Carma Tricolor

carma

Há quem apoie, há quem o peça fora o mais rápido possível, há os que não aguentam mais falar disso…

Não tem como não falar de Rogério Ceni.

Quero fazer aqui um comparativo entre o Ceni goleiro e o Rogério treinador. Explico:

Ceni sempre foi um jogador polêmico, vencedor e exigente com seus comandantes.

Se Ceni exigiu tanto dos técnicos enquanto jogador, cobrando mudanças de postura e atitudes, muitas vezes publicamente, agora Rogério tem que suportar, saber lidar, reagir, passar por cima e transformar o péssimo momento e a desilusão da torcida novamente em esperança.

Talvez esse seja o carma de Rogério.

Em toda sua carreira, sempre houveram boatos de suas preferências por alguns treinadores que trabalhou e seu total desprezo por outros.

Nunca houve nenhuma dúvida quanto à admiração recíproca de Ceni pelos treinadores Telê, Muricy, Autuori e Osório.

Também nunca duvidamos de seu péssimo relacionamento com Cuca, Parreira, Leão, Carpegiani, Ney Franco…

Ceni enquanto jogador, pelo status que conquistou na equipe, em alguns momentos, deu entrevistas deixando evidente sua insatisfação:

Pois bem.

Rogério nunca passou imune aos treinadores que passaram pelo São Paulo enquanto jogador. Era amor ou terror.

Parafraseando Major Rocha do Tropa de Elite, quando era no amor, havia cumplicidade e desejo de aprendizagem.

Quando era no terror, a insatisfação era nítida. Talvez, no seu interior, Ceni pensasse que, se estivesse no lugar de seu chefe, faria melhor.

Na maioria das vezes, eu acredito que ele tinha razão.

Quem de nós nunca pensou assim de seu chefe em determinadas atitudes?

Agora que a pedra vira vidraça, o comandado passou a ser comandante, também é necessário aguentar o carma.

Carma, na religião hindu e budista, segundo o dicionário Michaelis:

“Princípio que rege a filosofia religiosa oriental, no budismo e no hinduísmo, segundo o qual o destino do ser humano é determinado pelo conjunto de suas ações em vidas anteriores. As boas atitudes podem gerar carma positivo e as más podem resultar em carma negativo.”

Rogério talvez não tenha se preparado tanto quanto necessário. Nem para o cargo e nem para o carma.

Talvez não tenha separado a gigantesca influência que tinha no vestiário enquanto jogador da inicial influência que tem hoje como treinador.

Talvez tenha como convicção exaltar os pontos positivos na derrota, ao invés de assumir erros e deficiências publicamente, o contrário do que normalmente fazia como jogador. Incentivar seus comandados é uma linha de comando positiva em qualquer empresa.

O problema é quando as ações da chefia para melhora de desempenho de qualquer equipe são apenas os elogios públicos combinados com cobranças internas (se houverem).

Ceni goleiro comandava o vestiário com a ajuda do treinador. Rogério carece de um Ceni no elenco para ter o comando da equipe.

Talvez seja a tal arrogância atribuída a ele.

Talvez seja, como dizem aqui no interior, a “farta de carma” dessa torcida.

Talvez seja apenas seu carma.

Seja o que for, que tenhamos calma.

Que Rogério tenha a condição de fazer uma análise sem paixões de seu trabalho, que se perceber que há a necessidade de aprimorar sua filosofia, que pense em uma retirada, sem maiores manchas em sua imagem vencedora.

Também torço para que, se Rogério tem tanta confiança em seu trabalho, que esse episódio da prancheta sirva para unir o elenco contra o que vem de fora, que o blinde e que fortaleça seus comandados.

Que retomem a confiança.

Desde Papai Joel uma prancheta não causa tanta polêmica em um clube.

A prancheta, que era um quadro, que quicou no rosto e depois apenas resvalou no pé, mostram o quanto o São Paulo carece, e não é de hoje, de uma frente de trabalho para melhora da imagem.

Não é possível que ninguém dentro do clube pudesse evitar esse transtorno, bem na semana que anuncia um novo patrocinador.

Uma prancheta ofuscou a notícia de dinheiro entrando para o clube.

Minha modesta opinião, que não vale nada, Ceni ainda não desvinculou a influência que tinha enquanto jogador.

Enquanto jogador, ele dependia apenas dele para mostrar a eficácia de seu trabalho. A posição de goleiro proporciona isso.

Mesmo que a equipe perdesse, gols de falta e boas atuações no gol o isolavam das críticas ferozes ao time.

Um bom goleiro, em uma equipe péssima, sempre será um bom goleiro.

Agora ele precisa unir a equipe. O resultado de seu trabalho depende de pelo menos mais 30 pessoas.

Que ele precisa, urgentemente, que estejam 100% fechados com ele, que acreditem em seu trabalho.

Rogério, na minha mais ignóbil opinião, pecou ao mudar tão drasticamente a forma da equipe jogar. No começo do ano, a formação da equipe, a forma ofensiva de jogar, o pensamento pra frente era um, hoje, três volantes contra o Defensa y Justicia não tem explicação.

Se a motivação para a mudança tão grande são as lesões, peca Rogério em defender o departamento médico. Lealdade a amigos não pode ficar sobreposta à eficiência no trabalho.

Se a mudança foi perda de jogadores, todas as saídas foram avalizadas por ele, vide caso Luis Araújo que não foi vendido.

Se a mudança foi a perda da convicção no estilo de jogo, aí complica.

Esse estilo atual não está funcionando. Com as peças que temos, tenho gigantescas dúvidas que vai funcionar algum dia.

Torço para que Rogério seja menos Ceni no comando.

Que realmente consiga implantar uma filosofia vencedora, que una o grupo, que consiga nos levar de volta ao caminho do jogo bem jogado, porque as vitórias serão as consequências inexoráveis dessa equação.

Que o clube saiba lidar melhor com episódios como esse da prancheta, antes que tenhamos hoax como:

– Talvez, isso explique a razão de um importante jogador do São Paulo ter declarado a seguinte frase: “Se as pessoas soubessem o que aconteceu no vestiário entre Rogério e Cícero, ficariam enojadas”…

Não se permite zoar de uma instituição tão grande sem fazer nada. É inadmissível aceitar a imprensa soltar tanta coisa ruim sobre o São Paulo.

Não há um trabalho de bastidores na mídia e nem na CBF.

Ao contrário, vemos rivais que saíram do mais absoluto limbo, terem seus dias de glória.

É necessário um resgate urgente da imagem do São Paulo Futebol Clube.

No mais, bola pra frente, se briga em vestiário fizesse a equipe perder em campo, o Palmeiras não teria sido campeão brasileiro ano passado, tendo em vista a briga de Cuca e Rafael Marques.

Quanto a Rogério, torço para que ele e o São Paulo tomem as melhores decisões possíveis, pensando no clube e não apenas em seus egos.

Ninguém é maior que o São Paulo!

 

Por Cleiton

 

 

 

 

Anúncios

57 comentários

  1. desde a ultima gestão do Juvenal o SP se apequenou e aceitou passivamente a influencia nefasta de um falso idolo, o MICO!!!! Diretoria ridicula e irresponsavel com apoio sem sentido departe da torcida e da imprensa, Hoje temos o menor patrocinio,, o estadio mais ultrapassado, pouca transparencia, e uma mania de viver do passado;;;;
    O SP parece muito com o Brasil atual,,,, Precisamos recomeçar ,,,,,

    Curtido por 1 pessoa

    • M1to Ceni é o maior ídolo doa história do SPFC. o SPFC nunca se apequenou, passa por maus momentos porque o clube está sem dinheiro e sem dinheiro não há como ter bons jogadores. O patrocínio do SPFC é um bom patrocínio para a realidade do país, que está falido e a se confirmar as últimas notícias, a caminho da venezuelização. O Morumbi é um excelente estádio, muito melhor que o Itaquerão, caindo aos pedaços e que não foi construído com dinheiro público. E quer queiram quer não o SPFC continua Soberano, porque não vejo ninguém mais com 3 Libertadores e 3 mundiais.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Olá Cleiton, bom dia.

    Afinal, quem comanda o futebol tricolor ?

    O Ceni eu sei que não é.

    Cadê o vice de futebol?
    Cadê o supervisor ?
    Cadê o diretor ?
    Cadê o gerente ?

    Curiosa a quase unanimidade que estabelece uma onda em avalanche,
    que esquece hierarquia e responsabilidades inerentes à toda cadeia de comando.

    Mas vida que segue.

    Curtido por 3 pessoas

    • A maioria esqueceu mas so para relembrar, ano passado o Bauza, que estava quase fora da libertadores na fase de grupos, com vestiario em chamas, divisao de grupo, tentativa de greve, o Luiz Cunha acalmou o vestiario, time comecou a vencer e chegou a semifinal. Sem alguem de fora para acalmar vestiario, teriamos provavelmente a pior campanha da libertadores da nossa historia.. O Bauza e muitos torcedores nao entenderam a importancia do escudo e trabalho gerencial do vestiario. Sem isso e sem entender isso teria sido demitido muito antes porque time estava uma draga em campo, por causa de fatores externos.

      No fim do ano, time perdido tambem, diretor perdido tentando contratar as pressas, time beirando a zona da degola, eis que chamam o MAC, que acalma o vestiario, breca todas as contratacoes e time comeca a ganhar. Sai da zona da degola e termina o ano mais ou menos.

      Leao, Autuori, Muricy ganharam varios titulos entre 2005 e 2008 com MAC na midia fazendo escudo. Defendia clube, defendia, jogador, tecnico, amenizava criticas, zoava adversarios, enquanto tecnico trabalhava de boa. Escudo, Pessoal pegava no pe dele e esquecia um pouco jogador e treinador.
      Pintado e auxiliar tecnico, nao gerente ou diretor de futebol.

      Problema nao eh de ordem tecnica, eh de gestao. Mesmo com as deficiencias do novato.
      Poucos tecnicos experientes sabem lidar com fatores extracampo, gestao, liderança, torcida, midia, jornalista, etc.

      Curtir

  3. O São Paulo precisa vencer urgentemente. Uma vitória contra Avaí e Crefisa na sequência já dará uma boa acalmada na crise e uma boa subida na confiança do time e da torcida. Assim espero.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Se o RC fazer o time jogar como no início do ano, e acertando essa peneira que é a defesa, acredito em uma classificação para a Libertadores, mas do jeito que está, vamos brigar novamente para não cair.

    Curtir

  5. Se o Lecão da massa foi até a Itália atrás de goleiro tá fazendo merda de novo…. goleiro hj não é problema, nosso maior problema seria lateral , meia armador, zagueiro…. na minha opinião. …

    Curtir

  6. Cleiton!!!!
    Essa foi uma das colunas mais ponderadas e conscientes que já li aqui no Blog, cara!!!
    Parabens!

    Parece que a situação é mesmo um pouco complexa, e torcedor em geral não tem muita paciência,
    ainda mais torcedor tricolor.
    Mas a comparação do Rogério Jogador X Rogério Treinador foi interessante… o conflito que em sua
    opinião possa estar havendo é possível.
    Por outro lado, como eu e outros já observaram também, a mídia amplifica e muitas vezes distorce as
    notícias, e precisamos estar espertos com o que eles divulgam, e qual o interesse por trás… aliás, esse
    interesse nós já sabemos qual é.

    Rogério Treinador está tendo algumas falhas? Com certeza! E vc possivelmente chamou atenção para
    os principais aspectos de algumas questões ocorridas e decisões equivocadas tomadas por ele.
    Mas, como vemos, boa parte da torcida carece de paciência…
    Então, tenhamos paciência com eles também… Rsss

    “Talvez seja, como dizem aqui no interior, a “farta de carma” dessa torcida.”
    Ri prá caramba dessa frase!
    Kkkkkkkkk

    E apenas uma observação mais, ou na verdade um complemento:
    Carma (na verdade “kharma” em sânscrito) é resumidamente “lei de ação e reação” em relação aos
    atos cometidos por um indivíduo, seja em vidas anteriores, seja na atual. Pois muita gente às vezes
    viaja na idéia de que vidas passadas (que muitos não acreditam) está influenciando na vida presente
    e não age na atual para melhorar/mudar, sendo que há essa possibilidade. E muitas vezes é a atual
    existência que está regendo a maioria das situações na vida presente da pessoa e, novamente, ela
    não se dá conta ou não quer mudar, tomando consciência dos atos e ajustando sua vida na busca
    de um destino mais auspicioso.

    E, no caso do Ceni, creio ser provavelmente, mais, o 2o caso.

    Abs e novamente parabens pelo texto.

    E saudações tricolores a todos do Blog, e um bom dia.

    Curtido por 2 pessoas

    • E apenas como adendo, uma frase indiana que professa o seguinte:
      “O mal que não ocorreu ainda é evitável”
      Para que todos nós – e o Ceni – pensem a respeito.

      Abs

      Curtir

  7. Todo técnico bom tem que ter pelo menos três qualidades,saber muito sobre táticas,tentar melhorar tecnicamente os jogadores que tem no seu plantel,como passe e cruzamentos e e ter o discernimento de colocar o jogador na posição que rende mais em benefício do conjunto.Mas tem algo principal que é ser um líder e gerenciador de pessoas.Trazer os caras pro seu lado,fazer eles acreditarem num ideal.Pois por mais que os dois primeiros itens ser importantes,,pode colocar na lousa,prancheta,tablet que não dará certo.É como ter um carro zero na garagem mas não ter a gasolina.Não sei se o Rogério é um bom gerenciador de pessoas,sinto os jogadores meio relaxados,sem preparo físico e mental.Não sei se é um problema dele ou da estrutura do clube.É inadmissível vc ver o estado do Cuevas e como csiu o Luís Araújo,e isso vejo de longe parecendo que “estão na zona de conforto” e aí que entra um comando,nada de bobagem de psicóloga,tem que ser olho a olho,cara a cara e isso não sei se nessa questão Ceni está pecando.Só sei que o time atual parece que estamos começando o ano agora,pois não existe time time titular,não estão fisicamente e nem um esquema tático definido,já vi que no jogo treino dessa semana estava jogando no 3x6x1.Então só resta torcer pro “acaso” der certo….

    Curtir

  8. Não deixemos a idolatria nos tornar cegos. Ele não está pronto e não somos laboratório. Time está sem nenhum padrão, após 5 meses. Time está desestabilizado e ele não tem bagagem pra motivar os jogadores. Se foram 14 dias SÓ DE TREINO e o que se viu foi algo assustadoramente pior do que antes. O time não tem NENHUMA CONDIÇÃO FÍSICA pra fazer 90min dignos, mas ele banca a equipe de preparação física. O time tem reiteradas e sucessivas lesões musculares e ele não pressiona a diretoria pra mudar. A saída dele não deve ser encarada como uma reprovação, porque não existe nenhum são paulino em sã consciência que duvide do tamanho da capacidade desse cara. Ele precisa e merece ser poupado de um fracasso histórico, porque isso a cada dia que passa parece mais inevitável. E aguardamos ele de braços aberto num futuro próximo, quando estiver realmente pronto pra conduzir um time de primeira grandeza mundial como o SPFC.

    Curtir

    • Colocam um marketeiro cuidar do futebol… já começa por aí… o cara está lá, porque molhou a mão de alguém e colocou 16 milhões em um jogador meia boca.

      Curtir

  9. Eu acho engraçado essa de o sistema dele não ser passível de ser aplicado por questões físicas, de o jogador não aguentar a intensidade no jogo todo e ao longo da temporada.
    Ora, ele foi jogador por longos anos e isso é usado pra credenciá-lo a ser técnico sem ter experiência, então deveria ter consciência de que o esquema não teria a aplicação prática que ele gostaria. Logo, deveria JÁ ter alternativa. E a impressão que passou ao longo do começo de temporada, é que a alternativa ele tá buscando no meio do caminho, meio que a fórceps.

    Curtido por 1 pessoa

  10. Quando você diz que o Rogério precisa de um Ceni em seu elenco, eu concordo e esperava que o Lugano o fosse.

    Mas, como você mesmo levantou a dúvida: será que o Rogério não quer ser o seu próprio Ceni no elenco?

    Ele precisa disso, mas será que quer que outra pessoa exerça essa função/posição?

    essa é minha dúvida.

    Em relação a goleiro, acho a maior besteira… O Renan é muito bom goleiro. Não acho que o nosso problema é no gol… até pouco tempo, era.

    Agora, não mais.

    Curtir

  11. Do GE: “Após ser aprovado nos exames médicos, o zagueiro Breno assinou contrato de empréstimo até o fim desta temporada e foi anunciado oficialmente como mais um reforço do Vasco para a disputa do Campeonato Brasileiro”.
    Li que fizeram um exame especial de carga no joelho operado e ele passou com nota máxima nesse exame.

    Curtir

  12. A pressão vai aumentando cada vez mais, Rogério não tem experiência e estofo para ser técnico do só, pelo visto já perdeu a confiança de seus jogadores, seu time tem uma defesa que é chacota, suas escalacoes e substituiçoes vão muito além ser técnico e estudioso e ele não conhece a característica de seu elenco e não está conseguindo descobrir uma habilidade nova neles.

    Curtir

  13. Parte Técnica
    Contratar um Preparador Físico (Fabio Mahseredjian)
    Contratar um Preparador de Goleiros (Zetti)
    Passar o Jardine para auxiliar de Rogério no Profissional (Jardine auxiliar principalmente no posicionamento da defesa)
    Dispensar (Pintado e os Gringos da Comissão Técnica)
    Contratar Jogadores, um Zagueiro, um Meio Campo e um Meia Amador

    Parte Diretoria
    Contratar uma pessoa com influencia na Federação Paulista e CBF (SPFC fraco nos Bastidores)
    Contratar uma pessoa que faça o elo entre jogadores e diretoria (Cafu, Edmilson, Amoroso etc.)

    Curtir

  14. Gostei muito do texto , na minha opinião , muitas vezes criticamos a falta de capacidade do técnico , dos diretores e dos jogadores , mais nem sempre esse é o problema que dificulta e impede o trabalho de ser bem feito , o problema que mais impede a evolução e o bom andamento das coisas é a falta de visão da situação , e falta de comando ou negligência sobre os fatos , então Ceni tem que desenvolver essa visão de treinador tanto no campo de jogo , leitura de jogo , tanto no comando do time , forma de dirigir , ele não é mais jogador , porque até agora ele como técnico tem deixado o barco a deriva , se tivesse um comando forte e tivesse resolvendo as coisas na minha opinião não precisaria dos jogador defender ele e seu trabalho , problemas acontecem em todo time , os jogadores e a diretoria estão dizendo que estão fechado com ele , é uma chance pra ver se ele realmente assume o comando , porque os jogadores não vão resolver no campo se as coisas continuarem caminhando fora do eixo .

    A razão pela qual apoie a vinda do Rogerio é que ele conhecia o clube , sabia do Denis frangueiro , do preparo físico ruim , dos diretores incompetentes ,mais chegou e pela falta de experiência e tentou fazer o trabalho sem arrumar a casa , se ele chega e se preocupa primeiro em arrumar a casa , e eu acho que ele tinha essa influencia para fazer isso , traz um preparador físico , pede para por um gerente de sua confiança para trabalhar junto ao elenco , fizesse uma analise melhor do elenco de que iria dispensar e quem chegaria , o time seria outro agora , mais se preocupou somente no aspecto tático , o tático é o mais simples contrata um treinador bom ele chega hoje e faz um trabalho tatico melhor que o Rogerio já pro fim de semana , se ele não acordar para esses detalhes o trabalho vai se desenvolver de forma razoável , se resolver esses problemas mesmo ainda não sendo experiente vai conseguir exito .

    Curtir

  15. Situação do São Paulo FC é igual do Brasil, é gravíssima…

    Presidente incompetente e diretoria montada a base de acertos políticos, ou seja, muita gente que não é do ramo.
    Dívidas, rendas comprometidas, patrocínios baixos, elenco mau montado, preparação física ridícula, fisiologia onde éramos referência nacional e até mundial hoje ela é comum, treinador arrogante e perdido, time sem qualquer força de brigar por nenhuma competição, a marca São Paulo FC está de desvalorizando a cada temporada, situação tensa….

    Curtir

    • Você vive no mundo da lua. Sempre haverá política nos clubes.No Guarani da capital há agora uma guerra aberta entre o antigo presidente contra o Novo e a Crefisa. No Small, há pouco tempo, André Sanches tentou obter o impeachment do Roberto de Andrade para tomar o poder novamente. E assim vai. O SPFC não é diferente, seus dirigentes são seres humanos comuns, nenhum deles tem o comportamento de madre Tereza de Calcutá, assim como nenhum dirigente do futebol mundial. Patrocínio baixo? Voce deve ser um daqueles que adoraria ter uma crefisa lavando dinheiro no SPFC, não é?

      Curtir

  16. Não acho que o Rogério tenha mudado tanto de filosofia, ele ainda quer um futebol ofensivo, mas o time caiu fisicamente (por conta dele, quis começar o ano voando, hoje que era pro time estar no auge está, na verdade, com todo mundo estourado) e ele, no auge da sua arrogância, quer achar função nova pra todo mundo. Pega o Cícero, sempre jogou do meio da frente, sempre jogou muito bem, era capitão e artilheiro do Fluminense ano passado, aqui ele virou primeiro volante/terceiro zagueiro por ser alto e ter bom passe. O Pratto é alto e tem bom passe, se colocar ele nessa posição, ele também não vai jogar nada. O T. Mendes é rápido, é bom marcador e tem bom passe, mas o passe dele não é bom o suficiente pra ele ser armador do time, é bom pra ele entregar a bola no pé do armador, só isso. Ele é rápido, mas não tem físico bom o suficiente pra correr o campo inteiro o jogo inteiro, portanto hoje ele fica do meio pra frente, a gente perde um bom marcador e tem um péssimo armador sendo que poderíamos ter um segundo volante muito bom que chega pra chutar de fora da area as vezes, mas que a prioridade é a marcação. O Jucilei tem um passe até melhor que o T. Mendes, se colocar de armador, não vai jogar também. De que adianta sacrificar uma posição de um marcador só pra ter o Cícero com um bom passe se ele vai entregar no pé do T. Mendes e o lance vai morrer? Uma outra coisa que mudou muito é a liberdade que os homens da frente tinham. Cueva jogava mais pelo meio e o ‘outro ponta’, no caso o LA, não ficava preso num lado, era mais um segundo atacante, participava mais do jogo.
    Acho que independente disso o Rogério tem que sair, não usa a base, as substituições beiram o absurdo, falta convicção, uma hora tem que reduzir o elenco, outra hora precisa de 3 contratações, indica o substituto do Cueva, quando ele chega, além de não jogar, continua a insistência que precisa contratar (jogou o dinheiro do SP no lixo??) e, principalmente, arrogante demais pra quem tá começando. Não podemos perder um camp. brasileiro inteiro apostando numa melhora que HOJE não temos indício nenhum de que virá.

    Curtido por 1 pessoa

    • Mas independente de tudo isso, é vergonhosa a atuação da diretoria em tudo isso. Se escondem como ratos. Não bancam o próprio treinador e nem o próprio elenco. Deu o clube ao Rogério em troca de se blindarem. Falta comando.

      Curtido por 1 pessoa

  17. Não existe carma, na minha opinião. O que existe é falta de dinheiro, por isso não temos ataque .Ou alguém acha sinceramente que jogando com Luis Araujo e Wellington Nem nas pontas vamos chegar a algum lugar. Enquanto não se resolver o problema financeiro não há chance de título algum. O resto são fatos pequenos que não influenciam tanto assim.

    Curtido por 1 pessoa

    • Os problemas de hoje são sim fruto de erros do passado, mas o maior problema é que os erros do passado não nos ensinaram absolutamente nada. Estamos na terceira reencarnação pós JJ e a meleca é a mesma.
      Dinheiro é importante, mas ter dinheiro e não saber gerir esse dinheiro coloca a fator financeiro em segundo plano.
      A qual conclusão chegamos? Que temos problemas de gestão, dinheiro e técnico…
      Quer começar a mudar as coisa? Tem que começar mudando a gestão.

      Curtir

  18. E ainda tem gente reclamando do nosso patrocinador….Em dificuldade financeira, Corinthians sofre para ter novo patrocínio máster
    Sem acordo com a Caixa, clube busca parceiro para projeto a longo prazo. Problemas no passado recente fazem diretoria adotar cautela em procura

    Curtir

  19. Desculpas do SPFC dos últimos anos….
    Guerra política….todos os clubes tem…
    Dívidas….todos os clubes tem…
    Falta de dinheiro….ninguém está nadando no dinheiro….exceto a Crefisa….(mas a casa vai cair)
    Tempo de preparar o time……nenhum clube tem esse tempo…..
    Calendário….todos os clubes brasileiros sofrem com isso…

    Incompetência mesmo, times com menor estrutura montam times mais competitivos que o nosso há anos, até o Figueirense que montou um time em 1 mês os jogadores correm atrás da bola com vontade.

    Curtir

  20. Algo fora do assunto aqui… Mas penso que se o Lugano vier a ser técnico, acredito muito que tenha potencial para se tornar um bom técnico… O que vocês pensam?
    Abraços aos amigos Tricolores!!!

    Curtir

  21. a posição de goleiro não é um problema hoje, era com o Denis, hoje o garoto lá não compromete não, pelo contrario na minha visão é bem ok para a posição.

    Ceni pra mim precisa ser mais humilde, enxergar os erros e tentar corrigir, esse papo de estatística que mostra algo é balela, “moneyball” no futebol ainda não vi funcionar.

    o elenco carece de meia armador, só o gordo do cueva não tem como aguentar o ano todo.
    a zaga pode parar de palhaçada e começar a jogar de forma minimamente descente tbm.

    nao tenho tantas reclamações sobre a escalação, só improvisar a laterar é um erro. depender do gordo cueva é um erro, e 3 volantes tbm, o resto ta ok.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s