megafone5

Ponto Um:

Por mais pessimista ou otimista que formos, existem pr√°ticas nesta atual gest√£o que s√£o obscuras: comiss√Ķes, contrata√ß√Ķes de gestores… Se voc√™ n√£o fizer parte de um dos envolvidos nestas situa√ß√Ķes, acho dif√≠cil que se agrade com isso.

O pior √© que se fizermos um retrospecto, veremos que essas ‚Äúobscuridades‚ÄĚ n√£o s√£o exclusividades desta gest√£o: Juvenal saiu e come√ßaram a explodir acusa√ß√Ķes grav√≠ssimas, como a quest√£o dos postos de gasolina, e ainda existem quest√Ķes que nem sa√≠ram na m√≠dia, mas que co√ßam na cabe√ßa dos s√£o-paulinos, como ‚Äúaonde foi parar o dinheiro da venda do Lucas?‚ÄĚ.

E o que mais assusta é: praticamente toda a medida que é tomada dentro do clube, inclusive as obscuras, necessitam de algum tipo de aprovação ou supervisão de conselheiros. E das duas uma, ou são cegos (opção que eu preferia), ou se fizeram de cegos.

Se você fizer uma pesquisa simples (apresentada no link abaixo), sobre como uma pessoa pode fazer parta da diretoria, é fácil perceber que se exige muito investimento, tanto financeiro como de tempo, paciência e envolvimento político para o individuo ter um mínimo de chance. Friso bem, um mínimo de chances.

(http://www.tradicoestricolores.com.br/post/58736628206/como-funcionam-as-eleicoes-no-spfc)

Não quero fazer o julgamento, e não tenho nenhum subsídio para falar, mas no mundo capitalista e sem princípios que vivemos hoje em dia, não acho que seria uma novidade alguma pessoa que faz esse investimento, tenha a intenção de obter o retorno deste investimento. O que talvez justificaria o surgimento de algumas destas práticas obscuras.

Na minha opini√£o, qual o motivo para estarem ocorrendo essas coisas obscuras? Quem fiscaliza e vota dentro do clube, s√£o as mesmas pessoas que entram no poder… E s√£o as mesmas pessoas que selecionam quem vai fazer parte do conselho do clube.

Essa blindagem, segundo justificativa várias vezes apresentadas pelos candidatos a presidência em nossa ultima eleição, é para proteger os rivais de terem força política dentro do clube, permitindo com que qualquer um entre.

Só que o fato dessa blindagem não permitir que rivais entrem, afasta também pessoas de bem, bem intencionadas e que poderiam ajudar o clube. E pior, blindam também um eventual grupo de pessoas má intencionadas que poderia utilizar o clube para interesses pessoais que não estão ligados ao bem estar do clube, e aparentemente com fins lucrativos individuais. Isso soa perigoso, não?

Ok, tudo o que eu contei ali em cima não é novidade para ninguém, certo?

Ponto Dois:     

Tamb√©m n√£o √© novidade para ningu√©m que o programa s√≥cio torcedor √© muito fraco, que √© deficiente em todos os sentidos (marketing, sistema, publicit√°rio), que traz pouqu√≠ssimos benef√≠cios ao torcedor, e que consequentemente isso resulta em pouco n√ļmero absoluto de s√≥cios torcedores ativos (adimplentes).

Os materiais esportivos, também não é novidade, que até agora foram de péssima qualidade e caros.

O est√°dio, a mesma coisa, esvaziam-se a cada dia, e tem cada vez menos atrativos: n√£o tem mais m√ļsica, n√£o tem mais dan√ßa de bailarinas nos intervalos, n√£o tem pre√ßo justo, n√£o tem mais vendedores de sorvete, amendoin, refrigerante e cerveja a um pre√ßo justo, como antigamente que tinham ‚Äúambulantes‚ÄĚ dentro do est√°dio… Em vez disso temos o Habbib‚Äôs monopolizando o setor aliment√≠cio, por R$ 50 mil por m√™s e s√≥ vendendo coisa cara e ruim no est√°dio, o pr√©-jogo e p√≥s jogo n√£o tem nada pra fazer, √© tudo caro…

A combinação destes fatores, faz com que o torcedor são paulino se afaste cada vez mais, gaste cada vez menos dinheiro com o clube, e crie cada vez menos identificação com o clube.

Por muito tempo eu me perguntei: Ser√° que esses caras t√™m d√©ficit de intelig√™ncia de arrecadas cada vez menos dinheiro e afastar cada vez mais os torcedores? E ai via declara√ß√Ķes infelizes de dirigentes nos jornais, e cada vez mais atitudes imbecis eram feitas, que afastavam mais e mais o torcedor. E me vinha a vontade de nunca mais ir no est√°dio, de cancelar meu ST, de nunca mais comprar camisa…

E ai eu me dei conta: Ser√° que esses caras s√£o burros demais, ou espertos demais?

Se eles empurram a presença e investimento do torcedor para fora do São Paulo, eles empurram também nossa influência política dentro do clube. E isso é uma jogada de mestre. Pois ai eles ficam cada vez mais poderosos e tem cada vez menos oposição ainda dentro do clube.

¬†Ou seja, √© mais f√°cil eles fazerem um contrato com o Habbibs para receber 50 mil por m√™s, de dinheiro que a c√ļpula levou, e afastar todo mundo dentro do clube, do que deixar o p√ļblico consumir cerveja, salgadinhos e etc, de ambulantes, que v√£o atrais 40, 50 mil pagantes que vir√£o com dinheiro da ‚Äúplebe‚ÄĚ.

√Č mais f√°cil eles atra√≠rem um patroc√≠nio de 4 milh√Ķes por ano como os da Copa Airlines ou do Gatorade, que veio com dinheiro levado pela c√ļpula que eles administram como bem entendem, do que deixar uma situa√ß√£o hipot√©tica de 300 mil s√≥cios torcedores, arrecadando 10 milh√Ķes por m√™s. Por que esses 300 mil n√£o fariam vistas grossas, esses 300 mil torcedores iriam prestar conta do dinheiro deles, e o pior… O clube criaria uma depend√™ncia do dinheiro desses s√≥cios torcedores. E ai, como um dirigente se ele ficasse exposto a esses 300 mil s√≥cios torcedores, caso seu esquema de postos de gasolina fosse descoberto? Provavelmente a massa pediria sua cabe√ßa… Provavelmente as portas do clube se fecharia, as portas da sociedade se fecharia, ele seria recha√ßado por 300 mil pessoas.

Como ficaria um presidente de uma instituição que conta com o dinheiro de 300 mil pessoas, se essas pessoas descobrissem de uma comissão de 20 % para sua namorada? Ficaria feio, não?

√Č mais f√°cil um presidente fazer com que o clube crie depend√™ncia financeira apenas de seus investimentos, pois ai automaticamente, o clube cria depend√™ncia financeira de uma √ļnica pessoa. E consequentemente o clube fica em suas m√£os. √Č mais ou menos por ai que vejo o Palmeiras hoje.

 E ai Wilson, aonde quer chegar?

Ponto 3:

¬†Eu j√° fiquei revoltado com tudo isso, e j√° pensei v√°rias vezes em me afastar do clube: parar de ir nos jogos, parar de comprar material, cancelar ST…

 Mas, se eu fizer isso, estarei fazendo o que eles querem. Estarei entregando o meu clube (nosso clube) nas mãos de pessoas cuja intenção é duvidosa. Nas mãos de pessoas que fazem o que querem, e riem da nossa cara.

¬†√Č ut√≥pico o que vou dizer? Sim. Mas j√° pensaram se 2% dos 14 milh√Ķes de S√£o Paulinos do Brasil virassem ST, no plano standar que √© o intermedi√°rio de R$ 30,00, simplesmente pelo amor que sentem ao clube, sem querer nada em troca? Ser√≠amos 280.000 s√£o paulinos, arrecadando 8,4 milh√Ķes por m√™s, 100 milh√Ķes por ano. √Č muito dinheiro. Mais que Under Armour, COPA Airlines, Habbibs, Gatorade e Brahma juntos.

¬†Se 5% aderissem ao plano standard por simples amor ao clube? Seriam 700.000 s√£o paulinos, arrecadando 250 milh√Ķes por ano. Isso seria mais do que a soma de todos os nossos patroc√≠nios, e mais a arrecada√ß√£o da globo.

¬†J√° imaginaram o poder pol√≠tico que n√≥s ter√≠amos? Poder√≠amos pleitear o direito de votar para presidente. E quem se opusesse, iria se opor ao ‚Äúpatrocinador‚ÄĚ de R$ 250.000.000,00 anuais. Acham que algum presidente iria se opor?

Poder√≠amos nos opor ao clube se vender para a Globo, e passar jogo √†s 22h. E sim, o jogo come√ßar √†s 19h. E ‚Äúchantagear‚ÄĚ o clube: Ou passam o jogo √†s 19h ou n√≥s cancelamos o ST e n√£o aparecemos no est√°dio. E ai?¬† A quem voc√™s acham que os dirigentes iriam acatar?

¬†Poder√≠amos ter um ‚Äúsindicato‚ÄĚ de representantes dos s√≥cios torcedores, e toda e qualquer decis√£o desses representantes passaria por voto nosso.

Teríamos força no conselho, e ninguém poderia se opor à isso.

¬†‚ÄúAh Wilson, mas ai a preocupa√ß√£o dos presidentes √© de que os rivais possam entrar como s√≥cios e ter o direito de votar dentro do clube tamb√©m‚ÄĚ.

¬†Se cheg√°ssemos √† estas marcas n√£o. Pois para ter 50% dos votos, os clubes rivais teriam de enfiar mais 700 mil assinaturas dentro do clube, que custaria R$ 250 milh√Ķes √† eles. Acham que eles enfiariam este dinheiro para tentar nos quebrar? Acho que n√£o, se eles j√° est√£o passando por dificuldade para pagar sal√°rios de seus jogadores, eu n√£o acredito.

¬†√Č uma reflex√£o a ser feita.

N√£o sou o dono da verdade, e n√£o sou um cara que est√° pregando uma nova filosofia.

 Mas às vezes, podemos fazer mais a diferença do que imaginamos, basta cada um acreditar em um sonho.

E se este texto servir para que um são paulino que não é sócio por causa de todos os problemas que tem nosso clube, refletir, e entender a mensagem e fizer o programa de sócio torcedor, este texto já terá valido a pena.

Se um S√£o Paulino ver este texto, e colocar em seu facebook, seu instagram, seu e-mail… Para que 10 S√£o Paulinos leiam e fa√ßam essa reflex√£o, consequentemente fa√ßa o programa s√≥cio torcedor, esse texto j√° ter√° valido a pena. Pois em 10 compartilhamentos destes, j√° teremos atingido 10 milh√Ķes de s√£o paulinos, e ai… se 10% destes 10 milh√Ķes aderirem ao plano, ao ideal, j√° teremos a torcida mais poderosa destes Brasil, e com folga.

Vamos acreditar!

Por: Wilson Valério