image002

Antonio João da Fonseca nasceu na cidade paulista de Taguaí em 11 de abril de 1966.

Estreou no Tricolor em 1¬ļ de agosto de 1984 na vit√≥ria por 2 a 0 frente o Mar√≠lia.

Naquele dia, jogou como lateral direito.

Substituía o titular Paulo Roberto que estava machucado.

Teve ao seu lado simplesmente a maior dupla de zaga de todos os tempos, Dario Pereyra e Oscar.

Seu forte era a marcação.

De vez enquanto atacava.

Muito de vez enquanto.

Talvez por isso, com a saída de Paulo Roberto, o Tricolor foi buscar Zé Teodoro para assumir a camisa 2.

Fonseca se manteve como reserva.

Tamb√©m quebrava o galho em v√°rias outras posi√ß√Ķes.

Jogou nas duas laterais, como zagueiro e até mesmo meio campista.

Tinha muito obediência tática.

Um curinga.

Daqueles bem generalistas em quase todas as posi√ß√Ķes.

Seguia rigorosamente as orienta√ß√Ķes de seu t√©cnico.

Não tinha muita habilidade técnica.

E também não era dos mais velozes.

Mas estas limita√ß√Ķes n√£o impediram que ele fosse muito importante para a conquista de importantes conquistas do Mais Querido.

Ainda que poucas vezes tivesse sido titular da equipe, n√£o h√° como negar, tinha estrela.

Foi titular na final do Brasileiro de 1986, frente o Guarani.

O titular, Zé Teodoro, tinha se machucado na primeira partida.

Pois é, na foto do título, lá está ele, Fonseca.

Durante o jogo, fez algo que dele esper√°vamos.

Falhou…

Levou um vareio de bola do ponta esquerda bugrino, Jo√£o Paulo.

Quando teve a chance de parar uma de suas corridas, sequer falta conseguiu fazer.

O título quase tomou o caminho errado, o do adversário.

Nada que Careca n√£o resolvesse l√° na frente.

Já na disputa de pênaltis, isto se inverteu.

Enquanto Careca errou sua cobrança, Fonseca quase furou a rede com um chutaço.

Para a sorte do goleiro Sérgio Nery, a bola foi direta ao gol.

Sen√£o teria sido ele.

Jamais foi um grande jogador.

Tinha um problema que, na minha cabeça, foi essencial para a sua carreira.

Seu nome.

Fonseca não é nome de craque.

Sequer de jogador de futebol.

Jamais foi.

Jamais ser√°.

Fosse qual fosse, os Fonsecas sempre ser√£o Fonsecas.

E ele foi, ao longo das 122 partidas que disputou com as nossas cores, período em que marcou 3 gols.

Por: José Renato Sátiro Santiago