Maior goleada em uma final de Libertadores é do São Paulo

A maior goleada em uma final de Libertadores é Tricolor

Dia 19 de maio de 1993, pela segunda vez consecutiva o São Paulo decidia uma final de Taça Libertadores.

A classificação nas Semifinais tinha sido dura, após um empate sem gols frente o Cerro Porteño.

O adversário era a equipe chilena do Universidad Catolica que tinha eliminado nas Semifinais o América de Cali.

Confesso que esperava mais uma partida épica, mas bem bem difícil, assim como tinha sido no ano anterior.

Logo de cara, no entanto, Palhinha chutou uma bola na trave, quase.

Será que estava enganado.

Foi quando o nosso zagueiro, Gilmar, com a bola dominada resolveu recuar a bola para Zetti, sem ver que ele estava fora do gol, quase ao seu lado.

Eu estava atrás do gol defendido pelo goleiro chileno, e juntamente com milhares de torcedores gritamos como louco para Zetti.

Deu resultado (até parece que fomos nós rs rs).

Zetti voltou como um felino e desviou a bola para a linha de fundo.

Para todos: Falta.

Zetti ficou jogado no chão, esperando.

Todos ficamos esperando.

O juiz, no entanto, marcou escanteio.

O tricolor sentiu.

Mas tínhamos Zetti, que logo em seguida operou mais um milagre.

Mais alguns minutos, novamente os chilenos no ataque e quase sofremos o gol.

O jogo estava muito complicado.

Já aos 30 minutos, o magistral Válber achou Palhinha na frente, que chutou na trave, na volta, a bola bateu no zagueiro Lopez, goooooooooooooooollllllllllllll.

A porteira estava aberta.

Mais 10 minutos, após passe de Pintado, Vitor marcou o segundo.

Aliás, Vitor estava jogando tanta bola naquela época que motivou o Mestre Telê a deslocar Cafu para o meio campo.

Devo confessar que acabar com 2 a 0 o primeiro tempo para mim era o suficiente.

Bastaria agora segurar a vantagem.

Me enganei, ainda bem.

Quem tinha Mestre Telê em campo deveria saber, partiríamos para cima.

Mal o segundo tempo começo, Gilmar, pareceu querer se redimir da falha no primeiro tempo, entrou na área cortou zagueiro e deslocou o goleiro, 3 a 0.

Era muita alegria, ainda mais para um jogo que tinha se mostrado tão difícil.

Mais 5 minutos e Raí marcou o quarto gol, de peito.

Foi de arrepiar.

Mais 5 minutos e Muller marcou um dos gols mais inteligente de todos os tempos, 5 a 0.

Ainda faltavam 25 minutos e vencíamos por 5 a 0.

Pois bem… o que Zetti fez então????

A maior sequencia de defesas da história da Taça Libertadores.

Foram 4, todos em chute a queima roupa e de dentro da área (e em um final de Taça Libertadores)

Até o arbitro ficou com pena dos chilenos e resolveu marcar uma penalidade, inexistente, 5 a 1.

A maior goleada em uma final de Taça Libertadores.

Uma semana depois, em Santiago, o título seria confirmado.

Ah tricolor!!!!

Como bem sabemos, até mesmo ser bicampeão, consecutivo, da Taça Libertadores, é para poucos.

Para quem quiser lembrar, veja o link: http://www.youtube.com/watch?v=0eGaGETLQDg

José Renato Santiago

Anúncios

100 comentários

  1. Cara que época! Lembro quando o Tricolor jogou com o Cerro P., partida de volta da semi final se eu não me engano, o Zetti jogou de bermuda. O que causou uma pequena surpresa. Lembro que anunciava sempre que ia passar o filme Robocop durante o jogo, um desses da semi ou da final… E o U. Católilca não era ruim não. O time chileno jogava pra frente, com qualidade e fez uma boa campanha na libertadores de 93, e apesar do São Paulo não ter jogado a primeira fase, o artilheiro da competição era deles junto com o melhor ataque com 28 gols. E lá no Chile, o São Paulo perdeu por 2×0 e não nada fácil até o Telê acertar o meio com T. Cerezo.
    O 5×1 no Morumbi foi um jogaço, inesquecível e contra uma equipe de qualidade.
    Tenho mais boas lembranças do São Paulo contra o U. Católica de Chile. Sulamericana de 2012 no Chile o Osvaldo perdeu uns 3 gols feitos e o SPFC classificou por um gol fora de casa, 2013 na partida de volta no Chile o Rogério Ceni pegou muito no gol e após jogo sofrido vitória tricolor por 4×3 .

    Curtido por 1 pessoa

  2. O coisa boa.
    Mas meu coração dói por não ver algo assim nos últimos anos.
    Na expectativa para que as coisas se desenvolvam. Mas todo ano assim não dá.

    Vamos São Paulo!

    Curtir

  3. Finalmente um time com dois laterais de oficio, ainda que fracos, e apenas dois volantes — dois! — e dois meias de ligação! Dorival começa bem.

    Renan Ribeiro, Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Jucilei e Petros; Wellington Nem, Cueva e Jonatan Gomez; Lucas Pratto

    Curtido por 1 pessoa

  4. Comprar o Jucilei é uma boa, mas é bom lembrar que o retorno que ele pode oferecer é dentro de campo, pois já não é um garoto que pode ser vendido daqui a dois, ou três anos, por uma cifra tão alta. A não ser que retorne ao futebol chinês, pois os grandes europeus não contratam veteranos com contrato em vigência.

    Curtir

    • Sim, exatamente por isso estamos comprando, pelo que ele joga, que é muito, ate pq o sao paulo pelo que eu saiba é um time de futebol. Caso fosse um campeonato de banco ou da bovespa pra ver quem compra e revende melhor, quem junta mais dinheiro, etc, ai concordaria contigo

      Curtir

    • Mas é pelo retorno dentro de campo mesmo, por qual outro motivo seria?

      Retorno financeiro? Cotia está aí pra isso… abastecer/fortalecer o time profissional e gerar receitas para o clube…

      Deve haver um equilíbrio nesse sentido, e casos como o de Jucilei, Pratto, Petros…e até o próprio Maicosuel, são reforços para o time em campo, imediato eu diria, para resolver mesmo… são jogadores reconhecidamente gabaritados e prontos para dar resultado, não esperemos valorização para futuras vendas, se acontecer blz, mas senão, é unicamente para retorno dentro do campo…

      Curtir

  5. Bons tempos aqueles. Só havia 80 conselheiros vitalícios. Ainda vivíamos uma época áurea em que seu mandatário mor amava o clube, mais do que sua própria vida. Aidar, Robertinho Natel, Leco, Mansur etc não tinham tantos poderes. O São Paulo era respeitado, temido, sua torcida crescia como nem uma outra. O São Paulo e sua torcida eram felizes e não sabiam. Libertação já do clube com votos dos sócios torcedores. É libertar para não morrer. Abaixo os sangues sugas quee estão levando o São Paulo à extinção.

    Curtir

  6. Me corrijam se eu estiver errado, mas se não me engano a segunda maior goleada também é nossa, em cima do atlético paranaense em 2005 no jogo da volta no Morumbi

    Curtir

  7. Doentes por Futebol‏Verified account @DoentesPFutebol 14m14 minutes ago
    More
    Diego Alves fica longe do Deportivo La Coruña e busca time no Brasil até o fim da semana, afirma o diário AS

    Curtir

  8. Parece óbvio que enquanto o Ceni ainda era técnico o Dorival já tinha sido consultado e ele mesmo disse que tinha visto os 4 últimos jogos do time. Ai logo na chegada arma um time com os contestados Cueva e W.Nem.

    Pra mim isso passa 2 recados: 1) O Dorival considera ambos importantes pro time e está demonstrando isso dando essa chance logo na estreia. 2) Assim como eles estão tendo a chance, se não der a vida em campo quinta vão perder espaço bem rápido pros moleques.

    Curtido por 1 pessoa

  9. Renan Ribeiro; Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Jucilei, Petros e Cueva; Gomez, Lucas Pratto e Wellington Nem.

    Se Cueva acordar pra vida, se W.Nem resolver começar jogar o que sabe, se Buffarini ser o que era na Argentina, isso não é time pra cair nunca e sim pra ir pra LA pelo menos.

    O problema é o “se”

    Curtir

  10. Bom dia,

    Obrigado aos heróis deste time magnífico que fez neste dia um menino se emocionar e se orgulhar novamente de ser são paulino.

    Hoje, o menino já adulto só pode sentir uma nostalgia destes bons tempos.

    Curtido por 1 pessoa

  11. Esse episódio do Cueva só mostra a bagunça que virou o time do São Paulo.

    O cara se nega a viajar pq não quer ficar na reserva?

    Falta comando no clube mesmo, só tem dirigente banana mesmo.

    Curtir

    • Vejamos amigo, quem é o lider da equipe da comissão técnica: o treinador.

      O treinador que chama o atleta para conversar, o motiva, esclarece dúvidas, como que o Cueva chega ao ponto de engordar 5 kgs e nada é feito. Por isso que o Tite é o treinador diferenciado, ele tem papo reto com o jogador, o papo do tal spray que o tirou do jogo ocorreu mesmo, ou teve indisciplina da parte do Cueva e inventaram isso para dar desculpas e tirá-lo do jogo.

      O treinador na época, mister Ceni assistiu toda a caída de produção do Cueva e ficou quieto ou tomou as devidas providências.

      Treinador bom é aquele que sabe extrair o melhor de cada atletas, mas quando jogadores do grupo ficam desmotivados e outros pedem para sair, algo estranho tem.

      Curtir

      • Me desculpe, FBN, mas não vejo 100% de culpa do Ceni nessa não.

        Sei que você sempre defende a diretoria e tal, mas falta pulso pra quem tá em cima.

        Querendo ou não, para a diretoria, tanto o técnico e membros do comissão técnica tem a mesma hierarquia em comparação aos jogadores (digo isso assumindo a visão da diretoria).

        Pode ser que o técnico tenha mais contato diário com os jogadores, mas quando o jogador é birrento, técnico nenhum segura. Ai vem o papel do diretor/gerente de futebol, que faz a intermediação entre a diretoria (mesmo fraca como a nossa) e os jogadores. Ele precisa estar ali para cobrar profissionalismo de todos… Tanto é que podem falar o que quiser, mas quando tinha problema de relação, até o JJ entrava no vestiário e cobrava.

        E cadê nossa diretoria ativa? Cadê nosso diretor/gerente de futebol? Não temos…

        Curtido por 1 pessoa

        • A sim, tem a parcela de culpa do próprio atleta, o caráter, isso eu sei, agora quem vive o dia à dia do grupo é o treinador, chama o jogador para conversar, tente motivá-lo, diga a ele o que ocorre e depois passe o problema para a diretoria caso não resolva.

          Não vi isso ocorrer na passagem do Ceni na Comissão Técnica, o Neymar estava perdido na seleção, e veja o trabalho que o Tite fez com o cara.

          O próprio Edmundo disse na FOX que era um jogador que dava trabalho aos treinadores, mas que a queda de rendimento é de grande responsabilidade do treinador também, se vc tem um jogador do seu grupo engordando, caíndo de produção, no mínimo que vc faz é chamá-lo para conversar, ver o que está acontecendo, chamar o preparador físico e fisiologista e trassar um plano de trabalho em separado para resgatar o jogador.

          Alguém viu isso acontecer ???

          Curtir

          • FBN,

            Porque não vira o disco? o Rogerio a mais de uma semana não é mais o técnico…

            Vamos comentar o presente e o futuro…
            Vamos torcer para sair dessa fase…
            Vamos nos unir entorno do SPFC…
            Vamos ao estadio apoiar o SPFC independente quem esteja atuando pelo time ou sendo o técnico do time…

            Para você o Leco e todo desse grupo politico dele são uns Santos…

            Curtido por 1 pessoa

      • E se a culpa fosse somente do Ceni, já era pra ele mudar… o Ceni saiu e ele até piorou as pirraças. Já sabemos da última notícia. Profissionalismo faltando para o jogador.

        Curtir

        • Não só do Ceni, de todos do clube, o problema fica mais fácil de se resolver quanto é detectado no início, o Cueca não rende faz tempo, posta fotos bebendo, engordou 5 kilos e não foi da noite pro dia não, faltou pulso forte de todos da comissão técnica e diretoria.

          Curtir

        • Ele piorou após a saída porque levou uma chamada do Pintado, pois o Pintado não tinha essa autonomia antes, quando lhe foi dado aval ele o fez, porque não foi feito isso antes então….

          Curtir

      • Verdade FBN…

        A questão do empresário do Cueva forçando a barra via imprensa de que se o Cueva estiver infeliz ele vai sair é especulação sem fundamento.

        O clube não precisa mais de treinadores apenas. Precisam também de babás.

        Jogador profissional não precisa ser profissional, pois o que importa é ele estar feliz. Não há mais hierarquia. Alias, há sim, e no topo da hierarquia do clube, hoje, está a felicidade da estrela do futebol.
        Maicon saiu acima do peso do SPFC. Culpa de quem?
        Queria ser transferido. Chegou como “God of zaga” e saiu por baixo, pela porta do fundo, com a impressão de que foi um falso dedicado. Á, culpa do Ceni que não motivou ele… Mentira! Ele saiu da mesma forma do Porto.

        Quando não se respeita a instituição, não tem o que fazer…

        Esse tipo de situação, similar à do Cueva aconteceu com o Muricy e também com outros treinadores. Não é de hoje, nem será só hoje.

        Sei que você não gosta do Ceni treinador. Mas não adianta forçar a barra e atribuir todas as falhas a ele.

        Cueva não é bobo, nem é criança. Tem responsabilidade total por seus próprios atos e opções.

        Curtido por 1 pessoa

        • Comentário perfeito, Roberto.

          Isso já acontecia antes e vai acontecer cada vez mais. Jogador é cada vez mais mimado. Mais ainda custa enxergarem que a responsabilidade de muita coisa que ocorre não é apenas de um ser.

          Curtir

        • Treinador bom hoje tem que um bom “gestor de pessoas”…e não babá….

          Moleque chega da base com 1500 assessores de imprensa, carrão, e badalação, se o treinador não controlar o elenco, não basta ser bam bam em tática somente, como disse o Tostão, “encantador de serpentes”…

          Os tempo são outros…..amigos…

          Curtir

          • Treinador sozinho não consegue gerenciar um grupo com 28/30 jogadores.

            O RC não tava dando conta nem do trabalho de campo quanto mais conversar com o jogador….rs

            Curtir

          • Não força FBN.

            Desde a época do Tele era assim.

            Em verdade, quando você fala em “a época é outra” a única coisa que mudou, foi a cabeça dos jogadores… que se acham maiores que os clubes.
            O treinador sempre teve que gerir o grupo.

            Olha a diferença de postura entre os jogadores mesmo dentro do nosso elenco: Pratto, Jucilei, Rodrigo Caio… esses tem boa postura porque são bons profissionais? AAA mas o Cueva também é bom profissional, a culpa é do Rogério…

            Curtir

        • Digo que a bagunça do time e a falta de comando faz com que episódios como esse se repitam cada vez mais.

          Michel Bastos, Maicon e Cueva mostram que o time está sem comando a muito tempo.

          Falta alguém como MAC ou Luiz Cunha pra fazer este papel de gerenciar o time.

          Curtido por 1 pessoa

      • Porque Jadson está em forma?
        E aqui estava sempre acima do peso?
        Por causa so Ceni? rsrs
        Mesmo postando 200vezes nao altera fato.

        O diretor de futebol dos travecos explicou como foi o processo de conscientização e acompanhamento ate atingir a estabilidade do Jadson.
        Tite que ficava de olho no prato do cara e pegando no pé?
        Claro que não!!!!

        O MAC falou que o Adriano tinha gente que ficava o tempo todo na cola dele senao chegaria atrasado todi treino por causa das baladas dele. As vezes ia buscar ele.
        O sao pauli foi elegante na saida dele. Ficou so 3 meses…

        Gestao.

        Jogador com birra é mais antigo que andar para traa

        Nas a culpa é do Ceni rsrs
        A César o que é de César, que tal?

        Curtir

  12. Não acho Cueva imprescindível. Acho que Gomes e Lucas Fernandes devem ocupar esse espaço tranquilamente.

    Acho que o problema são os pontas. São Paulo precisa de um ponta operário driblador e um ponta finalizador. Era pra ser Wellington Nem e Maicossuel. Marcinho pode substituir Nem, e acho que Shaylon mostrou que pode substituir Maicossuel. Não tem a velocidade, mas tem mais criatividade, passe e chuta bem.

    Queria ver Leo Natel ou o tal Cipriano como esse ponta operário driblador e ver Brenner como ponta mais finalizador.

    Curtir

  13. Quanto ao Cueva os tempos dos Cardeais do Morumbi acabaram…

    Foi se o tempo que tudo era tratado internamente, que esse tipo de notícia não vazava das alamedas do Morumbi.

    Isso só ajuda esses pseudos jornalistas e comentaristas esportivos.

    Curtir

  14. Realmente, seria uma boa a vinda desse Diego Alves. Terminaria de vez a dúvida no gol.

    Quanto ao Cueva, como fala o leonardoleonidio, deveriam escutar a versão dele. É evidente que ele nao está contente. Ele veio para jogar no gigante SPFC e encontrou a mesma bagunça que ele conhece no futebol peruano. Desmotiva.

    Curtir

    • Hola, Carlos, amigo!

      Então seria bom ele se pronunciar. O empresário dele fica jogando m… no ventilador, Pintado abrindo jogo interno, fora as especulações de transferência. Complica muito.

      Mas mesmo se ele falar algo em nota, como acreditar? Só ver o caso recente do Maicon que disse que estava fechado com o SPFC e tudo mais e saiu uma semana depois.

      Vai saber o que se passa nos bastidores e na mente do jogador…

      Curtir

      • Você tem razão Allan. Mas a gente nao pode esperar sao-paulinidade de jogador. Ele vem porque sabe que no SPFC vai ter projeção e será bem negociado. A propria diretoria deve vender essa idéia. Lembra do Thiago Mendes quando foi apresentado? O empresário faz o dele e o jogador faz o que mandam. Mas , quem sabe, o Dorival não o convence?

        Curtir

    • Não sei não!!! São outros tempos… Naquele tempo os jogadores não tinha empresários, no máximo procuradores…

      Esta muito difícil nos dias de hoje e o Daniel Alves que deu a palavra para o Guardiola e vai fechar com o PSG…

      Curtir

      • Quem acabou com o futebol brasileiro foi empresários como Vagner Ribeiro e Giuliano Bertolucci que fazem a cabeça dos jogadores e exigem mundos e fundos dos clubes.

        Lembram do Neymar na base do Santos e já ganhando uma fortuna?

        Todos os moleques que se destacam na base se acham já craques e nem querem subir pro profissional, querem ir pra Europa.

        Soma se isso mais a falta de profissionalismo dos dirigentes e o atraso do futebol brasileiro, o 7×1 só mostrou como são as coisas por aqui.

        Curtir

  15. Cara, na boa, a própria diretoria queimou o Pintado na mídia, dizendo-se insatisfeita com ele… ele precisava dar a versão dele quanto ao Cueva, se falou a verdade, fez o certo.

    Curtir

  16. Eu tb estava nesse jogo, o placar não demonstra a qualidade que o adversário tinha, tanto é que no jogo da volta poderíamos ter tomado uma goleada no primeiro tempo.
    Aliás temos as duas maiores goleadas em finais da Libertadores e eu estava nas duas, 4×0 contra o CAP do Aloizio Chulapa, que seria campeão do mundo com o SPFC contra o Liverpool.
    Neste time de 1993 , nem Pratto e Jucilei seriam titulares .
    Ainda estaríamos na final no ano seguinte, mas os Deuses preferiram outro campeão, e a torcida influenciada pela mídia da época, execrou o Palhinha pelo pênalti perdido que foi envolvido na troca mais estranha do futebol brasileiro o famoso 5×2 , onde o Palhinha seria campeão da Libertadores pelo Cruzeiro com o Autuori em 1997.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s