Banner - Coluna do Paulo Martins

Nesta semana, algumas considera√ß√Ķes ‚Äď ‚Äúlevianas‚ÄĚ ou n√£o ‚Äď sobre assuntos que cercam a vida do nosso maior do mundo, o gigante em tr√™s cores sem igual. E esclare√ßo que ‚Äúleviano‚ÄĚ, aqui no condado, refere-se √†quilo que n√£o √© pesado. Coisas da linguagem popular de um lugarejo simples, este que habito √† sombra do sossego (#SQN!) e sob as b√™n√ß√£os do Alt√≠ssimo (#SQS!). Registro feito, n√£o me entendam mal, portanto… (rs)

Como sempre, vamos por partes, com o assunto dividido por tópicos.

Internamente: FOGO!

Ao que parece, o ambiente interno ferve. Fogo amigo, dizem uns. Como existe e queima, fere, amigo n√£o √©. Outros ainda afirmam ser parte de um jogo pol√≠tico normal dentro de uma institui√ß√£o do tamanho e propor√ß√£o do S√£o Paulo. O escriba n√£o entende quase nada do que chamam de ‚Äúarticula√ß√£o pol√≠tica‚ÄĚ. Na minha simplicidade, n√£o consigo compreender certas coisas. Coloco √† frente disso os meus valores, preceitos fundamentais de que n√£o abro m√£o. Coisas que considero imut√°veis, como os conceitos de ‚Äúcerto‚ÄĚ e ‚Äúerrado‚ÄĚ, por exemplo. Afinal, tudo me √© permitido, mas nem tudo √© correto ao ser feito. Nem tudo que √© legal √© certo, de acordo com convic√ß√Ķes e vis√£o de mundo que temos. E eu n√£o conseguiria me despir desses princ√≠pios ao adentrar as depend√™ncias sacrossantas do tricolor. Por isso digo que n√£o compreendo isso de ‚Äúarticula√ß√£o pol√≠tica‚ÄĚ. Vamos adiante…

Achei que Aidar havia mudado o comportamento ao colocar ‚Äď corretamente, embora com atraso ‚Äď um ponto final na discuss√£o com o presidente do Palmeiras. Quest√£o de cordialidade e cavalheirismo, caracter√≠sticas elementares no trato entre dois presidentes. Mas… De novo, Aidar?

A cobran√ßa de resultados feita pelo presidente via imprensa tem tumultuado o ambiente tricolor. Jogadores teriam ficado incomodados com as palavras do mandat√°rio. O t√©cnico tamb√©m. A cobran√ßa deve existir, √≥bvio. Mas me estranha o fato de Aidar, um sujeito instru√≠do, n√£o compreender/levar em conta uma das premissas √†queles que comandam: ‚ÄúElogie em p√ļblico. Cobre em particular‚ÄĚ. Elementar. Quer quebrar o pau? O fa√ßa, mas de cara limpa e ‚Äúintramuros‚ÄĚ, sem intermedi√°rios que, do conto, sentem prazer org√°stico ao aumentar alguns pontos. Fazer diferente disso √© baixar o moral da tropa e, no m√≠nimo, sabotar o subconsciente de todos os companheiros de trincheira, que guerreiam lado-a-lado. √Č jogar aos le√Ķes! O que acontece com Aidar? Parece ter contratado para poder cobrar Muricy e os jogadores pura e simplesmente, n√£o para fazer o time vencer. Parece… Desnecess√°rio e improdutivo.

E o ano definitivamente começa!

A apresenta√ß√£o modorrenta ante o Vasco preocupou. O time ac√©falo sem Ganso, mostrou os defeitos quase ‚Äúseculares‚ÄĚ. Assim como o jogo contra o Penapolense, com uma pregui√ßa que n√£o contentou ningu√©m e valeu somente pela vit√≥ria e os tr√™s pontos. Todavia, ontem, diante do Capivariano, o ano parece ter come√ßado para os jogadores do S√£o Paulo. Com v√°rias mudan√ßas no time titular ‚Äď destacadamente Pato e Ganso ‚Äď, o S√£o Paulo enfim apresentou um melhor futebol. Com o meio-campo bastante criativo contando com Ganso, Michel Bastos e com Maicon inspirado, o S√£o Paulo n√£o deu chances de o Capivariano surpreender. Pato foi o maior destaque com 3 gols e algumas chances desperdi√ßadas. Deixou um recado claro √† Muricy. Espero que o treinador entenda e pare de ser teimoso. Oremos! Kardec tamb√©m voltou a marcar.

Constata√ß√Ķes de obviedade ululante, mas que se fazem necess√°rias!

Não dá para escolher outro título. Ou será que dá? O(a) amigo(a) leitor(a) que decida. Senão vejamos:

  • Jogando com apenas um centroavante, o time fica muito mais leve, √°gil, insinuante e veloz; Precisa desenhar, Muricy? Oremos, de novo!
  • Pato √© um jogador diferente e que, portanto, precisa de um tratamento diferente dos demais. Isso n√£o √© ser injusto com os outros, pelo contr√°rio. Sem fazer julgamentos depreciativos, √© um sujeito que precisa de carinho. Mas como isso? Colocando-o para jogar, dando-lhe confian√ßa. Para ele, Pato, este √© o jeito certo de dizer ‚Äúconfio em voc√™!‚ÄĚ. N√£o me lembro de quem √© essa frase que li nos tempos de universidade: ‚ÄúTratar os iguais de maneira igual e os diferentes de maneira diferente‚ÄĚ. Justo. O resto √© ‚Äúmimimi‚ÄĚ.
  • Serei achincalhado agora. N√£o faz mal, pelo contr√°rio, √© parte do of√≠cio: Maicon n√£o √©, definitivamente, volante. Nem primeiro, nem segundo e tampouco terceiro. √Č meia! Sinceramente, n√£o acho que seja um jogador ‚Äúpereba‚ÄĚ. Fez bons jogos. Alguns deles em partidas consideradas grandes. Ou voc√™s n√£o se lembram que ele liderou a demoli√ß√£o ao Corinthians em certa ocasi√£o?! Est√° longe de ser craque, mas j√° vi muito jogador pior que ele jogando no S√£o Paulo e sem a mesma conota√ß√£o negativa por parte da torcida. Pode ser √ļtil, como reserva de Ganso, por exemplo. Paremos de depreciar os nossos enquanto olhamos para a grama verde do vizinho! Falo por mim, porque j√° fiz muito isso.
  • Souza, definitivamente, faz muita falta ao time. E o time titular deve ter ele e Thiago Mendes como volantes. Talvez Wesley, quando este puder jogar. Porque Den√≠lson em alguns momentos me parece muito mole, desliga-se do jogo, parece ‚Äúcorrer errado‚ÄĚ ou esquece de correr, deixa de marcar com as pernas para marcar com os olhos. O volante, em campo, √© uma pe√ßa de opress√£o ao advers√°rio! Geralmente nessas ocasi√Ķes abre-se um buraco no sistema defensivo do time, a zaga √© sobrecarregada e o gol advers√°rio sai. Podem reparar…
  • Ganso √© craque. O S√£o Paulo (qualquer time do Brasil, eu diria) √© ele, o 10, e mais dez. Melhorou bastante o posicionamento, tem sido mais combativo e participado mais do jogo, mas exigir que ele ‚Äúmorda como um pitbull‚ÄĚ, que sendo uma carpa jogue como um bagre, √© dose! Chega a ser sacril√©gio.
  • Michel Bastos. Sei que acabaram de contratar o jogador. Queiram, por favor, prolongar o v√≠nculo. Vai dar o que falar e, certamente, ser√° dif√≠cil segur√°-lo por muito tempo.
  • Muricy tem, definitivamente, o melhor conjunto de atletas do futebol brasileiro.
  • ‚ÄúO freio √© o do meio, Aidar‚ÄĚ. Sempre ser√°!
  • O Corinthians ser√° (√©, desde o final do Brasileiro/2014, pelo raquitismo futebol√≠stico do atual Once Caldas) o √ļltimo integrante do grupo do S√£o Paulo na Libertadores. Teremos formid√°veis duelos. Por favor, sem crise e sem papinho de ‚Äúfreguesia‚ÄĚ. CORAGEM!
  • Por √ļltimo: pouco se fala dele. Melhor assim. Breno ainda n√£o √©, de novo, um jogador de futebol. Contudo, reflitam comigo: o S√£o Paulo deu o afago quando s√≥ havia a palmat√≥ria e uma pena a ser cumprida. Deu a ele dignidade, e a devida assist√™ncia para toda a fam√≠lia, ofereceu um contrato quando o rapaz enfrentava o purgat√≥rio em vida. Garantiu alguma renda para ele e os seus. Trouxe-o para o Brasil. Algu√©m duvida da maneira, do jeito com que Breno vestir√° novamente a camisa do S√£o Paulo? Algu√©m duvida que dar√° a vida, que o S√£o Paulo lhe devolveu, em campo? Algu√©m duvida que voltar√° a ser ainda maior do que j√° foi, pelo S√£o Paulo? Eu n√£o! Que fique quietinho, na surdina, e fazendo o que deve ser feito.

Ao que tudo indica, Dória chegará e o elenco estará, enfim, completo

Sinceramente, n√£o me lembro muito bem dele. Mas as opini√Ķes sobre ele s√£o boas, dizem que √© forte na bola a√©rea pelo lado esquerdo, de modo que √© preciso acreditar. Fato √© que precis√°vamos de outro zagueiro. Breno ainda n√£o est√° ‚Äúok‚ÄĚ e certamente levar√° algum tempo para ficar pronto. Resta saber como Muricy armar√° essa zaga, que como todos sabemos, √© um de nossos flagelos.

Em tempo: parab√©ns a Gustavo e a Ata√≠de, pelo bom trabalho realizado nesse in√≠cio de ano. No futebol nada √© garantido, pode-se ter feito tudo corretamente, de forma planejada e com execu√ß√£o exemplar, e o cen√°rio todo mudar por uma noite ruim, mas esse √© o caminho… Parab√©ns!!!

√Č isso! Bom in√≠cio de final de semana para todos!

Valei-me, S√£o Paulo!

Por: Paulo Martins