Tertuliano Severiano dos Santos.

Um nome bem difícil.

Acabou virando Terto.

Até outro dia ainda trabalhava no São Paulo.

Ministrava aulas para os filhos dos associados.

Mas foi em campo que Terto fez história.

Sua estreia no tricolor foi em 11 de fevereiro de 1968.

Na vitória por 3 a 1 frente o XV de Piracicaba, entrou no lugar do, até então, titular Ismael.

Logo em sua segunda partida, fez o gol da vitória, por 1 a 0, frente o Juventus, aos 40 minutos do segundo tempo.

Um gol que o levou a titularidade na equipe.

E mais um sinal… n√£o desistia nunca.

O jogo podia estar acabando, mas para Terto, é como se ele tivesse começado naquele momento.

Corria muito.

E marcava seus gols.

Ao todo foram 86 com as nossas cores.

Um deles, muito histórico.

Foi autor do primeiro gol tricolor em Campeonatos Brasileiros.

Em 14 de agosto de 1971 frente o Santos no est√°dio do Morumbi.

Terto viveu o auge do resgate tricolor.

Após anos sem conquistas por conta da construção de nosso estádio.

Arrebatamos três estaduais, 1970, 1971 e 1975.

Um vice-campeonato brasileiro em 1971.

E mais um vice-campeonato da Taça Libertadores em 1974.

Terto sempre presente.

Como jogador, ficou até o final de 1977.

Foram ao todo 499 jogos, com 242 vitórias.

10 anos de um coração tricolor para sempre.

José Renato Santiago