Um dos grandes nomes do futebol brasileiro e mundial, Paulo Roberto Falcão.

Começou jogando pelo Internacional, onde foi tricampeão brasileiro.

Ganhou grande destaque por seu estilo clássico.

Foi para a Itália.

Teve papel importante na conquista do título nacional da Roma, após quase 40 anos de jejum.

Coroado Rei de Roma, passou a ser titular da Seleção Brasileira de 1982.

Não conquistou o titulo mundial.

Logo sonhou em voltar ao futebol brasileiro.

Tinha uma proposta da Fiorentina que era 3 vezes maior que a do Tricolor.

Obviamente, veio para o São Paulo.

Através de um pool de empresas, Falcão foi contratado.

Algo inédito no futebol brasileiro até então.

http://www.youtube.com/watch?v=JtCVdAj6agQ

Sua estreia aconteceu em um amistoso frente seu antigo clube, o Internacional.

Quase 50 mil pessoas compareceram na vitória por 1 a 0 do São Paulo em 26 de setembro de 1985.

Eram os tempos dos “Menudos do Morumbi”.

Falcão foi titular por mais três partidas.

Acabou perdendo a posição para Marcio Araújo.

Para o técnico Cilinho, não importava o seu reinado na Velha Bota.

Voltou a ser titular apenas nas semifinais do Campeonato Paulista.

http://www.youtube.com/watch?v=-ZZQzQYZeKc

Fez a diferença…

A equipe tricolor era muita jovem.

Foi o grande comandante.

O São Paulo passou por cima do Guarani, do jovem Neto, nas Semifinais.

Já nas finais, foram duas vitórias épicas sobre a Portuguesa, do veterano Luís Pereira.

São Paulo campeão paulista com o Rei de Roma.

Falcão jogou ainda mais duas partidas frente ao Fluminense em 1986.

Foram ao todo 15 jogos e apenas um gol, justamente em sua ultima partida.

Teve um papel importante no São Paulo.

Naqueles tempos tínhamos apenas um título nacional, mas certamente passamos a ser conhecidos mundialmente desde então.

José Renato Santiago

Anúncios