Dia 5 de março de 1978, Belo Horizonte.

Apesar de ter feito uma boa campanha, com apenas 4 derrotas, o S√£o Paulo estava longe de ser indicado como eventual campe√£o brasileiro de 1977.

Tinha pela frente, na final, o invicto Atlético Mineiro, um grande time com estrelas do nível de João Leite, Toninho Cerezo e Paulo Isidoro.

√Č verdade que o Galo Mineiro estava desfalcado de seu grande √≠dolo, Reinaldo, artilheiro absoluto do campeonato com 28 gols em 18 jogos.

No entanto, o maior astro tricolor, Serginho, também estava ausente.

Ali√°s, nem tanto…

Atendendo uma ligação de Muricy, Serginho foi levado ao estádio do Mineirão.

Junto a imprensa, foi divulgada uma ‚Äúbarriga‚ÄĚ: Serginho vai a campo.

Pura bravata.

A verdade √© que os jogadores do Atl√©tico acreditaram nisso at√© os √ļltimos momentos.

Foi muito para eles.

De qualquer forma, o cen√°rio estava pronto.

O p√ļblico superior a 100 mil pessoas era quase que totalmente formado por atleticanos.

Enquanto que a pequena torcida tricolor foi reforçada por torcedores cruzeirenses.

Para a surpresa geral, o Mineir√£o teve o seu dia de ‚ÄúMaracanazo‚ÄĚ.

O S√£o Paulo foi valente e com uma ra√ßa fora do comum ‚Äúarrastou‚ÄĚ um 0 a 0 durante o tempo regulamentar.

Coube a Chicão impor seu estilo e fazer os adversários tremerem em seu próprio campo.

A decisão foi para os pênaltis.

No começo da disputa o Atlético levou vantagem, graças ao espetacular goleiro mineiro, João Leite.

No entanto o tricolor tinha Waldir Peres, que mesmo sem defender nenhuma cobrança, desestabilizou o jovem time mineiro.

Os mineiros perderam três penalidades.

No final, 3 a 2 para o S√£o Paulo, e o Brasil era Tricolor pela primeira vez.

Eis a ficha técnica:

Atl√©tico Mineiro 0 x 0 S√£o Paulo (na disputa por p√™naltis, S√£o Paulo 3×2)

Data: 5 de março de 1978

Local: Mineir√£o

P√ļblico: 102.974

√Ārbitro: Arnaldo C√©sar Coelho

Cart√Ķes Amarelo: Tec√£o, √āngelo, Serginho, Bezerra, Peres e Neca

Gols: Na disputa por pênaltis, São Paulo fez 3 com Peres, Antenor e Bezerra e o Atlético marcou 2 com Ziza e Alves

Atl√©tico: Jo√£o Leite, Alves, M√°rcio, Vantuir e Valdemir; Toninho Cerezo e √āngelo; Serginho, Caio Cambalhota, depois Jo√£ozinho Paulista, Marcelo, depois Paulo Isidoro e Ziza. T√©cnico: Barbatana

S√£o Paulo: Waldir Peres, Get√ļlio, Tec√£o, Bezerra e Anteno; Chic√£o e Teodoro, depois Peres; Z√© S√©rgio, Mirandinha, D√°rio Pereyra e Viana. T√©cnico: Rubens Minelli

Por: José Renato Santiago