Ronnie Mancuzo - Sub

O atestado de pobreza do futebol brasileiro

‚ÄúFutebol Brasileiro da Silva, brasileiro, casado, pai de 5 Copas do Mundo, declaro sob as penas da lei e para que produza seus jur√≠dicos e legais efeitos, atendendo ao disposto na lei n√ļmero 7.115 de 29/09/1983, especialmente para obter os benef√≠cios da Gratuidade da Justi√ßa, pelo que disp√Ķe a Lei n√ļmero 1.060 de 05/02/1950, que n√£o disponho de rendimento suficiente para pagar as custas processuais sem preju√≠zo do sustento pr√≥prio e da minha fam√≠lia, visto que n√£o possuo mais sequer vergonha na cara, sendo, desta forma, considerado miser√°vel, na acep√ß√£o jur√≠dica do termo.

Por ser essa a express√£o da verdade, firmo a presente.

Itaquera, 17 de janeiro de 2015.

Futebol Brasileiro da Silva.‚ÄĚ

A supracitada declara√ß√£o de ‚Äėmiseraven√ßa‚Äô seguiu ap√≥s a apresenta√ß√£o de documenta√ß√£o devidamente rubricada e assinada pelos senhores presidentes de clubes da Confedera√ß√£o Brasileira de Futebol, e do pr√≥prio presidente desta entidade ‚Äėsem fins lucrativos‚Äô, mais os presidentes das Federa√ß√Ķes, pelos representantes das respectivas Torcidas Organizadas dos clubes, pelos empres√°rios diversos que atuam na √°rea futebol√≠stica e, por fim, pela imensa maioria da imprensa nacional.

Dentre as informa√ß√Ķes constantes nos autos, verificamos que o Sr. Futebol Brasileiro da Silva alega n√£o conseguir arcar com as d√≠vidas junto ao Estado, j√° que viu suas finan√ßas chegarem √†s migalhas em virtude dos custos alt√≠ssimos necess√°rios para manter mordomias vitais de todos os envolvidos em todos os tipos de contratos ligados ao futebol, sendo estes com rela√ß√£o a patroc√≠nio, transfer√™ncia de jogadores via empres√°rios e outros grupos, direitos de transmiss√£o televisiva, materiais esportivos, constru√ß√£o de est√°dios, favores a Organizadas, etc..

Tamb√©m consta alega√ß√£o de que algumas circunst√Ęncias levaram o Sr. da Silva √† situa√ß√£o paup√©rrima, como a bajula√ß√£o inconsequente da m√≠dia que transforma constantemente em estrelas objetos sem vida que trocam futuros poss√≠veis de sucesso em clubes nacionais historicamente consagrados por altos valores financeiros em outros mercados, onde o futebol jogado √© perto do p√≠fio e, como consequ√™ncia, veem minar todos os dons e qualidades t√©cnicas alcan√ßadas. Assim, √© questionado qual seria a possibilidade de se montar um forte time canarinho.

Informa√ß√Ķes tamb√©m presentes na documenta√ß√£o explanam sobre a narra√ß√£o dos jogos dos juniores transmitidos, em que os cronistas d√£o ares de extrema categoria para lances comuns e apontam como normais atitudes dos jovens imaturos que tentam ludibriar arbitragem (j√° abusivamente cheia de falhas, at√© mesmo no profissional) e demais presentes, utilizando da velha ‚Äėcatimba‚Äô, t√£o negativa para o bem de uma partida.

Alegando v√≠cios infelizes, temos registrado que a pol√≠tica ultimamente interfere nos dias de hoje com muito mais veem√™ncia, no intuito de eliminar responsabilidades comuns a todo cidad√£o brasileiro, por√©m, por influ√™ncias diversas, h√° nos projetos de leis federais anula√ß√£o de pend√™ncias, e aux√≠lios variados, tendo como base a utiliza√ß√£o de verbas p√ļblicas para todos os tipos de empreendimentos. Portanto, a muleta sempre ali presente ati√ßa maus h√°bitos e condena ainda mais qualquer oportunidade de melhorias no todo.

Como j√° comentado, o universo de infelicidades proporciona sal√°rios inimagin√°veis para a seriedade e, inevitavelmente, jogadores que no m√°ximo apresentam um futebol mediano s√£o objetos causadores de novelas leiloeiras, gerando no √ļltimo cap√≠tulo o surgimento de absurdos dignos das com√©dias dantescas. Temperando tanta frusta√ß√£o futebol√≠stica, e alegando simples tratamentos cordiais e inofensivos, os mais diversos ve√≠culos de comunica√ß√£o em todos os meios utilizam do termo ‚Äėchap√©u‚Äô para os mais variados abusos da racionalidade humana.

Ainda que a humilha√ß√£o da Copa do Mundo de 2014 tenha gerado como√ß√£o nacional, a hipocrisia da imprensa que se mostrou teatralmente preocupada com os rumos tomados pelo futebol √© ratificada ao vermos que n√£o h√° combate algum aos verdadeiros males que ocasionam tais disparidades. O autor da declara√ß√£o de ‚Äėmiseraven√ßa‚Äô se v√™ ref√©m de tratados obscuros e indefeso perante tanta falta de objetividade nas mat√©rias que, muitas vezes, s√£o apresentadas de forma sensacionalista, por√©m ineficaz.

O quesito t√©cnico tamb√©m √© cogitado com grande destaque, tendo em vista que senhores totalmente ultrapassados recebem honrarias de mestres e se afundam em suas respectivas mediocridades, n√£o dando g√°s e renova√ß√£o alguma ao esporte de paix√£o nacional, protegidos pelo r√≥tulo de ‚Äėespecialistas‚Äô e gozando do mais espl√™ndido ber√ßo do descanso mental.

Portanto, vejo totalmente compreensível a existência da declaração, já que, analisando bem, de certa forma encontramos um pobre, um paupérrimo, um miserável Futebol Brasileiro da Silva.

Ronnie Mancuzo – Sub