Análise: A virada do São Paulo premiou o time mais ousado

Foi surpreendente. Mas, o fato é que quem foi ao estádio Nílton Santos viu um dos grandes jogos do Campeonato Brasileiro. Um duelo de opostos, tanto em conceitos táticos quanto em processos de fazer futebol: um Botafogo que sabe de cor e salteado o que pretende num jogo, com trabalho contínuo e aposta na marcação e no contra-ataque; do outro lado, um São Paulo que já mudou treinador, não para de mudar elenco, ontem estreou Hernanes e que, mesmo assim, gosta de tomar iniciativa e atacar. A este São Paulo afundado na crise, um Botafogo que vencia por 3 a 1 até os 38 minutos do segundo tempo permitiu a virada por 4 a 3.

Muito já se discutiu sobre a vocação do Botafogo para ser o chamado “time reativo”, como se fala atualmente. Ou seja, a equipe gosta de marcar perto de sua área e criar espaços para contragolpear.

Neste sábado, foi este tipo de jogo que levou o time a andar perto de vencer. A questão é que o alvinegro, ao contrário do habitual, marcava mal o São Paulo e via a bola rondar sua área. Quando vencia por 3 a 1, o placar do jogo tinha um certo ar de exagero.

Jucilei, Petros e Hernanes, com a ajuda de Cueva, criavam superioridade pelo meio, colocando Rodrigo Lindoso e Matheus Fernandes em dificuldade na proteção à área. Por ali, Cueva criou a jogada do primeiro gol, em falha de João Paulo.

No segundo tempo, um São Paulo que já buscava mais jogadas em velocidade pelos lados após as entradas de Marcos Guilherme e Wellington Nem, terminou de minar a marcação alvinegra. O Botafogo tentou executar seu plano habitual, mas só funcionou o contra-ataque. A marcação para retomar a bola e proteger seu gol deixou brechas fatais.

Um jogo tão bom assim precisa de dois times que protagonizem bons momentos. E a partida premiou o mais ousado. Jogando até com seus zagueiros a partir da intermediária, o time de Dorival Júnior descontou com Marcos Guilherme, após um escanteio. Aos 40, empatou com Hernanes, após jogada de lado de campo em que quatro jogadores ocupavam a área do Botafogo. E, nos acréscimos, Cueva deu lindo passe através de uma linha de zaga já descoordenada do Botafogo. Marcos Guilherme virou o placar.

O GLOBO

Anúncios

71 comentários

  1. Ousadia e alegria.
    Dorival não tem medo de perder, por isso monta time para ganhar. Muito diferente dos treinadores covardes atuais.

    Em alguns momentos pode não dar certo, mas esse perfil vencedor me agrada. Somos protagonistas, esse é nosso DNA.

    Curtido por 3 pessoas

  2. Eu achava ateh o empate bom resultado.
    Vitoria e desta forma eh histórico, inesquecível.
    Premiou quem teve fe e não desligou a TV para ir ao cinema.
    No meu caso não sei se eh fe ou teimosia.
    Mas valeu

    Jogo da virada do time no campeonato.
    Rumo a confiança.
    Rumo ao topo.
    Mas sem empolgação excessiva. Viramos quando o time deles cansou, 40 minutos do segundo tempo.
    Eles jogaram uma partida decisiva na quarta.
    Não adianta ganhar pontos heroicamente e perder outros de forma besta.
    Manter foco e pegada.

    Curtido por 2 pessoas

  3. Grande jogo, virada histórica do Time da Fé. O mais importante agora, é a confiança readquirida, sem a pressão de estar na Z4, as jogadas vão sair com mais tranquilidade. Vamos São Paulo!

    Curtir

      • Não era “estagiário” quando ganhou a Florida Cup, não é mesmo? Não lembro de ninguém chamando o Ceni de estagiário lá. E quem o chama assim agora faz coro com os rivais. Eu prefiro não tirar sarro do meu próprio time. Mas isso é uma escolha individual. Agora, para ganhar campeonato são necessários elenco estável, estilo de jogo e técnica. (Esqueci alguma coisa?) Sem um, os outros não podem existir. Quando tivemos elenco estável com o Ceni de treinador? Quanto aos jogadores que você citou, são os que não fizeram tanta falta. Lembra dos bons que se foram? Eu lembro.

        Curtido por 7 pessoas

        • Barbara, arrebentou hein.

          Na época do Muricy, um monte de sampaulino falava que ele era cone e ganhava por causa da estrutura, que qualquer técnico no tricolor que viesse ganharia títulos. Eu era um desses cornetas.
          Ateh que uma mulher que vai aos estádios e torce na arquibancada e não no sofá disse –
          Cara, ele eh campeão, onde vai ganha títulos, o cara sabe como ganhar títulos.

          Há anos que a estrutura não ganha nada de vulto. Ela estava certa.

          Matou a pau.

          Curtido por 1 pessoa

      • Rogério Ceni foi e sempre será ídolo do São Paulo. Como goleiro, como batedor de faltas.

        Infelizmente não foi bem como técnico. Perdeu o grupo, não conseguiu dar um padrão de jogo para o time, tomou decisões inexplicáveis (Neilton saindo do afastamento para titular em jogo decisivo) e se perdeu na própria arrogância (Não entendeu que como treinador era iniciante, e se comportou como o goleiro vencedor ao invés de aprendiz).

        Merece todo respeito da torcida, mas ficar toda hora voltando nesse assunto já cansou.
        Deixa ele estudar mais, aprender mais e bola pra frente. Já encheu esse assunto

        Curtido por 1 pessoa

        • Ridículo seu argumento. Típico das “Cenetes” que infestam os fóruns por ai.
          Se critica o Mico, já vem ofensa.
          Fulano é um imbecil, não sabe nada de futebol e nem são paulino deve ser.

          Ridiiiiiiiiiiiiiiculo.

          Curtir

      • Diretoria incompetente que contratou o tal “estagiário”. As vezes vejo algumas pessoas aqui no blog querendo jogar toda a culpa no Rogério e até defendendo essa diretoria, e se esquece que quem deu aval para o “estagiário” fazer estágio no São Paulo, foi essa diretoria incompetente e irresponsável, que ainda por cima colocou uma multa absurda.

        Curtido por 1 pessoa

    • Ele sabotou a própria ofensividade muito antes das vendas. O time bom de ver jogar morreu em grande medida pelo medo de perder após a melhor exibição do ano, justamente contra ABC no Morumbi. Ali contra o Palmeiras ele perdeu todo mundo: o time, a torcida e ele próprio.

      Curtido por 1 pessoa

      • Exatamente isso. Essa semana li uma reportagem de alguem do SP, nao me lembro exatamente quem, falando sobre se ter medo e duvidas. Q estas coisas, esta falta de convicção, faz com q todos tenham duvidas e fiquem com medo de se continuar trabalhando.
        E foi este medo do Rogerio q acabou com seu trabalho. Se tivesse perdido pro Palmeiras jogando pra frente, o abalo seria muito menor do q foi como foi. Naquele momento, todo mundo se perdeu. Nao o chamo de estagiario, mas foi um erro de iniciante.

        Curtido por 1 pessoa

        • Algumas pessoas reclamavam da fragilidade defensiva, é claro, mas o apoio era quantativamente maior: a torcida estava orgulhosa pela postura da equipe, mesmo reconhecendo dificuldades de recomposição e má fase técnica de alguns jogadores. Ele cedeu ao coro dos descontentes e todo mundo foi no embalo. Exatamente o que você falou. Fico triste, estava adorando seu trabalho apesar de algumas coisinhas, como poucos minutos ao Shaylon e a demora pra subir Caique, mas foi nítido que o trabalho naufragou pela inexperiência do Ceni.

          Curtido por 1 pessoa

  4. Não vi falha do miolo de zaga, vi falhas dos volantes , do goleiro e do inútil Bruno.
    Segundo gol, por exemplo, o atacante chutou entre Petros e Jucilei e, ainda contou com falha de Renan.
    Em vários lances nossos jogadores apenas viram de costas para o chute.
    Precisamos de mais pegadas, mais marcação.

    Curtir

    • Eu tive a mesma impressão quando vi só o lance do gol isolado. Mas quando estava assistindo o VT do jogo todo, vi que antes do chute teve muito bate rebate que foi desorganizando a defesa, já não achei tão absurdo a falta de marcação

      Curtir

  5. Bom jogo, não só pelo resultado. O 3×1 era enganoso: o São Paulo não só tentava mandar no jogo, ele efetivamente o fazia com o máximo de entrosamento que uma semana de treinos permitiu, com toque de bola tentando furar as linhas do Botafogo.

    O pênalti pessimamente batido pelo Cueva não abala a ótima partida que fez (mais uma), ainda que sirva de lição para agir com mais seriedade. O Hernanes ainda vai crescer muito, até porque na própria partida ele evoluiu, já que começou meio perdido procurando o lugar ideal pra atuar e errando alguns passes.

    Enfim, esperanças. De mal, acho que é hora de testar um terceiro jogador na direita que não Buffarini e Bruno, e precisamos corrigir com urgência essa facilidade dos adversários em chutar com liberdade de fora e da entrada da área: os três gols sofridos foram assim, mas em outras partidas isso já havia acontecido.

    Curtido por 2 pessoas

  6. O ponto é exatamente o que o Alagoano disse, Dorival é diferente dos treinadores covardes atuais.
    Nao sei o que aconteceu no mundo da bola e na opinião esportiva, mas de uma hora pra outra parece q todos acham q jogar defensivamente, esperando o adversário, é a coisa mais bela do mundo. Acho q ter uma defesa sólida e ser eficiente no ataque é uma coisa, mas ser covarde e fazer como o atual lider do campeonato, ou ate mesmo como o proprio Botafogo vem fazendo, é péssimo. Pior ainda é enaltecer este tipo de comportamento, colocando os treinadores como os melhores, como exemplo a ser seguido.
    Espero muito q possamos seguir, nao so agora com Dorival mas tbm nos próximos, nesta linha de trabalho, sempre priorizando a ofensividade, jogando pra frente, nao retrancado, com medo, sem ter certeza do q se quer fazer

    Curtido por 1 pessoa

    • Vc tem razão. Não suporto esse papo de determinado time oferecer a bola ao adversário.
      O jogo chamado futebol, se caracterizar em tomar a bola do adversário e na medida do possível buscar marcar gols, muitos gols.
      Nenhum time do mundo fica sem a bola por opção. Fica sem a bola pq o adversário é superior tecnicamente
      Ficar atrás dando chutes a espera de um escanteios, uma falta lateral para tentar um gol, é outra coisa muito diferente do futebol q desde criança aprendemos a jogar. .

      Curtido por 1 pessoa

  7. Eu acho que o time já mudou muito o seu jeito de jogar e já é possível ver a mão do treinador no time , o são paulo é um time muito mais organizado tanto pra atacar como pra defender , pra defender não somos mais um time que corre atrás do adversário , o time esta bem posicionado , tanto o meio campo como a defesa esta começando a ocupar melhor o espaço preenchendo o meio campo e a defesa , fazendo o time defender bem , e ainda na maior parte do jogo ficamos com 2 jogadores lá na frente , quando o time quer adiantar a marcação também esta fazendo bem feito , o time esta ganhando diciplina tática como a anos não se via n nosso time , pra atacar estamos com o time melhor destribuido em campo e com opções de passe , e jogando na maior parte do jogo em dois toques , com os laterais com liberdade pra atacar , nesse quesito o Josimar tem aproveitado e rendido mais que o Bruno , e estamos chegando com mais jogadores na área , o time começa a ganhar mais movimentação e entrosamento , e começo de trabalho , mais é muito promissor , é a chegada do Hernanes e Marco Guilherme eram as peças que faltavam , é claro que o Dorival sabe armar time , e o time já estava sendo bem treinado , e essas peças que chegaram encaixaram fácil no time , não só pela qualidade dos dois jogadores que chegaram , mais também pelo bom trabalho tático do time . não adiantaria por esses bons jogadores em um time bagunçado e esperasse que rendessem , não sei se vamos conseguir manter esse time , mais agora temos técnico e time .

    Curtir

  8. So gostaria de pedir aos torcedores São Paulinos para pensar bem antes das criticas sobre Pratto Petros talvez ainda não estejam em alta mas com o São Paulo evoluindo eles estarão acima da media são jogadores com DNA vencedores com pensamentos para o time coisa que faltou a muitos anos nesse time aos poucos reagiremos agora não tem coisa melhor do que quando o jogador erra e a torcida em vez de execrar apoiar o jogador a confiança vai la em cima e quando substituir gritar bem alto o nome do jogador ate quando estiver no banco faz com que o atleta se motive em dobro assim como conquistamos o nosso artilheiro Caleri que um dia retornara ao tricolor do Morumbi pois Pratto e o próprio Petros tem muito mercado não vamos criar jogadores para outros times como antes esse São Paulo vai muito longe se deus quiser vamos São Paulo

    Curtido por 1 pessoa

  9. Existe uma mudança de atitudes e valores que as vezes fico abismado de como sobrevivi a este mundo.
    A globosta fica todo domingo falando de violência dentro dos estádios, mas jamais pressiona as federações ou a CBF .
    Engraçado é que fez matéria com os bandidos galináceos presos na Bolívia onde tratavam os mesmos quase como vítimas e quando foram soltos sabemos bem o que os bandidos fizeram novamente nos estádios, um deles sendo assassinado em plena sede dos gayvotões.
    Agora ficam todo programa colocando crianças vítimas de violência no estádio fazendo aquele lobby nojento que espanta os que não conhecem o estádio.
    Na minha época com 9 anos já existiam inúmeras brigas no estádio, inclusive entre a própria torcida.
    Em 1981 na semifinal SPFC X Botafogo depois da histórica virada no placar para 3×2, eu ia ao Morumbi nos ônibus da antiga CMTC disponibilizados pela prefeitura com saída do Anhangabaú e na volta com aqueles ônibus lotados , eu num dia de sorte onde consegui ir sentado em cima do motor na traseira do veículo , o ônibus foi apedrejado pela torcida do Botafogo e todo o vidro traseiro do ônibus foi arrebentado e milhares de cacos caíram em cima de mim, onde meu irmão imediatamente me tirou dali já que eu poderia cair pra fora do ônibus.
    Pra mim foi emocionante não fiquei traumatizado, gostei mais ainda de estar no estádio e sentir aquela adrenalina, assim como jamais me tornei um torcedor briguento e baderneiro, em mais de 600 jogos no estádio do Morumbi jamais briguei com alguém da nossa torcida ou adversário.
    Levo meus sobrinhos e sobrinhas desde pequenos ao Morumbi e hoje são eles que me levam .
    Mas quando eu tinha 8 anos e ia com meu irmão no Morumbi, ele sempre dizia que se eu visse uma briga que não chegasse perto e fosse pro lado oposto pra ficar longe da confusão, e isso faço até hoje.
    Sou contra encher a nossa casa de grades e vivermos presos em prol de vagabundos e bandidos que vivem livres e no bem bom.
    E assim acho que deve ser no estádio.
    Numa época com tanta tecnologia em câmeras e filmagem, seria fácil tirar os bandidos baderneiros do estádio.

    Curtir

  10. vitoria boa para lavar a alma…..mas vamos com calma pessoal…tivemos diversas falhas no jogo que time grande não pode ter….confio no trabalho do dorival para arrumar a casa… o Hernandes, Pratto , cueva não vão jogar todos os jogos …Precisa colocar Lucas Fernandes. Maicossuel, araruna durante os jogos para dar sequencia quando precisar eles estarem com o mesmo ritmos dos titulares….Aqui é São Paulo piii! Hernandes MITO!

    Curtir

  11. Essa virada com a garra e o bom futebol apresentados no sábado vai dar muita confiança ao plantel para deixar de lado o medo e mudar para melhor. Espera-se agora uma melhoria crescente, com resultados positivos, que leve o time ao alto da tabela de classificação. E espera-se também que a diretoria aprenda a lição, que pare de desmontar o que já foi feito e que passe a administrar o clube conforme dita o novo estatuto.

    Curtido por 1 pessoa

  12. A vitória foi sensacional mas não pode maquiar os inúmeros defeitos defensivos que ainda temos.
    Alguém tb precisa levar o Renan no oftalmologista pq não enxerga bola chutada de longe.
    Houveram outros jogos em que o SPFC jogou melhor e perdeu, ontem jogou melhor e venceu de forma surpreendente até depois de estar perdendo por 3×1.
    A defesa ainda cagueta em alguns jogos.
    Mas cair como alguns videntes do Apocalipse previam não vai acontecer.

    Curtir

    • Concordo, a vitória foi excelente, daquelas de fazer uma faxina na alma, mas nosso sistema de marcação não está bem , ainda estamos sem pegada na defesa, tomando gols bobos, e sem conseguir segurar um resultado, sendo vazados quando acabamos de marcar um gol, isso não pode mais acontecer, mas acredito que o Dorival vai dar um jeito nisso!!!

      Curtido por 1 pessoa

    • Jairo, pensei nisso rsrs Tive miopia de 5 graus e isso atrapalhava bolas que vinham de longe, pareciam embassadas e quando chegava não tinha nocao de distancia e matava de canela.
      Sera que tem algum desvio ocular pq de queima roupa ele pega todas.

      Ontem achei que foi o antigo morrinho artilheiro.

      Curtir

  13. Tinha minhas dúvidas com relação ao Dorival Junior, mas é notório o quanto evoluiu como treinador, é sabido que também é um técnico estudioso.
    É nitida tbm a mudança de postura dos jogadores e do perfil dos novos contrtados, Cueva voltou a encher nossos olhos.
    Esses dias atrás falei em libertadores, meu estava falando sério rsrs, sou são paulino e acredito sempre.

    Curtido por 2 pessoas

  14. Vitória sensacional, mas são daqueles jogos atipicos que acontecem um em anos. Bola cheia total pra Marcos Junior foi o ponta veloz e goleador que precisamos, tomara que mantenha o nivel. Ainsa tenho dúvidas na dupla de volante Jucilei e Petros, dois volantes pesados e sem características de infiltração na área asverssaria, time foi mais agido quando saiu Petros. Cuevas e Hernanes dois ótimos passadores, falta Prato voltar a jogar bola ou banco pro Gilberto mesmo pois esta com mais mobilidade. Tomara que esse Marcos Junior seje realmente a peça que esteja faltando no ataque. Mas é claro que as peças de goleiro e lateral direito precisam se acertam, pois hoje só queremos sair do rebaixamento, mas pra título que é o que o SPFC sempre brigou precisamos melhorar o nivel.

    Curtir

  15. Quanto ao jogo de ontem, foi um jogo muito bom de assistir e o resultado foi excelente. Mas, deixando de lado a a empolgação, o que vimos mais.uma vez foi um time muito frágil na parte defensiva e ainda com falhas individuais, que anda comprometendo.

    O que foi diferente no jogo de ontem, além de um pouco de sorte, tivemos alguns jogadores que fizeram a diferença, não só na parte técnica, mas também no quesito empolgação. Hernanes mostrou que tem muita bola ainda e muito carisma. O gol foi uma amostra disso, ele chutou, zagueiro rebateu e ele de imediato chutou novamente, sem medo de arriscar.

    Já o Marcos Guilherme, mostrou uma dedicação incrível. Parece que o fato de estar jogando no clube de coração, fez com que ele tivesse uma atitude diferente, mesmo o time perdendo 3×1, logo após ter tomado o gol, ele voltou pra disputar uma bola na defesa e depois brigou com o gandula pela bola. Esse tipo de atitudes que estavam fazendo falta no elenco.

    Curtido por 1 pessoa

    • A resposta tinha que vir da arquibancada e de jogadores não contaminados mentalmente pelo pessimismo.

      Com essa vitória devemos ganhar em confiança. Mas sem perder a pegada.
      Não adianta ganhar pontos difíceis e perder para times mais fracos…

      Curtido por 1 pessoa

  16. Chega ser cômico, se não fosse trágico.

    Estamos ainda inebriados pela vitória de ontem, um virada absolutamente épica, depois de tanto tempo sem vencer fora de casa.

    Ganhamos sete dos últimos nove pontos disputados, com excelentes estreias e um grande alento com a melhora geral do time, em todos os aspectos, inclusive na parte física.

    E nem assim, o Fantasma desaparece !

    Pasmem !

    Rogério Ceni para alguns, sempre esteve e para todo sempre estará acima do SPFC !

    Torcedores do RCFC ?

    Muito chata essa idolatria desmedida e doentia !

    Curtir

  17. Pitaquinhos do JAC…

    – Realmente ficar falando bem ou mal do Ceni já cansou… tenho comigo que ele infelizmente
    se perdeu e ficou inseguro após o jogo com as Peppas… mas enfim o Ceni goleiro e ídolo
    permanece, enquanto que o Ceni técnico precisa estudar e se aprimorar um tempo ainda…
    Então repito o que disse há umas 2 semanas atrás: que tal deixarmos Ceni no passado (aos
    Pro-Ceni e Anti-Ceni) e olharmos o presente?
    – DJ é um bom técnico (na minha visão), um dos melhores atualmente no país, sabe e gosta
    de trabalhar com a Base, recebemos atletas importantes, destacando-se o nosso eterno
    Profeta, que também é idolo e simboliza um momento de raça e vontade que tínhamos, e
    de sucesso em campo também. Temos um Marcos Alexandre chegando e mostrando garra e
    emoção, temos garotos que ainda podem bombar (Lucas Fernandes, Shaylon, Araruna…)
    temos um grupo sub-17 extremamente talentoso que promete (e muito)quando chegarem ao
    profissional, temos um Cueva se recuperando e voltando a ser o que era… e temos ainda 21
    jogos pela frente na busca por uma vaga na Libertas-18. Então, que tal nos focarmos em apoiar
    esse time? Ainda mais depois de 2 jogos espetaculares, com a torcida dando show em SP e no
    RJ, e com uma virada histórica como a deste sábado?
    Que tal?
    – Podem falar o que quiserem, mas rigorosamente o Renan falhou no 2o gol. Nos demais, nada
    a declarar… aliás, o 1o gol sofrido foi extremamente semelhante ao gol que o Diego goleiro dos
    urubus sofreu hoje no Galináceas Arena… ou não?
    Repito: querem outro goleiro para 18? Ok, mas tem que ser O Cara. Mesmo! Porque para trazer
    alguns que citaram aqui achando que são melhores que o Renan… faça o favor… o cara nos
    salvou em pelo menos umas 4 ou 5 partidas nesse Brasileiro, então…
    -Contra o Coxa pelo menos 45 mil no Morumbi, hein? E depois fechamos o turno ganhando do
    Bahia lá… e que iniciemos o returno vencendo o timinho do Mano com mais de 50 mil no nosso
    Morumbi, de novo!

    E pra fechar…

    #ProfetaNeles

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s