Coluna do Paulo Martins: “Por que encher o pé?!”

Banner - Coluna do Paulo Martins

Início da década de 60. Fim de dezembro. Crepúsculo de ano. O “Condado dos Guarás” preparava-se para as festas de fim de ano. A Rua São Paulo, a principal da cidade, sem calçamento, toda pujante, parecia se orgulhar do tilintar causado pelo atrito das rodas de madeira das carroças com o chão de pedregulhos. O estalar da borracha dos “pneumáticos” dos Ford de sêo Titi Rocha e Maestro Laelson, as duas únicas viaturas motorizadas da cidade, planando sobre o chão descalço eram luxo e as pessoas iam às portas dos comércios e casas para vê-los desfilar, mesmo que pouco pudesse ser visto, dada o invólucro quase intransponível da bruma de fumaça azul ao redor dos bólidos. Coisas da modernidade que dava as caras no pequeno condado, numa época em que a luz acabava as dez da noite e o pão era deixado na porta das casas. Coisas de um tempo que não volta mais.

E aquela rua, por certo, orgulhava-se mais ainda de ser caminho dos transeuntes que ocupavam suas calçadas e faziam dela um parlatório onde tratava-se de diversos assuntos, mas naquela época sobretudo dois, com maior destaque: as festas de fim de ano e o início da preparação para o clássico dos clássicos, o torneio dos torneios, o embate dos embates, o duelo titânico entre duas cores, o tradicionalíssimo Verde x Vermelho. E a folia de Momo quase se antecipava à visita do Papai Noel. As “listas” – onde os jogadores locais firmavam compromisso com uma ou outra cor – começavam a circular no centro da cidade e em bairros rurais. A coisa era séria. Políticos locais, mais abastados, até se utilizavam do poderio financeiro para convencer este ou aquele jogador a escolher atuar em favor da cor pela qual torciam. Era tempo de definição. Os treinos, que já aconteciam com todos os jogadores misturados, passariam a ser fechados, cada qual com seu escrete, cada cor treinando em locais distintos.

As listas de ambos os times estavam quase cheias e os grupos se dividiram. Naquele ano o Vermelho começou a contar com o sujeito que faria história sob sua cor: José de Oliveira Matos, mais conhecido como Martelo. De boa estatura para a época, Martelo era polivalente. Tal qual Pelé (sorry, Edson!), jogava na linha e no gol. Ia bem nas duas. Na linha, comandava o ataque com a camisa 9. Mas podia, muito bem, jogar com a 10, mais recuado, armando e pensando o jogo. Qualidade não lhe faltava e o escriba imagina até que faria tal trabalho naquele ano, não contasse o escrete vermelho com o fabuloso Adilson, filho do Sr. Chico de Barros, que jogava o fino e, com méritos, era o legítimo dono da 10. Curiosidade: fisicamente e pela bola que jogava, poderia ser facilmente – sem exageros! – confundido com o Divino, aquele que escolheu o verde, não de Guareí, mas de Palestra Itália.

Mas voltemos à José.

Martelo, um pouco franzino na flor de seus 18 anos, tinha boa velocidade também. E uma impulsão digna de quem parecia ter foguetes nos pés. Sem correr, parado, pulava e batia a cabeça no travessão. Correndo, sabe Deus onde podia ir. Era um monstro nas jogadas aéreas e essa qualidade o destacava também no gol.

E depois de um desses treinos, Dito Siqueira, presidente da Associação Atlética Guareiense, entidade que organizava o torneio, pensando em dar ritmo a ambos os times, marcou amistosos para Verde e Vermelho. O Verde jogou contra o time da Tuia. Já o Vermelho, com a temida equipe da Associação de Itapetininga, time que disputava torneios profissionais e tinha a fama de “recrutar”, sabe-se lá como, bons jogadores em início de carreira e até alguns com alguma fama, já na decrescente da vida da bola. Para essa ocasião, veio para o Condado um tal de Marinho Chagas. Ficaram evidentes as preferências de Dito Siqueira. O Verde iria passear. Já o Vermelho, para ser humilhado.

O time de Itapetininga preparava-se para defender o título de campeão amador do estado. O Vermelho, para o carnaval. Cada qual com a sua importância, os cartolas de ambos os times firmaram um pacto de zelar pela integridade dos jogadores, arrefecendo os ânimos, sem “botinadas”, com a intenção de prevenirem-se de eventuais baixas em seus elencos. Mas, como sabemos, dentro de campo este tipo de coisa tem pouca ou nenhuma importância.

No primeiro lance de jogo, Adilson desceu pela meia, tabelou com Conde e centrou na grande área. Martelo correu e saltou quase meio metro a mais que todos e meteu a cabeça na bola, que saiu assobiando e explodiu no travessão de Maurão, um gigante de mais de dois metros de altura que resguardava a meta do time itapetiningano, que espalmou com os olhos, imóvel. Não querendo correr riscos, Vicentão, treinador do escrete da terra de Julio Prestes, presidente da república e natural de Itapetininga, deslocou o ótimo Marinho Chagas para a zaga, para que “desse conta” daquele magrelo que parecia ter uma marreta no lugar da cabeça e foguetes nos pés. Sacou Sanches do ataque e mandou para o jogo Vartão, formando uma dupla de carniceiros com Sabrão, com instruções de grudar em Adilson e pará-lo, nem que fosse à bala.

O jogo endureceu, virou luta de foice no escuro e “adeus técnica”. O pau cantava. A coisa estava tão feia que, como se diz, a giripoca não piou. De medo, ela fugiu. Era uma disputa feroz. A única coisa que lembrava a todos de se tratar de um jogo de bola era o apito do árbitro. Luta campal, mas leal, no limiar da morte, na medida do possível. Puxões de toda sorte. Cotovelos fiavam-se no ar como espadas. Jogo de corpo na voadora e, de repente, tudo o que havia do pescoço para baixo era canela. Carrinhos abriam valas na grama. Abriam covas, na verdade, buracos de fazerem inveja à Barnabé, o coveiro municipal, que mesmo com pá, chibanca e enxadão, em pé, pendurado no alambrado, jurava não conseguir fazer igual.

Até que Marivaldo, aos 40 do segundo tempo, cobrou escanteio. A bola fez o arco. Martelo, da meia-lua da grande área, partiu em direção ao centro do retângulo e saltou. Marinho, soberano até então, foi de encontro, confiante, certo de anular o menino magrelo, como vinha fazendo. O franzino chegou antes e mais alto. E praticamente chutou de cabeça. Foi um tiro! Maurão tentou de novo o expediente de espalmar com os olhos, mas falhou e o camisa 9 vermelho quase furou a rede. Golaço! O goleiro, se apoiando no joelho para levantar-se, riu e soltou, para os que estavam perto escutar: “Ê Marinho… Achou o seu hoje, é?”. Exalando ódio pelos poros, Marinho, com o “pai de todos” em riste, mandou o seu arqueiro às favas. Foi menos educado que o texto, claro. Mas os amigos leitores não merecem a grosseria.

Só que o time de Itapetininga não era bobo e, dois minutos depois, Sabrão fez naquele dia o que nunca fez na vida: lançou primorosamente Maguedal, que cara-a-cara com Helio do Fumeiro, o goleiro do Vermelho, foi derrubado pelo camisa 1. Pênalti e expulsão. Não havia o que fazer. Martelo foi para o gol, mas não impediu o tento do próprio Maguedal. 1×1.  Jogo acabou e, para não descontentar os presentes no campo, decidiram ali mesmo que seria definido nos pênaltis. As cobranças foram se sucedendo e sendo convertidas. Até que Maguedal errou a sua, a quarta da Associação de Itapetininga. Adilson converteu para Guareí e fez 4×3. A batata ardente sobrou para Vartão, a fina flor da grossura futebolística, com ruindade proporcional à sua coragem. E ele chutava forte como um cavalo. Era a “bola de segurança do time. O camisa 13 arrumou a pelota e foi se afastando, se afastando… Saiu da grande área. Olhando para a bola, partiu em linha reta com a fúria de um touro ferido. Martelo percebeu. Helio do Fumeiro, no alambrado atrás do gol, cantou a jogada: “Télo, ele vai chutar no meio do gol”. Martelo fincou os pés no solo arenoso entre as traves e se preparou para o impacto. A bola até se deformou ao deixar a marca da cal. Cantando, explodiu no peito de Martelo, que foi brutalmente arremessado para as redes quando a bola atingiu sua caixa torácica e subiu. Subiu mais alto que os eucaliptos que cercavam o campo e em câmera lenta, cheia de efeito, ricocheteou no alambrado, atrás do gol.

Dito Siqueira, mostrou ser melancia, naquele dia: verde por fora e vermelho por dentro. Ele e todo o banco do Vermelho correram para abraçar Martelo, o herói do jogo. Tossindo como “vaca véia”, Télo não queria saber de brincadeira… Lembrou-se mais do pacto que haviam firmado antes do jogo e esqueceu-se do milagre que tinha feito e, possesso, foi para cima de Vartão, com os olhos arregalados, em “posição de combate”, berrando: “Porque encher o pé? Porque encher o pé? Porque encher o pé?”… O “pessoal do deixa disso” mais ria do que se preocupava com o magrelo. No fim, foram todos tomar uma cervejinha e aproveitar o almoço oferecido pelo Sr. Dito Siqueira, presidente da A.A.G.

Aquele foi o primeiro jogo de muitos de Martelo com o “principal” (como se chama o time titular do vermelho), time em que ele fez história e hoje é, com 42 gols, o maior artilheiro de todos os tempos do torneio.

Foto da Rua São Paulo, de Guareí-SP, no início da década de 60.3361840700_e1fe68102a_o

Salve José de Oliveira Matos, mais conhecido como Martelo!

155 comentários

  1. Comentando sobre a empáfia do nosso treineiro…esse cara realmente é uma piada. Parte da torcida do São Paulo o idolatra porque há seis (!!!) anos ele ganhou títulos conosco e ano passado “nos livrou” do rebaixamento. Se esquecem das 14 (catorze!!!) eliminações em mata-matas, para times como Milionários (COL), a fortíssima Ponte Preta, o gigante Bragantino, a colossal Penapolense, entre outros. Primeiro, o time ia estar “voando” nas semis do Paulista… Depois, no Brasileirão, coisa em que o especialista é mestre…pufff… Mais do mesmo, nunca sabe fazer a leitura do jogo, alterar a equipe nos intervalos, insiste com péssimos jogadores (o elenco pode não ser o melhor, mas insistir com Osvaldo, Ademilson, Paulo Miranda e outros, é burrice!), não tem esquema tático definido e nem padrão de jogo, até hoje. E o ano já acabou… Péssimo custo benefício, enganador, rei do morre-morre, e com um problema grande, enorme, imenso de auto-afirmação… E o pior é que o cara não larga o osso! Vaza, meu filho!!!

    • Brunão, não gosto muito dos times que o Tite monta….o futebol não me agrada muito. Futebol estilo meio parreriano de jogar….só resultado….rs

      Mas o cara é vencedor! Se um dia vier a treinar o São Paulo darei meu apoio!

  2. japoneis
    4 de dezembro de 2014 às 12:35
    Brunão, não gosto muito dos times que o Tite monta….o futebol não me agrada muito. Futebol estilo meio parreriano de jogar….só resultado….rs

    Mas o cara é vencedor! Se um dia vier a treinar o São Paulo darei meu apoio!

    —————————————————–

    Tem razão, mas acho que depende muito também dos jogadores que tem em mãos, o Grêmio de 2001 que ganhou a Copa do Brasil fazia gols, ganhou do São Paulo no Morumbi por 4×3 e depois enfiou 3×1 na final contra os Travecos no Morumbi.

    Daquele time dos Travecos que ganhou a Libertadores ele tirou leite de pedra, o ataque dos caras era ruim, ele ganhou no erro dos adversários, só compactando o time, não deixava buracos entre defesa, meio e ataque, praticamente não oferecia contra ataques aos adversários.

    Padrão tático e tática é com ele, com esse time do São Paulo nas mãos ele ganharia ao menos 1 título este ano (Copa do Brasil ou Sulamericana ou Brasileirão) com certeza.

  3. Brunão-Telê
    4 de dezembro de 2014 às 12:10

    Carlos,

    Me chamou muita atenção no que diz respeito a evolução tática dos colombianos…

    Time do Osório sabe o que fazer com é sem a bola!!!

    Tecnicamente falando me parece ser acima da média ou de bom nível técnico o camisa 10 os demais muita força física e velocidade com muita consciência tática..

    O River Plate foi muito mal na primeira etapa mais as mexidas do técnico Gallardo os colocou de volta no jogo, acho que o River tem alguns bons valores em especial o ataque (melhor da competição) que ontem sofreu como nos sofremos pela boa marcação do adversário….

    Acho que agora o River é favorito mais não considero os colombianos mortos não!!!

    ———————————-

    O trabalho deles vem da base. Dos últimos 5 sulamericanos, a Colombia ganhou 2 (o Brasil outros 3). A geração de noventa (Asprilla, Pibe Valderrama, Rincón, Mondragón, etc, abriram as portas do futebol colombiano para a Europa. O dinheiro da droga esteve bastante metido no futebol, mas o Atlético Nacional, por exemplo, já saiu disso ha algum tempo. O futebol deles teve uma queda e começou a subiu de novo nesse século. Hoje eles tem vários jogadores nos principais times da Europa. Na verdade, acho que o futebol continental está caminhando para um equilibrio. O futebol brasileiro caiu bastante porque nao se renova e os outros centros, como Colombia, Chile e Equador, estao fazendo um trabalho sério e o resultado aparece na seleção deles, mas também em alguns clubes. Mesmo assim, a Argentina ainda domina nas competicoes entre clubes.

    Com respeito ao River, acho que eles levam essa taça. O Atlético joga bem de visitante, mas assim como o tricolor os encurralou, o River também vai por pressao pra cima deles e a torcida vai fazer a sua parte. O River tem média de 45 mil por jogo no Monumental.

    • A Santíssima Trindade RC, MR e MC mandam e desmandam no Futebol do SP…

      Até o AGG que chegou com a corda toda se mostrando muito firme e decidido já se comporta de maneira submissa.

      Os Dirigentes do SP se posicionam em relação a reformulação do elenco, aos reforços e as novas diretrizes do clube mas o Comando Paralelo se manifesta em sentido oposto impondo a maneira como pensam e entendem que as coisas devem ocorrer.

      Faz tempo que no SP a banana vem comendo o macaco.

      Aliás, banana acabou sendo a fruta escolhida pelo CMA para provocar o Paulo Nobre…

  4. admin
    4 de dezembro de 2014 às 12:58
    Muricy insiste em ter Dracena e está peitando a direção.

    —————————————————————–

    Já que a diretoria não o atende, pega o boné e vaza.

    É simples….

  5. Muricy:

    Estamos contigo nessa, você está pedindo reforços e a diretoria não está entendendo.

    Peça demissão, não compensa jogar a Libertadores sem os reforços que vc pediu, vai ser impossível ganhar assim.

    Aproveite enquanto há tempo, pegue o boné e vaza, estamos com vc nessa, terá todo o nosso apoio se tomar essa atitude, pode ficar tranquilo que nós ao invés de criticá-lo por essa atitude o aplaudiremos de pé.

    Vá pro Sitio pescar, brincar com o netinho, cuidado com o coração, não é justo vc ter esse desgaste no futebol.

    Vá com Deus e Boa Sorte!!!!

    • Naquela época a estrutura e os elencos do SP eram infinitamente superiores que de toda a concorrência e ainda assim os campeonatos foram conquistados na bacia das almas, sempre arrastados.

      Em nenhum dos títulos o SP jogou bem, tanto é que o Muricybol foi demitido mesmo com as conquistas porque ninguém suportava mais…

    • Só acho meio controverso o senhor pedir reforços, que o São Paulo tenha elenco, que sem elenco não ganha. Em 2006, 2007 e 2008 então tínhamos elenco senão não ganharíamos com o Muricy, se for seguir seu raciocínio.

      Agora me responda só essa última pergunta….

      Se pra ganhar com o Muricy tem que ter elenco, e o tricampeonato prova isso. Porque de 2006 à 2009, o mesmo Muricy com elencos campeões brasileiros não ganhou um mísero campeonato paulista ou Libertadores?

      • Num deles eu estava em Porto Alegre em 2006 , o inter ganhou 3×2 e jogamos bem naquele dia, embora o RC deu o primeiro gol para eles, e o Fabao perdeu o gol de empate nos acrescimos. Era uma final. So quem pode te explicar todos os outros e o proprio Muricy.

  6. Entre Edu Dracena e Geromel operado, eu sou mais o Lugano…
    Não dá pra entender essa incoerência no discurso da diretoria.
    Não quer jogador ‘velho’, aí se interessa por um chegando aos 30 e com, pelo menos, 90 dias pra estar apto a jogar?

  7. Dizier que o Muricy não se modernizou, não estudou, não evoluiu até pode ser, nem discuto isso…mas insinuar que ele não teve mérito na conquista de 3 campeonatos brasileiros é o tal exagero ao qual eu sempre me refiro.

  8. Existe um inversão de valores tremenda nesse fico do RC e do MR…

    Ao invés desse papo furado e dessa conversa mole do estamos ficando para tentar pela última vez conquistar mais uma Libertadores…

    Deveria ser… :

    Deveríamos ter saído antes já que a gente tentou tentou e perdeu um monte de oportunidades nesses últimos anos todos…

    A SA desse ano, a SA do ano passado, etc… etc…

  9. Muricy continua insistindo no Dracena eu apoio, assim você entra em conflito com a direção..

    Direção não aceitem esse refugo indicado pelo Muricy, caso ele continue insistindo mandem ele embora do clube.

    Simples assim!

    Ao menos aqui no blog ficaremos felizes…

  10. O MR comenta com entusiasmo e como de costume com ironias que o RC estava decidido parar mas que foi convencido por ele….

    http://espn.uol.com.br/noticia/465061_muricy-preve-retiro-sabatico-em-2016-mas-deve-seguir-exemplo-de-ceni

    Com um sorriso no rosto, no entanto, o próprio Muricy reconheceu que está sujeito a seguir o exemplo de Rogério Ceni. “Tudo muda muito rapidamente no futebol. A gente fala uma coisa de manhã e pode dizer outra à noite. As pessoas te convencem, né? É como fizemos com o Rogério. Ele estava decidido a parar e vai jogar mais um pouco”, lembrou.

    Proposta

    Muricy Ramalho poderia ter deixado o São Paulo ainda neste final de ano, porém não em função de uma aposentadoria. “O Campeonato Brasileiro nem acabou e já tenho proposta”, revelou. “Mas é claro que existe o meu compromisso com o São Paulo e que não vou sair”, ponderou o comandante.

  11. Para os defensores do Muricy, ele tá igual ao Leo Genovesi…

    Não consegue ganhar loiras, ele diz que gosta das morenas, não consegue as morenas, diz que prefere as ruivas, não consegue as ruivas, diz que prefere travecos…

    Mas mata mata que é bom, nada… rs

  12. Eu nao sei de onde que o Hockerio tirou que ele teve um ano bom… falou em metade dos jogos, nao pega penaltys nunca.. se pegou 5 na carreira foi muito..

    Muricy e Milton Cruz.. meu deus.. milton cruz tem o melhor emprego da galaxia.. nunca é cobrado por nada, nao produz nada… só aparece quando algum jogador esta em boa fase e ele diz que revelou em 1980 ou mandou trazer com seu caderninho

  13. E quem diria hein…. 2 das ex maiores muricetes de todos os tempos.. FTRICOLOR e SAPOTRI.. agora vieram para o lado do bem

    O tempo é o sr da razão mesmo.. só falta o CAPELLA assumir que o cidadão é enganador

  14. Não entendo tanta raiva a galera tem com o Muricy ele ganhou 3 brasileiros seguidos pelo clube. Ele tinha um bom elenco sim na época mais nenhum treinador e campeão em pontos corridos sem um bom elenco. Não concordo com a forma que ele arma o time mais na maioria das vezes dá certo. Acho ele um cara sério e comprometido com clube e torce contra o time para o cara sair como eu vejo alguns torcedores falarem ai é brincadeira.

    • Aponta um, só um que vc esteja vendo que está torcendo contra o time para ele cair…

      Não tem isso aqui, cara… podemos criticar o treinador, mas ninguém é maluco de pedra pra torcer contra o time, mesmo pq o clube é a nossa paixão e não o treinador.

    • Rafael,

      O grande problema do Muricy é mata-matas….e sua teimosia claro…rs

      Tem gente que defende ele alegando que o time precisa de elenco, mas mesmo com bons elencos naufragamos em mata-matas…

      Então você pode muitas vezes entender críticas como raiva….e não é bem assim….

      A galera aqui só quer ver o time ser campeão!

    • Acho que o Aloísio Chulapa ainda tá jogando….rs.

      Quem sabe não rola uma conversa….

      Será que o Rick não aceita ser improvisado na lateral-direita? Tem o Hugo, o Leandro Gianechini, o Dagoberto, o Jorge Wagner…

      Todos ainda jogando….rs

  15. Dos que são capazes de torcer contra só pelo prazer do “eu falei”, só conheço o Leo Gaynovesi… rs

    Até o Fabinho não faria isso… até ele… rs

  16. Boa tarde amigos!
    Acompanho o blog a bastante tempo, quase sempre no modo leitura.
    Alguém aqui comprou a nova camisa do R. Ceni?
    Comprei a minha no site da Futfanatics , solicitei o tamanho GG e me enviaram o tamanho EG.
    Entrei em contato com a empresa e a mesma respondeu o seguinte:

    “Boa tarde,
    O tamanho está correto, pois a Penalty e Lupo não trabalham com o GG, o
    maior que G é EG destas marcas, o Sr. recebeu o produto como pedido, um
    acima do G.”

    O detalhe é que eu tenho outras 3 camisas do tricolor, da mesma fornecedora, no tamanho GG.
    Alguém aqui tem informação sobre isso?
    Desde já, obrigado!

    • Tiago, cada forma de camisa tem um tipo mesmo.

      Por isto, o ideal é checar as medidas.

      Tem camisa no 1 que tem forma menor que a no 2.

      É uma porcaria isso mas vem do fabricante.

      Eu já peguei jaqueta com tamanho GG do tamanho de EG de outro modelo.

      Você comprou com o código do Blog? Abs

      • Apesar de ter conhecido a Futfanatis através do Blog do São Paulo, não comprei com o código do blog.
        Só acho que se o tamanho real da camisa é EG (é o que está estampado internamente) a empresa não poderia vender com GG, tanto que no site nem existe a opção EG disponível.
        De qualquer forma fica o alerta aos colegas.
        Obrigado.

  17. Brunão-Telê
    4 de dezembro de 2014 às 14:17

    Se o Muricy ganhar nos também ganhamos (SPFC) então não há nada de ruim, exceto uma possível histeria do seus simpatizantes!!!

    —————————————————————————–

    Brunão, de minha parte voce pode ter certeza que não.
    Eu defendo com unhas e dentes que ninguém ,absolutamente ninguém, nem mesmo Telê Santana, está acima da instituição SPFC.
    O Muricy teve seus méritos, isso é inegável, mas ele deve mais ao SPFC do que o SPFC deve a ele, seja no que ganhou ou seja no que venha a ganhar.
    O SPFC nasceu grande, sempre foi grande e sempre será greande…o Muricy veio e com certeza irá, mas o SPFC continuará a sua trajetória vitoriosa.

    • PB,

      Sei que você gosta dele mais não escrevi isso direcionado exclusivamente à você só para não parecer que estou pegando no seu pé!!! Ok?

      Com relação a ninguém estar acima da instituição compactuo da mesma opinião!!!

      Você foi extremamente feliz em retratar com palavras nossa grandeza todos técnicos, jogadores, diretores passam só fica o clube..

      • Brunão, nem é questão de gostar ou não, é questão de achar que não tem outra boa opção no mercado.
        O São Paulo tem algumas peculiaridades que são complicadas de administrar…

  18. hahahahahahahahahahahaha os caras não perdem uma uhaehuauheauhe… Uso G, M fica apertado nos ombros ai complica, mas tem camisas M que ficam legal, como a do Tottenham que eu tenho, certas M dos fabricantes parece uma G srsrsrsr .

  19. Taarde galera…

    so o SP pode proporcionar sentimentos tao antagonicos ao mesmo tempo. Fico ate imaginando o sonho de ser campeao da libertas em 2015… e ver o mumu e o senil extenderem o contrato ate 2017…

    kkkk

  20. Carlinhos ja esta fora do FLUZÂO… olha até gosto do futebol dele, teria que ver como esta situação do Alvaro, se fica ou nao, dai poderiamos contratar o Carlinhos para L.E.

  21. http://spfc.terra.com.br/forum2.asp?nID=273285
    segundo o responsavel pela materia…o sp estaria perto de 2 reforços!
    Ramón Coronel e Thomas estão perto de serem anunciados ! Meu chefe é conselheiro do tricolor e disse q esses 2 nomes são mt comentados nos bastidores do morumbi . Faltam detalhes para serem oficialmente jogadores do SPFC .
    R.Coronel joga no Nacional do paraguai , tem 22 anos , é lateral direito. Frequentemente é convocado pela seleção.
    Thomas da Boa esporte é revelação da serie B , o meia tem 23 anos e tbm estaria se acertando com o tricolor.
    Podem me cobrar se eles não vierem ! Oq acham dos jogadores ? Eu acho 2 boas apostas.
    Bom..foi isso que a pessoa escreveu la..agora sera que o zanca confirma os nomes?

    • Tem alguns equívocos na matéria.
      Esse Coronel só fez 3 partidas pela seleção paraguaia. A última foi em setembro.
      A última partida pelo Nacional foi há quase um mês.

      Será que é indicação do MC?

  22. Eu gostaria que a diretoria resgatasse aquela facilidade que tínhamos em encontrar bons valores ainda desconhecidos.
    O segredo hoje está em ter esse felling e revelar bons jogadores na base.
    E para mim a diretoria está absolutamente certa em vetar jogador com mais de 30 anos, que na grande maioria das vezes não tem mais muita ambição e joga só com o nome ou só pelo dinheiro.

  23. Embora o Muricy já tenha mandado, mas essa é minha lista de reforços que solicitarei a diretoria:

    Lugano
    Cicinho
    Mineiro
    Josué
    Amoroso

    * Já que estão solicitando a velharada como Edu dracena porque não né..rsrs

  24. O que vai aparecer pelos blogs da vida, motoristas dos cunhados, dos primos, dos jardineiros, dos limpadores de piscinas de conselheiros por ai vai ser uma grandeza, pode até que alguns tenha algum fundamento….mais é difícil heim.

Deixe uma resposta