Vitória indecente do time de Rogério Ceni

Nossa… o comentarista ficou indignado com os dois erros do árbitro da partida São Paulo 4 x 1 Santo André. Escreveu que: “a premiação por mais essa vitória do São Paulo deveria ser dividida com a arbitragem” e que: “o Santo André foi prejudicado de forma revoltante“. Que coisa… parece até que foi a primeira vez que um juiz erra no campeonato paulista, não é mesmo? Pois não foi… muito longe disso…

Alguns exemplos?

– Há pouco mais de uma semana, o juiz chegou ao cúmulo de expulsar o jogador errado, favorecendo o Palmeiras contra o Corinthians.
РNa partida Santos 2 x 1 Ituano, o juiz errou ao marcar um p̻nalti para o Santos que resultou no segundo gol.
– Em Palmeiras 2 x 0 São Bernardo, o Palmeiras foi favorecido pela marcação de um pênalti em uma falta fora da área.
– No jogo Corinthians 1 x 0 São Bento, a vitória do Corinthians foi facilitada pela marcação de um pênalti inexistente.
– Etc, etc, etc…

Pergunta: Por que o comentarista não se “revoltou” em todas estas vezes? Ele também não achou “indecente” as vitórias de Santos, Palmeiras e Corinthians nos casos citados?

Ao invés de gastar o seu tempo “cornetando” o juiz, escrevendo nas entrelinhas que a arbitragem “está comprada”, o comentarista deveria usar o seu espaço para “exigir” da FPF/CBF a utilização da arbitragem eletrônica que, seguramente, resolveria quase todos (senão todos) os casos citados, favorecendo as equipes melhores preparadas.
Por: Comentarista ao Quadrado