Com medo de cansaço, São Paulo não vai treinar no Pacaembu

Jogadores fariam ambientação ao estádio municipal, sede dos cinco próximos jogos como mandante do clube no Brasileiro, mas comissão técnica mudou de ideia por estrutura do CT

Vinicius Pinotti, Dorival Junior, Sao Paulo, treino CCT, 19/09/2017, Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O São Paulo tinha programado um treino de ambientação ao Pacaembu nesta sexta-feira, já que fará seus próximos cinco jogos como mandante no estádio municipal. Mas a comissão técnica mudou de ideia por conta do desgaste dos jogadores e fará o trabalho desta tarde no CT da Barra Funda.

A repentina mudança tem como motivo, segundo a comissão comandada por Dorival Júnior, a estrutura do centro de treinamento do clube. No local, a aparelhagem à disposição é melhor do que a encontrada no Pacaembu, e os atletas voltaram de viagem na quinta-feira.

A preocupação é com o cansaço do time, que perdeu do Atlético-MG nessa quarta-feira, em Belo Horizonte, voltou à capital paulista no dia seguinte e só terá esta sexta-feira para treinar para a partida das 21h deste sábado, contra o Atlético-PR, no Pacaembu. A preocupação física fez com que os titulares de quarta nem saíssem do hotel para treinar na quinta, em Minas Gerais.

Por conta disso, o treino, que seria realizado às 15h no Pacaembu, ocorrerá às 16h no CT da Barra Funda. Mas a atividade, que será aberta à imprensa, com entrevista coletiva prevista na sequência, deve ser leve, para poupar o físico dos atletas. A concentração começa logo depois dos exercícios no gramado.

Dorival deve fazer, ao menos, duas mudanças na escalação: o zagueiro Arboleda e o meia Cueva, que ficaram de fora porque atuaram em Equador e Peru, respectivamente, na terça-feira, retomam suas vagas no time nos lugares de Bruno Alves e Jonatan Gomez, que atuaram mal contra o Atlético-MG.

O técnico não perdeu ninguém por suspensão e aguarda a recuperação física do atacante Gilberto, que tem contratura na coxa esquerda, e do zagueiro Lugano, que, apesar de sentir desconforto na panturrilha direita, ficou no banco nessa quarta-feira. Seguem como desfalques os atacantes Brenner, que disputa o Mundial sub-17, e Morato e Wellington Nem, que operaram seus joelhos direitos e não atuarão mais nesta temporada.

Além do Atlético-PR, às 21h deste sábado, o São Paulo jogará no Pacaembu contra o Flamengo, no dia 22, o Santos, no dia 28, a Chapecoense, no dia 9, e o Botafogo, em 19 de novembro. Retorna ao Morumbi somente para enfrentar o Bahia, na última rodada, que deve ocorrer em 3 de dezembro.

A derrota para o Atlético-MG, na quarta-feira, deixou o Tricolor na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, na 17ª posição, com 31 pontos. O Atlético-PR, adversário deste sábado, tem 35 pontos e figura na décima colocação.

L!

Anúncios

37 comentários

  1. Boa noite
    12 dias sem jogar se preparando faz um jogo e estão desgastado.
    Outra coisa o time nao esta acostumado a jogar no Pacaembu, acho que o esse treino seria muito importante.
    Amanha tirando nossa grande torcida. O campi sera neutro, ja que nao estao acostumados a jogar la.
    Mas espero que nossa torcida faça a diferença e empurre o nosso time

    Curtir

  2. Olá!

    Tenho ficado ausente por dois dias, mas não deixei de ler alguns comentários em outras postagens. Sei que muita gente quer o Dorival fora, mas eu tenho uma visão diferente dos demais pois um bom trabalho nem sempre se mostra da noite para outro dia especialmente pela situação que vive o clube concernente ao eleco que mostra sua deficiências. Independente do que irá vir ao SP ano que vem, a melhor decisão do SP será a permanência do Dorival pois um ponto key no sucesso de um time é a continuação de um trabalho. O Dorival não é um técnico ruim como apontam alguns, tem feito seu melhor e tem melhorado uma coisa ou outra no que concerne ao ambiênte do vestiario. O problema maior são os resultados e as jogadas que não se traduzem o que ocorrem em treinamentos nos dias dos prélios, mas vai levar tempo para isso acontecer e o torcedor precisa ter paciência no momento. Tirar um técnico agora será um suicidio para o clube.

    A verdade que o SP tem que decidir o que quer. Se quer titulos, então tem que dar respaldo a comissão técnica e deixar jogadores tranquilos.

    Curtir

  3. Primeiro que eu acho uma grande besteira isso de se ambientar…até parece que o campo de jogo do Pacaembu é redondo e a bola é quadrada…uma baboseira.
    E alegar cansaço? Vai catar coquinho, do CT ao Pacaembu deve dar uns 6, 7km.
    Deveriam obrigar os jogadores a irem a pé.

    Curtido por 1 pessoa

    • Pelas barbas do profeta, o que você faz aí? Esses jogadores do SPFC estão cansados? Eu também estou cansado da mediocridade deles, do treinador, do presidente. Fora com todos esses vagabundos.

      Curtir

  4. não tem nada a ver com esse time ridículo , mas pra quem ta acompanhando a copa do mundo sub-17 , a seleção tem um LE , do SPFC , chamado Weverson , o garoto tem muito potencial , lembra o futebol do Jorge e ainda ele tem mais de 1,80 cm . Esse é um jogador que tem que estar urgentemente no profissional ano que vem . Ele e o Brenner tem um grande futuro . Júnior Tavares infelizmente se deslumbrou , então tem que ser vendido

    Curtir

    • Weverson oscila demais, tem tido altos e baixos nessa temporada, por alguns jogos ficou no banco com um zagueiro sendo improvisado por ali. Tem talento e potencial, muito mesmo, mas precisa ser mais consistente antes de sequer sonhar em subir pro profissional.

      Curtir

  5. Não entendi o porquê deste cansaço todo, depois de quase duas semanas só de treino e é um jogo em BH, que nem é tão longe assim de Sampa…
    Só se foi de cansaço das costas em assistir o Atlético jogar….

    Curtir

    • É sim Se depois de alguns minutos jogador começa escorregar ou tem necessidade de trocar chuteira, gramado alto, gramado baixo, mais compactado mais macio, etc…

      Ganhamos ou perdemos jogo no detalhe.

      Clube grande presta atenção em todos os detalhes.

      Na arena Itaquerao, eles molham bastante o campo e as vezes nossis jogadores entram escorregando. Um escorregão ou um vacilo pode fazer a diferença entre vitória e derrota.

      Nós não estamos sobrando.

      Curtir

  6. Saiu uma matéria sobre interesse do são Paulo na contratação de um diretor de futebol , no caso Rodrigo Caetano, Pinotti já foi descartado Leco e bando já teve o que queria de Pinotti “dinheiro” e Pinotti envaidecido por ser torcedor fanático caiu na do velho larápio que não teve qualquer critério em contratar um torcedor sem nenhuma experiência ou qualificação ao cargo, mais um utilizado é descartado pelo incompetente e desonesto mandatário tricolor, a pergunta que fica é, leco vc não conseguiria sugar mais o clube se desse o mínimo de ilusão de um clube vitorioso? Ao invés de quanto pior melhor para vc é outros da quadrilha saquear o tricolor?

    Curtir

    • Excelente texto, mas não sei se aborda o cerne da questão. Eu penso que, independente do técnico, o compromisso e vontade dos jogadores são requisitos essenciais para assimilar os métodos de trabalho, a proposta do treinador, porém eu vejo nos jogadores que aqui estão pouco ou nenhum interesse em sua grande maioria.
      Alguns poucos se preocupam em praticar o que foi passado pelo treinador, eu creio, e se eles não gostarem do cara aí a coisa degringola.
      E nesse ponto entramos naquele ciclo vicioso de que o treinador não está fazendo efeito e que é melhor trocar e tal e coisa.
      Isso piora ainda mais o comportamento dos jogadores que jogam em nosso país.

      Curtir

      • Quanto ao que disse, penso que a maioria tem muitos vícios da base e de técnicos ruins que os impedem de assimilar coisas mais sofisticadas, mesmo que de técnicos mais reativos.

        Eu penso que se conseguirmos manter os técnicos por mais tempo, a coisa tende a melhorar um pouco, mesmo com o tempo de treinamento ainda longe do ideal. ( para mim é irônico que a solução parcial de problemas como o calendário criminoso é manter o técnico por mais tempo).

        Curtir

  7. Vou na contra mão dos comentários aqui, acho muito natural ter jogadores desgastados e os fatos para isso é estarmos lutando para sair do Z4, isto é psicologico, pressão, consequentemente dores musculares, fadigas é natural, nossa luta é para sairmos de vez do Z4, outra coisa, não levamos sorte nesta última rodada, jogamos para empatar e o Dorival pressionado tentou, vamos ocilar bastante ainda, mas acredito…

    Curtir

  8. 10 dias sem jogar, jogam o que jogaram contra o Atlético e alegam cansaço, por favor, quero ver jogarem em gramados de futebol amador, nesses gramados que jogam. E se perder para o Atlético o Dorival caí ?
    Acho que deveriam ao menos ir atrás do CUCA para no mínimo assumir ano que vem, Dorival não dá, por mais que o elenco não ofereça muitas opções, ele não sabe mecher.

    Curtir

  9. “Cansaço” ? Que piada eh essa ? Bando de vagabundos descansaram 10 dias e não jogaram nada na quarta-feira feira e agora vem dizer que estão cansados?

    Ah vá te catar, !!!

    Curtir

  10. Deveriam preocupar com o cansaço do torcedor, que despende tempo e dinheiro para sofrer com o time.
    Com o salário que ganham, não conseguem ir ao Pacaembú num ônibus leito confortável com ar condicionado?
    O Gilberto no caminho vai até mexendo no celular.

    Curtir

  11. Desgastado está o elenco todo e muito mais dirigentes e equipe técnica. A solução é fácil – o elenco equivale em mediocridade, basta escalar quem não jogou e o resultado não será diferente.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s