Blog do São Paulo está a postos no CCT para cobertura da apresentação do ídolo e capitão Lugano! 

cct16

Confira a entrevista completa: 

Leco: “O S√£o Paulo tem na sua torcida e por ela o apre√ßo a ponto de mais do que tudo trazer de volta para c√° esse mo√ßo (Diego Lugano). Evidentemente, n√£o estamos satisfeitos com o que aconteceu l√°. Fazem parte infelizmente do stress, condi√ß√Ķes sociais. Nesta c√©lula espec√≠fica, se mostraram de uma forma negativa”.

Leco: “Um momento marcante” – quando Lugano entrava na sala de imprensa.

Lugano: “Desculpem meu portugu√™s, que nunca foi muito bom, mas agora est√° pior ainda (risos). Alegria, emo√ß√£o e uma linda responsabilidade em voltar a vestir o manto sagrado. A vontade √© a mesma de anos atr√°s, muita coisa mudou, mas o sentimento nunca mudou e nem vai.”

Lugano:¬†“Gratid√£o ao S√£o Paulo, √† toricda, aos dirigentes. Hoje estamos aqui para o √ļltimo per√≠odo de minha carreira esportiva. Espero dar muitas alegrias. Ser eu mesmo e dar o melhor ao time”

Lugano: “Com Bauza, falei obviamente sobre minha situa√ß√£o, minhas ambi√ß√Ķes, meus desejos. √Äs vezes, o jogador perde mais do que a parte f√≠sica, perde ambi√ß√£o. Depois de conversar, ficou claro minha postura, principalmente diante do S√£o Paulo.

Lugano:¬†“Estar na Am√©rica do Sul era por quest√Ķes familiares. √Č perto do Uruguai, o maior do Paraguai, ent√£o foi bom. Meu desejo √© jogar como zagueiro, acho que onde posso dar mais ao elenco. Eu vim para ser mais um do elenco e estar √† disposi√ß√£o do t√©cnico. Se quiser me colocar de goleiro, eu vou”.

Lugano:¬†“Foi emocionante, uma festa institucional, onde cada jogador hist√≥rico do S√£o Paulo foi homenageado. Vi o rosto de meus colegas, muito emocionados. Eu j√° tinha na cabe√ßa que poderia existir l√° possibilidade de voltar, mas esse dia entendi que n√£o podia dar as costas para minha hist√≥ria”. – sobre Ceni.

Lugano:¬†“Hoje S√£o Paulo atravessa uma fase de transi√ß√£o, com alguns anos complicados. At√© Rog√©rio entendeu que eu posso coloborar com essa transi√ß√£o, n√£o posso ficar de costas para esse povo. Essa dia ficou mais que claro que aqui √© meu lugar, tenho que entregar tudo o que sou”.

Lugano:¬†“Meus √ļltimos anos foram complicados, com muitas les√Ķes, principalmente na √©poca da Copa, tive contatos de voltar ao S√£o Paulo, mas acreditei que n√£o suportaria o calend√°rio assassino do Brasil. No √ļltimo ano, consegui n√≠vel f√≠sico e t√©cnico para voltar. N√£o vim para passear, venho para corresponder quem confia em mim”.

Lugano:¬†“N√£o quero jogar todo jogo, e nem acho que o time precisa de mim tanto. Quero jogar com os moleques bons que o time, sou mais um e vou estar √† disposi√ß√£o”.

Lugano:¬†“Estou fazendo um trabalho de reequil√≠brio muscular, preciso por toda a cobran√ßa, por minha idade. Infelizmente, perdemos tempo na negocia√ß√£o. N√£o sei quando vou estar pronto. A comiss√£o t√©cnica √© que determinar√°. Acho que j√° na pr√≥xima semana vou a campo, mas jogo √© o treinador que sabe”.

Lugano:¬†“O torcedor sabe que com 35 anos n√£o √© mais 23. O torcedor sabe o que pode esperar de mim hoje e v√£o entender a situa√ß√£o. Eu sou extremamente competitivo e por isso estou aqui. Poderia estar muito mais tranquilo, no futebol longe, mas estou aqui porque quero o desafio. Vou entender e respeitar as decis√Ķes”.

Lugano:¬†“Eu sempre fui muito profissional, sempre me cuidei muito. Isso do peso √© realtivo. Estou um pouco abaixo, mas preciso fazer um trabalho de reequil√≠brio muscular, algo de rotina para qualquer jogador, principalmente no S√£o Paulo, com Departamento M√©dico t√£o bom”.

Lugano: “Obviamente quero encerrar a carreira aqui, mas vamos no dia a dia, com responsabilidade e ilus√£o, quero aproveitar cada detalhe, sofrer com cada derrota, vibrar com vit√≥rias. Espero que seja aqui meu √ļltimo jogo, mas vamos com calma”.

Lugano:¬†“Eu j√° fui muito feliz na sele√ß√£o, deixou para os meninos, mas se Uruguai me chama, √© claro que dou a cara a tapa e vou, brigar com meus companheiros como sempre fiz. Nessas horas, o racional fica um pouco de lado”.

Lugano:¬†“O elenco tem muita qualidade e n√£o tem campeonato mais equilibrado do que o Brasileir√£o e, se em meio √† tanta confus√£o no clube ano passado, se classificou para a Libertadores, d√° para ver que o time √© bom. Estou muito ansioso para fazer parte desse elenco e conseguir grandes objetivos”.

Lugano:¬†“Quando voc√™ veste essa camisa, os objetivos v√£o l√° em cima”.

Lugano:¬†“O grupo escolhe o l√≠der. Eu venho para ser mais um e transmitir minha experi√™ncia e vontade. Ser capit√£o de um clube e sele√ß√£o √© diferente. Voc√™ tem mais viv√™ncia no clube, mas tem um pa√≠s por tr√°s da sele√ß√£o. Voc√™ tem que manter a linha de conduta, de comportamento, n√£o h√° margem de erro”.

Lugano:¬†“Isso √© a vida de qualquer atleta, vai fazendo seu caminho. Acho que n√£o tem nada mais, foi isso. Quando eu vim ao Brasil h√° 13 anos muitas coisas mudaram. H√° 13 anos, ningu√©m falou bom dia para mim. Voc√™ n√£o pode se achar t√£o baixo como uma derrota e nem t√£o grande como uma vit√≥ria”.

Leco:¬†“Ele √© o jogador da torcida e tamb√©m do presidente (risos)”.

Lugano:¬† “A recep√ß√£o foi linda, maluca, para um cara que simbolizou uma √©poca boa para o clube, Mineiro, Josu√©, Kak√°. N√£o precisa de festa a mais para n√£o ficar exagerada. Torcida s√£o-paulina demonstra que tem gratid√£o, algo importante para os meninos da base. Agora quero trabalhar”.

Lugano:¬†“(…) Quero que lotem o est√°dio quando estivermos no Paulist√£o, na Libertadores, para que tenhamos quim√≠ca e consigamos bons resultados”.

Lugano:¬†“Em 2003 tamb√©m cheguei aqui e vi um time que n√£o ganhava, mas o S√£o Paulo √© elite, profissionalismo, modelo no Brasil e isso n√£o pode perder. Muitos copiam. Lembro que Rog√©rio (Ceni) falou ano passado que o S√£o Paulo precisa seguir crescendo. Vou dar o que posso para o clube”.

Lugano:¬†“Confio no elenco, na diretoria, na institui√ß√£o, n√£o vim aqui para inflar meu ego”

Lugano: “√Č igual Pel√© com Santos, Zico com Flamengo, n√£o sei mais exemplos de algu√©m t√£o ligado a um clube como ele. N√£o d√° para comparar, mas sinto que tenho a necessidade de assumir a cobran√ßa que Ceni tinha aqui. N√£o tenho medo e sei que vou ser cobrado e criticado. Vou assumir a press√£o, colocar o peito a bala, fazer meu melhor futebol”.

Lugano:¬†“O capital do clube quem faz s√£o os √≠dolos. Um deles √© o s√≥cio-torcedor. Mas o mais importante √© o sentimento do torcedor com o √≠dolo, isso √© incalcul√°vel. √Č um patrim√īnio para toda a vida”.

Lugano:¬†“Meu √ļltimo jogo perdemos para uma final para o Internacional. S√£o Paulo √© uma camisa pessoal. Eu tenho uma vis√£o americana, sei que os grandes est√£o se preparando fora do Brasil para Libertadores. O mais importante √© a caminhada e o torcedor tem que ter paci√™ncia com o grupo que estamos formando”.

Lugano:¬†“Se eles est√£o jogando, √© porque tem muita qualidade. Luc√£o, Rodrigo, tem n√≠vel de Sele√ß√£o Brasileira, se posso ajud√°-los, vou assumir a responsabilidade, a cobran√ßa, proteger eles. Mas acredito que n√£o precisem, porque t√™m qualidade e personalidade suficiente. Vou aprender com eles tamb√©m. Quero uma rela√ß√£o de igualdade”.

Lugano:¬†“Aquele elenco do S√£o Paulo n√£o perdeu, n√£o fui s√≥ eu que conseguiu isso. Espero que tenhamos de novo essa sequ√™ncia vitoriosa, que s√≥ se consegue com um time com fome, com vontade. Mas adianto que ficar sem perder cl√°ssicos assim √© algo muito dif√≠cil, raro, quero √© ser campe√£o”.

Lugano:¬†“Entre Argentina e Uruguai muitas coisas s√£o parecidas. Nos conhecemos mesmo sem ter trabalhado junto, S√£o Paulo precisa de n√≥s e vou dar o melhor poss√≠vel para o clube e seguir suas orienta√ß√Ķes. Cada um vai fazer sua fun√ß√£o para que o S√£o Paulo consiga o melhor”.

Lugano:¬†“Kak√° √© um exemplo, sim, sempre dizem que a segunda passagem nunca √© igual a primeira. Muita gente me disse que era um risco, mas esse risco fica em quinto plano quando tem um grupo, um clube precisando de voc√™. N√£o h√° duas maneiras de pensar. Se n√£o foi como a gente sonhou, n√£o vai ser por falta de trabalho”.

Lugano encerra a coletiva de imprensa e atende aos veículos.

cct7 cct8 cct9 cct10 cct11 cct12 cct13 cct14 cct15

CCT2

CCT1

cct3

cct4

cct5