Como o São Paulo trabalha para contratar jogadores? Veja quais as necessidades dos 7 reforços mapeados do São Paulo para 2016!

Todos sabem que não temos qualquer reforço confirmado até o momento. O São Paulo apenas apresentou o técnico Bauza ao seu torcedor.

No mapeamento efetuado por Gustavo Oliveira junto ao Departamento de Estatística e Scout que o clube está implantando, para monitoramento de jogadores, com programas de computador, diversas estatísticas, observação in loco, vídeos, etc. os perfis foram definidos.

Assim, o São Paulo mapeou SETE necessidades de reforços:

– Lateral direito;

– Lateral Esquerdo;

– Zagueiro;

– Volante;

– Meia;

– Atacante de flanco;

– Centroavante.

 

Veja o que  o Diretor de Futebol Gustavo Vieira disse a respeito deste processo de mapeamento e prospecção, em entrevista dada este ano para o Estádio 97:

Processo de contratação

“A minha participação é determinante no ambiente de contratações. É claro que não é fácil juntar informações técnicas, desejos do técnico, pretensões do presidente e vice-presidente, agregar tudo isto ou definir alguns nomes e mesmo assim executá-lo. É um processo difícil e desgastante que leva até três ou três meses e meio.”

“Ao mapear o mercado, nós verificamos atletas com essas características que queremos. São poucos atletas que encaixam; poucos em disponibilidade. Então com aquele mapa, você vê clubes que podem permitir uma negociação ou atletas que estão em fim de contrato ou algum atleta de algum clube menor que você tem poder econômico e a expectativa de trazer. Então tinha poucos atletas e pouquíssimos em disponibilidade no mercado. Então no fundo é um processo como nos outros que começa com a analise técnica, detecção da oportunidade, confirmação da oportunidade, viabilidade financeira e aí a gente parte pro mercado e tenta contratar.”

“No processo de negociação, cada negociação é quase um livro que se escreve. Porque é praticamente como estar em um jogo de xadrez e lidar com pessoas, o agente, o atleta, o outro clube. Então tem que saber conduzir tudo isso. A hora que a notícia se torna pública, e é óbvio que um atleta pretendido pelo São Paulo passa a ser pretendido por qualquer clube do Brasil, com certeza, senão do mundo, isso aumenta a pressão, aumenta a ansiedade. Obviamente, o ambiente interno acaba sendo aumentado. O presidente e vice querem a definição logo, só que também eu estou comprometido com o aspecto financeiro. Tudo se precipita e eu ainda tenho que manter o controle da negociação, defender aquela negociação em relação a outros clubes que tentam se colocar em relação ao atleta, mantendo ainda o aspecto financeiro. Cada negociação, volto a dizer, é uma história. Negociação hoje em dia não é bastar ligar pro atleta, pro agente, pro clube e resolver em duas ou três horas. Hoje as negociações levam pelo menos, quando de forma muito eficiente, de 5 a 7 dias de forma muito intensa. E fora outras negociações que levam 40 ou 45 dias.”

Análise científica de jogadores para definir contratações

“Nós do São Paulo temos desenvolvido muito esta área. Aliás, este ano será determinante nisso. Tem tradicionalmente no futebol brasileiro uma característica muito subjetiva, muito intuitiva de quem se contratar e qual o estilo de jogo. Trazer elementos científicos e dados objetivos, de estatísticas, de análise, de desempenho, etc, enriquece o processo de avaliação e decisão. Obviamente, que outros elementos pessoais também são necessários. O perfil pessoal do atleta, eventualmente conversar com ele. Existe toda uma série de informações que são determinantes para se chegar à conclusão se aquele jogador tem o perfil ou não. A partir dali você abre a negociação e você tem outra história a escrever. Mas de fato é extremamente importante.”

Teto salarial

“O São Paulo é muito responsável nisto. O ambiente interno me ajuda muito. Eu sempre costumo dizer que quando você sai de uma sala de contratação, você tem que olhar na cara de cada atleta do grupo. Então o aspecto financeiro é sim de fato algo extremamente relevante. É obvio que as informações são sigilosas, mas eles acabam dividindo algumas informações entre si. A remuneração tem que ser altamente justa, dentro dos juízos de valores entre eles. Aqueles que eles respeitam do ponto de vista técnico, de liderança, que tem um espaço maior em relação ao outros, que tem um espaço diferente, jovens que chegam. Então você tem que entender: no fundo quem fixa o salário é o próprio grupo e o juízo de entendimento entre eles em relação à responsabilidade e a importância que cada um tem no grupo. A gente só faz a gestão disso.”

Ciúme entre jogadores devido aos salários de cada um

“Isto é fato. É muito do fruto dos valores que eles carregam entre eles no ambiente de grupo. É o que digo: é óbvio que você tem atletas que merecem mais, atletas que ainda estão em desenvolvimento financeiro. Você tem que administrar no fundo o que eles entendem como justo e você acaba definindo. O São Paulo trabalha com muita responsabilidade, até porque a gente trabalha em sintonia com o departamento financeiro. Então de fato pra gente é um pouco mais controlado do que ouço dizer dos outros clubes.”

Sobre a vida extracampo no processo de análise dos jogadores

“O São Paulo é um relógio para se trabalhar. Eu sempre frequento ambiente de outros clubes e o São Paulo, de fato, pra quem já teve a oportunidade de conhecer, é como um reloginho trabalhando. Desde a fisioterapia, segurança, administração e os profissionais ligados ao futebol. Então a gente tem que entender que o atleta vai se enquadrar no nosso ambiente e na nossa forma de trabalhar, que é obviamente dar liberdade à nossa vida privada, mas sem dúvida que ele precisa, ao estar no CT, ser responsável e fazer parte daquele reloginho. Porque é a nossa fórmula de sucesso. Então investigar o perfil, a sua característica, o quanto que se dá trabalho ou não fora de campo pra gente é importante. Você no final pode até tomar uma decisão de risco, mas atualmente a gente tem adotado uma postura muito rígida em relação a perfil. Não à toa, a gente hoje tem atletas absolutamente comprometidos com pouco índice de dar trabalho na gestão. Então isso é fruto de um ambiente favorável que os próprios atletas produzem com base nas suas características.”

O que você acha, Tricolor?

Blog do São Paulo

Anúncios

86 comentários

  1. Ainda resta esperança. O Gustavo, nesta entrevista, demonstrou agir na esteira do personagem central do filme Moneyball. Uso de estatística, da ciência na escolha e contratação. Chega dessa coisa “achista”, sem qualquer segurança tão tradicional no país, em todos os setores. Parabéns pela postura. E que ele, Gustavo, seja uma referência no novo perfil de gestores do SPFC e do futebol no Brasil.

  2. Tenta fazer troca com o Flu e pega o Edson (meio campo) ou Otávio Atlético PR, para a Lateral Renê do Sport (oferece o Reinaldo e outro Jogador) e Dedé Cruzeiro para a Zaga

  3. Pra mim: Lugano, Bruno Rodrigo, Buffarini, Renê, Ortigoza, Nenê, Kieza. No restante, sobe alguns garotos da base e fecha o elenco para 2016.

    Quanto ao Nenê, Atlético MG acabará tirando do Vasco a troco de jogadores não utilizados no clube mineiro (coisa que o SP mais tem é jogador para moeda de troca, mas pelo jeito esse não vem)

  4. Então pq antes de uma intenção de contratação vir a tona, não estuda primeiro o jogador por uma temporada em secreto dele msm, pretensões salariais, perfil, vida social, e aproveita a cada fim de temporada para já chegar com uma proposta concreta, tendo não só um jogador de posição em contato, mas dois ou três? Não daria alarme ao concorrente, com no máximo 3 dias de respostas. Garanto q em sete dias, se comunicaria com no mínimo dois atletas do msm nível e em um mês, com oito, resultando em um acordo com possíveis 4 atletas já para uma pré-temporada. Se trabalharem assim, teram 50% de retorno positivo em suas buscas. Torcedor de coração tbm pensa no melhor para o clube e com responsabilidade. Queremos apenas ser campeões, simples assim!

    • numa negociacao existem varios interessados .. vou citar 3 .

      O Clube que deseja pagar menos
      O Jogador que quer ir para um time maior
      O Agente que quer apenas ganhar mais dinheiro.

      logo que um clube se interessa ou faz uma proposta .. o agente do atleta tem interesse sim em vazar a noticia para conseguir melhores comissoes. Comeca o leilao e leva quem tem mais granha

      essa de sigilo ja era … apenas em caso de jogadores desconhecidos ou esquema com empresarios amigos.

  5. Ta, então trate de arrumar outro lugar para Wesley, pois 300 mil reais pra esse cara é um absurdo em relação ao seu desempenho e ao que ele já produziu enquanto profissional

  6. Eder Álvarez Balanta, do River contrato acaba em Meio de 2016, já pode assinar um pré-contrato no começo do ano, faz um esforço e oferece um compensação ou atleta em definitivo. Zagueiro que joga do lado esquerdo com 22 anos, Vende o Lucão e traz o Colombiano.

  7. Eu fico impressionado como a maioria dos torcedores acham que é fácil uma negociação para contratar um jogador.
    Muitos já falando manda três jogadores e trás o tal jogador, mas não levam em conta que o time de lá não tem interesse nos jogadores que estamos oferecendo ou de abrir mão do que queremos. Como por exemplo o Otavio que muitos falam. O Atlético dificilmente deixaria ele vir para o São Paulo eles sempre dificultaram negócios com o tricolor.

    Já os salários que muitos reclamam o do Wesley que ganha 300 mil ou o Kieza que pode chegar ganhando 200 mil. Esses valores são baseados no que o mercado oferece a ele. Ou o clube se sujeita a pagar esse valor ou ele simplesmente não vai jogar nesse clube. O Wesley devia ter um salario semelhante a esse quando estava no Palmeiras e o Kieza igualmente no Bahia.

    • Se Kieza ganha R$200 mil no Bahia, então não deve querer sair de lá!

      Desculpe! Prefiro aumentar o salário de Breno, que deve estar descontente com seu salário e por isso surgiu essa de Muricy e Flamengo. Se não me engano ele deve ser um dos menores salários do elenco, e já mostrou, que ainda tem muita lenha para queimar.

      Acho que Rodrigo Caio, Thiago Mendes, merecem ganhar mais que Kieza.

      • Ele não pertence ao Bahia pertence ao time da China e provavelmente ele não quer jogar lá. E você prefere ganhar 200 mil na China, no Bahia ou no São Paulo?
        Acho que a resposta é óbvio.

    • Quem sabe esse mala do Wesley não possa ser negociado com o sporte, facilitando assim a vinda do Renê.
      O Ortigoza é um meio campista que possui um excelente passe. Assistindo a alguns vídeos do mesmo no san lorenzo, pude observar o quanto o cara faz o jogo fluir. Um lateral com a qualidade do Renê, facilita a vida de um jogador que possui um bom passe. Haja vista quantas vezes o Ortigoza municiava as descidas do Buffarini. Ambos formariam uma excelente dupla, e mais, se acontecesse um milagre de contratarmos o Buffarini e o Renê, com Ganso e Ortigoza no meio campo. Certeza de darmos muito trabalho para nossos adversários em 2016.

  8. Bom dia amigos.

    Amigos, estou assistindo um vídeo do Renê, lateral do Sporte. Pelo amor de Deus diretoria, tragam esse jogador pra ontem. Se ele apresentar esse futebol vestindo a camisa do SPFC, certeza que será vendido para um grande time europeu dentro de pouco tempo.

  9. Nem tô pensando em LA, um time que volte a impor respeito, que volte a vencer clássicos, seja digno desse Manto e deixe de ser motivo de piada dos rivais, já me deixaria muito feliz.

  10. Bom Dia Nação Tricolor

    Caros Tricolores Tri Campeões Mundiais

    Contratações
    Lugano custo zero
    Renê troca Reinaldo + Hudson
    Buffarini dinheiro
    Ortigoza dinheiro
    Dedé e Arrascaeta troca Wesley + Michael Bastos + Bruno + Carlinhos
    Bruno Henrique troca Carleto + Luís Ricardo + João Felipe

  11. Se o SP contratar esse monte de jogador q o pessoal pede aki, mais os q ja tem, mais os q querem que retornem de empréstimo, e ainda querem q subam mais uns 5 da base….. Façam as contas e teremos 50 jogadores a disposição…. Vamos com calma…… Contratações pontuais, isso sim…..

  12. E outra, não existe almoço grátis, e sendo assim, não existem jogador que vem sem custo, existem luvas para pagar pro jogador, e seu empresário.

    Se não são pagas no momento da contratação, pagam no decorrer do contrato.

    Jogador de futebol de graça? Nem no vídeo game mais!

  13. Creio que a crise que o São Paulo vive desde 2009, mais ou menos, se deu por algum desses fatores serem desrespeitados, exemplo:

    – O primeiro motivo, na minha opinião, é a falta de um técnico – líder fixo por mais tempo. Alguém capaz de chegar e dizer “Jovem, é isso que estamos tentando buscar. Seja parte disso.” e, ao mesmo tempo, conseguir a atenção do atleta.

    – O segundo motivo é a troca de muitos jogadores, muitos salários diferentes, muitos perfis nada a ver com o time. Um claro desrespeito é o famoso salário do Luis Fabiano, que mal jogava, ficava lesionado e em campo dava muito problema. Eu, se fosse um jovem atleta ali no time, me sentiria revoltado.

    – O terceiro motivo é o excesso de egos inflados. Rogério dizendo que ele queria mais um título, Luis Fabiano não jogando, mas sendo sempre gritado nas arquibancadas, outros jogadores que vem de fora, por empresário, ganhar muito mais do que os outros.

    – O ultimo, mas não menos importante, a impaciência da cultura do futebol. Leva um tempo pra um jogador se firmar, dentro de um padrão tático e não cometer muitas falhas. São raros os jogadores que conseguem, de cara, conseguir o que o treinador quer. O problema existe, pois se o jogador falha um, dois, três jogos, a torcida já diz que não presta. Se for jovem ainda, é pior.

    Isso tudo parece que vai ser controlado: Pato, jogador do rival, com personalidade peculiar, foi embora. Luis Fabiano foi pra China. Rogério Ceni aposentou.

    O que falta é tirar o Michel Bastos, que não se enquadra na frase do Gustavo: “Não à toa, a gente hoje tem atletas absolutamente comprometidos com pouco índice de dar trabalho na gestão” e Wesley.

    Jogadores como Reinaldo, Hudson, Carlinhos ou Bruno, por exemplo, são sempre citados na lista de dispensa de (quase) todos os torcedores, mas eles não tem problema de perfil, e sim de qualidade. Eles devem sair pela falta de qualidade, não por serem “ruins” para o time.

    • Bela análise! Mas creio que MB pode ser útil, Bauza deve dar uma enquadrada nele e o cara tem lenha pra queimar. Mas se não tiver jeito que vá. O Wesley me parece mais complicado, um cara meio desligado, não querer nada com nada. Os demais são jogadores comprometidos sim, o perfil do grupo melhorou muito. Por isso concordo com a análise do gustavo.

  14. Boa entrevista, na teoria, quero saber onde estavam esses dados analíticos quando contratou o Wesley, por exemplo, que perfil é esse que encontraram no atleta que se encaixava no SPFC?

    O mais engraçado não é a entrevista, senão os comentários, muita gente quer que o SPFC traiga um monte de bons jogadores que se destacaram no seus clubes trocando por Reinaldo, Wesley, antes o Edson Silva, Hudson. Nenhum clube é bobo, porque o Sport receberia o Reinaldo que era 3º reserva la para entregar o Rene? Fala sério, pessoal acha que contratrar jogador na vida real é igual Master League de Play.

  15. Precisa definir suas prioridades, um zagueiro, um LE, um primeiro volante e um meia. Se sobrar algum dinheiro, que tragam um LD e um centro avante.

    Zagueiro: Bruno Rodrigo, Manoel, Balanta, Lugano, Cleber
    LE: Palito, Rene
    Primeiro volante: Otávio, Willians, Josué
    Meia: Nenê, Vitinho, Mancuello

    Se sobrar dinheiro e oportunidade, tragam Buffarini e Ruben

  16. Acho que os reforços serão anunciados somente na semana da apresentação do elenco, espero que eles já estejam disponíveis para a pré-temporada, maximizando esse período de adaptação ao restante do elenco e ao treinador.

  17. Meu Deus. Gustavo literalmente cagando pela boca! Quanta asneira, teoria e blá, blá, blá juntos!
    “…a gente hoje tem atletas absolutamente comprometidos…”
    Onde isso? A marca do ano do time é o descompromisso dos jogadores com o SPFC!
    Quando foi essa entrevista Zanquetta?

  18. Será que o Manchester aceitaria uma troca do De Gea pelo Reinaldo? Se não aceitarem podem oferecer o Mirray junto…
    Sei não, ainda acho que precisaremos de um goleiro mais confiável…

  19. Em 2015 o maior ladrão de bolas do Atlético PR foi o Otávio mas em 2014 foi o Deivid , será que isso não é porque um passou a ter funções mais defensivas que o outro ?

  20. Eu gostaria que fossem contratados 2 zagueiros, 2 volantes e 1 atacante. Caso aparecesse alguma oportunidade boa de negócio pra trazer, 1 lateral direito, 1 lateral esquerdo e 1 meia pra ser reserva de Ganso, beleza, caso contrário, ficariam apenas nas 5 contratações que mencionei. Os 2 zagueiros poderiam ser Lugano e mais um que atue pelo lado esquerdo (Henrique ex-palmeiras e Rever me parecem ser negociações mais palpáveis no momento atual, já que os dois não estão muito bem em seus clubes e podem se recuperar no SPFC), pra volantes poderia trazer Ortigoza, que é da preferência do Bauza, e mais um, que seja mais dinâmico, estilo Thiago Mendes, e pro ataque traria Kieza mesmo. Pra outras três posições, aparecem os nomes de Buffarini, Renê e talvez Nacho Piatti.

    Além dos jogadores que já saíram, também incluiria nas saídas, Reinaldo, Hudson e Wesley, e caso aparecesse alguma proposta boa financeiramente, também deixaria ir mais dois, que poderiam ser Rodrigo Caio ou Lucão, e Carlinhos ou Michel Bastos. Com preferência para as saídas de Lucão e Michel.

    Mas tudo isso seguindo uma ordem natural, pois não podemos forçar nenhuma saída e nem pagar caro em reforços, tem de haver inteligência. Se for pra conversar sério com o Michel Bastos, pra que ele mostre querer ficar, prefiro que fique então, pois já mostrou ser importante quando quer.

    E, possivelmente, teríamos dois bons times:

    Renan

    Breno
    Lugano
    (Zagueiro a ser contratado)

    Bruno
    Thiago Mendes
    Ortigoza
    Ganso
    Michel ou Carlinhos

    Rogério
    Kardec

    E outro time com:

    Denis

    Lucão
    Rodrigo Caio
    Lyanco

    Auro
    Banguelê
    (Volante a ser contratado)
    Daniel ou João Schmidt ou Lucas Fernandes
    Matheus Reis ou Inácio

    Centurion ou David Neres
    Kieza ou João Paulo

    São dois bons times e dentro de nossa realidade atual, sem ficar fazendo graça.

    • Eu conto e muito com o breno.

      Certamente a equipe médica e de fisioterapia está fazendo um bom trabalho com ele agora nas férias…

      Ele passou por cirurgia e está se recuperando.

      Tenho fé que participará da pré-temporada…

  21. Sobre os alvos:

    – Lateral direito: Buffarini – status: difícil / opinião: bom jogador, mas desnecessário.

    – Lateral Esquerdo: Renê – status: viável/ opinião: bom jogador e urgente contratação.

    – Zagueiro: Lugano – status: quase certo / opinião: em fim de carreira, mas pode agregar com experiência e se encaixar bem no esquema Bauza, que costuma proteger bem a última linha defensiva.

    – Volante: Ortigoza – status: quase certo / opinião: não me convence, mas vamos dar um voto de confiança ao Bauza.

    – Meia: ??? / sugestão: Lucas Piazon, jogador formado no São Paulo, de talento, sabe armar o jogo e fazer gols, mas não estourou na Europa. Joga como meia centralizado ou aberto. Seu contrato termina em maio de 2016.

    – Atacante de flanco: ??? / sugestão: Marcos Guilherme, jogador rápido e bom finalizador, seria um baita investimento, mas deve ser caro e o contrato com Atletico-PR ainda é longo, termina em 2019. Opinião: Engraçado, o jogador pra essa posição seria Ewandro, mas fizeram a besteira de emprestá-lo ao mesmo Atletico-PR com opção de compra.

    – Centroavante: Kieza / opinião: jogador rodado, é goleador, mas só jogou bem em time pequeno. Teve chances no Cruzeiro, no Fluminense e não emplacou. Contratação duvidosa.

  22. Acho que uma coisa já dá para comemorar. Pelo jeito a diretoria vai levar a ferro e fogo a política financeira com responsabilidade. Se fosse para gastar de forma irresponsável e sem critérios acho que já teriam feito.

    • Muito bom, parece que é isso mesmo. E o que é mais interessante, nem por isso teremos uma equipe de refugos. Vamos montar uma equipe lutadora e comprometida e vamos ter condições d

    • Muito bom, parece que é isso mesmo. E o que é melhor, nem por isso teremos um time fraco. Vamos montar uma equipe lutadora e comprometida e com condições de brigar dignamente.

  23. Nessa entrevista, o Gustavo recebeu produtividade ou comissão?
    Ao invés de expor seus métodos de prospecção de contratações e bastidores da diretoria tricolor, melhor seria trabalhar em silêncio e de modo eficiente e mais rápido.

    • Se esses nomes se confirmarem creio que temos um bom elenco para 2016, dentro das nossas condições atuais. Promovendo alguns jovens promissores, teremos condições de brigar e criar uma boa base para se fortalecer ainda mais.

  24. Bom dia! Gosto do trabalho do Gustavo, acredito que apesar da demora vai trazer bons resultados. Lentamente o São Paulo vai retornando ao seu caminho de glórias.

    Destruir é muito fácil e rápido. Já construir com uma boa base de sustentação é um processo mais demorado, não tem jeito.

  25. Acho que algumas pessoas ainda não entenderam que o SPFC está sem dinheiro para esbanjar em contratações… Está bem claro que… Ou vem Ortigoza, ou vem Bulfarini… O clube no momento não tem aporte financeiro para contratar ambos…
    Na minha opinião, pelo elenco morto, sem pegada e sem alma, o Ortigoza é muito mais útil no momento…
    Renê deveria ser tratado como prioridade, além de obviamente um zagueiro, além do Lugano… Acredito que venham para o SPFC os jogadores Ortigoza, Lugano, Renê e talvez o Kieza… É o que eu acho que vão conseguir trazer com o caixa limitado… Mas acredito que sem mais um bom zagueiro, sofrerem os mais um ano com uma zaga fraca, apesar do técnico ser especialista do setor, não faz milagre

  26. O grande problema do SPFC, assim como de muitos outros clubes, foi investir em um modelo de negócio ultrapassado. Essa história de contratar jogador de fora, a peso de ouro, ganhando salário astronomicos, vindo de campanhas fracassadas na Europa, custaram muito, pois inflaram os valores dos salários de jogadores bons internos e criou clima de disputa e inveja dentro do elenco.

    O SPFC tem que trilhar por um plano de gestão voltado ao lançamento de bons jogadores, da contratação de quem foi bem em times menores, como o caso do Rogério, do Thiago Mendes e de novos garotos como Lucas, Casemiro (que foi escurraçado daqui, mas no Real Madrid vem jogando muito), Rodrigo Caio e outros, que podem ser a nossa fonte de qualidade e baixo custo. Temos que trazer jogadores de fora apenas que sejam peças chave com perfil de liderança dentro de um grupo, como Ortigoza e Lugano, ou que sejam jovens com bom potencial.

    Tudo isso em conjunto com o perfil de um técnico como o Bauza, cara experiente, rodado, com sangue e vontade de fazer diferente e com capacidade emocional e técnica para liderar um grupo jovem.

    Mas para isso dar certo, tem que entender que é preciso tempo. Mas eu penso que se fizer as coisas certas é para colher os frutos em 2017, sendo muito esperançoso no 2º semestre de 2016. É preciso montar um plano de médio prazo, para que quando chegarmos em 2017, estejamos financeiramente mais responsável e preparados, e tecnicamente com um time pronto para brigar por títulos. Só assim vamos voltar ao topo, pois em time que está ganhando, se revela mais jogadores, se vende mais jogadores e por melhores preços, se consegue melhores patrocínios e atraí a atenção de novos jogadores que queira despontar na carreira. É um ciclo, que precisa ser começado com muita calma e paciência, que dando certo é para gerar resultados como vimos em 2005-2008.

  27. http://www.lance.com.br/sao-paulo/leco-confirma-que-executivo-ganhara-bonus-vendas-atletas.html

    A comissão eu até acho justa, pra ser sincero.
    Vai fazer com que ele queira trazer jogadores baratos e vendê-los caro, e isso é bom. Pra fazer isso vai ter que trazer bons jogadores, senão não vai ter retorno.

    Agora 120 pratas por mês é meio puxado.
    Não sei se está compatível com o mercado.

    Bom, se não estiver, é melhor que ele seja um baita dirigente e que faça valer o valor investido. Se ele conseguir dar 30, 40 milhões de retorno ao São Paulo em um ano, acho que ele se paga e ainda dá lucro, está bom.

    Agora vamos ver o resultado dele.

    • Essa fórmula não me agrada em absolutamente nada. Não vejo nenhuma vantagem para o clube. Talvez só o fato dele ter que se desdobrar para baratear as compras pensando em uma comissão maior na hora da venda, mas mesmo assim acho que isso tem um lado negativo. Qual será o poder de decisão dele nas negociações?

      • Entendo seu ponto de vista.

        Acho que todo mundo que trabalha por meta, tem um estímulo a mais para fazer as coisas mais rápido e melhor.

        Aqui na empresa nós pagamos o PLR anual e tem dado bastante certo.

        A equipe se mobiliza e se motiva mais do que antigamente. Nosso lucro subiu depois que implantamos esta filosofia.

        Não tem mais corpo mole, não tem mais picuinha.. Todos correm atrás de um bem comum.

        Eu sou a favor, embora entenda quem é contra. Aliás sou totalmente a favor, eu acho que quem trabalha muito e bem, tem que ganhar bem e ser reconhecido sim.

        Agora, esse salário dele que eu não sei.

    • 3% sobre o lucro de uma futura venda é bastante razoável. Se o jogador der certo e produzir lucro, o responsável por traze-lo tem uma participação sobre o dinheiro que ajudou a gerar. Muito diferente de 10% sobre a negociação de um jogador chegando. Sobre o salario, realmente não sei qual o padrão do Mercado. Creio que o Alexandre Matos, só pra citar um exemplo não deve ficar fora disso.

      • O problema em comissão por lucro na venda é o interesse de manter um jogador importante para o elenco caso apareça alguma proposta mesmo que não seja tão vantajosa para o clube.

      • Concordo Davi.

        Meu ponto de vista é igual ao seu.
        E muitas empresas fazem isso.

        A diferença é que as empresas usualmente costumam pagar um salário bem dentro da média de mercado, e mais os bônus.

        Eu não tenho como avaliar se o salário que está sendo pago pra ele está dentro da média aplicada em mercado.

        Me sua alto 120 mil… Mas… Não tenho como contra argumentar.

        O Leco diz que pesquisou outros 3 e que está dentro.

        Queria saber se alguém tem essa informação.

  28. Só para deixar claro que os seguintes jogadores tem o contrato se encerrando no meio de 2016 :
    Balanta zagueiro ;
    Felipe Santana zagueiro;
    Rômulo volante ex Vasco ;
    Emmanuel Mas lateral .

    Todos esses jogadores que citei , pra mim , seriam titulares do SPFC hoje .

    Desses 4 , eu traria 1 dos 2 zagueiros , o volante Rômulo e o lateral Mas

    Bem que poderiam avisar ao Sr Milton Cruz sobre isso

  29. Aliás, o SPFC poderia oferecer em pré – contrato para esses jogadores que citei acima . São todos bons jogadores . O melhor é o Rômulo , que em forma é jogador de seleção brasileira

  30. Quanto chororo em relação ao gustavo. Se o cara é competente merece ganhar bem, sim.
    É sabido que ele teve participação direta na escolha do osorio pra técnico, assim como ajudou agora na contratação do bauza.
    Prefiro pagar bem pra um cara que faz o trabalho direito do que pagar razoável pra um cara estilo chimello que nos indicou doriva. É só lembrar o rolo que deu o caso maidana e ainda pode dar, melhor deixar as negociações pra um cara atualizado do que o dinossauro do chimello que nem deve saber que a lei pele entrou em vigor.

  31. Nao fique dando desculpas…se demora 3 meses a negociação. ..comece ja a do meio da temporada…mantenha o tecnico e estilo de jogo e contrate jogadores q se enquadram… sem essa balela q demora…saia na frente dos outros times…

  32. O maior exemplo de que a diretoria está de fato trabalhando e provavelmente engatilhou uns três ou quatro atletas é o anúncio do treinador.

    Ninguém, um dia antes, imaginava que era o Edgardo Bauza. Todos os caminhos indicavam que seria nacional, que seria o Levir, que seria o Abel, enfim… Muita gente levava a opinião do Ataíde em conta, e dizendo que só ele queria um gringo. Que o Leco queria o Falcão e do nada POOM, anunciaram o cara.

    Agora não deve ser diferente. Tenho visto gente descabelando aqui nos comentários, calma galera. Vamos por o prazo final pro dia 6 de janeiro. Se lá não anunciarem, aí estaremos atrasados.

    • Exato.
      Basta ver a entrevista do Gustavo Vieira.
      É assim que ele trabalha.
      Eu gostei muito do que ele disse.
      Mostrou bastante profissionalismo.
      E mostrou um lado completamente desconhecido de nós, torcedores.
      Tenham paciência!
      Aguardem!
      Depois critiquem.

    • Até porque, qual a diferença entre anunciar agora ou daqui a uma semana se a reapresentação e o início da pré-temporada será só na quarta que vem?

  33. Pouquinho de paciência este ano com a molecada que vai subir.
    Ninguem sobe totalmente pronto da base (algumas exceções).
    Paciencia com Lucão e cia.
    Vamos tricolor !!!1

  34. Espero meu tricolor preparado nos próximos anos, com projeto de contratação que anteceda o início da janela de transferências e não correndo contra do tempo.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!