O caso do meia Lucas Mugni é complexo para o time carioca. Argentino e com vínculo até 2018, está fora dos planos da comissão técnica comandada por Zé Ricardo.

O diretor-executivo do departamento de futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano, chegou a discutir com o jogador, que negou propostas de Atl√©tico-PR, Vit√≥ria e Am√©rica-MG. Fora dos planos da comiss√£o t√©cnica, o jogador precisa de uma vitrine para ser negociado, por√©m, parece acomodado pelo fato de receber sal√°rios sem jogar. Na pr√≥xima semana seu representante chegar√° da Argentina a fim de dar um rumo √†s negocia√ß√Ķes.

Com possibilidade de ir a outro mercado, o Flamengo pretende que o atleta jogue e se valorize para poder ser negociado. Sabedor de que o S√£o Paulo busca um meia e vem se dando bem com estrangeiros, o time rubro negro colocou em pauta o nome do atleta e facilitaria o caminho para um acerto.

O Vit√≥ria √© mais um clube que tenta seu futebol mas o jogador quer uma vitrine e o S√£o Paulo seria uma op√ß√£o j√° que √© aberta a procura por um meia para repor Ganso. Com pouco caixa e poucas op√ß√Ķes no mercado, talvez seja uma possibilidade ao Tricolor.

Canhoto, promissor e habilidoso, Mugni chegou para ser craque e hoje é incógnita. Será que vale?

Blog do S√£o Paulo