banner_sou_tricolor_2

Fatos da semana ‚Äď 23/10 a 29/10

As opini√Ķes deste colunista a respeito da semana que passou.

Sacudindo a poeira ‚Äď Sem muito a comentar a respeito do jogo de ontem. Acho que a hora n√£o √© para se lamentar, e sim para sacudir a poeira e seguir a luta pela vaga na Libertadores via Campeonato Brasileiro.

A se comentar, a tentativa ofensiva proposta por Doriva para a partida. Eu entraria exatamente com a mesma escala√ß√£o, com exce√ß√£o de Lyanco, ainda muito cru para jogar uma partida deste porte. Eu teria vindo com √Čdson Silva ou Hudson, neste segundo caso puxando Rodrigo Caio para a zaga.

Com o jogo claramente dominado pelo advers√°rio desde o come√ßo, Doriva deveria ter mudado a forma√ß√£o antes do 3¬ļ gol. Mas achei positiva a tentativa.

A se lamentar, os 3 √ļltimos anos da carreira de Rog√©rio Ceni serem realizados sem um t√≠tulo sequer. Culpa, entre outras coisas, do p√©ssimo time montado por Juvenal em 2013, da estrutura montada h√° mais tempo pelo Cruzeiro em 2014, e pela sucess√£o de erros no clube em 2015.

Libertadores 2016 ‚Äď Faltam ainda 6 rodadas para o fim do Brasileir√£o e, como √© de praxe no futebol, √© muito dif√≠cil de se prever o resultado das 60 partidas restantes no campeonato.

Mas, a título de curiosidade, simulei os placares na tabela disponibilizada pelo GloboEsporte.com, e conclui que temos grandes chances de estarmos na próxima Libertadores.

Numa projeção sem muito otimismo, deixei o Tricolor encerrando o Brasileiro na 5ª posição, que nos daria a vaga caso o Santos seja o campeão da Copa do Brasil.

Para que a vaga se confirmasse, seria preciso que o S√£o Paulo fizesse mais 8 pontos dos 18 ainda em disputa, al√©m claro que os resultados dos nossos advers√°rios fossem os mesmos. Com 58 pontos terminar√≠amos com a mesma pontua√ß√£o da 6¬™ colocada Ponte Preta, mas √† frente por causa do n√ļmero de vit√≥rias.

Na minha projeção, fizemos 9. Duas vitórias (Sport e Figueirense em casa), três empates (Atlético MG em casa e Cruzeiro e Goiás fora) e uma derrota (SCCP fora). Nada absurdo, se considerarmos ainda a irregularidade de SEP e Inter, na minha opinião nossos principais concorrentes pela vaga.

Ainda a titulo de curiosidade, minha proje√ß√£o apontou o Vasco rebaixado (na 19¬™ posi√ß√£o), ao lado de Goi√°s, Ava√≠ e Joinville. O campe√£o eu esqueci de ver… rs

Diego Lugano ‚Äď Al√©m de elei√ß√Ķes presidenciais, Iago Maidana e Copa do Brasil, um outro assunto que tomou conta dos notici√°rios esportivos sobre o S√£o Paulo na semana foi o poss√≠vel retorno de Diego Lugano para o Morumbi. Os blogs e setoristas mais bem informados a respeito do Tricolor, um dirigente do Cerro Porte√Īo (atual clube de Lugano) e um tweet postado pelo filho do zagueiro uruguaio, confirmam a negocia√ß√£o entre as partes.

Desde que chegou ao Paraguai, Lugano j√° realizou 9 jogos, contabilizando 7 vit√≥rias, 1 empate e 1 derrota. Seu time marcou 14 gols e tomou apenas 4. Lugano balan√ßou as redes advers√°rias incr√≠veis 4 vezes, e somou 7 cart√Ķes amarelos e 1 vermelho. Seu time, que era l√≠der antes de sua chegada, assim se mantem atualmente.

J√° falei minha opini√£o sobre a volta de Diego. Somaria valor aos bastidores do clube. Tal qual fez Kak√° no ano passado, traria experi√™ncia e esp√≠rito vencedor ao clube, e acabaria com a ‚Äėnhaca‚Äô que toma conta desse elenco de 2015. Al√©m disso, n√£o tenho d√ļvidas de que sua chegada traria significante receita ao clube, com aumento na venda de camisas, na presen√ßa de torcida no est√°dio e no n√ļmero de s√≥cios-torcedores. Um sal√°rio facilmente ‚Äėauto-sustent√°vel‚Äô.

O que a torcida s√£o-paulina precisaria entender √© que Lugano n√£o viria para solucionar os problemas da defesa tricolor. Apesar do aparente bom desempenho no campeonato paraguaio, deve-se lembrar que √© apenas o campeonato paraguaio. Lugano j√° tem idade avan√ßada e sofre com problemas f√≠sicos h√° algum tempo. N√£o tem condi√ß√Ķes de jogar tantas partidas quanto exige o calend√°rio nacional.

Viria para ser o que Gilberto Silva foi no Atl√©tico MG de 2013, Juninho Pernambucano no Vasco 2013 ou o que √© Z√© Roberto no SEP atualmente. Todos, bem ou mal dentro de campo, colaboram (avam) muito mais na parte extracampo. Mesmo sabendo que Lugano, hoje, n√£o √© pior que Luiz Eduardo, √Čdson Silva ou Luc√£o.

As portas estão mais do que abertas para este que é um dos meus ídolos no futebol. Apenas peço para que saibamos que jogador é este Lugano que estamos contratando hoje.

Luiz Eduardo ‚Äď Falando nele, a certeza: Luiz Eduardo n√£o pode vestir mais a camisa do S√£o Paulo. N√£o √© melhor que Luc√£o, √Čdson Silva, Lyanco ou qualquer outro zagueiro do atual elenco Tricolor. Ainda bem que seu contrato de empr√©stimo termina agora em dezembro.

Marcelo Cirino ‚Äď Outra negocia√ß√£o que parece estar em andamento √© aquela que pode trazer Marcelo Cirino ao Morumbi, pelo empr√©stimo de um ano. Em troca, dizem, o S√£o Paulo poderia estar mandando Maicon ou Michel Bastos para o Rio de Janeiro.

Cirino, 23 anos, chegou ao Flamengo no começo do ano com status de estrela. Jogando mais centralizado, fez um bom campeonato carioca (9 gols e 5 assistências em 17 jogos). De lá para cá, porém, não conseguiu mais se destacar, tendo marcado apenas outras 2 vezes nos 22 jogos realizados depois do fim do torneio estadual.

Na minha opinião, trata-se de um jogador razoável, que vive sob a sombra do ótimo 2012 que fez quando ainda jogava no Atlético PR. Nunca mais conseguiu ser brilhante e corresponder às expectativas criadas naquela temporada, nem mesmo quando ainda jogava em Curitiba.

Por outro lado, poderia sim ser √ļtil ao time do S√£o Paulo, que perder√° um atacante de lado como √© Alexandre Pato, e que ter√° pouca verba para reposi√ß√£o. Me parece uma √≥tima ideia a troca por um Maicon que, al√©m de n√£o ter deixado saudades na torcida tricolor, faz quest√£o de salientar que n√£o quer voltar ao Morumbi.

A troca por Michel Bastos é um pouco mais questionável, especialmente porque anda difícil de se saber o que esperar do nosso camisa 7. Se ele é o bom jogador que em seu primeiro ano de clube era peça-chave para o Tricolor, ou se é este atleta descompromissado e cheio de birra que se mostra há alguns meses.

No final da tarde de ontem, a diretoria flamenguista afastou Cirino e mais 4 jogadores por causa de uma festa armada por eles. J√° ouvi dizer que foi Marcelo Cirino quem apresentou a noite curitibana para o Adriano Imperador, quando este ‚Äėjogou‚Äô por l√°. Algo a se por na balan√ßa.

E se o Flamengo tem mesmo interesse em Maicon, poder√≠amos come√ßar a cogitar os outros afastados tamb√©m, como por exemplo √Čverton e Paulinho….

Falc√£o ‚Äď Pelo amor de Deus, n√£o!!! Com rela√ß√£o a t√©cnicos, a especula√ß√£o da semana √© a de que Paulo Roberto Falc√£o, atualmente no Sport, pode ser o nosso treinador a partir de 2016. Leco, no seu discurso de posse da ter√ßa-feira, disse que Doriva est√° prestigiado e que foi uma escolha certa de Aidar. Com ou sem Doriva, Falc√£o n√£o pode ser.

Técnico para dirigir o São Paulo tem que ser top de linha. Na minha opinião, o Brasil tem hoje 4 nomes que se encaixam neste status: Tite, Levir Culpi, Marcelo Oliveira e Cuca. Se há dificuldades para trazer um destes nomes, seja por eles estarem bem empregados, seja por causa do alto salário, partamos para apostas, que já deram algum sinal de qualidade na vida.

E aí, pegando o time com toda a pré-temporada pela frente, pode-se apontar dezenas de nomes, seja ele um novato como Doriva, Roger Machado ou Milton Mendes, seja um gringo como era Osório ou como é Aguirre.

O que não pode é técnico com anos de carreira e que nunca demonstrou resultado.

Falc√£o √© treinador h√° 25 anos, e de mais relevante soma um t√≠tulo ga√ļcho pelo Inter e um baiano pelo Bahia. E s√≥. Destes 25, ficou fora do mercado por 17 anos, seja pelo contrato com a TV Globo, seja pela falta de interesse dos clubes.

Tem experiência, foi vencedor como jogador, é elogiado por quem o conhece, e eu respeito isso. Mas não basta para dirigir um clube grande como é o São Paulo. Quando os defensores de Falcão o descrevem, me fazem lembrar a descrição de Paulo Autuori. Um treinador que, apesar de já ter para sempre seu nome cravado na história do Tricolor, eu não gostaria de ver comandando o meu time.

Podem até demitir o Doriva, já que funcionário é questão de confiança. Mas, por favor, não tragam o Falcão. Grato.

Ganso x Renato Augusto ‚Äď Sei que j√° escrevi sobre este assunto uma outra vez, mas vou retom√°-lo porque realmente me incomoda a discrep√Ęncia entre os crit√©rios que a imprensa, de maneira geral, se utiliza para analisar Paulo Henrique Ganso, jogadores do SCCP e jogadores de qualquer outro time.

Atualizando e aprofundando a pesquisa a respeito das temporadas que fazem Ganso e Renato Augusto:

Nosso camisa 10, até o jogo de ontem, tinha completado 47 jogos em 2015, com 2 gols marcados e 12 assistências anotadas, o que representa participação em 15% dos tentos marcados pelo São Paulo no ano. Além disso, Ganso também já colaborou com 86 passes para finalização e 99 desarmes na temporada. Levando-se em conta apenas o Brasileirão, Paulo Henrique contabiliza 1 gol e 9 assistências, tendo assim participado de 25% dos tentos marcados pela equipe no campeonato.

Renato Augusto fez 46 partidas em 2015, uma a menos do que Ganso. No encaixado time corintiano, marcou 7 gols e distribuiu 8 assistências, o que equivaleu a uma participação em 14% dos gols marcado pela sua equipe no ano. Ainda pensando-se na temporada inteira, concedeu até aqui 69 passes para finalização de seus companheiros, e desarmou o adversário por 76 vezes. No Brasileirão, são 5 gols e 4 assistências, e participação em 16% dos gols marcados pelo infelizmente líder do torneio.

Vejam bem: eu n√£o quero propor ou impor, que Ganso √© melhor jogador que Renato Augusto, nem que nosso meia faz um campeonato melhor do que o corintiano. Porque mesmo que os n√ļmeros digam isso, acho consensual avaliar que n√£o faz.

O que eu acho √© que a diferen√ßa de desempenho n√£o √© t√£o abismal como parece, ou fazem parecer na imprensa. Isso porque estamos falando de 2015. Se peg√°ssemos os n√ļmeros de 2014, ou de qualquer outra temporada, √© indiscut√≠vel que Ganso √© mais importante e decisivo que Renato Augusto.

N√£o √© vitimiza√ß√£o. Mas √© fato que h√° uma m√° vontade para com Ganso, por causa de seu primeiro semestre de 2010, em contraste com um entusiasmo para com jogadores do SCCP. Basta ver Jadson, jogador mediano at√© o ano passado, e que hoje √© apontado como ‚Äėo cara que falta na sele√ß√£o‚Äô (Meu Deus!!). Basta ver Guerrero, ‚Äėo melhor atacante da Am√©rica do Sul‚Äô at√© 2 meses atr√°s (mesmo sem NUNCA ter feito mais gols que Luis Fabiano em uma temporada), e hoje apenas mais um centroavante do futebol nacional. Basta ver √Čmerson Sheik, que por causa de seus gols na final da Libertadores de 2012, ‚Äėvirou craque‚Äô e popstar, mesmo sem nunca mais ter jogado nada (foi inclusive emprestado para o Botafogo em 2014), e ter sa√≠do de Itaquera com m√©dia de gols piores do que por exemplo Willian Jos√©, C√≠cero e Ant√īnio Carlos deixaram no S√£o Paulo.

Apenas alguns exemplos da vis√£o distorcida que se consegue jogando pelo SCCP. (Mais uma: digite ‚Äėfalha C√°ssio 2015‚Äô no Google, e veja quantas vezes o novo goleiro da sele√ß√£o deixou seu time na m√£o nesta temporada, incluindo naquela que resultou na elimina√ß√£o contra o Guarani do Paraguai)

Renato Augusto é bom jogador (apesar de estar longe da seleção brasileira que eu convocaria) e faz mesmo um bom campeonato. Ganso, em contrapartida, precisa aprender a gostar de entrar na área e marcar gols.

Mas n√£o tenho d√ļvidas em dizer que a r√©gua que mede um n√£o √© a mesma que se utiliza para medir o outro.

Carlos Augusto de Barros e Silva ‚Äď A convic√ß√£o √© pouca, mas a esperan√ßa sempre ser√° grande. Mesmo triste em ver que a mesmice seguir√° no comando do S√£o Paulo Futebol Clube pelo menos at√© abril de 2017, manterei a f√© e a torcida para que nosso novo/velho presidente Carlos Augusto de Barros e Silva inicie uma jornada vencedora para o Tricolor.

As dificuldades ser√£o imensas, diante das crises financeira, pol√≠tica e institucional com que ele assume o clube. Mas se chegar ao fim de seu mandato tendo limpado alguns v√≠cios e criado as bases para nossa recupera√ß√£o econ√īmica, Leco j√° ter√° feito bem o seu trabalho.

Boa sorte ao mandat√°rio!

Gol 10.000 ‚Äď N√£o poderia deixar de citar e dar parab√©ns ao S√£o Paulo, pelo seu gol de n√ļmero 10.000, marcado no √ļltimo domingo por Alan Kardec, na vit√≥ria contra o Coritiba.

Fiquei feliz pelo tento ter sido marcado por um jogador t√£o dedicado e ‚Äėdo bem‚Äô como √© o nosso atacante. Mais feliz ainda poder ter visto o gol acontecer. Parabens S√£o Paulo FC, que mesmo com tanta gente querendo derrub√°-lo, segue sendo maior clube, pelo menos deste hemisf√©rio.

(PS: o Tricolor atingiu seu gol 10.000 com 85 anos e 9 meses de vida. O Santos conseguiu a marca com 85 anos, 9 meses e 6 dias; o SEP com 89 anos, 8 meses e 13 dias; e o SCCP com 99 anos, 6 meses e 13 dias. Apenas um PS… rs)

S√≥cio-Torcedor ‚Äď √Äs 00h01 desta quinta-feira, o S√£o Paulo tinha exatamente 78.003 s√≥cios cadastrados, 9.064 atr√°s do programa do Gr√™mio, nosso pr√≥ximo advers√°rio a ser superado. Acima deles, temos SEP (126.361), SCCP (132.761) e Internacional (146.716).

P√°gina do Leco ‚Äď Curtam, comentem e compartilhem a p√°gina do nosso novo presidente no Facebook:

https://www.facebook.com/Carlos-Augusto-de-Barros-e-Silva-o-Leco-745533575534551/?ref=aymt_homepage_panel

Wagner Moribe

wmoribe@hotmail.com

twitter.com/wmoribe