A esperança é Tricolor

No Morumbi dava para sentir no ar o otimismo das quase 44 mil pessoas presentes. Era a estréia de Pratto. Tínhamos certeza de uma goleada sobre o Mirassol, independente de sabermos que o time do interior paulista ainda não havia perdido no campeonato, fosse uma equipe taticamente bem postada e com bom toque de bola. A torcida estava otimista. Afinal, vínhamos de uma belíssima goleada contra a Ponte, e de uma vitória da raça e da determinação sobre o Santos, apesar das falhas no sistema defensivo.  Porém, a vitória esmagadora não veio. Depois do jogo, ouvi de alguns jornalistas que o time estava mal posicionado, sem concentração ou acreditando no já ganhou e criticaram a torcida por vaiarem e xingarem o Maicon, o que mostra uma torcida que abandonará o time quando as derrotas vierem. Discordo. O time perdeu várias chances de matar o jogo. O que coloco na conta da inexperiência de jovens que tentavam o drible e não passavam a bola, ou não chutaram a gol quando tiveram oportunidade e de um Cueva que não estava nos seus melhores dias. Normal numa equipe em formação e sem um grande plantel. O time estava bem postado até levar o primeiro gol. Ceni talvez devesse ter tirado Maicon e colocado Lugano depois dos 20 minutos do segundo tempo. Não acho que isto o “queimaria” junto a torcida. Ele não estava bem, sentíamos que a qualquer momento “a vaca ia para o brejo”. Mas, o fato é que a torcida mudou e o espírito time mudou com Rogério Ceni. Reclamamos ao final do jogo, porque empatamos e ficamos irritados, briga de família, sabe como é….. só nós temos o direito.  A diferença é que saímos esperançosos, o time nos faz sentir uma montanha russa de sentimentos, alegria, surpresa, é emoção pura e genuína. Se deixarem Ceni trabalhar – Leco, Natel, Pimenta; não importa –  se não venderem todo mundo, o time será campeão, senão do Paulista; em “breve”. Apesar de que, já ganhamos a Flórida Cup em cima dos Galinhas, valorizem,  aceitem ou não. Hoje, o torcedor do São Paulo recuperou o orgulho de torcer, como na era Rubens Minelli, Cilinho, Telê e Muricy. Vivenciamos isto nas arquibancadas. A torcida ama o São Paulo, ama Rogério Ceni, e mais do que nunca, somos o time e a torcida da Fé.

Maria Denise Nery Santiago

Anúncios

69 comentários

  1. Lembram do time de 2005, pois é…se Rogério conseguir dar equlibrio tático nesse time, mais uma, talvez duas peças….não vai ter pra ninguém, olho o time e não sei por que me lembro do de 2005, claro que faltam detalhes, mas esse time equilibrado, olha ….vai ser difícil segurar heim, galera está unida, torcida está do lado….vamos ter conquistas esse ano, anotem ae

    Curtido por 1 pessoa

  2. O São Paulo jogou bem e só não ganhou o jogo não pela falha do Maicon,mas sim pelo excesso de individualismo do Luiz Araújo que jogou muito bem mas precisa passar mais a bola para seus companheiros de ataque e também por deixar o Mirassol muito a vontade no Morumbi.
    Que isto seja corrigido contra o São Bento para que possamos garantir mais 3 pontos na tabela.
    E outra coisa, vamos nesta terça feira lotar novamente o Morumbi, o preço está acessível e o time conta com o apoio da torcida, eu estarei lá e você. ?

    Curtido por 2 pessoas

    • Porque Cristiano Ronaldo não precisa ter 100% de aproveitamento, mas Luiz Araújo precisa, senão a culpa é dele?
      O muleque tem 20 anos, todo mundo sabe que precisa melhorar a tomada de decisão.
      Mas falar que a culpa do empate é de qualquer um além do Maicon, é forçar a barra.
      O Mirrasol estava entregue. Se o Maicon não caga, eram 3 pontos.
      Acontece. O time é bom, e a fase de grupos do paulista não vale nada. Melhor errar agora do que mais a frente.
      Vamos em frente, são Paulo tem potencial para mais, e o time está se entrosando ainda.
      Ceni está fazendo o certo, testando várias peças para descobrir com quem pode contar para a temporada; já deu pra ver que Neilton não é um deles.

      Curtido por 1 pessoa

  3. Todo mundo criticando o Bruno no empate deles, mas o cara do Mirassol acertou um belo cruzamento que o Bufarini não acerta em 10 tentativas. Como pode um lateral não saber fazer um cruzamento! Tem que ficar de castigo, ajoelhar no milho até aprender. O Bruno já havia evitado um gol, tirando uma bola de cabeça, numa lambança do Sidão. Tá certo que esse Bruno é uma no cravo e outra na ferradura.

    Curtido por 1 pessoa

    • O Buffarini vai mal ofensivamente, apesar de eu não achar que falhou contra o Santos (o drible teve todos os méritos do atacante ou então o Messi só joga contra marcador ruim) e o Bruno falhou no gol (ele praticamente tira a cabeça da bola). Relevar os erros de um pra poder falar mal do outro não contribui em nada pra discussão de quem deveria ser titular. Ambos tem suas falhas (Bruno no gol, Buffa no penalti não marcado contra o Santos). E to procurando o cruzamento certo do Bruno no ano, pq o gol do Pratto foi um cruzamento bem ruim que desviou num cara que estava bem longe dele e subiu. A real é que os dois são fracos pro SP, o Bruno já mostra isso há 3 anos, o Buffarini ainda não teve um sequencia grande de jogos, mas não mostrou nada demais até agora.

      Curtido por 1 pessoa

      • Não acho que o Bruno tenha tirado a cabeça da bola, aí já é uma força de expressão sua. Penso que o Bruno falhou por conta do cruzamento venenoso do cara do Mirassol. Também concordo que os dois são fracos com o Bruno um pouco melhor no apoio do que o argentino.

        Curtido por 1 pessoa

        • da uma olhada no youtube … quando saiu o cruzamento, o Bruno tava sozinho no segundo pau … e o Xuxa esta atras da linha da grande area …

          a bola foi cruzada e o Bruno digamos de forma displicente .. nao sobe e para piorar faz que vai dar apenas uma casquinha e deixa a bola passar .. mas nao contava com a astucia do Xuxa.

          o Bruno cometou varios erros

          estava marcando a bola
          nao prestando atencao na movimentacao do jogador do Mirassol.
          nao pulou e nem cabeceou a bola.

          Curtido por 1 pessoa

          • Eu já tenho uma visão diferente. Acho que “faltou perna” ao Bruno. Já havia passado mais de 90 minutos de jogo. Cansaço bateu! O salto não é o mesmo que ele faria aos 5 minutos de jogo. Por ser início de temporada e um jogo que valia “apenas” 3 pontos, acredito que faltou um esforço a mais ali contra o desgaste evidente de uma partida profissional. Veja que minutos antes ele salvou um vacilo entre Sidão e zaga do SPFC. Não estou querendo defender, mas acho que é importante também olhar o lado dele. O time ainda não está fisicamente pronto para os 90 min. Isso é fato!

            Curtido por 1 pessoa

  4. To vendo a imprensa muito mais incomodada com o sucesso do SP do que os próprios rivais. Lembrando que eramos tidos como quarta força do estado por muitos sem Pratto e Jucilei e, mesmo sem eles, ganhamos na vila com autoridade do “melhor time do Brasil”. Ouvi jornalista falar antes dessas 2 últimas contratações que nos enfraquecemos em relação ao ano passado com a chegada de Cícero (desde que saiu do SP jogou muito bem por onde passou), W. Nem, Neílton (fraco, mas melhor que o Kelvin) e Sidão e que o time da marginal contratou muito bem com Filipe Bastos, Gabriel, Jo, Kazim, Pablo e outros lixos que eu nem lembro.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Bom dia…

    Esperança é um nome adequado. O São Paulo está inovando, saindo do lugar comum.

    A forma de jogar é baseada no controle da bola, ocupação de espaço e muita ofensividade. Estamos buscando o protagonismo.

    Uma mudança radical na forma de jogar (ainda mais com garotos) requer tempo de ajustes, maturação. Erros acontecerão até que se torne mais seguro. Mas, fica a esperança que dê certo.

    Curtido por 1 pessoa

  6. Vejo muitas críticas ao Bufarini e com razão.

    Porém, esse cara sabe jogar e na minha opinião ele está pesado (muito forte), perdendo sua mobilidade que o fez ser contratado.

    Vamos ver, belo texto!

    Curtir

    • Acho que ele faz bem o papel dele, é um terceiro homem de meio campo.

      Se colocarem de volante (como aqui), renderá pouco. Se colocarem como principal criador (vez que perderam Douglas), também não se destacará.

      Curtir

      • Nunca gostei do futebol dele. Em algumas posições ele realmente não rende, aí a parcela maior de culpa é do treinador. Lembro de alguns jogos no São Paulo onde ele errou “escrotamente”. Caras como ele, Dênis e outros que tem esse traço de personalidade eu não tenho paciência.

        Curtido por 1 pessoa

    • E não é a primeira vez… Ano passado, se não me engano, já tinha reclamado da torcida e a torcida dele.
      É que o futebol do cara é difícil de entender mesmo… quem joga muito video game não vê lógica no maicon no time. rsrs
      o cara é mais tático do que qualquer coisa.
      se formos ver, hoje, o J. Schimit joga praticamente da mesma forma. toca de lado, toca para trás, vira o jogo, marca… saída de bola… enfim

      Curtido por 1 pessoa

      • Verdade, é recorrente.

        Sempre fiquei na bronca com ele por ser displicente e por não assumir erros individuais. Daqui alguns meses ele está pedindo para sair do Grêmio também.

        Curtir

    • Quanta diferença na atitude de dois jogadores com o mesmo nome.
      O nosso Maicon, capitão e com muita atitude, chamou pra si não só a responsabilidade pelo gol como do empate do jogo, não se omitindo e fazendo uma grande leitura do lance todo.
      O legal foi que outros jogadores como o Rodrigo Caio, fizeram questão de dividir a responsabilidade dizendo que todos ganham e quando perdem ou empatam a responsabilidade é do coletivo.
      O texto está bom, só discordo de uma suposta saída do Maicon aos 20 do segundo tempo pra entrar o Dios Lugano.
      Posso estar enganado mas se o Maicon não tivesse feito a lambança que fez , a opinião seria a mesma quanto a sua saída?
      Se a torcida vaiou o Maicon a crítica da imprensa foi acertada, até pq além de não sair de campo com derrota, era um jogo que não valia quase nada.

      Curtido por 3 pessoas

  7. Eu gosto do estilo do time atual,só tenho uma coisa que me incomoda que essa mania de sair tocando e passes curtos da defesa mesmo com o time adversário Todo avançado,isso irrita,parece que querem forçar algo que não tem qualidade.O único que tem qualidade p fazer isso é Rodrigo Caio mas isso nem é NECessario,até Sidao não tem essa qualidade que se esperava.Estamos perdendo pontos por mero preciosismo,pra jogar ” bonitinho” ,esse estilo da defesa “Audax” é a única coisa que me incomoda nesse time e fora aquela jogada de escanteio que já está manjada.Jogar bonito é fazer Gold e ganhar jogos,agora forçar uma situação que não tem qualidade individual pra fazer algo é forçar a Barra….E claro que os treinadores adversários não vão ser otarios vão marcar em cima pra forçar o erro pois nosso time tem vergonha de dar “chutao”.

    Curtido por 1 pessoa

  8. O clube da fé compartilha sua fé com o time e sua torcida …, nessa sintonia sincrônica e simultânea, a esperança torna-se realidade.

    O ano da graça de 2.017 será tricolor do início ao fim e o clube da fé terá a torcida que fará toda diferença.

    Bom dia e ótima semana, galera tricolor do planeta

    Curtido por 2 pessoas

  9. O Rogerio, as vezes, deu uma “osoriada” e acabou pagando o preço. Mas isso é normal, ele claramente está usando esse paulista de laboratório, ele experimenta posições, variações e diversificação tática.

    Algumas deram certo, outras não.

    Paciência e segue o jogo.

    Curtir

  10. Bom dia!

    Vejo muitas comparações entre Rogério e Osório, o que é normal pela convivência entre ambos e até tem algumas semelhanças, mas acho que o time do Rogério é mais equilibrado do que o time do Osório. Basta ver pelos jogos contra Ponte e Santos, onde saímos perdendo e não nos abalamos, fomos pra cima, viramos e atropelamos o adversário. Até contra o Audax, que perdemos, conseguimos uma reação e quase viramos depois de levar o 0x2.

    Com Osório, o time começava dominante, mas quando levava gol se desmanchava, não tinha poder de reação. Aquele México 0x7 Chile é um grande exemplo da fragilidade emocional do time do Osório. E olha que sou um baita fã do Osório.

    Curtido por 3 pessoas

  11. Se eu fosse o Rogério, sacaria o João Schmidt do time (pra que basear um time em construção num jogador que fica só mais 4 meses?) e colocaria um zagueiro, sendo Lucão ou Breno. Deslocaria o Rodrigo Caio para a função do João Schmidt, como um zagueiro/volante, deixando ele livre pra jogar como fez na Florida Cup, onde chegou até a entrar como homem surpresa na área.

    Rodrigo Caio tem mais condições de marcar no meio-campo do que o João Schmidt.

    Curtido por 1 pessoa

    • O problema é que o Rogério deve ter ficado com trauma depois daquele jogo contra o Audax que o Rodrigo estava no meio,depois daquele jogo ele nunca mais usou o Rodrigo ali…Acho que ele vai esperar o Jucilei.

      Curtido por 1 pessoa

  12. Saudações tricolores a todos….. estou animadíssimo com o tricolor esse ano…. q diferença dos dois ultimos anos…. infelizmente, como futebol é resultado, esse empate de sabado ficou engasgado…. vejamos que dos 09 gols que tomamos, 06 ou 07 foram por falhas nossas, e não meritos dos atacantes, enquanto nossos gols foram todos, todos de jogadas trabalhadas…. calma la pessoal…. o ano só ta começando, e começamos bem…. vamo q vamo tricolor….

    Curtir

  13. Eu não sei como funciona a monetização do Youtube, mas imaginem se o São Paulo e outras equipes começam a transmitir suas partidas pelas redes sociais, principalmente pelo Youtube. Likes, inscrições e muitas views, acredito eu, que faturaríamos.

    Curtido por 1 pessoa

  14. Pode ser que o Jucilei seja o ponto de equilibrio que está faltando quando o time está sem a posse

    Um carregador de piano como o Casemiro no Real, incrivel como esse 1 a frente da zaga faz uma equipe melhorar

    Hoje temos o Schimidt que auxilia muito na saida de bola mas na marcação só ocupa espaço, pouca combatividade.

    Talvez o Jussa dê a equipe uma saída qualificada e a combatividade que falta no miolo

    Curtido por 1 pessoa

  15. Na minha opinião o time está perdendo a concentração qdo está em vantagem no placar. Isso aconteceu contra a Ponte Preta e aconteceu novamente no sábado.
    Somente contra o Santos que não houve essa desconcentração, e acredito que essa maior concentração deveu se ao tamanho do Santos e os muitos resultados negativos do SPFC na Vila.
    Outro fator de baixar o nível do futebol em campo são as substituições em massa da Rogério. Tirando a substituição no início do segundo tempo contra o Santos ( entrada da Araujo) as demais na minha opinião sao precipitadas e de certo modo até inadequadas, pois baixa muito o nível do plantel em campo.

    Curtido por 1 pessoa

  16. É exatamente isso, o time esta em formação precisamos de um pouco mais de paciencia para que o Mito acerte estes detalhes com certeza vamos ter otimos resultados este ano o time esta aguerrido, sabe valorizar a posse de bola com profundidade, e criando chances claras de gol (neste jogo o L. Araujo perdeu a oportunidade de servir os companheiro e definir o jogo, mais ele é jovem e vai aprender muito com os companheiros e com o Mito).
    Enfim, o time esta apresentando um bom futebol, que inclusive esta ofuscando os times que tem o melhor plantel, ou que ja vem jogando juntos a quase 2 temporadas… aquele São Paulo com futebol vitorioso voltou!!!

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s