Estamos terminando o 4¬į semestre na gest√£o Leco.¬† E teremos no 5¬į semestre, o 5¬į novo S√£o Paulo!

E pela 5a vez, come√ßamos o semestre, com a ESPERAN√áA de dessa vez dar certo.¬† E pela 5a vez, o “CAMINHO CERTO”, mudou o percurso, ou o “PLANEJAMENTO FOI BOM” foi vender e comprar jogadores.

Futebol √© um esporte coletivo, onde o ESP√ćRITO DE EQUIPE, o ENTROSAMENTO, s√£o t√£o importantes quanto o talento individual.

Cristiano Ronaldo do Real Madrid é melhor que o Cristiano Ronaldo de Portugal.  Messi do Barcelona, é melhor que o Messi da Argentina.

CR7, tem 394 jogos e 406 gols pelo Real Madrid, e 141 jogos e 74 gols por Portugal.

Messi, tem 583 jogos e 507 gols pelo Barcelona e 118 jogos e 58 gols pela Argentina.

CR7 joga junto com Marcelo (pelo lado esquerdo) desde 2009.

Messi jogava com Dani Alves (pelo lado direito), desde 2008.¬† Dani Alves saiu, e sem d√ļvidas o rendimento de Messi caiu, tendo que se adaptar jogando com Sergi Roberto esse ano.

Enfim, entrosamento não é detalhe, é fundamental em esporte coletivo.

Durante a gest√£o de Leco, veja quantos jogadores trocamos:

2016, SA√ćDAS (COME√áO DO ANO): ¬†Rog√©rio Ceni, Alexandre Pato, Maicon, Luis Fabiano, Edson Silva.

2016, ENTRADAS (COMEÇO DO ANO): Mena, Lugano, Kieza, Calleri, Kelvin e Maicon.

2016, SA√ćDAS (MEIO DO ANO): Ganso, Calleri, Kardec, Kieza, Rog√©rio, Centurion, Caramelo

2016, ENTRADAS (MEIO DO ANO): Ytalo, Cueva, Gilberto, Chavez, Douglas, Buffarini (?), Jean Carlos, Robson

2017 SA√ćDAS (COME√áO DO ANO): Mena, Kelvin, David Neres, Lyanco, Michel Bastos, Hudson, Carlinhos, Daniel, Ytalo, Pedro, Matheus Reis,¬†Auro e Artur.

2017, ENTRADAS (COMEÇO DO ANO): W. Nem, Sidão, Neilton, Cícero, Pratto, Jucilei, Edimar, Thomaz, Marcinho e Morato!

2017, SA√ćDAS (MEIO DO ANO): Luiz Ara√ļjo, Maicon, Breno, Wellington, Neilton, Chavez, Luc√£o, J. Schmitd, a continuar

2017, ENTRADAS (MEIO DO ANO):  Denilson, Maicosuel, J. Gomez, R. Arboleda e Petros.

No novo semestre caso Rodrigo Caio, 224 jogos, o jogador com mais partidas do atual elenco, se ficar terá novos companheiros.  Já atuou com Antonio Carlos, Edson Silva, P. Miranda, Lyanco, Luiz Eduardo, Maicon, Lugano, Breno, Douglas, Militão, e pode ter que se entrosar agora com Arboleda.

Thiago Mendes, desde 2015, já jogou no meio campo com Denilson, Souza, Wesley, Hudson, João Schmitd, Michel Bastos, Carlinhos, Breno, Lyanco, Lucão, Ganso, Boschilla, Artur, Cueva, Thomaz, Jean Carlos, Cueva, Cícero, Jucilei, Militão, Lucas Fernandes, Shaylon e agora jogará com J. Gomez, Petros e Maicosuel.

Caso eles saiam e Lugano, 210 jogos n√£o continue, veja o nosso prov√°vel time titular como ficaria:

Renan (33 jogos); Milit√£o, Arboleda, Douglas; Marcinho, Petros, J. Gomez, Junior Tavares (33 jogos); W. Nem, Pratto e Cueva (48 jogos).

√Č um time onde jogadores n√£o tem 50 partidas pelo clube.

Dif√≠cil esperar que acertemos o √ļltimo passe.¬† Pois isso, n√£o depende apenas do meia ser criativo.¬† De nada adianta ser criativo, se ele n√£o sabe como corre, como se movimenta o jogador que receber√° a bola para marcar.

Difícil esperar que os zagueiros façam uma cobertura perfeita dos laterais e volantes.

Difícil esperar que volantes e meias, troquem passes sem olhar e sem pensar.

Se olharmos a evolu√ß√£o dos tempos da corrida de 100m, ou de Maratona dos √ļltimos 10 anos, veremos um grande evolu√ß√£o no RENDIMENTO HUMANO, do PREPARO F√ćSICO.

Ou seja, o tempo para pensar a jogada diminuiu.¬† E hoje, treina-se a MEM√ďRIA OPERACIONAL, onde s√£o armazenadas, informa√ß√Ķes que j√° foram treinadas ou testadas em jogos.

Um time novo, com jogadores diferentes, voc√™ acaba ZERANDO a MEM√ďRIA OPERACIONAL.

E jogadores quando pegam a bola, precisam pensar.  E quando pensam demais, ou esperam os seus companheiros se movimentaram já são travados pelos adversários.

Se n√£o pensam, sem ter armazenadas situa√ß√Ķes de jogos anteriores, com o mesmo companheiro, temos a impress√£o que a bola queima.

N√£o h√° mais tempo sobrando para olhar a movimenta√ß√£o dos jogadores, dos advers√°rios, a linha de impedimento, e espa√ßos vazios em 1 ou 2 segundos.¬† Ou seja, a TOMADA DE DECIS√ÉO, tem que ser INSTANT√āNEA.

E essa √© a import√Ęncia da MEM√ďRIA OPERACIONAL.¬† Voc√™ uma s√©rie de jogadas armazenadas em seu c√©rebro, que s√£o rapidamente escolhidas por intui√ß√£o!

E a√≠, qual a melhor forma de pensar r√°pido, se livrar a bola, e talvez dar certo, sem isso?¬† Cruzamento na √°rea!¬† N√£o √© passe alto na √°rea para jogadores que voc√™ sabe como se movimenta!¬† √Č chute alto para √°rea e vamos ver no que d√°!

Como torcedor vou torcer para dar certo, mas sabendo que a √ļnica forma de dar certo com um time desentrosado √© “fechar a casinha” e jogar no erro do advers√°rio!¬† Sen√£o, erros individuais continuar√£o a acontecer!¬† Um passe errado de volantes, e laterais, pode gerar um contra-ataque, que com a defesa exposta, pode ser qualquer zagueiro que ter√° grandes chances de falhar!

Ernani Takahashi