Dorival explica cobrança à Gilberto

Dorival Júnior foi questionado sobre o centroavante Gilberto, que tem 12 gols no ano, mas não é utilizado há quatro rodadas e chegou a ser envolvido em uma polêmica fora dos campos depois que seu empresário avisou, via imprensa, que o centroavante procuraria outro clube em 2018 em função das poucas oportunidades recebidas desde que Lucas Pratto foi contratado.

“Eu cobrei do Gilberto e, por coincidência, ainda hoje tive uma reunião com ele nesse sentido. Hoje ele voltou a focar, está concentrado nos objetivos da equipe, até coloquei para ele que eu estou em débito com ele, e não ele comigo nesse momento, pelo o que ele vem realizando nos últimos dias. Até então ele não vinha totalmente concentrado”, admitiu Dorival Júnior, antes de deixar claro que não vê problema em escalar dois homens de área juntos.

“Dá, sem problema nenhum, até porque o Pratto sai muito (da área), quase como um meia, tendo o Gilberto mais enfiado. Mas, nós não temos uma jogada de fundo definida, principalmente pelo lado direito, já que o Militão é um volante, um zagueiro”, observou o técnico, que também saiu em defesa de seu titular que já não marca gol há dez jogos.

“O esquema não alterou em nada a função do Pratto, ele tem liberdade, é o momento apenas. Incomoda e é natural que incomode, principalmente para o ataque, é natural que isso crie uma insatisfação momentânea, mas a maneira com que ele tem contribuído para a equipe acaba compensando. Daqui a pouco isso vai acontecer (o gol)”, disse.

ESPN

Anúncios

15 comentários

  1. Jogador mediano, porém muito esforçado e útil para qualquer esquema tático, mas mau caráter e pau mandado de empresário, igual ao Cicero e Nilmar, por isso nunca faram história em nenhum clube…..

    Curtir

  2. Jogador esforçado que estava em seu ápice, mas nem isto foi suficiente para torná-lo titular.

    Mediano, apenas. Atleta para compor elenco, mas não é aquele jogador que decide um clássico, que faz a diferença numa decisão.

    Se colocou acima dos companheiros e do clube numa situação extremamente frágil da equipe, demonstrando enorme egoismo.

    Seja feliz onde quer que vá.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Um bom reserva. Acho até que estava rendendo mais que o Pratto e tendo uma postura de grupo muito positiva.

    Mas teve uma postura deplorável. Sou radicalmente contra exigir titularidade e baixar rendimento por birra.

    Titularidade deve ser conquistada em campo é o respeito aos demais companheiros é essencial.

    Curtir

  4. Como já disseram e eu concordo, jogador mediano, esforçado, mas nada além disso…
    Tem que deixar de frescura, parar de dar trela ao empresário e jogar bola!!!

    Curtir

  5. Jogador mediano mas quebra muito bem o galho como centroavante , acho que foi prejudicado no São Paulo , mostrou desempenho de titular mas mesmo assim foi reserva .
    Acho que gastaram muito dinheiro com o Pratto sem precisar , não se começa a montar time a partir de um centroavante , atacante de área é só um complemento .
    Mesmo nível do Roger do Botafogo que também não deixou saudade por aqui .

    Curtir

  6. Caso semelhante a Renan Ribeiro. Atravessavam bom momento na época da renovação. Quiseram capitalizar, se deram mal, deixaram a vitrine e provavelmente houve desvalorização, pelo menos pro goleiro.
    Os diretivos do São Paulo podem ser o que for mas jogadores, não blefem descaradamente. Seriam o exemplo a ser seguido com certeza.

    Curtir

  7. O Gilberto é o exemplo nu e cru do apequenamento do SP ao longo dos últimos 7 / 8 anos… Pode até ser muito bom para clubes medianos (Ponte Preta, Goiás, Atlético PR, Sport Recife, e outros do mesmo porte…), mas, para um clube grande, não serve… Muito menos para o SPFC… A não ser com condições ‘colocadas na mesa’ claramente: ganhando salário mediano (não mais que R$ 100 mil mês), sabedor que será um reserva do clube, apenas utilizado em condições específicas… Mais ou menos como o foram o Roger, e, mais recentemente, o Denis, na condição de reservas do Ceni… O que aconteceu quando o Denis se viu diante da titularidade do SP?!… Apenas viu serem escancaradas as suas limitações… Para ser reserva, pode-se ter um jogador medíocre (mediano)… Em situações específicas, este vai lá, joga alguns jogos, faz o seu papel, e volta para o banco, e sem ‘chiar’… O goleiro de um clube como o SPFC tem que ser incontestável… Já o seu reserva pode ser o Denis, o Renan Ribeiro, o Sidão, tanto faz… Reserva é reserva, e só de vez em quando joga… O Gilberto é o mesmo caso… Para reserva, serve… E só… E com as condições acima citadas… Fora isso, que vá com Deus, e que tenha a carreira que sonhou em outro clube… E ponto.

    Curtir

    • Ah!… E, ‘para não dizer que não falei de flores’… Esqueci de mencionar: o goleiro de um clube como o SPFC tem que ser incontestável… E julgo o Walter, reserva (!!!) do Small, muiiiiiiiiiiiito contestável…

      Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s