E ai, pessoal, tudo certo?

Essa semana, me perdoem a redund√Ęncia, falarei da semana do S√£o Paulo.

Mesmo parecendo tranquila, a semana foi turbulenta.

Vamos aos fatos:

1 РPolítica

Continua, de lado a lado, o tão conhecido jogo político entre os dois candidatos a presidência do São Paulo.

Leco e Pimenta concedem entrevistas a v√°rios ve√≠culos e claro, entre poucas propostas apresentadas (E, quando apresentadas, n√£o entra-se em profundidade no assunto), trocam farpas p√ļblicas.

Enquanto um acusa o outro de mentiras, maquiagem nos n√ļmeros, a quase fal√™ncia e pouco rigor a frente do clube, o outro acusa o um de apoio de dirigentes que n√£o deixaram saudades, resgata hist√≥rias do passado que demonstram atitudes temer√°rias a frente ao clube.

A mais recente not√≠cia √© o S√£o Paulo Futebol Clube ter usado uma Nota Oficial do Clube para se defender de, segundo a pr√≥pria nota, um ataque √† credibilidade, supostamente desferido pelo conselheiro-candidato de oposi√ß√£o, que, ao que parece, trata-se de √ďpice Blum:

nota oficial

Bem pesado e bem medido, para nosso azar (ou sorte talvez), n√£o temos poder de decis√£o sobre quem ser√° o novo comandante do clube.

Quem tem twitter, pode ver o quanto h√°, de lado a lado, defensores ferrenhos, o que nos leva ao segundo ponto.

2 – Redes Sociais

Aqui merece uma aten√ß√£o especial. H√° discuss√Ķes hom√©ricas entre torcedores sobre qual lado est√° certo, qual lado trar√° mais benef√≠cios, qual lado est√° interessado apenas em denegrir a imagem.

leco

pimenta

Sinceramente, de verdade, tenho meu posicionamento pessoal sobre o que eu acho ser o melhor para o S√£o Paulo.

Isso, sinceramente, n√£o tem nenhuma import√Ęncia. Minha opini√£o n√£o mudar√° nada no resultado da elei√ß√£o.

O que pode mudar, de verdade, é essa postura absurdamente medíocre de depreciar o clube nas redes sociais em busca de mostrar quem é melhor (ou menos pior, já que o foco parece ser desmoralizar o adversário) a um universo absolutamente incompetente (de não possuir a competência para) de possuir decisão sobre o voto.

A √ļnica coisa que esse tipo de iniciativa em redes sociais causa √© deprecia√ß√£o da marca, desvaloriza√ß√£o do clube, falta de √©tica e, me perdoem, falta de boa inten√ß√£o em ajudar o clube, independente de quem ou para que lado penda a balan√ßa.

N√£o existe lado certo quando todos os lados depreciam o clube a que se prop√Ķe defender.

Eu, e isso é minha opinião, de quem não escolherá candidato nem conselheiro, que moro longe, que não tenho envolvimento nenhum, vendo de fora, não tenho nenhuma expectativa boa, seja qual for o resultado.

Triste demais.

3 – Opini√£o

Cada pessoa tem direito a opini√£o. Opinar sempre ser√° baseado em nossas cren√ßas pessoais, nossos conceitos, nossos valores…

Uma opinião pode servir para edificar ou para destruir. Pode gerar comoção ou protesto. Uma opinião é uma arma, quando dita de quem muito é ouvido. Muitas vezes a arma pode ser disparada contra si próprio.

Vou destacar um caso que ocorreu ontem:

Um blogueiro, torcedor do São Paulo, com quase 30 mil seguidores no twitter, fez o que a rede social, por conceito, induz a fazer: Deu sua opinião sobre a escalação de Denis no gol do São Paulo na noite de ontem.

“M1to pagando M1co com Denis. Uma pena, n√£o precisava passar por esse desgaste com a torcida”

Isso bastou.

Uma enxurrada de cr√≠ticas, ofensas pessoais e acusa√ß√Ķes bastaram para surgir at√© campanha para denunciar a conta em massa, com o intuito de derrubar a conta.

Afinal, se uma pessoa n√£o pode ter opini√£o, para que serve as redes sociais?

Não que eu concorde ou discorde, aliás, acho que o contexto até não teve má intenção, mas a frase foi extremamente infeliz.

Tivesse dito: “M1to, n√£o escale o Denis, evite o estresse com a torcida”, talvez seria melhor compreendido.

Mas n√£o adianta, da mesma forma que um tem direito a opinar o outro tem direito de discordar. O que ningu√©m tem direito √© ofender a honra e acusar como houveram acusa√ß√Ķes.

Acusado de ser remunerado por um candidato, acusado de não ser torcedor do clube, ameaça de derrubar a sua conta, instrumento de trabalho do cidadão.

N√£o conhe√ßo o blogueiro, n√£o tenho alvar√° pra defender ningu√©m, nem concordo com a maioria das opini√Ķes dele, s√≥ achei exageradamente criticado e maldoso, sem nenhuma¬†fundamenta√ß√£o. Foi infeliz no coment√°rio, mas ser√° que √© pra tanto?

Outra opini√£o pol√™mica foi do Fl√°vio Prado, que acusou, mesmo que nas entrelinhas, do S√£o Paulo ter “comprado” o mando e, por consequ√™ncia, o resultado.

Diferentemente do blogueiro que emitiu uma opini√£o, Fl√°vio Prado “acusou”, sem nenhuma fonte sequer, sobre o mando de jogo do Linense na partida de ida ter sido no Morumbi:

“Foi escuso”

” O Linenese est√° autorizado a ganhar o jogo? N√£o sei…”

Quem vende o jogo, vende qualquer coisa”

“Acho o Linense desonesto e indigno”

“Time que vende mando, vende jogo”

4 – Copa Sula-Miranda Copa Sul-Americana

O jogo de ontem, para mim, foi exatamente como eu esperava. Sem Cueva, Thiago Mendes, mudando o esquema em 45 minutos, improvisando Buffarini e com Chavez no lugar que deveria ter sido ocupado por Gilberto, bem como Denis ocupando o lugar de Renan Ribeiro.

O que eu tiro de lição e destaque deste jogo é o empenho de Lucão, que vem se recuperando, fazendo partidas que se não foram brilhantes, foram sérias, sem falhas que comprometessem.

Araruna foi tímido no jogo, Welington Nem não rendeu o que se esperava dele, Chavez brigou, mas não me parece ser um jogador que deveria nem compor elenco no São Paulo. Não gosto de jogador que chuta para todo lado, toda hora, de qualquer jeito, tipo Chavez e Pabón.

Na minha opini√£o, Ceni entrou mal, mexeu corretamente na equipe, errou ao n√£o preservar Buffarini (Mas ia colocar quem ali tamb√©m?)…

No fim, o empate lá não foi ruim. Impossível não classificarmos.

5 – Ser√° 2017 mais um ano da base no tricolor?

Copa Ouro Sub15 e Sub17. As duas competi√ß√Ķes que a nossa categoria de base est√° disputando em 2017 j√° tr√°s duas boas not√≠cias:

Estamos na final das duas competi√ß√Ķes!!!

Aguardando as datas, o Sub17 pega o Flamengo de Guarulhos (Time da cidade que nasci, mas, me perdoe Corvo, aqui é tricolor!!!!) e o Sub15 pega o Desportivo Brasil.

Quem sabe na nossa próxima coluna a gente já fale de dois títulos da base?

 

Cleiton