São Paulo está perto de renovar os contratos de Rodrigo Caio e Araruna

Depois de concretizar as renovações de contrato de Thiago Mendes, Cueva e Lucas Fernandes e de encaminhar os acertos com Bruno e Luiz Araújo, a diretoria do São Paulo conversa com mais jogadores para acertar novos vínculos: o zagueiro Rodrigo Caio e o volante Araruna.

O atual compromisso de Rodrigo Caio vai até outubro de 2018. O camisa 3 é um dos jogadores mais valorizados do atual elenco. No ano passado, a diretoria chegou a conversar com três equipes interessadas no atleta, mas não houve acerto financeiro: Sevilla, Hamburgo e Valencia.

O jogador já discute a renovação de contrato com o Tricolor há meses e, no novo acordo, vai se aproximar do teto salarial do clube. Sua multa rescisória também subiria.

O defensor vê com bons olhos a permanência na equipe do Morumbi, principalmente porque luta por uma vaga na seleção brasileira que vai disputar a Copa do Mundo de 2018. Ele já foi convocado pelo técnico Tite e fez parte do grupo que conquistou a medalha de ouro na Olimpíada do Rio em 2016.

Já o volante Felipe Araruna foi um dos jogadores promovidos pelo técnico Rogério Ceni para a equipe profissional no início do ano. Seu vínculo vai até março de 2019 e deverá ser prorrogado por mais dois anos. O meio-campista de 20 anos esteve presente em nove das 12 partidas do time na temporada.

Globo Esporte

Anúncios

45 comentários

  1. Essa ascensão rápida do Luiz Araújo será que já é fruto do trabalho do Beale?
    Em sendo, e ele fazendo com que ao menos um jovem tenha ascensão semelhante por ano e se destacando, já tem que pensar em renovar o contrato do inglês também!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Tenho o costume de me preocupar em excesso com as finanças do clube, mas se isso se traduzir em conquistas ao longo dos anos, não me importo se a folha salarial subir, desde que isso seja feito com planejamento.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Sobre Luiz Araújo:

    “Ain, vende esse moleque, ninguém sabe no que pode se tornar, vinte milhões é muito dinheiro”.

    E bastou esperar um mês de temporada, e o moleque já vale quase R$70 milhões.

    De fato, aquele ditado cabe: “Paciência é uma virtude”.
    ==
    Isso também serve para o Neres. Tivesse nesse time hoje, meu amigo… Ia embolsar muito, mas muito mais dinheiro no meio do ano.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Se o Leco só trabalha bem em período eleitoral, deveria ter eleição para presidente todo ano hehehe
    Mas o ideal seria que pudéssemos manter esse time, sem vendas de jogadores até o fim do ano….

    Curtido por 1 pessoa

  5. Só tenho receio do Ceni escalar o Breno contra as pepas,pois a jogada forte dos caras é o jogo aereo e o Breno está péssimo nesse fundamento…tomara que o CEni o ” preserve”.

    Curtir

    • Infelizmente como todas as outras leis regentes no país, a trabalhista também é muito falha.
      Não duvido que o advogado dele consiga o que ele deseja – vide o caso de um motorista de BH que durante anos trabalhou com a uber e os processou e o juíz deu ganho de causa a seu favor.
      Pelo que eu li no blog do birner, ele cobra horas adicionais de quando assumiu o cargo como técnico interino sobre o valor de quem ele substituiu. Isso está na lei. Quando vc substitui alguém de cargo superior ao seu, durante esse período vc deve receber o mesmo salário do substituído.
      Agora, resta saber se o advogado do clube vai ser tão bom quanto o dele para argumentar melhor com o juíz.

      Curtir

  6. Tem que renovar mesmo com os garotos, que desde o ano passado vem jogando muito e nos salvaram de qualquer risco de rebaixamento.
    O que não ppde é ter um medalhão como o Wesley ganhando 400 mim pra não fazer nada enquanto tem jogador comendo a bola ganhando 17mil, como o Luiz Araújo.
    Isso é uma disparidade perigosa.

    Curtir

  7. Sobre a matéria do valor de mercado do Luiz Araujo, o jogador mais rápido que imediatamente, se a diretoria souber negociar, tem que pedir 90 milhões por ele pra alguém pagar esses 70, porque se disserem que ele vale “só” 70 milhões, o primeiro que oferecer 50 leva.

    Curtir

    • Ele vale 70 hoje. Se nas primeiras 5 partidas do Brasileirão jogar essa bola vai valer 100. Se mantiver esse nível durante todo o Brasileirão no final do ano vai valer mais de 100.

      Curtir

  8. Pensando aqui, tive uma certa “ideia” de uma forma de segurar os jogadores no clube por mais tempo. Principalmente a base. Poderia ser criado um método de elevação de salário por metas a serem atingidas.

    Por exemplo: Jogou e foi aproveitado no profissional durante o primeiro ano? Salário mensal R$100 mil.

    Segundo ano no profissional e também rendeu a ponto de ficar? Salário mensal R$ 200 mil.
    Terceiro ano no profissional e ainda rendendo o esperado? Salário mensal R$ 300 mil.
    E assim, sucessivamente. Sobe 100 mil por ano.. Ou 80 + 20 por metas individuais, como artilharia, titularidade, entre outros.

    Mas e se ficar 8 anos (dos 18 aos 26, por exemplo), vai pagar 800 mil? Se o cara ficar 8 anos no clube é porque está dando retorno dentro de campo e será um bom negócio para venda, consequentemente.

    Mas imagine 30 jogadores ganhando 500 mil por mês: R$ 15 milhões de folha. Isso é um absurdo!
    Depende. Imagine também o que fariam 30 jogadores bons (por esse salário tem de ser bons), jogando juntos por 5 anos seguidos. Entrosamento, união, parceria, conhecimento por parte do técnico. Isso gera títulos.

    O retorno no campo é incomparável ao de um time que vive em reformulação. Nós somos prova disso com as baciadas todos os anos e não ganhamos nada nas últimas temporadas.

    Menos comissões para empresários com tantas compras de jogador, maior expectativa (e certeza) de valorização de quem fica, muito menor investimento em contratações como a do Pratto (por melhor que ele seja) e maior valorização dos destaques da base.

    Um garoto de 21 anos ganhando 300 mil não faria tanta questão de ser vendido logo. Mas repito, fica quem deve ficar e compensa o investimento. Os que não servem, empresta ou vende.

    Imagina um time hoje com: Sidão, R.Caio, Breno (bem fisicamente), Buffarini, Júnior Tavares – Casemiro, Hernanes, Cueva, Lucas, Luís Araújo e Pratto.

    Com opções como: Oscar, Bosquilia, David Neres, Shaylon…

    É só analisar o quanto perdemos em contratações que não deram certo, jóias que saíram (de graça, ou baixo custo) por não serem utilizados, e que saíram por salários levemente maiores em outros clubes.

    Curtir

    • É uma faca de dois gumes. Vejo com receio a produtividade atrelada a gols, assistências e metas individuais. O futebol é coletivo e jogador forçaria muitas vezes jogadas pensando nisso.
      Gosto de metas coletivas, como: melhor defesa do campeonato, melhor ataque da competição, melhor aproveitamento de passes da competição, maior número de finalizações certas, maior número de desarmes etc.
      Outra forma de valorizar é atrelar um percentual do passe do jogador a alguma meta do time, como vaga na Libertadores, títulos de expressão. Por exemplo, se o time ganhar vaga na libertadores, título de expressão nacional ou internacional o SPFC concede entre o 2%-5% dos direitos econômicos ao próprio jogador, podendo ele em caso de não ter propostas naquele momento, revender ao tricolor.

      Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s