O estádio que salva: Morumbi é a casa que mais faz a diferença no Brasileiro

O São Paulo fará neste domingo o último jogo no estádio do Morumbi nas próximas nove rodadas. O time tricolor recebe o Sport justamente no palco que tem feito a diferença para o time neste Campeonato Brasileiro, com um aproveitamento que o colocaria diretamente na briga por uma vaga Copa Libertadores.

O time tricolor está na 17ª colocação na tabela, com ínfimos 37,3% dos pontos. Mas dentro de casa o time tem aproveitamento de 55,6%, desempenho suficiente para ficar G6 – hoje, o grupo dos que se classificam para a próxima edição do torneio sul-americana.

No Morumbi, a equipe são-paulina também está habituada a jogar com uma média de 34.805 torcedores e detém o recorde de público na temporada, com a marca de 61.142, obtida no último domingo, no clássico contra o Corinthians.

No Brasileiro, a campanha é de cinco vitórias, cinco derrotas e apenas duas derrotas – só o Cruzeiro perdeu menos como mandante. E ambos os revés foram ainda no primeiro turno. Perdeu para o Atlético-MG, quando o time estava sob o comando de Rogério Ceni, e para o Coritiba, já com Dorival Júnior.

Se traduzirmos os 55,6% de aproveitamento, significa que o São Paulo ganhou 20 dos 28 pontos que fez em toda a competição.

Nenhuma outra equipe tem uma eficiência em casa igual. Isso fica até mais claro se comparar a diferença de aproveitamento como mandante e visitantes. São 35.1 pontos percentuais de diferença no caso do São Paulo, igual ao que a Ponte Preta apresenta no Moisés Lucarelli, mas o saldo de gols tricolor é melhor (+6 a +5).

Os dados deixam bem claro qual é o problema são-paulino: jogar fora do Morumbi.

Como visitante a equipe tem ínfimos 20,5% de aproveitamento – só oito pontos em 39 possíveis. Ou seja, se o duelo deste domingo no Morumbi pode significar nova vitória para o São Paulo. O problema será depois.

Nos próximos cinco jogos que o time fará como mandante o palco escolhido foi o Pacaembu. O motivo para abandonar o Morumbi é que o local vai abrigar eventos nos meses de outubro e novembro, como o Villa Mix festival, o show da banda U2 e de Bruno Mars.

O retorno ao Morumbi será apenas em 19 de novembro, contra o Botafogo, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

ESPN

15 comentários

  1. Sugiro que assistam entrevista de Aloísio Chulapa no esporte interativo e ouçam o que ele fala sobre o prepotente e arrogante RC.

    • Aloísio gosta de tudo mundo. É um cara do bem.

      Já fui amigo pessoal dele (hj estamos mais afastados mas ele ainda permanece muito amigo do meu irmão). Ele simplesmente gosta de todo mundo. É fã do RC, do Romário e de muitos outros.

  2. Bom essa estatística é meio estranha.Só se for na épocá do Ceni ou do primeiro turno,pois ultimamente não temos ganho de ninguém lá….e mesmo com públicos muito bons.

  3. Sendo em casa ou fora dela, nossa campanha ainda beira ao rebaixamento.

    #ReageSPFC

    Vencer, ganhar ou derrotar o Sport, nada mais que isso.

    Morumbi é nosso templo, nossa casa e nossa história.

  4. 55,6% de 28 é 15.568 não 20, ou seja nossos resultados em casa estão longe de serem aceitaveis e são grande parte do nosso problema esse ano, pois o normal para o SP é 80% de aproveitamento em casa

  5. Acredito que venceremos essa batalha pela permanecia com os jogos no Pacaembu, que sempre foi um lugar onde o SP se deu bem, de fato acredito que venceremos 4 dos 5 jogos que vamos fazer la e o outro sera um empate, não so pelo local mas pela evolução que o time apresenta e o apoio da torcida.

  6. Mesmo os contratos dos shows tendo sido firmados há meses, é um absurdo jogar 5 fora do Morumbi. É muita incompetência. Calhordas.

  7. Acho um erro jogar fora do Morumbi por conta dos eventos citados. Especialmente por conta da briga pelo rebaixamento. Vamos torcer pra equipe manter o desempenho no pacaembu.
    Hj só a vitória interessa. 3 X 0. Os três do Pratto!!

Deixe uma resposta