banner_sou_tricolor_2

21/01 a 27/01

As opini√Ķes deste colunista a respeito da semana que passou.

Adrian Centurion ‚Äď √öltimos dias para o S√£o Paulo trazer o t√£o falado atacante de velocidade. Seja ele para o lugar de Kak√° ou n√£o, mas, definitivamente, um titular. Pudera. Al√©m do fechamento da janela de transfer√™ncias para o mercado internacional, o Tricolor j√° estreia no campeonato paulista no pr√≥ximo domingo.

Especularam Conca, Diego, Dudu, Buonanotte, Montillo, Wellington Nem, e at√© o camaron√™s Eto¬īo, entre tantos outros, mas quem est√° chegando √© Centurion, do Racing da Argentina.

O que eu acho mais engra√ßado nessas negocia√ß√Ķes com jogadores sulamericanos, √© o n√≠vel de expectativa que se cria em cima deles. Defederico era o novo Messi, Ca√Īete o novo Riquelme, e Centurion o novo Di Maria. Tenho certeza que 99% das pessoas que torcem pela chegada do meia-atacante nunca assistiram mais do que um jogo dele no Racing e alguns v√≠deos no youtube.

A expectativa pode ser boa, mas calma l√°.

Como informou Vitor Birner em seu blog, os n√ļmeros do badalado meia nem s√£o assim t√£o bons. Foram 17 jogos no √ļltimo campeonato argentino, com 3 gols e 1 assist√™ncia. Para quem desdenhou das estat√≠sticas de Dudu, depois que a negocia√ß√£o com o S√£o Paulo melou, Centurion tem dados semelhantes, com o plus do per√≠odo de adapta√ß√£o ao Brasil e a fama de bad boy. E mais caro.

Para se ter uma ideia, pelo mesmo valor de Centurion, o Cruzeiro trouxe o uruguaio De Arrascaeta que, além de mais jovem, me surpreendeu mais do que o argentino nos tais vídeos de internet.

Enfim, estou na torcida para que Centurion acerte esse time. O S√£o Paulo precisa, n√£o s√≥ de um jogador para a posi√ß√£o, como tamb√©m algu√©m mais bad boy. Pode parecer bobagem, mas na minha opini√£o, grande parte dos times vencedores contava com jogadores menos ‚Äėcertinhos‚Äô, como o S√£o Paulo de Muller e V√°lber ou de Cicinho e Amoroso.

Time lento ‚Äď Enquanto o argentino n√£o desembarca no Morumbi, fato √© que, h√° 5 dias do nosso primeiro jogo oficial da temporada, temos um time que aposta em um meio campo/ataque com Denilson, Souza, Michel Bastos, Ganso, Alan Kardec e Luis Fabiano. N√£o d√°. Um time extremamente t√©cnico, mas extremamente lento. Precisamos de um desafogo.

No ano passado, a equipe foi bem com Kardec e Pato, mas não muito com Kardec e Fabuloso. A explicação não é difícil de se entender. Kardec é capaz de se sacrificar por qualquer um dos dois centroavantes, que não são muito fãs de marcar, mesmo que isso lhe custe chegar menos á área e fazer menos gols.

Com a movimentação de Pato, o time fica mais leve, encaixando bem ao jogo de Kardec. Mas como deixar Luis Fabiano no banco? Impossível. Primeiro, porque é nosso artilheiro, referência e melhor atacante. Segundo, para aqueles que criticam a falta de decisão de LF, pergunto se alguém prefere confiar nosso futuro nas mãos de Pato. Acho que não, né?

Kardec √© um bom jogador, e muito √ļtil ao ambiente do grupo. Mas a verdade √© que, conforme eu disse quando foi contratado, tem dificuldades de encaixar com Luis Fabiano. Precisamos de algu√©m que fa√ßa o servi√ßo sujo entre os atacantes, mas que chegue na frente com velocidade.

Nos dois primeiros jogos do ano, essa necessidade ficou latente.

Nesse sentindo, a 2ª colocação no torneio de verão, e a eliminação nas semifinais da Copinha podem ter sido importantes. Vitórias poderiam fazer a diretoria desistir de contratar alguém, felizes com o desempenho dos jovens atacantes juniores ou com Jonathan Cafu em Manaus, por exemplo.

E a falta de uma contratação de peso será trágica e não apenas pela falta que um jogador tecnicamente fará. Descumprir uma promessa, bradada a todos os ventos, deixa o torcedor começar o ano desconfiado, e o time com a sensação de que falta uma peça.

Reposi√ß√£o a altura ‚Äď Lembro-me que em 2013 o S√£o Paulo iniciava um ano de Libertadores com a boa expectativa criada por um time acertado, rec√©m campe√£o da Sulamericana. O problema √© que a equipe era exatamente a mesma, com exce√ß√£o √† sa√≠da de um tal Lucas. N√£o repuseram o craque, e vimos o que ocorreu: primeira fase p√≠fia, elimina√ß√£o humilhante pro Atl√©tico MG, crise no Brasileiro, e o quase rebaixamento.

O time atual era bem menos dependente de Kaká, do que o de 2013 era de Lucas. Mesmo assim, a lacuna existe. Se repor a liderança de Kaká é quase impossível, peço por favor que reponham pelo menos a qualidade. A nação agradece.

Luis Fabiano ‚Äď Sou eterno defensor de Luis Fabiano. E n√£o entendo porque nosso centroavante √© t√£o cobrado por alguns torcedores. Pretendo escrever uma coluna apenas sobre o tema futuramente, mas de j√°, digo que contra n√ļmeros n√£o h√° argumentos.

Luis Fabiano tem 199 gols com a camisa Tricolor, o que o coloca como 3¬ļ maior artilheiro de nossa hist√≥ria. √Č ainda o 2¬ļ maior do Morumbi e 11¬ļ da hist√≥ria do Brasileiro. √Č o jogador mais vezes artilheiro de torneios pelo Tricolor (6 oportunidades – Copa dos Campe√Ķes 2001, Paulista 2003 e 2014, Copa do Brasil 2012, Brasileiro 2002 e Libertadores 2004).

Para quem diz que ele some em jogos importantes, Luis Fabiano é o maior goleador em jogos contra os grandes brasileiros (67 gols em 113 partidas); é o maior artilheiro da história do São Paulo em jogos internacionais oficiais e também de jogos mata-mata.

√Č verdade que perde muitos jogos por cart√Ķes, mas sabiam que Serginho Chulapa percentualmente desfalcava mais o S√£o Paulo por suspens√£o do que o Fabuloso?

A cobran√ßa √© t√£o grande, que muitos s√£o-paulinos parecem n√£o valorizar o que temos em m√£os. Mesmo desfalcando o Tricolor em diversas vezes, acabou 2014 novamente como maior goleador da temporada, com 20 gols em 43 jogos, a exemplo do que j√° ocorrera em 2013 (22 gols em 51 jogos) e 2012 (31 gols em 44 jogos). Para se ter uma ideia na discrep√Ęncia de tratamento, Paolo Guerrero, que deve renovar com o SCCP por uma bolada de dinheiro, ostenta 16 gols em 44 jogos em 2014 e 18 gols em 46 jogos em 2013. Alo√≠sio Chulapa fazia 15 gols no ano e virou um Deus para a torcida.

Podem faltar títulos a Luis Fabiano, apesar do mesmo já ter ocorrido o mesmo com Rivelino no SCCP, com Romário no Flamengo e Giovanni no Santos. Mas gols e desempenho não faltam. Boa sorte em mais uma temporada, Luis Fabiano!

√Ālvaro Pereira ‚Äď Carlinhos pode at√© ser melhor op√ß√£o, especialmente na parte ofensiva, do que √Ālvaro Pereira, mas n√£o entendo o porque de tanta rejei√ß√£o por parte da torcida com rela√ß√£o ao uruguaio. Sempre se dedicou ao time, nunca negou fogo, nem mesmo pensou duas vezes ao decidir jogar pelo Tricolor poucas horas depois de servir a sele√ß√£o de seu pa√≠s. Se n√£o foi um primor t√©cnico, conseguiu ainda assim ser eleito o melhor lateral-esquerdo do √ļltimo Paulista e um dos melhores do Brasileir√£o. Mas tem gente que prefere analisar seu ano baseado apenas na sua expuls√£o no cl√°ssico contra o SCCP. Esses tipos de an√°lises simpl√≥rias que fazem o S√£o Paulo perder jogadores como F√°bio Simpl√≠cio, Kak√°, Arouca, Jean, C√≠cero, Rhodolfo e etc…

Luis Ricardo ‚Äď Esse sim, n√£o deveria nunca ter vindo. Se destacava na Portuguesa, porque n√£o era lateral-direito. Muitos jogadores conseguem enganar torcida, atuando nessa posi√ß√£o de falso lateral, que n√£o marca e nem cruza, e faz o nome indo completar cruzamento na √°rea, como elemento surpresa. Exemplos: Paulo Baier no Goi√°s, Mancini no Atl√©tico MG e Gabriel no Fluminense. N√£o se enganem mais. Luis Ricardo n√£o √© centroavante e n√£o √© lateral.

Diego Tardelli ‚Äď Inicio promissor, variando entre jogos muito bons e jogos razo√°veis. Fora de campo, uma imaturidade, que encurtou sua passagem pelo S√£o Paulo Futebol Clube. Mesmo assim, deixou o clube com um t√≠tulo paulista e um de Libertadores no curr√≠culo. E nunca mais ouvimos qualquer outra rela√ß√£o entre S√£o Paulo e Diego Tardelli.

Até a semana passada, quando o atacante, que acaba de partir para a China, ganhou na Justiça o direito de receber R$ 1 milhão do Tricolor, de direitos de arena.

Se est√° na lei, h√° de se cobrar. N√£o discuto isso. Mas vai ser dinheirista l√° na… China. Tardelli j√° jogou fora, conseguiu fazer alguns p√©s de meia, quando jogou na Espanha, Holanda, R√ļssia e Catar. Mas eis que, quando atinge o auge da carreira, conseguindo enfim a camisa 9 da Sele√ß√£o Brasileira, o atacante parte para a √Āsia novamente. No m√≠nimo falta de intelig√™ncia, para n√£o falar mesquinharia.

No caso do Tricolor, a cobrança pelo menos poderá ser amenizada com o dinheiro a ser recebido pelo clube, como formador de Tardelli.

Copa SP ‚Äď Um time que n√£o me parecia t√£o individualmente bom, me surpreendeu na Copinha. Elimina√ß√£o honrosa, com luta e, na minha opini√£o, jogando melhor que o SCCP (que deve ter uma escola de marginais na base).

Lembrando-se, a base do time da Copinha √© toda de jogadores mais novos, a grande maioria com mais uma ou duas edi√ß√Ķes pela frente.

Mas para quem lamentou muito a derrota, duas ressalvas.

A primeira √© que o nosso advers√°rio cansa de ganhar Copinha com Dentinhos, Lulinhas e Boquitas, mas o S√£o Paulo, com menos t√≠tulos, revela Rog√©rios, Caf√ļs, Brenos, Casemiros, Denilsons, J√ļlios Baptistas, Oscariotes, Kak√°s, Lucas e Fran√ßas.

A segunda √© que temos sim bons nomes no time de 2015. Destaco o zagueiro Hugo, o lateral-esquerdo Mateus Reis, o volante Gustavo Hebling e os atacantes In√°cio, Luiz Ara√ļjo e Jo√£o Paulo. As oportunidades no time de cima, a car√™ncia de cada setor √© quem ditar√°. Mas √© bom que as diretorias do S√£o Paulo parem de trazer jogadores meia-bocas para fazer um servi√ßo que a base faria numa boa. O t√©cnico Menta tamb√©m me parece muito bom.

Jo√£o Paulo ‚Äď Certamente, o jogador que sai mais valorizado do torneio. Segundo a imprensa, tinha contrato at√© este domingo. Diante da tranquilidade da diretoria, creio (ou quero crer), que algum contrato de gaveta j√° est√° assinado.

Algo que me chamou a aten√ß√£o: Jo√£o Paulo sonha em jogar no Chelsea. N√£o bastasse esquecer que primeiro ele tem que vingar no Tricolor, o moleque ainda sonha com o time m√©dio da Inglaterra, que acha que dinheiro transforma em time grande, e que ainda teve o dom de deixar o SCCP ganhar seu primeiro mundial. Fala s√©rio! Essa gera√ß√£o Fifa Soccer…

Sulamericano sub-20 ‚Äď Segundo a ESPN, o Fluminense foi o √ļnico clube brasileiro a mandar um olheiro para os jogos do Sulamericano sub-20, que ocorre no Uruguai. Falei sobre isso h√° duas semanas atr√°s. O S√£o Paulo precisa aprender a olhar para o mercado da Am√©rica do Sul, desde as categorias de base. N√£o basta assistir jogos da Libertadores, olhar DVD de atleta oferecido por empres√°rio ou se impressionar com um jogo bem feito contra o S√£o Paulo em alguns dos torneios interclubes. Precisa manter algu√©m morando nos pa√≠ses vizinhos.

E o mesmo vale para a Copa Africana de Na√ß√Ķes, tanto edi√ß√Ķes adultas como a que ocorre agora na Guin√© Equatorial, quanto nas edi√ß√Ķes de base. √Č por l√° que surgem talentos como Millas, Weah, Okocha, Drogba, Eto¬īo e Toure. E baratos. Abre o olho, Aidar…

Riquelme – O camisa 10 anunciou o fim de sua carreira. Obrigado, caro argentino, por ter tirado o SEP de duas Libertadores, e o SCCP de outra.

Rog√©rio Ceni, 42 anos ‚Äď 2 Mundiais, 2 Libertadores, 3 Brasileiros, 3 Paulistas, 1 Rio-s√£o Paulo, 1 Sulamericana, 2 Recopas, 1 Conmebol, 1 Supercopa, entre muitos outros t√≠tulos pelo S√£o Paulo.

O maior goleiro artilheiro da hist√≥ria, recordista de jogos por um clube, de jogos por um clube como capit√£o, de jogos pelo S√£o Paulo, de jogos no Morumbi, recordista de premia√ß√Ķes na Bola de Prata da Revista Placar, melhor jogador dos Brasileiros 2006 e 2007, melhor jogador do Mundial 2005, entre tantos outros t√≠tulos individuais em sua carreira.

N√£o bastassem as gl√≥rias, muito amor e dedica√ß√£o ao S√£o Paulo Futebol Clube. Rog√©rio Ceni fez anivers√°rio na √ļltima quinta-feira. O √ļltimo como nosso jogador, mas com muito a oferecer ao clube ainda nesta vida. Feliz anivers√°rio, e obrigado por tudo, M1to!

S√£o Paulo Futebol Clube, 85 anos ‚Äď Confesso que essa foi novidade para mim. Os conselheiros do S√£o Paulo, segundo relata a imprensa, trabalham para que a funda√ß√£o oficial do S√£o Paulo Futebol Clube seja alterada para 25 de janeiro de 1930. Com isso, al√©m de 5 anos mais de idade, o Tricolor passaria a acumular outros feitos como o t√≠tulo paulista de 1931 e a maior goleada da hist√≥ria do Majestoso (S√£o Paulo 6×1 SCCP, em 1933).

Acho a iniciativa muito bem vinda, desde que haja fundamento hist√≥rico. Pelo sim ou pelo n√£o, feliz anivers√°rio, S√£o Paulo FC. Minha paix√£o de inf√Ęncia, e para a vida toda!

P√°gina do Carlos Miguel Aidar ‚Äď Curtam, comentem e compartilhem a p√°gina do nosso presidente no facebook:

https://www.facebook.com/pages/Carlos-Miguel-Aidar/745533575534551?ref=aymt_homepage_panel

Wagner Moribe

wmoribe@hotmail.com

twitter.com/wmoribe