Demitido, preparador nega problemas físicos no São Paulo e acredita em reação: ‘Tem time para terminar entre os 6’

O São Paulo inicia nesta quinta-feira a era Dorival Júnior. O ex-técnico do Santos estreará no comando do time tricolor diante do lanterna Atlético-GO, no Morumbi, às 19h30 (de Brasília), pela 13ª rodada do Brasileiro. Para alguns, o duelo desta noite é a chance de a equipe iniciar a reação e deixar a penúltima colocação. Um dos que pensa assim é José Mário Campeiz, 55, que até a última segunda-feira era o preparador físico do clube.

Demitido no início da semana, ele não demonstrou qualquer mágoa da diretoria em entrevista ao ESPN.com.br. Viu a demissão em massa – saíram Michael Beale, Rogério Ceni, Pintado e Haroldo Lamounier (preparador de goleiros) – como algo cultural no futebol. E vê a presença na zona de rebaixamento como algo momentâneo.

“Se o time ganhar as próximas três partidas já estará brigando lá em cima. É só ver o Sport, que estava atrás da gente e já está lá em cima na tabela”, disse Campeiz, por telefone.

A sequência para ele tem de começar já nesta quinta-feira. Após o Atlético-GO, em casa, o São Paulo terá Chapecoense, fora, e Vasco, em casa, pelas 14ª e 15ª rodadas do Brasileiro.

A única mágoa que ficou para Campeiz foram as críticas em relação ao seu trabalho. Alguns torcedores e alguns conselheiros apontavam falhas na preparação física do time, citando muitos gols levados no segundo tempo lesões recorrentes…

“Uma das críticas é que a gente tomava muito gols no segundo tempo. Mas a gente também fazia muitos gols no segundo tempo. O time corria o jogo todo. Falar de lesões é irrelevante. Todos os times sofrem com isso, mas quiseram dar ênfase ao São Paulo”, minimizou o profissional.

ESPN – Passados poucos dias da demissão, como você está?
José Mário Campeiz – Eu ainda estou em São Paulo. Acabei de cuidar da parte burocrática da demissão. Nesta quarta-feira vou ao RH para assinar o resto dos documentos. O objetivo é voltar para a minha casa, em Florianópolis, encontrar a minha família. Lá, eu tenho um estúdio de treinamento funcional, pilates e dança. O objetivo é continuar a fazer a coordenação e aguardar uma proposta. Além de continuar estudando, aprimorando e me dedicando a melhorar na minha área até aparecer algum clube.

ESPN – No total, quanto tempo você ficou no São Paulo?
José Mário Campeiz – Se somar tudo, foram cinco anos. Primeiro fiquei dois anos e mais alguns meses. Fui contratado pelo presidente Juvenal [Juvêncio] quando o técnico era Adílson Batista [em 2011]. O treinador saiu, mas eu continuei na comissão técnica permanente. Saí do São Paulo após a demissão de Ney Franco e antes da chegada do Paulo Autuori [em 2013] Passaram-se dois meses e meio e eu voltei. A volta foi com o Muricy Ramalho. E fiquei até a última segunda.

ESPN – Como tem sido esses dias?
José Mário Campeiz – A gente fica chateado, é claro. Nunca espera sair de uma equipe como o São Paulo. É tão difícil chegar em um clube de alto nível como esse. Além disso, sair em um momento tão conturbado não é fácil. Queria continuar e ajudar a equipe a sair desse momento ruim. Era o objetivo. Mas são coisas do futebol. Fico chateado, mas ao mesmo tempo entendo que algumas mudanças são necessárias para a sequência.

ESPN – Como você foi comunicado da demissão?
José Mário Campeiz – Foi o Vinícius [Pinotti, diretor de futebol] quem me chamou, conversou e explicou. Quer dizer, não tem muito o que explicar numa situação como essa. Era uma decisão que já estava tomada. A gente aceita segue em frente. Do São Paulo eu não tenho nada a reclamar. É uma equipe fantástica, um clube fantástico. Sempre me acolheram bem. A gente lamenta muito sair nessas condições, com o time mal.

ESPN – Como avalia tantas mudanças em poucos dias. Além dos jogadores negociados, saíram Michael Beale (auxiliar técnico), Rogério Ceni (técnico), você, Haroldo Lamounier (preparador de goleiros) e agora o Pintado…
José Mário Campeiz – Eu fico mais chateado com algumas colocações feitas em relação ao meu trabalho, em relação à condição física dos atletas, ao número de lesões – colocaram que o índice era alto e não é verdade. Em todos os jogos, nosso time estava correndo. Os índices de GPS, o controle feito nos treinos, enfim, os índices sempre apresentaram números ideais. Uma das críticas é que a gente tomava muito gols no segundo tempo. Mas a gente também fazia muitos gols no segundo tempo. Quanto as lesões, sinceramente é irrelevante falar disso. No Brasileiro, a gente tem visto todos os times sofrendo com lesões, mas a ênfase foi dada ao São Paulo. Foram poucas lesões e as que ocorreram foram musculares. Eu acompanho o campeonato e todas as equipes tem a mesma dificuldade. Ninguém fala nada das outras equipes. Só se falava do São Paulo. Isso me chateou mais.

ESPN – De todo o período em que esteve no São Paulo, sentiu que as críticas agora foram mais diretas e…
José Mário Campeiz – É lógico. Eu joguei bola por 15 anos e sempre que a equipe não ia bem a culpa recaia no preparador físico. A gente entende o lado do torcedor falar, entende o lado dos conselheiros, apesar de ser política. Tem muita gente que quer estar aqui. Tem muitos interesses envolvidos. Eu sempre trabalhei. Sempre procurei estar atento a tudo. Dar o meu melhor. Analisar a performance com o resultado no jogo não é certo. Performance não é só preparação física. É tática, é técnica, é física. Torcedores são passionais e falam o que sentem. A gente respeita. Todas essas críticas servem para me motivar ainda mais, a continuar estudando e trabalhando.

ESPN – Na sua avaliação, por que o time caiu tanto e está neste momento ruim? As vendas atrapalharam?
José Mário Campeiz – A gente entende a necessidade de o clube vender um atleta ou outro. Isso é normal. Mas a gente sabe que precisa de tempo, padrão de jogo para as coisas darem certo. Quando tem muita mudança, isso não acontece. As vendas são necessárias e não nos metemos na parte financeira. Isso quem pode explicar é a direção. Mas quando altera muito, aí é fatal. Ao meu ver, o que nos prejudicou foram as duas eliminações na mesma semana. Saímos da Copa do Brasil e do Paulista. Isso abalou um pouco o grupo para a sequência. Eu entendo que o que o São Paulo está passando outras equipes vão passar. A partir do momento que o time começar uma reação e acho que pode ser nesta quinta, emendando três vitórias, por exemplo, as coisas vão melhorar. Essa queda atual é devida as mudanças. Só que não se pode dizer que é só isso. Geralmente são muitos fatores. O time está treinando, está correndo, está trabalhando. Agora vinham ocorrendo alguns individuais que realmente foram fatais…

ESPN – Você se refere aos erros nas próprias partidas?
José Mário Campeiz – Exato. Foram erros individuais fatais.

ESPN – Pensando assim, pode se dizer que faltou então paciência da diretoria?
José Mário Campeiz – Eu posso te dizer o seguinte, levando em conta minha experiência, futebol é resultado. Quando não tem resultado sempre vai acontecer essas mudanças na comissão, no cargo de técnico. Independente do que a gente acha, se é certo ou errado. Eu gostaria muito que tivessem deixado o Rogério. Ele estava procurando fazer o melhor. Mas tem outro lado que temos de ver. A pressão na diretoria… Imagino a dificuldade que é para quem toma as decisões. Não estava sendo fácil.

ESPN – Muitos torcedores já temem o pior, o rebaixamento. O que você acha?
José Mário Campeiz – Eu acho que o São Paulo tem chance de chegar nas primeiras colocações ainda. Não falo do título porque a realidade não permite. A diferença [para o líder] é muito grande. Mas o São Paulo tem time para ficar entre os seis primeiros. E eu confio muito que vai chegar. A zona de rebaixamento é coisa de momento. Se o time ganhar as próximas três partidas já estará brigando lá em cima. É só ver o Sport, que estava atrás da gente e já está lá em cima. Eu acho que assim vai ser até o final. É um campeonato muito equilibrado, com sobe e desce. O plantel que o São Paulo formou agora, com as novas contratações, a nova comissão técnica com profissionais experientes, vejo que a tendencia é a partir desta quinta dar um mudada grande e melhorar.

ESPN

Anúncios

136 comentários

    • Só gostaria de lembrar o cidadão que foi demitido que fomos líderes ano passado no quesito lesão muscular segundo estudo feito publicado há um tempo atrás, além do fato de morrer no segundo tempo

      Curtido por 2 pessoas

      • O SPFC foi campeão disparado de lesões na coxa. Não coloco a culpa no preparador físico, mas acaba sendo de toda a equipe que influencia a condição física: nutrição, fisioterapia, fisiologia etc. Não sou da área, mas acredito que seja necessário modernizar os métodos de trabalho nessas áreas. A cada dia se descobre novos suplementos, rotinas de exercícios, quebra-se paradigmas. Você vê, por exemplo, Rodrigo Caio muito franzino para zagueiro, mesmo depois de 5 anos no profissional. Shaylon com 7 meses parece também não ter se desenvolvido fisicamente. Vê se em um clube de ponta na Europa o jogador tem uma “pochete” do Cueva?

        Curtir

  1. Torcendo pra ver um São Paulo bem diferente hoje , se o gol sair logo o jogo fica mais fácil , se demorar complica tudo .
    Técnico de time de futebol fica o tempo todo tentando “achar” o time , quem sabe o Dorival ache logo no primeiro jogo .
    Aí é só manter e torcer pra ninguém se machucar , nada de ficar fazendo rodízio e ficar escalando o time com base no adversário , isso é bruxaria e não funciona .
    Cuca foi campeão ano passado porque achou o time logo , esse ano tá demorando e a torcida já começou a pedir a cabeça dele .
    Carrile achou logo no começo do campeonato paulista e ja virou um novo Tite .
    Dorival também não achou o time esse ano lá no Santos e deu no que deu .
    Que ache logo aqui no São Paulo .

    Curtir

            • Tá vendo só ? Vc deve ter interpretado mal algum comentário meu em algum momento nesse blog , pode ter certeza que eu não estou nessa de ficar provocando outros sãopaulinos , acho criancice , idiotice , cada um tem sua opinião e assim como eu tenho o direito de ter a minha outros também tem o direito de ter a deles.
              A discussão nessas últimas semanas tem sido em torno da culpa ou não do Rogério , só pode ter sido alguma coisa com relação a isso .
              Acho que nem vale a pena ficar insistindo nesse assunto do Rogério porque até nem me incomoda tanto a demissão dele , se o time estivesse voando e mesmo assim ele fosse demitido eu me incomodaria , como me incomodei quando demitiram o Murici em 2009 , pô o cara tinha acabado de ser tricampeão , queriam que ele fosse campeão do universo ?
              O que eu vejo no São Paulo é que a torcida fica sempre culpando o técnico , o preparador físico e os jogadores e com isso toda hora o clube troca todos ou alguns deles , mas mesmo assim continua a não ter resultados .
              Aqui no São Paulo o Jadson não marcava lateral e não marcava ninguém , porque é que lá no Corintians ele e todos os outros fazem isso ?
              Tá na cara que o problema não é o jogador e sim alguma coisa que acontece na gestão desse clube , existe algum modus operandi lá que não existe no Corintians e que faz as coisas funcionarem lá e não funcionarem aqui .
              Bola pra frente !
              Beleza ?

              Curtir

              • Bem lembrado. Jadson marca lateral e corre igual menino, aqui não podia jogar com o Ganso (que tbm não podia correr para marcar). Algo muito estranho ocorre na gestão de futebol do São Paulo.

                Curtir

  2. va pra ponte que partiu…. Desde que assumiu a preparação o time morre no segundo tempo e vive de lesões, nunca recupera o jogador pelo contrario, joga 2 jogos e machuca novamente. Péssimo profissional.

    Bom dia galerinha, blz?

    Hj 1 x 0 já está bom , importante é ganhar e começar a subir na tabela.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Uma nova era comeca hj, na metade do ano. ..sem nenhuma chance de brigar por título….primeiro objetivo sair da zona de rebaixamento e depois almejar se classificar para sula, quem sabe uma vaguinha no G9 da libertadores. Sp3x0Atl
    #VamoSp

    Curtir

  4. Impressionante os trabalhos de Jair Ventura e Carille respectivamente….

    Provando que a humildade é a alma do negócio, ambos se prepararam na base, foram auxiliares de treinadores experientes (não pularam etapas), suas entrevistas coletivas são lúcidas e com humildade, não são marqueteiros e hoje estão colhendo excelentes frutos.

    O treinador de futebol na minha opinião é sim o controlador do elenco, o organizador tático e motivador de cada atleta, parabéns a ambos, que tem em seus elencos jogadores refugos, elencos limitados, porém estão fazendo um belo trabalho.

    Curtido por 2 pessoas

    • Pelo que eu tenho notado,quem se dá bem é quem já está no clube a algum tempo e conhece os jogadores que não são trocados a cada janela. O segredo está mais na continuidade do que em estudos/ conhecimentos técnicos. Tenho certeza que se Carille, Jair, Zé Ricardo, Roger Machado e etc tivessem vindo para o São Paulo, não resolveria o problema daqui. Agora que formou-se um novo elenco, se não houver outro desmanche ano que vem e Dorival sair, pode subir o Jardine que também dará certo.

      Curtir

      • Nem acho isso.
        Há tantas variáveis envolvidas.
        Botafogo e Corinthians jogam diferentes na proposta ofensiva (o primeiro com mais ligações diretas e velocidade; o segundo tem um contra-ataque rápido, em bloco e valoriza o passe), mas possuem semelhança na defensiva. Muito seguros, marcando atuar da linha da bola com as duas linhas de quatro.
        É que os dois elencos são limitados, o Botafogo até mais. E, por isso, fica bem clara a importância tática.

        O grêmio por exemplo deu uma queda, mas absolutamente esperado. Se os garotos da base oscilam, dentro de um processo normal de amadurecimento profissional, imaginem um time com SETE titulares da base. Mas, ali, também há um trabalho tático muito interessante e completamente diferente dos outros dois.

        Curtir

    • Cuca está bilionário, seus familiares residem fora do Estado, está com problema de saúde na família e tem que comandar um elenco recheado de medalhões, missão díficil em todos os aspectos, motivação pessoal, controlar as cobras, etc.
      Mas é um grande treinador.
      abs.

      Curtir

      • Para mim isso não serve como desculpa nesse sentido, mas enfim. Ssó comentei que ontem ele foi péssimo em suas escolhas e estavam endeusando ele quando veio pro Palmeiras. Ainda acho que o único técnico diferenciado hoje no Brasil é o Tite.

        Curtir

  5. https://www.terra.com.br/esportes/sao-paulo/apoiado-por-grupo-cueva-tem-nova-chance-de-recuperar-bom-futebol,b5b2509fd55d276ea64809a49dd28603c9h2nct1.html

    “É obrigação minha motivar qualquer jogador. E estar no São Paulo não é um motivador negativo. Estando aqui dentro, é profissional e tem obrigação de se sentir motivado, a instituição precisa ser preservada e respeitada”, afirmou Dorival, em sua primeira coletiva de imprensa como técnico tricolor, na segunda-feira.

    Papel de treinador de “verdade”….

    Curtir

    • Acredito muito no trabalho do Dorival, avó que perdemos seis meses, mas talvez tenha sido importante pois acaba com eventual sombra do “ex-treinador” e tivemos a oportunidade de encontrar o DJ livre no mercado.

      No mais, vida que segue. Deixemos RC para trás (ao menos como treinador), assim como já não falamos mais em Doriva, Ricardo Gomes, Bauza, Osório etc..

      Curtido por 1 pessoa

    • Amigo, tomara que Dori nos surpreenda e principalmente à você, eu sou um dos mais querentes para que nosso SPFC saia do atoleiro. Mas, temo por algo negativo que possa estar anuviando as cabeças de alguns jogadores no elenco e em principal, Cueva, Caio e Tavares. Se as “cabeças” desses estiverem realmente no foco = SPFC, acredito que o treinador possa sim, junto com todo elenco, fluir para o lado… “bom futebol”, que é o mínimo que cada indivíduo que veste nosso manto, tem como obrigação, faze-lo.

      Por outro lado, já começo a me divertir com seus comentários, parece que Rogério deixou sim um legado, de torcedores apaixonados por ele. Agora ele está livre, podem te-lo só para vocês.

      Curtir

    • “estando aqui, é profissional e tem obrigação de se sentir motivado, a instituição precisa ser preservada e respeitada”.

      rsrs…

      papel de treinador de verdade é treinar e motivar pelo trabalho. Pontualmente, pode intervir no pessoal para dar rumo a um atleta que esteja se perdendo…
      Como o próprio dorival disse, deve partir, PRIMEIRO, do atleta, que é profissional e tem obrigações a cumprir.

      Esquece o Ceni, FBN.

      Foca no que importa. Se a diretoria do SPFC não respaldar o trabalho do DJ, será outro a ir embora e deixar legado zero, como tantos outros que por aqui passaram.

      Curtir

      • Tricolor,
        Não sei porque me lembrei daquele Criciuma de uns dez anos atrás, líder do campeonato brasileiro, voando em campo, preparo físico 300% melhor que os outros, ganhando de todos. Até que um dia descobriram a origem do milagre. Mas como agora é o Curica o milagreiro vai ficar sem ser descoberto mesmo.

        Curtir

    • Respeito sua opinião, mas discordo.
      O Once Caldas foi um acidente de percurso, mas o Curica é competência exclusiva do Carille, time dele está taticamente muito bem treinado, isso é competência profissional e não sorte.
      O time em campo é muito bem postado, todos atletas sabem o que fazem em campo.

      Curtir

      • Eu não desqualifiquei o trabalho técnico, assim como não desqualificou o trabalho do Once Caldas que tinha um sistema defensivo muito bom. Eu só quis dizer que 90% de aproveitamento depois de 13 rodadas do campeonato, vindo de um primeiro semestre fraco, não é algo que acontece toda hora. Assim como o time do once caldas eliminar boca, sao paulo e santos não pode ser considerado um acidente, mas sim competência de um sistema encaixado mas que dificilmente se viu em outros clubes pequenos em um campeonato continental. São coisas que acontecem muito bom.

        Curtir

      • Quantos jogadores o Corinthians perdeu durante os últimos meses?
        Quem é o gerente de futebol lá?

        Carille tem mérito. Boa parte dele.
        Mas não é 100%.

        O time que fez a pre temporada é praticamente o mesmo de hoje.
        COm alternância de alguns titulares, mas é praticamente o mesmo.Se alterou, alterou para somar.

        Então, assim como a diretoria do SPFC tem sim responsabilidade pelo cenário atual,
        A do rival, também.

        Curtir

  6. O assunto é preparação física, mas ainda ficam comentando sobre o ex treinador. O ódio cega muita gente.

    Sobre a demissão, apesar de não viver o dia a dia do clube, ficava claro que a equipe morria no segundo tempo. Portanto, acho que a demissão é justa.

    3 x 0 hoje.

    Curtido por 1 pessoa

  7. “falar de lesões é irrelevante”

    Kkkkkklk

    O cara se entrega fácil. Se lesão é irrelevante pro preparador, imagina o resto…

    A saída do Carlinhos neves, reformulação do reffis e mudança na preparação física foi o um dos causadores dessa draga danada e seca de titulos

    Curtir

    • O ex treineiro falava em números…
      Seus auxiliares em projeto…
      O ex preparador Físico fala que falar de lesões é irrelevante….

      resumindo…..ao festival de trapalhadas…….lesões aos montes, time morto fisicamente, sem nenhuma tática, 3 eliminações e a pior campanha em brasileiro na história do clube…pessoal aí só falava bobagens…

      #forçadorival
      #euacredito

      Curtir

  8. Longe de mim fazer qualquer juízo de valor técnico, mas creio eu que o ranking de lesões em que o São Paulo foi o segundo colocado (ou o antepenúltimo, a depender do prisma pelo qual se enxergue) tem mais relação com condições clínica/médica/fisiológica que com a preparação física. Não ignoro que o trabalho no âmbito esportivo seja multidisciplinar, mas me parece que o trabalho preventivo, que é do setor médico-fisiológico, é que alçou o Flamengo ao primeiro lugar do ranking. Foi isso o que eu entendi daquela matéria.
    Dito isso, acho que o preparador não pode levar essa culpa sozinho, como é o caso do Campeiz.

    Curtir

    • Concordo contigo! Comentei algo parecido lá em cima. Parecia uma falta de sinergia no caso do SPFC. Se você põe o atleta para treinar com intensidade como o R. Ceni queria, você precisa dar a ele suporte nutricional, inclusive suplementação adequada, além do descanso necessário. Ademais, qualquer trabalho físico é feito em etapas e precisa ser variado. A culpa acaba recaindo no preparador, mas é desde o técnico até o médico e fisiologista como você disse, que devem trabalhar sinergicamente.

      Curtir

  9. Quando a equipe nao obtem resulrdos no campo , sobra pra todo.mundo e aparecem as.lendas urbanas. Quando o.muricy foi vice campeao brasileiro e ele era o preparador fisico nao apareciam esses comentarioa de que o sao paulo morre no segundo tempo

    Curtir

  10. Quando a equipe nao obtem resulrdos no campo , sobra pra todo.mundo e aparecem as.lendas urbanas. Quando o.muricy foi vice campeao brasileiro e ele era o preparador fisico nao apareciam esses comentarioa de que o sao paulo morre no segundo tempo

    Curtir

  11. Fala galera Tricolor, já garanti meu ingresso para a estreia do DORIVAL JR. no comando tricolor hoje a noite no Morumbi e espero ver muitos são-paulinos também lá para apoiar, torcer e empurrar o time para um recomeço e quem sabe com o tempo alcançar o G-6, mas para isso o time conta com a nossa presença nos jogos principalmente quando for no Morumbi.

    Curtir

  12. Preparador péssimo… SPFC já sofria com isso há anos. Essa sim era um razão de verdadeiro atraso no nosso time. Time não tinha pernas no segundo tempo, era nítido. Podia ser o treinador que fosse. Torço muito para o novo preparador ser de boa qualidade e que faça um bom trabalho.

    Curtido por 1 pessoa

  13. Mesmo com o Dorival, temos que ter muita paciência, pois ele sempre faz bons trabalhos quando inicia com o grupo a temporada, mas quando pega times no meio da temporada, são apenas trabalhos satisfatórios, portanto, acredito mais em seu trabalho no ano que vem.
    Imagina que tivéssemos um treinador de verdade treinando o time nos EUA na Flórida Cup quase 30 dias, e depois aprimorando a parte física no paulistinha, hoje com esse grupo poderia dizer que estaríamos brigando lá em cima, mesmo com as alterações de elenco, pois já tínhamos um esquema tático bem definido, aí fica mais fácil para jogadores que chegam.
    Agora é juntar os cacos……

    Curtido por 2 pessoas

    • Poderíamos também ter a possibilidade de juntar os cacos da diretoria. Mas a diretoria é um caco por si só. Quem sabe aí sim poderia realmente ter um horizonte límpido.
      Mas também já entendemos que você detesta o Ceni, ele destroçou o SPFC, que a vida nunca mais será a mesma, vemos isso em todos os seus comentários.

      Curtido por 1 pessoa

    • FBN,

      Você deve ter acompanhado o SPFC só após as eliminações para falar desse jeito. Desde quando o trabalho começou ruim? Até os mais céticos elogiavam o time no começo do ano e os treinos do São Paulo. Realmente, após as eliminações, ou talvez com a derrota para o Palmeiras, muita coisa foi azedando: lesões cruciais, jogadores vendidos (ou com propostas), falta de confiança, Ceni perdendo convicção no estilo de jogo etc.

      Curtido por 1 pessoa

    • Verdade, perdemos 6 meses com um aprendiz fazendo experiências malucas.
      Muitos não conseguem separar o ídolo do técnico e até do pessoal, Ceni errou em querer ser melhor que todos, achando que por ter jogado 22 anos e com um curso de 6 meses já estaria credenciado a ser técnico de time grande, faltou humildade e consciência.

      Curtir

    • Chuta que é macumba…..o Ceni não tem que só evoluir profissionalmente na carreira de treinador, e sim como pessoa também, ter mais humildade, assumir seus erros, o líder de verdade é aquele que deixa seu grupo aparecer e não ele próprio, além que pular etapas na carreira de treinador, o Ceni precisa de reciclar como pessoa, pregar menos moralismo, ser menos marqueteiro pessoal e levar um banho de humildade, basta ver os casos de Jair Ventura e Carille.

      Curtir

  14. Preparador físico era ruim mesmo. Além da perda da condição física, o time sempre perdia jogadores em momentos que mais precisava.

    Há diversas formas de ocasionar lesões, mas depois de tantos anos repetindo o mesmo roteiro não acredito que seja só azar. Só neste ano Nem, Weley, Cueva, Maicon se lesionaram. Caso de Maicossuel é um problema e tanto… O preparador deveria ter feitos testes para perceber se havia problemas musculares com o atleta e prepará-lo melhor.

    Curtir

    • Mas ele é não está preparado para ser treinador. Tenho convicção que em um futuro ele voltará para ser campeão pelo tricolor porque ele é dedicado ao que faz, inteligente, faz de futebol, mas ainda é muito novo na função, precisa de experiência.

      Não achava que ele era a principal causa do nosso rendimento baixo, mas não vejo com bons olhos nem cogitar sua volta agora. Quem sabe daqui uns 7, 8 anos.

      Admiro muito o Ceni como jogador, é meu ídolo, mas como treinador ele ainda precisa subir muitos degraus.

      Curtido por 1 pessoa

  15. http:// globoesporte.globo.com/futebol/times/sao-paulo/noticia/mudancas-no-elenco-transformam-garoto-em-veterano-no-time-do-sao-paulo.ghtml

    Uma das razões dessa nossa instabilidade. Isso precisa mudar. Temos que formar uma base.

    Curtir

  16. entao por que o são Paulo ganhou a sul americana com ele de preparador físico e o vice brasileiro com ele e Muricy,, Hoje o jogador e monitorado os 90 minutos por aparelhos e depois os dados físicos são analisados em relação a todos os aspectos físicos. não e chutometro ,,, Nosso fisioterapeura Ricardo Sasaki e da seleção brasileira e um dos mais renomados especialistas em fisioterapia do atleta do Brasil, vive dando cursos no exterior.
    Não é isso que fez o são Paulo chegar onde chegou

    Curtir

        • Poster do Leco acho difícil porque nem sei se é ele quem manda naquela bagunça , taí outra discussão complicada , precisa ver quem será e o que fará o futuro dono do São Paulo depois que criarem a tal SA , talvez lá a gente saiba quem é que está por trás do Leco na presidência , quem é o investidor , quem é que manda prender e manda soltar , quem é que contrata e descontrata .

          Curtir

          • Mas tenha certeza que outros devem “saber bem” quem é o Leco, Ricardo.

            Mas essa tal de SA ao meu ver é uma ideia complicada… pode dar muito enrosco… tem muita coisa envolvida e só saberemos da ponta do iceberg. Mas como somos reles torcedores mortais, só poderemos assistir aos acontecimentos, né?

            Espero que nosso caminho de glórias volte a brilhar.

            Curtir

    • Buenos días, Carlos, mi amigo!

      Acho que não pagarão a multa do Rodrigo nessa janela e ele deve ficar. Acho ele é ótimo zagueiro que as vezes pisa feio na bola. Porém, ele é muito voluntarioso, ágil e pode render bem com Petros e Jucilei. Torcendo muito para o Arboleda se dar bem e formarem uma ótima dupla de zaga!

      Não sou adepto a falar de geração perdedora e vencedora. Todo jogador passa por fases com títulos e sem títulos. O próprio Telê foi um exemplo disso, então não acredito em superstições.

      Mas que tinha gente já preparando as contas no estrangeiro para receber uma verdinha, isso tinha… ou ainda tem.

      Curtido por 1 pessoa

    • Nosso zagueiro de seleção só saí por 18 milhões de Euros.
      Se o clube russo não tem essa grana, ele vai ficar e mitar na zaga ao lado do Arboleda.
      Aliás, além de grande jogador, é honesto, uma raridade nesse país.

      Curtir

  17. Ao menos o Dorival vai começar o seu trabalho pegando o time mais fraco do campeonato.
    Apesar de uma tabela teoricamente mais fácil, o desentrosamento e as constantes falhas individuais podem ser um problema ao Dorival.
    Mas hoje estreia com vitória , animando o elenco e a torcida.
    SPFC 3×0.

    Curtir

  18. Rodrigo Caio é o único jogador que o São Paulo não admite negociar. Por “negociar”, entenda-se sentar com dirigentes de outro clube para ouvir propostas. Acontece que a multa para tirá-lo do Morumbi é de 18 milhões de euros (R$ 66,8 milhões), e se alguém depositar esse valor na conta tricolor, não há o que fazer. O Zenit disse que o faria, mas até agora não fez. O São Paulo se irritou e cogita ir à Fifa para frear o assédio dos russos sobre o jogador: ou paga a multa ou o deixa em paz.

    Tá no GE essa informação.

    Curtir

  19. Sou obrigado a dar razão pro cara, ao menos nesse ano o time tem corrido o jogo todo. Nosso problema não é esse, o problema é que correm errado, a maior parte dos jogadores sempre mal posicionados, mesclado com dois ponteiros muito ruins que não são capazes de ganhar uma bola do adversário, o que acaba estourando nos jogadores posicionados mais atrás, gerando um desequilíbrio tático ainda maior.
    No mais, já que houveram muitas comparações com o time que tem 90% de aproveitamento, na minha opinião aí tem coisa. Já vi vários times voarem em campo, jogador meia boca parecendo o Maradona, e muitas vezes se descobriu o motivo, doping. Creio que o futebol brasileiro tá cheio disso aí e não dá em nada, já que os testes feitos bo Brasil são primitivos.

    Curtir

  20. A preparação física era realmente um dos poucos fracos da equipe, o Campeiz estava fazendo hora extra no clube, mas boa sorte e felicidades para ele, que toque sua vida longe de nós hehehe!!!
    Sobre o jogo de hj, necessitamos da vitória, o placar não importa, pois já estamos a 4 pontos do 16º, 1 x 0 é goleada!!!!

    Curtir

  21. Feliz dia mundial do Rock galera tricolor 🤘 um dia perfeito pra voltar a vencer.

    Trabalhar focado hoje pra ver se passa logo o dia e chegue a hora do jogo logo

    Curtir

  22. Muita gente metendo o pau no preparado físico, mas a culpa é de muita gente para manter a condição física dos jogadores.
    Desde o técnico que prepara as sessões de treinamento, a nutricionista que passa o cardápio ao jogador, o fisiologista que recomenda determinado suplemento, até o comprometimento e feedback do atleta.
    Um time que gasta centenas de milhares de reais com a maioria dos jogadores não pode ficar dependente de apenas um ou dois profissionais nas áreas médica, fisiológica e nutricional. Assim como a mudança de treinador, é necessário mudar o “status quo” dessas áreas, por mais gabaritado e estudioso que seja o profissional, ele não carrega a verdade absoluta na área que exerce. Eu reforçaria com outros profissionais, talvez com experiência no exterior, que tragam novas ideias.
    Com todo respeito com quem é da área, mas o Brasil está muito atrás em preparação física. Não é à toa que não quebramos até hoje a barreira dos 10s nos 100m. O recorde brasileiro perdura por quase 30 anos.
    No SPFC, temos R. Caio franzino para a posição de zagueiro mesmo depois de 5 anos no profissional. Provavelmente, isso atrapalhou sua venda anterior à Europa.
    Achei interessante a entrevista abaixo:

    http: //globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/2017/02/conheca-o-holandes-que-questiona-ate-pep-guardiola-cometem-erros.html

    Curtido por 1 pessoa

  23. Eu como a maioria gostei muito da troca da preparação física , fora a parte das lesões , muitos jogadores tinham dificuldades na parte física atuando pelo são paulo e em outros clubes jogavam normalmente ficando evidente ainda mais a questão da preparação física , gostei desses primeiros treinamentos sob o comando do Dorival , gostei da provável escalação , a surpresa foi o Wellinton Nem , mais acho que mesmo o Wellnton vindo de má atuações , com a saída do Luiz Araujo o time precisa de um driblador que consiga prender a bola , o Dorival vai testar o Wellnton que ele já conhece , se ele não render no minimo até achar outro jogador no elenco que se encaixa na posição , vamos ver como o time se comporta hoje , não espero jogo fácil , não acho o atletico go um adversário fácil apesar da pontuação , mais espero que o são paulo torne o jogo fácil fazendo uma boa partida .

    Curtir

  24. Hoje e nas próximas partidas do SPFC veremos e teremos algumas conclusões, do tipo….
    Se o time vai correr, vai estar mais organizado, se alguns atletas tipo “Cueva” vai voltar a jogar bola, se isso ocorrer, teremos a certeza de quem seria o problema do time….vamos aguardar.

    Curtir

  25. Respeitar o ídolo como jogador eh uma coisa, como um pífio técnico eh outra.
    Você parece que não está separando as coisas,Rogério Ceni como goleiro serásempre lembrado e respeitado, como técnico foi um fiasco, tudo porque não respeitou as etapas que todos os outros respeitam, até Zidane com um elenco de estrelas começou por baixo.

    Curtir

    • esse site é escroto , mesmo assim essa conversa de que ficaram com o passe dele só em troca do salário não dá pra acreditar , empresário dando passe de jogador de presente?

      Curtir

  26. Além do espaço democrático, o blog se destaca pelo elevado debate aqui no fórum, às vezes o post não me agrada mesmo assim leio os comentários, todavia, iniciou-se um tal de pró ou anti Ceni, que lebra o debate político PT x PSDB, sinceramente respeitemos às opniões e bola pra frente, tricolor daqui a pouco em campo. Saudações tricolores.

    Curtir

    • É o momento.

      Hoje, com uma goleada, o povo desencana. Mas, precisamos que Dorival estreie, preferencialmente com goleada, para termos novos assuntos (vamos ter uma semana, talvez duas de comparação, depois, vida nova).

      Curtir

    • O problema não é o tema da discussão… e não se iniciou agora, já tem dias, semanas… à época quando o técnico era o Ceni, eu falo por mim, não havia problema algum em querer a demissão, questionar o trabalho, cobrar, enfim… Acontece que o mesmo já foi demitido e uma nova etapa se iniciou desde então…

      Ceni é passado, não teve êxito em sua equivocada passagem como técnico, não estava preparado e isso é evidente, mas já foi!!! Já sabemos a posição da maioria do pessoal do Blog, mas insistem em repetir, reproduzir, re-re-re-re-sei lá o que… estamos decorando falas e personagens já… eu só não sei a troco do que isso… está desagradável já…

      Estamos à poucas horas de um jogo importantíssimo e mal discutimos sobre isso, porque todo santo post o assunto Ceni vem à tona, sem motivo!!!

      Hoje tem São Paulo Futebol Clube x Atlético-GO às 19:30h, um jogo cheio de expectativas, mas que na verdade faz parte do campeonato normalmente assim como foram as 12 partidas anteriores e as 25 a seguir!!! Vamos torcer, analisar o que mudará, o que continua equivocado, o que pode melhorar, o que temos que aceitar…

      Curtir

  27. Novo técnico, novo preparador físico (amem!!!), nova comissão, novas oportunidades
    a alguns jogadores e nova possibilidade de iniciar a recuperação no Brasileirão.
    Confio no Dorival e na competência que tem.
    Confio na recuperação. Se vai chegar entre os 6, não consigo dizer ainda, dependerá
    de como fecharemos o turno (tempo para algumas evoluções e melhoras e observar o
    dedo do técnico, além da recuperação física e – principalmente, a meu ver – psicológica
    do elenco.

    Sim! Prá mim o elenco está desgastado psicologicamente, e essas mudanças ocorridas
    eu vejo com bons olhos, pois alguns atletas não terão desculpa e irão mostrar se servem
    ou não para o clube!

    E reafirmo: nunca acreditei como não acredito em queda, como alguns (felizmente poucos)
    aqui sentenciam vez ou outra. Iremos reagir, e a possibilidade ainda de beliscar uma vaga
    na Libertas-18 existe. Mas quero esperar pelo menos a virada do turno para projetar algo.

    PS. só ratificando: hoje é 4×0.

    Sds Tricolores aos amigos do Blog.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s