O tricolor Marechal da Vitória

Um dos maiores dirigentes de toda história do futebol brasileiro.

Certamente, Tricolor, é óbvio!!!

O nome dele?

Paulo Machado de Carvalho.

Nascido em 9 de novembro de 1901, na cidade de São Paulo, Paulo Machado de Carvalho foi um cidadão muito a frente de seu tempo.

Com apenas 30 anos fundou a Rádio Record.

Anos depois adquiriu a Rádio Panamericana, hoje Jovem Pan, atualmente dirigida por seu filho, Antônio Augusto Amaral de Carvalho, o Tuta.

No campo esportivo, começou como vice-presidente do São Paulo da Floresta ainda em 1934.

Posteriormente assumiu o departamento de futebol do Tricolor, de onde saiu para ser presidente entre os anos de 1946 e 1947.

Sempre foi muito vitorioso no futebol, sobretudo na década de 1940 que foi amplamente dominada pelo São Paulo com os títulos de 1943, 1945, 1946, 1948 e 1949.

Em 1957, já como dirigente da CBD, Confederação Brasileira de Desportos, atual CBF, recebeu um pedido do presidente da entidade, João Havelange:

– Precisamos formar uma seleção que faça o povo brasileiro esquecer a derrota de 1950. Assuma o poder da seleção e faça o que for necessário.

Pois bem, Paulo Machado de Carvalho organizou a Seleção Brasileira e foi o maior responsável por colocar o Brasil, de vez, no topo do futebol mundial.

Era o fim do “Espírito de Vira Lata” e o início de uma hegemonia que perdura até os dias atuais.

Sua visão empreendedora, profissionalismo e coração tricolor foram essenciais para as conquistas da Copa do Mundo de 1958 e 1962.

Em ambas as oportunidades chefiou a delegação com mão firme e rara perspicácia.

Um exemplo que ficou para história aconteceu justamente as vésperas da final da Copa de 1958 frente a Suécia, seleção dona da casa.

Devido ao fato de ambos os selecionados adotarem a mesma cor em suas camisas, amarela, foi necessário um sorteio.

O Brasil perdeu no sorteio, e teria que usar camisas azuis.

Eram dois problemas.

O primeiro foi facilmente resolvido, por Paulo Machado que comprou no mercado sueco camisas azuis que tiveram números e distintivos costurados por membros da delegação nacional.

O segundo era bem maior…

Paulo Machado de Carvalho temia que os jogadores brasileiros identificassem essa derrota no sorteio como um sinal de eventual revés na final frente os suecos.

Para ele, no entanto, nada era problema.

Rapidamente, passou aos jogadores que o Brasil tinha tido sorte no sorteio e por isso seria utilizada a cor do manto de Nossa Senhora Aparecida, o azul.

Passou para a história como o Marechal da Vitória.

Ainda em vida, emprestou seu nome ao maior estádio público da cidade de São Paulo, o Pacaembu.

O maior dirigente da história do futebol tinha que ser tricolor.

José Renato Santiago 

Anúncios

43 comentários

  1. Para o Marechal da Vitória, nada era problema! Eu fico me perguntando: como ele resolveria o nosso time atual que não se torna mais campeão de nada? Há mais mistério nesta indagação do que sonha a nossa vã filosofia tricolor.

    Curtir

  2. Comparar com os dirigentes de hoje, principalmente a turminha do Jumencio safado, meu Deus.

    Saudades de um tempo que nem vivi.

    Grande Dr. Paulo Machado de Carvalho.

    Curtir

  3. E os dirigentes atuais metidos em falcatruas como o Aidar ou sonsos e sem idéias como o Leco , e oxalá seja o Leco apenas sonso.
    Agora uma coisa é certa, temos que cobrar tb os duzentos e tantos conselheiros omissos e não atuantes pró SPFC, pois só advogam em causa própria.
    O SPFC movimenta 350 milhões em caixa por ano e não conseguir pagar a dívida só mostra que ou está sendo muito mal administrado ou virou a teta aonde Presidente e conselheiros se agarram para mamar.

    Curtir

  4. O Palmeiras do nada, quase trirebaixado, transformou-se no primo rico e campeão do BR.-16. Dois bilionários salvadores apareceram em sequência. O nosso está com o escorpião no bolso. Mas, vamos esperar que algo semelhante aconteça no SP.

    Curtir

    • Ppdroso uma coisa é certa, se o Palmeiras não ganhar nada esse ano nem que seja uma Copa do Brasil. Vai ficar um rombo nas finanças mesmo com ajuda da Crefisa e lotação de estadio.

      Curtir

    • Não acho correto um clube viver das benesses de um milionário. E, quando o cara se afastar ou morrer, a família não vai estar nem aí e vai largar o clube. Os clubes precisam estar solidamente baseados em recursos que não se esgotam de uma hora para outra; patrocínios, venda de camisas, bilheteria, TV , sócio-torcedor. O resto não é profissionalismo e levanta suspeitas, como a Crefisa

      Curtir

  5. Leco acaba de nomear Saulo de Castro para o Conselho de Administração ( Blog menon). Ele é o braço direito de Alckmin , é promotor de justiça, parece ser um nome sério.

    Curtir

  6. Acho que o Marechal da Vitória diria hoje a nós todos:

    “Foi o nosso grande time de futebol do passado que edificou este glorioso São Paulo Futebol Clube”.

    “Só um time grande faz um clube grande e o torna maior na medida em que engrandece”.

    “Mas, atenção meninos da diretoria e da comissão técnica, o time quando se apequena mata o grande clube; aqui, das alturas, quando olho para baixo e contemplo a saudosa Portuguesa de Desportos, que tanto ajudamos ao colocar nas mãos um Estádio de Futebol; depois de tudo, o time se apequenou, caiu de divisão e o Estádio que colocamos em suas mãos terá de ser vendido hoje para pagar as dívidas – tudo porque o time se apequenou”.

    “Tricolores do coração, deixem as vossas disputas de lado, transformem as vossas pequenezes em título de Campeão Brasileiro de 2018 e a Taça Libertadores virá por acréscimo”.

    Eu acho que o nosso saudoso Paulo Machado de Carvalho não só diria isso, mas faria acontecer, assim como o fez no primeiro campeonato mundial para o Brasil.

    Curtido por 2 pessoas

  7. Homens como o Dr. Paulo não aparecem todo dia no mundo, grandes gestores e inovadores, à frente do seu tempo, não esquecendo que na Rádio Record e na Panamericana, revolucionou o rádio esportivo e também o jornalismo.
    O Brasil foi bicampeão do mundo em 1958 e 1962 graças à atuação dele, porém em 1966, o João Havelange, que hj mora no colo do capeta, ficou enciumado e quis ser ele o Marechal da Vitória, o herói do tri, aí demitiu o Paulo Machado e foi ele o chefe da delegação. Resultado: eliminados na 1ª fase!!!!!

    Curtir

  8. Bom, a oposição perdeu novamente. Mas, o Pimenta foi o grande aglutinador da oposição, afinal foram mais de 100 votos. Nas últimas eleiçoes o Kalil desistiu porque nao tinha mais chances contra o Aidar. Antes, o Lapolla nao teve a mínima chance contra o JJ e o Martines (2006), que até teve uma votação parecida como a do Pimenta, perdeu por maior diferença também para o JJ. Bateu na trave, entao? Quase deu? E, por quê nao deu? Apesar do Pimenta ter os seus problemas debaixo do tapete, do outro lado também tinha. Faltaram uns 10 ou 20 votos. Quase deu. Mas faltou algo mais. Passar de um lado a outro, da situação para a oposição e vice-versa, nunca foi realmente um problema. Os nomes pularam de um lado ao outro. Muitas vezes por razoes pessoais. Será o Abilio Diniz o grande problema? Ele desagrada a tanta gente lá dentro?

    Curtir

  9. Pessoal, por favor prestem atenção ao digitarem e-mail e nickname quando forem logar.

    Ultimamente estamos verificando uma quantidade enorme de comentários que ficam retidos por falha no preenchimento desses campos.

    Fui pesquisar agora e encontrei, POR EXEMPLO, os comentários do Messias e do Pedro Neto.

    O primeiro tinha várias formas escritas no seu nickname e o segundo começou a postar como Pedro Neto e depois passou a utilizar PedroNeto (sem espaço).

    Isso faz com que o WP envie esses comentários diretamente para a lixeira e nós temos que liberar manualmente, ocasionando trabalho desnecessário e reclamações de quem posta, achando que nós é que estamos deletando comentários indiscriminadamente.

    Obrigado.

    Curtir

  10. Dr. Paulo, o homem que foi buscar Leonidas no Rio e tornou o São Paulo os Reis do Pacaembu montando um timaço cuja escalação era recitada como uma oração por meu pai, meus tios e meu sogro, que conheceram uma época de ouro do TRICOLOR. Homem que comandou o São Paulo colocando os interesses do Clube acima dos seus. Inspirador de grandes dirigentes que o sucederam no São Paulo, até a chegada de um grupo que está conseguindo detonar o nosso time.

    Curtir

  11. Ainda do post referente ao Maidana. Apesar de realmente ser um bom jogador, ele só jogara nos profissionais do São Paulo quando toda esta confusão estiver resolvida.

    Não sei se todos aqui lembram, mais ainda ficou pendente uma decisão acho que da CBF (aqui mora o perigo).

    Não podemos dar bobeira pq o sonho de todo mundo é nos ver na segundona.

    Vai que esse moleque entre em campo e depois não se resolva favoravelmente ao São Paulo. é segundona na certa. Não terão piedade. Vejo que o São Paulo está certo em mante-lo afastado dos profissionais.

    Curtido por 1 pessoa

  12. Sobre Adalberto Baptista: não tenho restrições do sei nome ao Conselho administrativo, já que este não está ligado diretamente ao futebol e sim à administração do clube. Ele tem larga experiencia nesse ramo, é bem sucedido e acredito que teria muito a somar. Aliás, o lugar do Pinotti é exatamente ali, não no futebol (já que não tem experiencia nenhuma neste assunto).

    Acho esse auê todo uma baita frescura.

    Curtido por 1 pessoa

  13. Fico só imaginando com deve ter sido a reapresentação hoje do elenco nesse friozinho e chuva,sabendo que só tem jogo daqui duas semanas ainda mais num clube como o SPFC.Deve ter sido um zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz total….

    Curtir

    • Messias, descobri pq seus comentários ficam retidos aqui no blog.

      Veja a explicação e orientação no post anterior, ou no e-mail que eu passei pra você.

      Abs.

      Curtir

  14. Quem puder leia “Os Reis do Pacaembu” sobre o TRICOLOR na década de 40. Acho que só em sebo ou na Editora Pontes. Fantásticos relatos dos jogos. Jogadores de fibra e amor às cores TRICOLORES

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s