O São Paulo jogou rigorosamente o mínimo necessário, mas venceu a Chapecoense por 1 a 0 na Arena Condá, em Chapecó, pelo Brasileirão. A vitória veio graças a um golaço de Souza, que acertou uma bomba de fora da área logo no comecinho da partida.

Depois do gol, vieram 85 minutos de passes errados, marca√ß√£o e poucas chances. O time da casa at√© tentou atacar, mas faltou qualidade t√©cnica. O resultado deixa o S√£o Paulo com 16 pontos ‚Äď cinco vit√≥rias em sete jogos. Com isso, o time paulista assume a lideran√ßa, pelo menos at√© o domingo.

A Chapecoense, mesmo com a derrota em casa, est√° em uma situa√ß√£o relativamente confort√°vel no Brasileiro ‚Äď tem dez pontos, e est√° em situa√ß√£o intermedi√°ria na tabela, a salvo da zona do rebaixamento.

FICHA T√ČCNICA
BRASILEIRÃO 2015

CHAPECOENSE x SÃO PAULO

Local: Arena Condá, Chapecó (SC)
Data/hora: 13/6/2015 Р16h30
√Ārbitro:¬†Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence e Bruno Raphael Pires (ambos de GO)
Cart√Ķes amarelos: Ananias, Gil (Chapecoense), Luis Fabiano, Bruno, Hudson, Thiago Mendes (S√£o Paulo)

CHAPECOENSE: Danilo; Apodi, Rafael Lima, Neto e Dener; Elicarlos (Bruno Rangel), Gil, Bruno Silva e Wagner (Camilo); Ananias (Maranhão) e Edmilson. Técnico: Vinícius Eutrópio

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Dória e Reinaldo, Thiago Mendes (Pato); Hudson (Wesley), Thiago Souza, Souza, Michel Bastos e Carlinhos (Auto); Luis Fabiano. Técnico: Juan Carlos Osorio

FASES DO JOGO

  • 1¬ļ TempoJogando fora de casa, o S√£o Paulo encontrou um gol logo nos primeiros minutos, em grande estilo. Hudson tocou para Souza, que acertou uma paulada de fora da √°rea, no √Ęngulo, sem chances para o goleiro Danilo. Com a vantagem, o time de Juan Carlos Osorio, se retraiu, e parou de se arriscar. Mesmo tocando mais a bola. a Chapecoense n√£o foi muito perigosa. A melhor chance veio aos 35 minutos, mas Edmilson, dentro da √°rea, n√£o conseguiu cominar a bola.
  • 2¬ļ TempoNa segunda etapa, o Chapecoense foi melhor, com mais volume de jogo e press√£o. Ainda assim, as chances foram poucas e, quando apareceram, n√£o foram muito claras. Foram praticamente 90 minutos de um jogo muito fraco, morno em Chapec√≥. Edmilson teve chance no fim, mas cabeceou para fora. O apito final colocou fim a uma vit√≥ria sem nenhum brilho do S√£o Paulo, que n√£o jogou nada al√©m do m√≠nimo necess√°rio que permitiu os tr√™s pontos.

DESTAQUES

  • Sem novidadesLuis Fabiano, como de costume, levou mais um cart√£o amarelo. Est√° fora da pr√≥xima partida do S√£o Paulo, diante do Ava√≠.
  • ModorrentoCom Hudson, Souza e Thiago Mendes pelo meio, Michel Bastos e Carlinhos pelos lados, o S√£o Paulo teve muito pouca criatividade. Com limita√ß√Ķes t√©cnicas, a Chapecoense n√£o foi melhor. O resultado foi um jogo truncado, com poucas chances e muita sonol√™ncia.
  • Sem ressentimentosMesmo processando o S√£o Paulo (e o Corinthians) por falta de pagamento, Pato foi utilizado na partida – entrou na segunda etapa, no lugar de Reinaldo.
  • Aprendendo r√°pidoJuan Carlos Osorio est√° aprendendo r√°pido o portugu√™s. Falou bem nas entrevistas antes do come√ßo do jogo, e gritou instru√ß√Ķes em portugu√™s aos jogadores.

Fonte: UOL