2018, DOIS patrocinadores, peito e mangas. Espaços pra quem puder pagar. Chega de abadá.
    (E chega de patrocinador acima do escudo. Tem que ficar abaixo, igual na época da BIC.)

    Curtir

  9. Sei que vou ser taxado de modinha e tudo mais…claro que é pedir muito para uma diretoria que fez de tudo para o time ser rebaixado ter planejamento e estratégia mas…
    por muitos anos o SPFC esta se desvalorizando no mercado por alguns fatores tais quais: Política,má administração da entidade, problemas de corrupção em contratos e em setores do clube, futebol apresentado em campo e em empresas que em meio a contrato rescindem com clube. Alguns itens sabemos que não tem jeito, só caindo um bomba no sala onde são realizadas as assembléias dos conselheiros, mas o caso das saídas de empresas em contrato com a instituição tbm denigrem e mto a já imagem arranhada do clube.
    Neste quesito eu acredito que essa questão de patrocínio esportivo poderia ser uma retomada da imagem do clube. Cara se não estão conseguindo honrar os contratos ao meu ver seria interessante dar um passo para trás mas com solidez, prefiro pegar uma empresa grande com estrutura e histórico de não romper contratos do que a que sempre se fala “quem pagar mais leva”…neste pensamento entraremos na terceira empresa que pagou mais porém não conseguiu honrar, aí já tem coisa errada.Para pegar uma que tem risco de não honrar prefiro pegar uma que já tenha um nome forte no mercado ( que vai atrair a marca SPFC e torcedores) e se ganhar em vendas…dúvido que com uma boa infraestrutura de vendas e acima de tudo preços compatíveis com o cenário financeiro o SPFC não ficaria no top 3 de vendas no país.

    Curtir

  10. Vi reportagens falando que a Nike recusou, pois pelo $$ pedido pelo tricolor preferem ficar com a Seleção/Cor/Inter, e a Adidas a mesma coisa com relação ficando com Palm/Fla/Ponte/Bahia/Sport. Tem a Umbro, e a Puma disputou com a UA mas depois sumiu.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s