Estreia no Blog! “O passado do futuro”, por Felipe Morais

Primeiro deixe que eu me apresente: Meu nome é Felipe Morais e a convite do Alexandre Zanquetta, semanalmente estarei com vocês falando sobre uma das minhas paixões, o São Paulo Futebol Clube. Sou um publicitário apaixonado pelo tricolor. Sócio da FM Planejamento, casado e pai da Fernanda. Sou autor do livro “Ao Mestre com carinho, o São Paulo FC da era Telê”(Editora Inova). Um prazer estar com vocês.

O dia 18 de Abril era para ser um dia de mudança no tricolor. Foi a data da eleição para presidente do clube, que ficará no cargo até 2020. De um lado, Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, atual presidente que assumiu em 2016 depois que Carlos Miguel Aidar, justamente, foi tirado do poder. De outro lado, José Eduardo Mesquita Pimenta, o presidente mais vencedor da história tricolor, presidiu o SPFC de 1990 a 1994.

Leco, situação, representando a gestão do falecido Juvenal Juvencio, desde 2006, mandando no São Paulo. Representa o inicio excelente com Tri-campeonato Brasileiro, mas está a frente do tricolor nesses últimos anos sem nenhum título expressivo, lutas para não cair e humilhações diante a tradicionais adversários paulistas. Pimenta, por outro lado, remete o tricolor campeão de tudo com Telê no comando. É preciso entender que em 1992 tínhamos Raí, Zetti, Muller, Cafú, Palinha. Hoje temos Thomaz, Wesley, Thiago Mendes, Buffarini, Denis. Os tempos são outros.

Por cerca de 20 votos, Leco ganhou. Os conselheiros optaram pela continuidade do poder. Foram 2 meses de lutas para que Pimenta fosse eleito, pois representava a mudança, mas quis o conselho que Leco ficasse até 2020. Serão 3 anos e 8 meses de Leco a frente do São Paulo.

Pimenta deverá ter um cargo no conselho administrativo, dessa forma, não pretende dar folga a Leco, esse, agora será mais cobrado. Se desde a queda de Aidar ele era apenas um “tampão”, nesse momento, Leco se torna oficialmente presidente. Dormiu feliz, terá agora um salario de 27 mil reais, o que vai obrigar a se dedicar mais ao time, uma vez que por não ser remunerado era preciso que ele tivesse outras funções para pagar suas contas. Deverá ser mais transparente na gestão e mais eficiente, afinal a oposição não deixará barato seus possíveis erros. O passado é marcado por alguns erros, mas esses não tenho esperança de virem a tona e mudar o cenário. Leco está ai!

Desde o 1o dia que Pimenta oficializou sua candidatura, a minha posição se manteve a mesma. Quero o melhor para o São Paulo. Como torcedor, claro, Pimenta representa mudança, novos pensamentos e novos caminhos, mas há de se entender que ele, ou Leco, não comandariam o São Paulo sozinho, terá 232 conselheiros ao seu lado. Ou não.

Oposição dificilmente concorda com situação.

Quero o São Paulo de volta aos títulos, as goleadas aplicadas – e não recebidas – nos adversários paulistas, comemorar títulos e não contusões de jogadores. Ser notícia na mídia por titulo e não porque o zagueiro falou a verdade sobre o lance que renderia cartão amarelo ao adversário, aliás, louvável a atitude de Rodrigo Caio.

Por fim, quero o São Paulo de volta a elite do futebol, um time que impõe respeito e medo nos adversários. Infelizmente, hoje perdemos isso. A camisa do São Paulo quando se veste é pano, quando se enfrenta é chumbo. E que assim volte a ser em breve.

E Leco, toda a sorte do mundo para você, traga o São Paulo de volta a elite, mas saiba, que tem 20 milhões de São Paulinos de olho, cobrando e exigindo que sejamos, novamente, a 1a força da Capital, como fomos na década de 40 com o Rolo Compressor, Década de 50 com Rui, Bauer e Noronha, 70 com Gérson e Pedro Rocha, 80 com os Menudos do Morumbi, 90 com a Era Telê Santana e até recentemente com o “MuriTRI”. Confiando ou não, agora é com o senhor. Faça o melhor pelo nosso São Paulo.

*Felipe Morais. Publicitário, apaixonado pelo São Paulo Futebol Clube. Sócio da FM Planejamento, Palestrante sobre marketing digital, comportamento de consumo e inovação. Coordenador do MBA de Marketing Digital e do MBA de Gestão Estratégica de E-commerce da Faculdade Impacta de Tecnologia. Autor dos livros Planejamento Estratégico Digital (Ed. Saraiva) e Ao Mestre com carinho, o São Paulo FC da era Telê (Ed Inova). Me siga facebook.com/plannerfelipe

Anúncios

34 comentários

  1. Engraçado que se destaca o fato de Leco ter sucedido o Aidar, reforçando que já estiveram juntos, mas não se gastou um caractere sequer para lembrar que a turma do Aidar estava ao lado do Pimenta nessa eleição…

    Curtir

  2. Antes de mais nada, bem vindo.
    Sobre o Conselho de Administração. Que não seja uma ABL que se reúne pra tomar chá. Que seja crítico e propositor. Fiscalizador e atuante Que monitore o Conselho de Ética, onde as coisas são abafadas. Que venha a público com frequência para prestar contas visto que os torcedores não tem voz nem voto.

    Curtir

  3. Primeiro, boas vindas ao novo colunista.
    O Pimenta nunca me passou a impressão de mudança. Nem o Leco. Ambos foram formados no mesmo ambiente atrasado da gestão do futebol brasileiro.
    Presidente eleito, agora é bola pra frente e que a oposição faça seu papel de fiscalizar e não de tumultuar. E que o Leco, obrigado pelos novos tempos e ajudado pelos que ele escolheu, faça uma administração digna para um clube da nossa grandeza.

    Curtir

    • Resumindo: Abílio se irritou por não poder mandar no SPFC e saiu tumultuando o clube, criando uma instabilidade política para poder crescer de novo. E ainda se diz são-paulino…

      Curtir

  4. Caro Presidente Carlos Augusto Barros e Silva
    Em primeiro lugar quero parabeniza-lo pela vitória, embora preferisse novos dirigentes, mas não com o candidato Pimenta,embora vencedor, alguns fatos denegriram o seu nome. Precisamos antes de mais nada, de uma renovação profunda no sistema de eleição de conselheiros, para que novos nomes, jovens com novas ideias tivessem a chance de se candi-
    datarem a presidente, ou transformarem o São Paulo em uma empresa S/A. Como o senhor terá um longo mandato, na minha opinião, a prioridade absoluta é construir a cobertura do estádio do Morumbi, o grande sonho dourado de muitos sãopaulinos. Acompanhei todas as etapas da construção do atual estádio, e assisti todos os jogos de inauguração das etapas parciais da construção. Por favor presidente Leco, inicie imediatamente a construção da cobertura, pois se demorar muito , não terei tempo de desfraldar a bandeira tricolor debaixo da cobertura, porque pela minha idade, não sei em que mundo estarei.
    Que Deus o ilumine e o abençoe nesta nova gestão.
    S.Seki

    Curtido por 2 pessoas

    • Não entendi a advertência de moderação, pois o comentário foi feito com o máximo de ponderação e respeito. Ou estão pedindo que me cale “amordaçado”.
      S.Seki

      Curtir

      • Seja bem vindo, apesar de vc ter feito mal juízo de nós, começando, de certa forma, mal aqui…

        Nosso blog trabalha com Word Press e está configurado para O PRIMEIRO COMENTÁRIO, ter sua liberação manual através de um moderador. Os outros comentários são aceitos automaticamente.

        Desta forma, seu primeiro comentário seguiu esta norma. Mas pelo que vejo, além de vc não ter entendido bem esta situação, percebi que você já parte para o ataque quando algo não sai da forma como você deseja.

        Espero que daqui para frente você tenha alegrias por aqui, só não precisa ser tão injusto como pareceu num primeiro contato.

        Ninguém quer “amordaçar” ninguém.

        Curtido por 1 pessoa

  5. Bem vindo Felipe.Bom eu não gosto do outro grupo político pois o acho muito conservador e burocráticos.Mesmo 92 foi uma questão de encaixe de time não tivemos grandes investimentos e o time “encaixou” e entramos numa fase que deu tudo certo,depois de 94 sofremos bastante também.Tem que cobrar o Leco a um ano e meio antes era apenas uma vaguinha de presépio na era Juju.Eu sempre falo nessa “fase zicada” pois sempre temos bons elencos e sempre perdemos por detalhes e times inferiores.Mas talvez oque falta melhorar no clube é a preparação física e o gerenciamento de pessoas.Ter dirigentes com mais cobrança em cima dos nossos profissionais para extrair todo seu potencial.Fazer com que os jogadores vistam a causa SPFC.Vc vê jogador gordo aqui e não se esforça.Outro joga umas quatro partidas boas iniciais e depois relaxa.O SPFC precisa de mais “sangue” nas veias de dirigentes,jogadores e torcida.Tem que se revoltar com o momento do clube.Mas isso também é algo do perfil também é é aqui que está o problema,não sei se temos perfil de dirigente com esse senso de personalidade.Depois que o Jakbson falou que o Rodrigo Caio tem a cara do SPFC me deu uma broxada monstra,mas vamos torcer e rezar pra algo mudar.

    Curtir

  6. acho otima a indicacao do Vinicius Pinotti para executivo de futebol.

    ja que nao podemos ter o MAC .. acho o Pinotti a melhor opcao … jovem .. respeitado por todos: Torcida, Imprensa, Comissao Tecnica e Diretoria.

    Curtido por 1 pessoa

  7. Duas coisas o Pimenta nao fara parte do conselho de adm , por ser Presidente do conselho consultivo e ter sido candidato a pres da diretoria. A outra entendo que no Futebol deveriamos ter um Diretor que entenda de futebol nao me parece ser o caso do Pinotti. Tem que ser o MAC , se nao houver alguem com este expertise no SPFC busquemos fora alguem como o Mattos dos porcos

    Curtido por 1 pessoa

  8. Tweet do Bourgeous

    Pronto tô d volta. Pela 1ª vez coordenei eleição de clube. Conheci entranhas. Pior coisa q existe. Esse modelo ñ tem como fut. dar certo. 😢

    Kkkk

    Serio mesmo q o Abilio contratou ele para coordenar a campanha do Pimenta – flamenguista ex ex CEO e q hoje é personal sei la do q do Abilio

    Para mim mto mais o Pimenta perdeu a eleicao do q o Leco ganhou

    Tinha coisas inexplicaveis na campanha do Pimenta

    Curtir

    • Será que não tem um 1º volantão cão de guarda dando sopa lá? Ou um zagueiro mesmo, depois no Brasileirão lança o Militão que faz as duas posições…

      Curtir

  9. “A CorrPlastik já tinha contrato com SPFC. Só quiseram compensar amigavelmente a ausencia da “marca” na camisa do treinador. Se eu não me engano, serão três meses de exposição dessa forma para compensar a ausência durante esse ano. O contrato deve girar em torno dos 6 mi. Vi, portanto, como uma razoável saída para as partes visto que o time está sem o patrocínio master, tampouco fez um contrato de uso de imagem com Ceni.
    É lamentavel esse tipo de equívoco, apesar de terem encontrado uma solução.

    Alguém sabe sobre como anda a implantação do novo sistema de gestão aprovado em fevereiro? Poderia evitar situações como essa…”

    Copiei meu comentário do post anterior para sugerir a vocês uma coluna a respeito da implantação do novo sistema de gestão aprovado em fevereiro.
    Seria interessante o blog acompanhar, ao longo do ano, a evolução da implantação e como pode ajudar na profissionalização do clube. Talvez com informações de outros clubes que já utilizam sistemas similares e exemplos de ganhos obtidos.

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s