Com São Paulo em crise, Leco se torna populista e críticas aumentam

A crise no futebol do São Paulo, que agoniza na zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, agravou as críticas ao presidente Carlos Augusto de Barros e Silva. De um dirigente visto com firmeza em suas decisões, mesmo tendo de peitar boa parte da opinião pública e de conselheiros, como ao segurar por tempos o aliado Ataíde Gil Guerreiro, Leco passou a ser fortemente cobrado este ano, e a maioria das reclamações se pautam em decisões do cartola consideradas de caráter populista. Ou, em outras palavras, para agradar à maioria, sem necessariamente ter um planejamento.

Oposicionistas e até aliados enumeram algumas medidas tomadas este ano por Leco neste sentido. A principal é a contratação de Rogério Ceni para o cargo de treinador. Com a demissão anunciada após seis meses de trabalho do ídolo, Leco é acusado de tê-lo usado para se eleger no pleito de abril, vencido em disputa com José Eduardo de Mesquita Pimenta. Essa é, inclusive, uma das interpretações de Ceni para sua saída, de acordo com quem pessoas próximas do ex-goleiro.

Outras decisões citadas com frequência são a renovação de contrato do zagueiro Lugano, que Leco a princípio era contra, a aproximação de Raí para o Conselho de Administração – o ídolo seria mais um escudo do dirigente -, a forma como se deu a aplicação do novo Estatuto, e por último a reunião com torcedores no CT da Barra Funda e a possibilidade de contar com apoio de Muricy Ramalho, de quem o presidente sempre foi crítico. Tudo isso internamente foi encarado como fruto de um projeto fracasso, que não sabe que rumo tomar.

Enquanto isso, Leco tenta ficar longe dos holofotes. A última entrevista coletiva do dirigente foi no dia 25 de julho, na apresentação do meia Hernanes, a grande cartada para tirar o time da zona do rebaixamento. O presidente também desapareceu do Twitter. Sua conta oficial, criada pouco antes da eleição e bem ativa no início, está abandonada. A última postagem foi em 19 de julho, anunciando a contratação do Profeta. Antes da eleição, ele também já recusado entrevistas. Deu uma única exclusiva, contrariando recomendação de assessores que defendiam isonomia.

O presidente tem perdido apoio político nos bastidores. O vice geral, Roberto Natel, se distanciou da administração. Isso já tinha acontecido em setembro do ano passado, quando Natel chegou a se desligar do clube visando a eleição deste ano. No entanto, perto do pleito o vice voltou atrás e fez parte da chapa de Leco. Agora, novamente desavenças de pensamento expõe a crise no comando do São Paulo. E Leco ainda pode ficar marcado como o primeiro presidente que rebaixou o São Paulo na última história. A pressão é grande.

Veja abaixo itens que são considerados atitudes populistas do presidente Leco, cujo mandato vai até dezembro de 2020:

Contratação de Rogério Ceni

Amarrada desde o ano passado, quando Ricardo Gomes ainda era o técnico. Visão foi alimentada depois que o presidente demitiu o treinador com seis meses de trabalho. Leco sempre disse que contratou porque confiava nas ideias do ídolo.

Renovação de Lugano
​Leco era contra. Até por isso, o assunto demorou a ser discutido. Seus aliados dizem que o técnico Rogério Ceni também era contra no início, e teria dito no início que gostaria de que a situação fosse resolvido logo. Nessa mesma visão, Ceni teria mudado o discurso por conta do apelo popular, e à medida em que o time passou a ir mal. no fim, Leco acabou renovando com o ídolo por mais seis meses.

Chuva de renovações
Antes de Lugano, o São Paulo acertou novos contratos de maneira consecutiva, próximo à eleição de abril, o que também foi motivo de críticas. A diretoria renovou com Cueva, Thiago Mendes, Rodrigo Caio, Luiz Araújo e Lucas Fernandes. Todos receberam aumento, sendo que Thiago e Araújo foram vendidos depois na janela do meio do ano, para o Lille (FRA), algo que desagradou ao técnico Rogério Ceni.

Novo Estatuto
Leco sempre anunciou a formulação do documento como um marco da história do São Paulo, objeto que traria a tão sonhada profissionalização ao clube. A prática, porém, foi diferente. Na constituição das diretorias executivas, que deveriam ser compostas por profissionais renomados de cada ramo, o dirigente incorporou pessoas que já estavam na administração passada e que o ajudaram a ganhar a eleição. Elias Barquete Albarello, diretor executivo de finanças, é especialista na área, mas também é conselheiro e já foi vice-presidente com Leco, e diretor de estádio na gestão de Carlos Miguel Aidar, o antecessor de Leco. Rodrigo Gaspar, diretor de administração, era assessor de Leco e ficou famoso pela por ter chamado Rodrigo Caio de “zagueiro de condomínio”. Já o futebol, principal pasta do clube, foi entregue a Vinicius Pinotti, ex-diretor de marketing do clube. Apesar de o profissional nunca ter tido outra experiência neste cargo, sua escolha foi defendida com o argumento de que ele é especialista em gestão. Pinotti dirige uma grande empresa de cosméticos. Ele entrou na política do clube a partir de 2015, quando emprestou dinheiro para a contratação do argentino Centurión.

Reunião com torcida
Em agosto do ano passado, Leco anunciou rompimento com as torcidas organizadas. Isso foi logo depois da invasão ao CT da Barra Funda. Presidente disse ter cortado ajuda financeira e qualquer benefício. Essa semana, no entanto, o clube recebeu membros das duas principais organizadas para uma reunião no CT da Barra Funda. Partiu da Independente e da Dragões da Real o pedido, que foi aceito após análise interna. O papo teve clima ameno.

Aproximação com Muricy
Leco ficou conhecido como um dos maiores críticos de Muricy, quando da passagem do treinador que rendeu o tricampeonato brasileiro ao São Paulo, entre 2006 e 2008. Foi um dos favoráveis à demissão do técnico em 2009. Agora, o clube abriu as portas para Muricy tentar ajudar o time a sair da zona do rebaixamento, depois de o -ex-técnico ter se colocado à disposição. Na quarta-feira, Leco disse que Muricy será uma espécie de consultor informal do time, provavelmente indo ao CT algumas vezes para falar com o grupo e comissão técnica.

L!

Anúncios

41 comentários

  1. Rodrigo caio fora da convocação.. vamos ver se pelo menos assim ele acorda pra vida e ve que nao é nada disso que falam e começa a jogar pelo menos um futebol aceitavel

    Curtir

  2. Boa tarde
    Meu time para domingo :
    Sidao,
    Militao, aboleda Bruno Alves, Jr. Tavares
    Petros, gomes
    Hernandes L. Fernandez
    Cueva
    Prato

    442 com Cueva de 2 atacante, sem obrigação de voltar. Lucas Fernandez vem bem e merece lugar no time.

    Curtir

  3. Veja comentários diversos….

    Tem hora que o jogador tem que ser comprado de qualquer jeito. O mesmo jogador, daqui a pouco não pode vestir a nossa camisa?

    Se sai um post falando significados negativos dos dirigentes… Os torcedores, falam mau que não tem fim ( E eles merecem, com certeza). Se os mesmos dirigente conseguem dar uma dentro, por exemplo em uma contração descente… falam bem, agradecem, estão entusiasmados.

    O Tricolor ganhou, agora sim, agora vai, esse é o time ideal. Se o São Paulo perde, time de frouxo, não tem ninguém que se salva, pernetas, jogadores de m.., são todos um piiiiiiiiiiiiii !!!!!

    Quando sai um post tentando ou fazendo levantar a moral dos torcedores ou de alguns feitos históricos. Aí é só festa, tudo vai melhorar, O Tricolor vai sair dessa, é o time da fé.

    Um pouco antes do jogo, saiu um post… O São Paulo vai ganhar de 3 x 0, o Tricolor vai fazer isso, vai fazer aquilo…
    Antes disso, o time treina, treina, muda, muda, troca aqui, troca ali, tem reunião, tem palestra motivacional, tem uma semana para ajustar, tem duas semanas para refletir, fazer o posicionamento, arrumar a defesa, arrumar o ataque, acertar as falhas do goleiro…

    Aí chega o jogo…quanta decepção… não muda NADA, não acontece NADA de novo…

    É sempre esse ciclo vicioso… troca técnico, troca jogador, faz uma limpeza geral… no ano seguinte tudo a mesma situação, sai ano, passa ano e não muda NADA!!!!!!

    Não suporto mais….Quantos anos sem um campeonato expressivo?
    Ano que vem vai ser como?

    Sem Libertadores?
    Na série B?

    O que precisa mudar mesmo e que todos já sabem é:

    Um Presidente descente, com espírito de luta, com idéias novas e com garra.
    Uma Diretoria com as mesmas qualidade do presidente, mas que saiba dirigir, que saiba o que fazer.
    Conselheiros com os mesmo princípios do presidente e diretoria, mas que sejam TODOS São Paulinos.

    Fora Leco seu paspalho, fantoche e espantalho!!!
    Fora Diretoria incompetente!!!
    Fora conselheiros, que não servem para NADA!!!!

    Curtir

    • Curioso para ver o efeito que a tal reunião vai trazer.
      Não sou favorável a essas coisas. Principalmente quando gestor tem time na mão.

      Treinei várias equipes. Fizemos e contratamos várias palestras motivacionais e outros técnicos de gestão e liderança. Constatei que uma palestra motivacional tem alcance curto. Para se manter precisa de resultado ou liderança. Precisa de continuidade e acompanhamento.

      Todo treino era gravado antes e acredito que agora ainda isso é feito.
      Muricy poderia assistir esses videos compactados, e discutir com o Dorival a distancia, sugerir alguns ajustes.
      E uma vez por semana acompanhar um periodo de treinamento fechado, vespera de jogos e comentar com o Dorival. Falar sobre qualidades e deficiencias de cada jogador e cuidado a ser feito na tatica para evitar erros. Discutir prós e contras da forma de jogar e cuidados a serem tomados. Discutir sobre a forma de jogar do adversário, cuidados a serem tomados.

      Vejo evolução no time, falta o resultado.
      Com esse elenco o resultado vira.

      Curtir

  4. Vamos ter que arrumar uma solução apesar do Leco.
    Leco é o presidente até 2020. Isso não vai mudar. É torcer para que o estudo para eleição direta seja aprovado e implementado.
    Caso contrário o próximo presidente será eleito pelos mesmos meios e com os mesmos vícios.

    Curtir

    • O estatuto inteiro foi estruturado por pessoas que estão no poder e são advogados, especialistas em achar brechas ou de incluir brechas pra beneficio próprio. O “profissionalismo” implementado pelo Leco foi a maior prova de “tapa” no estatuto.

      Curtir

  5. Se esse presidente não colocar mais a mão já esta ótimo…

    Ótimos gestores são aqueles que sabem delegar a pessoas capazes e competentes em áreas especificas e estratégicas…o conceito do estatuto era esse…mas burlar por politicagem dá nisso!!!

    Curtir

  6. Me dei conta disso que o post fala no pós eleição dele

    Ali percebi que o Futebol é apenas uma ferramenta para ele se manter no poder, até então eu tinha uma sensação por conta dele ter feito parte da politica juvenalista mas tive certeza após a eleição dele

    Só aparece nas contratações, nas vitórias, toma decisões apenas quando a vaca já foi para o brejo

    Leco é um politico, as declarações dele são sempre politicas. o tom é politico do tipo populista

    É o que de pior existe na nossa politica nacional presidindo nosso clube do coração

    Bate um desespero misturado com tristeza e raiva…

    Curtir

  7. Eu sinceramente ficaria muito tranquilo e otimista se o problema fosse só o Leco e o Pinoti.Pra mim a raiz do problema é aquele Conselho de múmias,e daquele lugar vai sair os próximos presidentes,isso que é desanimador.E os velhinhos dificultam de tudo quanto é jeito a entrada de novas pessoas,há não ser é claro um Pinoti da vida,que joga um dinheiro na mesa…kkk.

    Curtido por 1 pessoa

  8. Eduardo Affonso‏ @eduaffonsoespn 2m2 minutes ago
    More
    Dorival diz que reunião com torcida foi salutar. Ele estava preocupado antes mas saiu tranquilo . #spfc #espn

    Eduardo Affonso‏ @eduaffonsoespn 1m1 minute ago
    More
    Dorival não quis responder se a partir do momento q diretoria permitiu a reunião não foi uma forma da diretoria transferir responsabilidad

    Curtido por 1 pessoa

  9. Vamos ver se o Dorival Junior é um cara sério e treinador de ponta. Ele tem escalado 0 Rodrigo Caio, que não está jogando nada, na minha opinião, para não desagradar a diretoria e o próprio jogador, por ser ele o único jogador (brasileiro) do elenco com passaporte na seleção. O Tite acordou, abriu os olhos e o cortou da relação de convocados. Como o jogador já se achava na Rússia em 2018, não se esforçava para mostrar um futebol melhor. Tenha coragem Dorival coloque o Rodrigo Caio no banco e deixe ele ralar nos treinamentos e justificar, ou não sua volta ao time como titular, ou na zaga ou como volante.

    Curtir

  10. Acho q o Gomez vai agarrar essa chance e creio q o time vai encaixar com ele alí.
    Jucilei e Petros vão brigar pela volância de contenção, aliás, era alí q o Jucilei tava rendendo mais.
    Lucas Fernandes cada vez mais a vontade, time em crise e o garoto não se esconde, poderia ficar por traz, escondido atraz do Cueva nessa fase.
    Nossa reação vai começar nesse domingo e vamos passar o carro nos Coisa Ruim tb !

    Curtido por 1 pessoa

    • Diego não estava jogando nada, havia até uma pressão da torcida do mengo contra ele. Fez um golzinho no Bota e já é convocado? Tite mostrando que está entrando ( ou sempre foi da vala comum da política da CBF ). Que se dane a seleção !Chega de corruptos. temos também que , algum dia, resgatar a seleção brasileira. Por enquanto vou torcendo pela Alemanha.

      Curtir

  11. Primeiramente eu acho um absurdo quem fala que tem que cair para melhorar. O problema é que o SPFC vai escapar, simplesmente pela camisa que entorta varal.
    Quem tirará o Mais Querido dessa situação? Profeta? Torcida mais foda da América?
    Naoooooooooo
    Serão os gestores que conduziram todo o processo de fortalecimento e crescimento da equipe, provando que eles tem razão.
    Logo, a partir de 10 de dezembro tem que tornar a vida deles um inferno. Agora, não adianta Nada, mas não vamos esquecer de quem são os culpados (inclusive ex tecnico).
    Eu sinceramente acho que estão equivocados quem torce contra para ocorrer reformulação, até porque, está não virá.
    Mas com a devida e correta pressão, desde o começo, nas pessoas certas, podemos ter um bom começo.
    Há quem discorde de mim, mas o time no papel, deveria disputar título.
    Eu aceito e acho tranquila uma fase sem títulos, mas uma fase disputando pra achar 4 times piores, vai tomar no centro do pêssego.
    Eu que nasci com a primeira camisa que o Ze Sérgio usou profissionalmente pendurada na porta do berçário (só perguntar pro Firmo que ele confirma, ou obviamente para o próprio – tenho a da seleção também…), já vivi fases boas, muito boas e fantásticas. Onde está o orgulho em ser São Paulino? Moeda caindo em pé?
    Não somos maiores que Vasco, grêmio, Atlético ou galinhada?
    Inadmissível. É um desrespeito ao hino e a nossa história. Me desculpem o desabafo, mas tem algo muito errado…
    Cara, eu sou daqueles torcedores que colocam a mesma camisa, senta na mesma posição no sofá, troca a camisa se não dá certo, coloco sal grosso na frente da tv, não deixo chinelo na sala (Já deu?muito certo) e pq caraleo eu tenho que passar pelo que estamos passando?
    Vejam nossos fregueses…Real, Barcelona, Liverpool, é por aí vai…Quero meu SPFC de volta e NÃO QUERO me preocupar quem é o diretor adjunto, o médico, o fisiologista, pq sei que são os melhores e nunca precisei me preocupar.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s