Ronnie Mancuzo - Sub

Retomadas

 

Tivemos um ano que deu sequência ao que de pior se registra na história de um clube.

A ameaça de rebaixamento, até a reta final do campeonato nacional, misturada às incontáveis infelicidades proporcionadas pelos piores tipos de pessoas que infestam nossa diretoria foi o sinal de alerta gritantemente aceso que não pode ser esquecido para os dias que virão. E serão dias muito mais complexos.

 

O que poderia ser chamado de simples n√£o ser√° feito.

Teremos como técnico alguém que interfere como ninguém mais nos tratos dos bastidores. Alguém que é colocado por muitos acima até do próprio São Paulo Futebol Clube. Claro, quem isso faz não é torcedor são-paulino. Indo até além, quem isso faz de forma alguma respeita o que o Tricolor Paulista é, nem sua História.

Por mais que estejamos ainda passando por uma das turbul√™ncias mais desgastantes que uma entidade de tamanha import√Ęncia possa passar, j√° que Leco permanecer√° como presidente e s√≥ isso j√° basta para que seja ao menos percebido um impacto degradante em nosso cotidiano, a ‚Äėcontrata√ß√£o‚Äô de um t√©cnico inexperiente j√° seria no m√≠nimo uma aposta arriscada. Com este t√©cnico sendo quem √©, dificilmente n√£o teremos um leque de pormenores sendo levantados seja em campo o resultado que for enquanto ele comandar a equipe.

Isso nem de longe seria a rotina de qualquer outro técnico.

A minha mais sincera opini√£o √© a de que o clube j√° perde ao, antes de higienizar sua √°rea de gest√£o, arriscar colocar o maior √≠cone de sua hist√≥ria mais recente no cargo mais delicado do futebol, vide a tamanha rotatividade existente na posi√ß√£o. A bagun√ßa oriunda das m√£os daqueles que porcamente seguram as r√©deas das decis√Ķes deveria ser controlada de imediato. Extinta. E ainda daqui, de longe, envolto por minha mais completa ignor√Ęncia com rela√ß√£o ao cotidiano do clube, mas enxergando claramente que tantos fracassos e vexames recentes nada mais s√£o que frutos de um cruel e covarde trabalho realizado na dire√ß√£o, fico na torcida por algum tipo de interven√ß√£o comandada por aqueles que realmente prezam pela sa√ļde do S√£o Paulo Futebol Clube e que tamb√©m sejam dotados da capacidade m√°xima necess√°ria para seguirem gerindo nossos pr√≥ximos passos da melhor maneira poss√≠vel.

Infelizmente, não vejo (ainda) em Rogério essa propriedade.

Porque ainda vejo nele sombras de um recente bloco s√≥lido de desestabilidade, tamb√©m composto por Milton Cruz, Ata√≠de, Juvenal, Leco, Adalberto, Aidar e at√© mesmo por MAC, entre outros. Como simples torcedor passional, sofri absurdos com os √ļltimos anos que me trouxeram receio incomum se comparado com as grandes fases que tivemos e at√© mesmo com as √©pocas de intervalos vazios pontuais. N√£o √© s√≥ a d√ļvida sobre que time entra em campo na pr√≥xima partida, se √© aquele que goleou o Corinthians e que buscou resultados heroicos nas √ļltimas Libertadores, ou se √© aquele que sequer um chute a gol tem dado em decis√Ķes de extrema import√Ęncia. A d√ļvida maior fica a cargo de que tipo de trabalho far√£o nos setores estrat√©gicos do clube, na manuten√ß√£o de pe√ßas (jogadores), na pol√≠tica de contrata√ß√£o, enfim, no futebol como um todo, que √© o cora√ß√£o do clube e a raiz de nossa exist√™ncia.

O torcedor s√£o-paulino √© v√≠tima de uma violenta falta de raz√£o nos atos de seus diretores. Suas respectivas posturas levam ao questionamento que lhes tira qualquer sentimento de amor ao clube. S√£o constantes manifesta√ß√Ķes de orgulho, gan√Ęncia, megalomania, ego√≠smo, insensatez, tudo regado a ironia, cinismo, hipocrisia, deboche, neglig√™ncia.

E Rogério, se não já parte desse universo infeliz, agora chega (ainda que pareça que nunca partiu) e isso encontrará como seu mais difícil rival.

Sendo ele quem é para muitos, conseguirá obter sucesso e até mesmo minar todo tipo de podridão enraizada nos setores de administração Tricolores.

E claro, minha torcida é para que assim seja. Porque isso parece ser o melhor a acontecer para o São Paulo Futebol Clube.

E d√ļvida alguma supera minha torcida por dias absolutamente melhores para n√≥s s√£o-paulinos.

Se for pra Rog√©rio Ceni ser o marco inicial de nossa retomada √†s posi√ß√Ķes m√°ximas do futebol mundial, que assim seja.

Que assim seja.

 

Ronnie Mancuzo ‚Äď Sub

¬†——————————————————————————————————-

Falar de Rogério Ceni é falar de goleiro.

E, ap√≥s sua recente sa√≠da, neste pequeno intervalo, grande foco foi dado √† posi√ß√£o em nosso time. As reclama√ß√Ķes em alguns momentos ultrapassaram o limite do comum, por√©m foram claras v√°rias das ruins participa√ß√Ķes de quem o substituiu.

Como alternativa, Sidão surgiu em notícias soltadas ao vento, talvez com boa probabilidade de realização. Nada ratificado.

No vídeo de hoje, feito pelo canal Niown HD, alguns lances do arqueiro que tem feito um grande trabalho no Botafogo.

√Č uma boa?

Porto Alegre, 26 de junho de 2016 - CAMPEONATO BRASILEIRO - SERIE A - INTERNACIONAL X BOTAFOGO - Sidão, jogador do Botafogo, comemora o gol durante a partida válida pela décima primeira rodada da série A do Campeonato Brasileiro 2016 no estádio Beira Rio. Foto: Pedro H. Tesch/Eleven
Porto Alegre, 26 de junho de 2016 РCAMPEONATO BRASILEIRO РSERIE A РINTERNACIONAL X BOTAFOGO РSidão, jogador do Botafogo, comemora o gol durante a partida válida pela décima primeira rodada da série A do Campeonato Brasileiro 2016 no estádio Beira Rio. Foto: Pedro H. Tesch/Eleven