E-Sports: São Paulo avalia investir no novo negócio

O próximo clube de futebol brasileiro a investir no esporte eletrônico deve ser o São Paulo F. C. Em conversa com o UOL Jogos, o diretor de marketing do clube, Vinicius Pinotti, afirmou que o São Paulo está em negociações para investir no cenário, mas não pode dizer com quem.

“Este mercado [de eSports] é uma tendência e estamos muito atentos a isso, temos até ligas de jogos menores que informalmente representam o São Paulo e temos consciência disso. Em breve com certeza o São Paulo vai estar neste meio”, disse Pinotti.

O diretor também explicou que a negociação não é simples e que é necessária uma parceria para o projeto. “Não é tão simples, principalmente porque o nosso principal negócio é o futebol. Nós temos sim interesse para o futuro, sem dúvida nenhuma, e este não é um projeto novo. Mas ainda assim, precisamos de um parceiro para isso, o São Paulo sozinho não consegue administrar um modelo de negócio deste tipo”, finalizou.

Para a ESPN, o clube confirma existir interesse e diz ainda que o São Paulo foi procurado por diferentes empresas para iniciar parcerias para a “construção de times de eSports”. As negociações estão apenas começando e ainda não existe nada de concretro. Porém, o clube reafirma o interesse. “O São Paulo percebe que não pode ignorar uma nova tendência e que vale a pena estudar os casos e os interesses que surgem”.

O clube afirma que sabe que o eSport está em franca ascensão e que prevê um crescimento nos próximos anos e que o clube tem prestado cada vez mais atenção sobre este tema.

Se o São Paulo fechar as negociações misteriosas, ele se tornará o terceiro clube nacional a investir no esporte eletrônico brasileiro ao lado do Santos e do Clube do Remo, que já possuem equipes de Rainbow Six Siege e League of Legends, respectivamente. Outro investidor do esporte tradicional é Ronaldo Fenômeno, que recentemente anunciou compra de parte das ações da organização da CNB e-Sports Club.

No exterior, clubes como Paris Saint-Germain, Manchester City, Valencia, FC Schalke, além de ex-jogadores de basquete como Rick Fox e Shaquille O’Neal, já estão investindo no eSport.

ESPN

Anúncios

47 comentários

    • Marquei que o mito é maior que Guardiola kkkkk (a imprensa fica nervosa com a valorização tricolor)

      Mas, minha marcação não é por ilusão ou otimismo exagerado, apenas os comparei como atletas, pois considero RIDÍCULO propor uma comparação entre o treinador mais valorizado do mundo e outro que só teve três jogos oficiais.

      Curtido por 1 pessoa

  1. As empresas entendem que este é um negócio que vai explodir a médio e longo prazo, tanto que hoje em dia elas tão lucrando um percentual bem mínimo, tipo gasta 90 e lucra 100.
    O que as empresas estão fazendo é já ter um pedaço desse mercado para quando isso explodir.

    Curtir

      • eSports tem 10 anos como algo realmente sério e tá expandindo bem rápido. Ano passado a Sportv e ESPN transmitiram alguns campeonatos. Não é absurdo pensar que daqui a 5 ou 10 anos isso vai começar a passar na tv aberta, pensando que muita gente jovem se interessa mais por games que por futebol e é algo que tem mais potencial para o clube em questão de investimento que futebol feminino por exemplo ( infelizmente).

        Não imagino o São Paulo bancando isso diretamente, mais como parceiro ou patrocinador.

        Curtir

    • Valeu.

      Li, mas não me interessei. RSS

      Vídeo game (hj apenas game) sempre esteve associado a relaxar, se divertir com amigos.

      Essa competitividade e complexidade dos jogos atuais não me empolga.

      Voltarei para o tetriz

      Curtir

      • Somos dois.

        Não me empolgo com esses jogos “mordenos e complexos”. Mas o Pinotti é antenado. Se fez o dever de casa e descobriu que é uma febre, que vale a pena o investimento, porque não? Acho válido, contanto que traga rentabilidade para os cofres do clube.

        Curtir

        • Imagino que o objetivo principal não seja lucro, mas, talvez, dar visibilidade junto aos mais jovens (que estão perdendo o referencial do time local ou mesmo não se importando com o futebol “físico”).

          Acredito que o projeto atual possa ter como cerne arregimentar torcida, fidelizar marca e coisas do tipo.

          Se não tirar dinheiro do futebol e se pagar, não vejo problema, mas imagino que seja alto o investimento para ter equipe competitiva (ou vai passar vergonha e não vai atrair torcedores).

          Curtir

          • Verdade. É um ponto.

            Outra maneira mais eficaz de fidelização é através de títulos. Ainda mais com um futebol ofensivo, moderno, mais similar com o europeu. Se a equipe mantiver a pegada e a filosofia que Ceni quer implantar, os títulos virão.

            Engraçado, nesses dias estava vendo algumas entrevistas com Zico, Luxemburgo e o Felipão, e o que eles mais “lamentam” é a conceitualização de que estão obsoletos. Os caras não tem um bom trabalho há anos e suas equipes fazem um feijão com arroz ridículo. Deus nos livre e nos guarde de um Renato Gaúcho dá vida.

            Curtido por 1 pessoa

  2. Sábado trabalho até às 19:00 e não poderei estar no Sacrossanto pra assistir o SPFC.
    Espero que a nossa casa esteja cheia pra estreia do Pratto.
    O SPFC não pode nunca temer time algum, mas este é um jogo pra entrar em campo bem esperto pra não sofrer nenhum revés.

    Curtido por 1 pessoa

    • Saudade da época do joystick kkkkk
      Mas, é isso mesmo, não acompanhei a evolução do game e fica complicado retornar para esse universo.
      Ainda tentei guitarhero, mas não é minha praia.

      Curtir

  3. Tentei assistir uma competição pelo Sportv, uma tal de LoL. Achei uma baita coisa sem graça, mas pela produção, estrutura e pelo público presente, deu para ver que o potencial do produto é bastante grande. Falavam em cifras bem altas.

    Curtir

  4. Eu não conheço quase nada, em relação a sobre saber jogar o famoso Lol(o mais popular dos campeonatos e-sports atualmente), mas como trabalho com TI, e interajo no trabalho com algumas pessoas que jogam muito esse negócio, acabo conhecendo um pouquinho, de tanto eles falarem . O que sei, é que esse negócio está crescendo demais, e que rola muita grana nesses campeonatos. Alguns programas de tv (como o profissão reporter da globo) fizeram programas dedicados ao assunto e ao campeonato de Lol… Os moleques são tratados como profissionais, com personal trainer, alimentação, salários altos para um moleque de 15,16 anos(pagam na faixa de 3 a 14 mil por mês, incluído toda a estrutura, e moradia), técnico, etc…Na final do campeonato, eles alugam o Peppa Pig Arena, ou Pacaembu, ou o ginásio do ibirapuera, e cara, os ingressos esgotam em no máximo 2 horas após os inícios das vendas… E os “torcedores” v]ao fantasiados de personagens do jogo e coisas do tipo… Eu não vejo graça nisso, mas o que importa, é que rola muita grana nesse meio “geek”(que para mim é nerd mesmo, ou muito bizarro..rs)…E esses fãs normalmente ganham bem, e gastam muito com isso…Então, não tenho dúvida que seria um negócio bastante rentável…

    Curtido por 2 pessoas

  5. Quarta-feira antes do jogo, muitos jornalistas cravando vitória do SFC e uns dizendo que o time do Dorival mesmo desfalcado era melhor. Esses pseudo-analistas ainda estão com aquele SPFC do R. Gomes na cabeça, não perceberam a mudança havida.

    Curtido por 3 pessoas

    • Pois é, até quando as justificativas esdrúxulas servirão como esteio? Seria mais profissional uma análise tática, mas pra maioria é muito difícil, preferem asneiras como sacanear jogador no inacreditável futebol clube e tolices do gênero.

      Curtir

  6. Acho que o São Paulo deve sim investir e ser pioneiro como sempre foi. Além disso o São Paulo deveria investir em mais mídia direta através de Internet e redes sociais. O canal do SP no YouTube é muito fraco. Deveria ser mais valorizado, com outros quadros “mesas redondas” e “bastidores” os atletas deveriam assinar algum adendo no contrato para essa exposição. Eu não aguento ver essa mídia cinza nos canais tradicionais. Vamos São Paulo!

    Curtir

  7. Posso falar porque tenho experiência nisso. Trabalhei como diretor do projeto de e-sports do KaBuM! (e-commerce) por um tempo. E-Sports é o nome dado aos jogos eletrônicos que possuem organização para disputas oficiais de campeonatos. Atualmente os jogos mais badalados no cenário mundial são LoL (League of Legends) e CS GO (Counter Strike Global Offensive). Ambos exigem muita habilidade e inteligência e o sistema/esquema de treinos é igual a uma equipe esportiva tradicional (digo porque também trabalhei em assessoria de imprensa de uma equipe esportiva).

    Uma coisa que vem se destacando nesse cenário de e-sports é a organização das empresas e torneios, além da fidelidade dos fãs. Os garotos (novos e mais “velhos”) que gostam dos games investem de verdade e dão retorno muito grande para as equipes. Talvez para alguns aqui seja um absurdo, mas entre os fãs dos e-sports é comum gastar mais de R$300,00 em um mouse apto para os jogos (sem falar em teclados e headsets de R$1.000,00).

    Eu tive o prazer de integrar a primeira equipe brasileira de LoL a participar do Mundial, na ocasião viajei para Cingapura por conta da empresa criadora do jogo. Foi uma experiência incrível e inesquecível para mim! Organização, luxo e muito controle de tudo. A Riot (empresa que criou o LoL) é uma das 100 melhores empresas para se trabalhar no mundo. Outro momento legal que vivi no e-sports foi administrar junto à empresa a volta da equipe de CS:GO com Fallen (um dos melhores do mundo e que apareceu na mídia há alguns dias quando jogou com o Neymar num evento), FNX entre outros. Hoje, são bicampeões mundiais e são contratados por uma das maiores organizações do mundo.

    Enfim, o PSG se rendeu a isso. Está experimentando e viu que o fanatismo dos fãs é algo que movimenta muito bem o nome da equipe, principalmente se você analisar as projeções de um provável cenário estrondosamente grande no futuro. Para o SPFC seria muito bom entrar, mas deve escolher parcerias certas, investimento certo e paciência. Assim, em pouco tempo, veríamos o sucesso do Tricolor também entre uma fatia de jovens que o futebol em geral não alcança.

    Curtir

  8. Que baita contraste esse hein.
    Uma diretoria e um conselho repleto de pessoas arcaicas e pré histórica como a do spfc investindo em algo tao moderno, chega a ser ate engraçado.
    Mas pelo visto o tal Pinotti tem uma visao mais ampla e atual dos futuros mercados em ascensão, típico de um homem de negócios.

    Curtir

  9. Bom dia.
    Galera eu também não entendo nada .
    Mas ser o Pinotti ta fazendo algo pró tricolor investir ele sabe.
    Olha só o que ele já conseguiu pró tricolor depois que ele assumiu o marketing.
    Eu sei que alguém vai fala que a camisa ta cheio de patrocínio mas o mercado ta fraco de investidor com grana pra investir em clube.
    Só a Crefisa que teve coragem.

    Curtir

    • No caso da Crefisa, nem sei se é coragem, viu… o tanto de $$ que ela joga no palmares, o histórico de escândalos e crimes do dono da empresa e os interesses da esposa dele me fazem pensar que há muita sujeira por baixo desse patrocínio.

      Curtido por 1 pessoa

  10. A grande vantagem do e-Sports é a acessibilidade ao jogo, pq depois de vc comprar, ou em alguns casos somente instalar, o jogo, todos já estão aptos para jogar com os profissionais. Já que a “peneira” é feita o tempo todo através da sua classificação no ranking nacional.
    Por isso o e-Sports tem um potencial muito maior de crescer para proporções enormes.

    Os tempos mudaram e hoje muitos jovens tem como ídolos os jovens do youtube e não mais um jogador de futebol.

    Em contrapartida, a qualidade do futebol brasileiro decaiu muito na última década e a crise também tem afastado muitos dos estádios…

    Curtir

Comente aqui, Tricolor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s