O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, deu motivos para a torcida do São Paulo criar esperanças acerca da renovação do ídolo Diego Lugano. Questionado sobre isso, momentos antes da vitória por 2 a 0 sobre o Linense, domingo, no Morumbi, o mandatário se mostrou cauteloso, mas otimista.

‚ÄúProvavelmente (haver√° renova√ß√£o). Vamos aguardar. √Č no momento certo que vou tratar deste assunto, n√£o vai ser agora‚ÄĚ, afirmou, sucinto.

Um dos grandes ídolos da história do São Paulo, Lugano tem vínculo com o clube do Morumbi até o fim de junho e já manifestou interesse em renovar. No ano, o uruguaio disputou seis partidas e é considerado o reserva imediato da dupla titular, composta por Rodrigo Caio e Maicon.

Outra questão abordada foi a possibilidade de o Tricolor trocar Andres Chavez por Centurión, que vem se destacando no Boca Juniors. El Comandante, por sua vez, caiu de desempenho neste ano e vem sendo pouco utilizado por Rogério Ceni.

Centuri√≥n est√° emprestado ao clube argentino at√© junho, com direitos fixados em 6 milh√Ķes de d√≥lares (R$ 18,7 milh√Ķes). O empr√©stimo de Chavez, que pertence ao Boca Juniors, se encerra no mesmo m√™s. Portanto, outra possibilidade para o S√£o Paulo √© aproveitar a valoriza√ß√£o do atacante de 24 anos e vend√™-lo para o time de Buenos Aires ou para outra agremia√ß√£o que eventualmente demonstre interesse.

Com uma poss√≠vel venda, o Tricolor pagaria a d√≠vida com o¬†diretor de marketing, Vin√≠cius Pinotti, que emprestou¬†R$ 14 milh√Ķes para a contrata√ß√£o de Centuri√≥n, em 2015, junto ao Racing-ARG.

‚ÄúN√≥s ainda n√£o pensamos a respeito. A √ļnica coisa que eu tenho sabido √© que o melhor jogador do Boca Juniors agora √© o Centuri√≥n e isso √© muito bom‚ÄĚ, ressaltou Leco.

Gazeta Esportiva