As v√©speras do inicio do Brasileir√£o-17 e ap√≥s mais uma elimina√ß√£o, essa de forma vexat√≥ria em casa para um time min√ļsculo da Argentina chego √† conclus√£o que nosso clube se tornou um Benjamin Button.

Tudo começou animador, pré temporada completa, mudanças no elenco com saídas de contestados, chegada de reforços e principalmente uso da Base multi-campeã.

Amistosos animadores e título na Flórida Cup, mesmo sendo um titulo de verão e sem vencer nenhuma partida víamos ali uma esperança de melhora á médio prazo, um projeto de time que agrada aos olhos, pela forma e vontade de jogar.

Time tocando a bola e procurando triangula√ß√Ķes e marcando de forma incans√°vel.

Começamos o Paulista e nosso ataque parecia um rolo compressor, nossa defesa era vazada, mas isso era algo a ser ajustado com treino e chegada de reforços.

Criamos a Cueva depend√™ncia, sofremos mais um pouco com Denis, nos surpreendemos com os garotos da base, ganhamos Jucilei e Pratto, sent√≠amos o time em evolu√ß√£o, por√©m ap√≥s a derrota para o Palmeiras essa sensa√ß√£o foi diminuindo e as d√ļvidas surgindo.

Chegamos aos momentos decisivos do Paulistinha, Copa do Brasil e inicio da

Sul-americana, com esperanças, mas o que vimos foi frustrante.

Fomos eliminados de TODAS as tr√™s competi√ß√Ķes e somente em uma n√£o sentimos vergonha!

Dos √ļltimos cinco jogos, duas derrotas, dois empates e uma vitoria, e somente um jogo digno contra to Cruzeiro em BH.

Noss √ļltimo jogo/derrota nos passa a impress√£o de que ap√≥s pr√© temporada, quatro meses de jogos e 18 dias de inter temporada n√£o evolu√≠mos. Pior voltamos regredimos e ainda n√£o chegamos ao fundo do po√ßo.

Planejamento errado.

√Č f√°cil falar disso ap√≥s o desastre que foi o primeiro semestre, por√©m mesmo se tiv√©ssemos avan√ßado na Sul americana o sinal de que faltou experi√™ncia na hora de fazer o planejamento √© claro, vamos l√°.

Ao assumir o clube as metas do M1to eram, entregar um time competitivo, que tivesse posse de bola, raça, conquistasse uma vaga na libertadores-18 e fosse campeão.

Nossa agenda era, Flórida Cup (preparação), Paulistinha(Laboratório), Copa do Brasil e Sulamericana(chance de títulos significativos e vaga na libertadores).

Claro que devemos sempre almejar ganhar tudo, mas não podemos ter esse objetivo quando temos um time em formação com jogadores de base e oportunidades de negócio e um treinador inexperiente.

Logo nosso foco seria Copa do Brasil e Sulamericana, mas o que vimos na reta decisiva do semestre foi que deixamos de jogar 100% na Sulamericana no jogo de ida e na volta fomos incompetentes. Fomos eliminados de forma patética no paulista e tivemos brilho apenas na copa do Brasil.

A culpa aqui não é só do Treinador e seus assistentes, mas da direção de futebol e presidência que sabemos vivem no mundo da lua.

Prova disso que é a diferença de comportamento do time quando Luiz cunha e Depois Marco Aurélio Cunha tentaram ajudar o clube.

Não acredito que Pinotti tenha um efeito semelhante, e hoje precisamos disso, Rogério sua comissão e jogadores precisam e explico no próximo tópico.

Rogério Ceni.

Ontem ap√≥s o vexame que assistimos, senti vergonha e preocupa√ß√£o com as declara√ß√Ķes do nosso treinador, se antes acreditava que as desculpas atreladas ao argumento de posse de bola eram artif√≠cios para proteger o elenco hoje lamento dizer que nosso treinador continua com uma caracter√≠stica muito ruim que j√° mostrava quando jogador, Arrog√Ęncia.

√Č ineg√°vel que o Jogador foi/ √© um √≠dolo do clube, para uns o maior que para outros, que √© muito inteligente, apaixonado e determinado, mas durante sua carreira mostrou dificuldade para aceitar criticas, algo ate normal para um jogador diferenciado.

Al√©m de achar que ele estava/foi usado para fins pol√≠ticos no clube e ser treinador de primeira viagem, algumas caracter√≠sticas de personalidade como a arrog√Ęncia me preocuparam.

Confesso que me surpreendi com a proposta e método de trabalho muito interessantes e a divisão de responsabilidades e como o elenco esta de certa forma unido.

Hoje acredito que apesar de tudo ele √© a melhor op√ß√£o para o clube, na √©poca de sua contrata√ß√£o quais eram as op√ß√Ķes?

Técnicos estrangeiros, além de terem que se adaptar também sofreriam com o elenco mediano do time, política e cairiam já na derrota no paulista.

N√£o t√≠nhamos t√©cnicos experientes em boa fase e dispon√≠veis no mercado nacional para iniciar um trabalho e ag√ľentar essas elimina√ß√Ķes.

E o mais importante todos eles sofreriam pressão da imprensa e da arquibancada a cada derrota para que o Rogério Ceni fosse contratado.

Nos resta apoiar e torcer para que o São Paulo contrate uma figura com experiência para fazer o elo de ligação Presidente/Pinotti com  RC/ Comissão e jogadores.

Opini√£o

O S√£o Paulo com problemas pol√≠ticos, financeiros e de elenco limitado teve seus melhores momentos nos √ļltimos anos quando teve diretores de futebol que entendiam de futebol, eram transparentes e amavam o clube.

√Č ineg√°vel que nas gest√Ķes de Luiz Cunha e de Marco Aur√©lio Cunha o futebol do time andava de forma diferente mesmo quem sem ganhar titulo.

Não importa o nome do cargo, precisamos urgente dessa figura, ou de alguém com mesma bagagem para ajudar a colocar o time nos trilhos, não Acho que Pinotti tenha esse perfil.

Precisamos de algu√©m que troque os preparadores f√≠sicos, o time h√° anos morre no segundo tempo, convive com les√Ķes e encerra o ano com reffis lotado, algu√©m que demova a id√©ia de redu√ß√£o de elenco que esta na mente do Rog√©rio.

Com a prepara√ß√£o f√≠sica do time no decorrer do campeonato teremos que apelar para contrata√ß√Ķes bizarras de serie B e C ou base sem experi√™ncia pela aus√™ncia de jogadores.

Melhor um Breno a um jogador de serie c(como já tivemos) ou queimar alguém da base por mais um planejamento errado.

Essa figura precisa também conversar como o Rogério e ajudar a ele e seus gringos com o time, apresentar um ponto de vista diferente.

Quando li a reportagem abaixo na ESPN logo liguei a nossa situação, é a história de um ídolo que voltou para ajudar seu time em uma das suas primeiras experiências como treinador, teve dificuldades e mudou o rumo do clube e da carreira quando teve ajuda e aconselhamento

http://espn.uol.com.br/noticia/692047_ele-ganhou-a-champions-com-ronaldinho-voltou-pra-casa-fez-superestagio-e-agora-pode-quebrar-tabu-de-18-anos

Rogério precisa disso e o São Paulo também.

Minha sugest√£o, politicamente deixa o Pinotti cuidar das negocia√ß√Ķes chama o Luiz Cunha ou Marco Aur√©lio Cunha , traz o Muricy e o Ra√≠¬†para dar um apoio que as coisas tomam jeito.

Acredito nessa camisa, nas idéias do Rogério e em muitos jogadores, mas para que esse projeto siga em frente precisa de ajustes para ontem.

Abraço a todos.

Walter