Coluna do Paulo Martins: A opinião “leviana” de sempre…

Banner - Coluna do Paulo Martins

Sentiram saudades? Eu senti. Espero que tenham sentido também. Mas vamos ao que interessa: um pouco de opinião não faz mal, faz? Abster-se de opinar faz mal. Reter coisas dentro de si faz mal. E, pelo que soube, alguns gostam de textos mais opinativos. Que seja, então. De vez em quando farei, como hoje, por exemplo. E por partes, para facilitar a leitura. Haja opinião…

Outra eliminação…

É… De novo. Doeu, como todas doem. Uma menos, outras mais. Esta talvez um pouco menos. O time fez o que podia, ficou evidente que esforço não faltou. Não consegui dormir. O som da pelota acachapando o poste diversas vezes permeava meu sono como o som de um canteiro de obras. Aquele jogo não deveria ter ido para os pênaltis. Vi a eliminação no rosto de Michel Bastos, entregue, sentado no chão, esperando para o início das cobranças.

Ficou claro – de novo! – que Muricy e a fórmula de disputa por jogos eliminatórios não combinam. No primeiro tempo, apostou em três homens de ligação e apenas um no ataque. Fomos mal, muito mal. No seguindo, corrigiu a bobagem. Mexeu no posicionamento e Ganso foi o único armador. Encaixou e fez um segundo tempo soberbo de onde poderia ter saído do campo coroado, caso nos classificássemos. Kardec e Osvaldo tiveram chances. Não renderam o esperado. Com a entrada de Kardec, até concordo. Mas tendo Pato no banco, porque Osvaldo? Aliás, o que diabos Muricy tem contra o Pato? Poxa vida…

Os ecos da eliminação…

Deu pena ver, logo após o jogo, a resignação de Luís Fabiano, Ganso e principalmente Rogério Ceni. Extenuados, não procuraram desculpas. Apenas disseram que não deu, que fizeram o que podiam, que lutaram etc. Concordo com eles.  A tristeza no rosto de todos era indisfarçável, sobretudo em Rogério Ceni, que até fez elogios aos seus jogadores, dizendo-se honrado por fazer parte daquele grupo. Teve hombridade e encarou a realidade com serenidade. Gostei. Não sei se vai parar, mas como um dos maiores jogadores da história do São Paulo, merecia outra despedida em torneios internacionais. Se bem que ninguém ao certo sabe se ele irá, de fato, se aposentar.

Dias atrás, o discurso da direção: pontos positivos, porém alguma incoerência. E aí? Equívoco ou despiste?

Nessa semana o Blog do São Paulo postou uma entrevista do Sr. Ataíde Gil Guerreiro, feita pelo Blog do Menon. O diretor sempre me passou a imagem de uma pessoa séria e é nisso que acredito. Trabalhou em boas contratações, de nomes indiscutíveis, como Michel Bastos, Pato e Kaká. Citou um ponto positivo de apostar um pouco mais na base, dar mais espaço aos garotos, principalmente pela intenção de mesclar o time no Campeonato Paulista do ano que vem, com jogadores mais experientes e atletas da base. Gostei disso! É o caminho…

Mas achei a entrevista um tanto quanto contraditória, em alguns pontos. Não é segredo que a fragilidade deste time passa muito pelo setor defensivo, que até melhorou um pouco, recentemente. Quando questionado sobre isso, o Sr. Ataíde mencionou já haver jogadores em que ele confia para o setor, e citou que aposta em Lucão. Até aí, normal. Mas descartou a chegada de Lugano, segundo ele, por preferir apostar em alguém mais jovem. Certo, é uma “filosofia”, como gostam de dizer. E se contradisse logo em seguida quando mencionou que iria contratar alguém para o lugar do Kaká não especificamente com as mesmas características como jogador, e sim o mesmo perfil: experiente, líder, agregador… Ou seja, um jogador mais rodado, veterano talvez. Aí ficou minha dúvida: é incoerente ou está escondendo o jogo?

Aquela coisa do “será decidido no planejamento” também me encafifou um pouco. Porque imaginava que o planejamento do ano que vem, a pouco mais de 30 dias para o final de 2014, já estivesse em vias de ser colocado em prática, se já não estivesse em andamento, e não de ser “decidido” ou rascunhado. Espero que conste no planejamento uma maior atenção à preparação física dos atletas, porque na maioria dos jogos o que se vê são jogadores do São Paulo morrendo em campo. Sei lá, pareceu despiste. Espero que seja. Seguirei confiando e apoiando.

Rogério Ceni: aposentadoria em 2014 ou após a Libertadores de 2015?

Quem sabe disso é ele, óbvio. É algo muito íntimo, porque significa um marco na vida de um jogador de futebol. É aquela história que o ex-jogador Falcão relata: a primeira morte. Se fosse comigo, pararia. Ainda acho que Rogério, pela capacidade que tem, pode fazer sim bons jogos no futuro. Mas por quanto tempo mais, considerando o calendário massacrante? E há que se pensar no depois, na qualidade de vida depois da bola. Só que o homem é fominha e como tem feito bons jogos, como o de ontem, pode ser que fique. Se ficar, terá meu apoio, como sempre tem todo aquele que veste e honra o manto.

Agora, sinceridade: o que a Penalty fez, não se faz. Refiro-me ao “convite” para a entrevista coletiva de aposentadoria do jogador, que ainda não se decidiu.

E se ele parar, quem seria o goleiro? Denis?

Denis provavelmente terá oportunidades no Campeonato Paulista de 2015. Muitos apostam nele. Não acho um “pereba”, mas penso que não está a altura de atuar como titular no gol do São Paulo. Como comparação, acho que não está no nível de Roger e de Bosco, por exemplo. O Sr. Ataíde já negou, mas queria ver Jefferson no gol tricolor. Para mim, é o nome mais apropriado. Cavalieri estaria um degrau abaixo do atual arqueiro botafoguense.

E Breno?

Será que vem mesmo? Aposto minhas fichas que sim. Mas dizer que irá ser o Breno de antes, não arrisco. Foi um tremendo de um zagueiro com a camisa tricolor. Hoje, parado, provavelmente sem treinamento adequado, o nosso “approach”, como torcida, terá que ser outro. É bem-vindo e portanto que venha, coloque a cabeça no lugar, use a memória atlética que seu corpo tem, entre em forma e volte a jogar. Mas o caminho será longo. Torço para que dê tudo certo. Se voltar a jogar 60% do futebol que tinha, ajudará a resolver o problema da zaga.

Penalty x Adidas x Under Armour x Puma…

Para encerrar, a polêmica sobre as empresas de material esportivo. Minha opinião “leviana” sobre o assunto não poderia faltar. A impressão que dá é que a Penalty está se esforçando ao máximo para descontentar o São Paulo. Nem vou mencionar a camisa de Rogério Ceni porque ainda não vi. Me refiro mais aos atrasos relatados pela imprensa e, claro, a bola fora com a aposentadoria do jogador. Como torcedor e consumidor, não gosto da qualidade dos uniformes, que para mim valem mais do que custam, muito disso em função de ostentar o diamante que ri em cada peça. A linha Raízes achei sensacional, justiça seja feita. Para mim é o que se salva nesta parceria mais recente. Como há multa rescisória na jogada, resta-nos acompanhar como se desenrolará a história toda. Considerando a história que tinham com o tricolor, acho que a Penalty poderia ter caprichado mais!

A Adidas seria a minha preferida, mas parece que recuou. Entre Under Armour e Puma, que parecem ser as favoritas, vou na contramão: apesar de a escolha lógica ser a Puma, a marca norte-americana é muito forte no hemisfério norte. Tive a oportunidade de ter contato com essa realidade nos últimos dias e nos EUA visitei várias lojas da Under Armour. Roupas bacanas, material de boa qualidade e num preço bom, se comparados aos artigos correlatos da marca Puma, também a venda por lá (caríssimo por aquelas bandas, aliás!). Bastante popular, a Under Armour, portanto: vi muita gente usando as roupas da marca, bem como a veiculação de diversas propagandas em outdoors e na mídia televisiva, principalmente de futebol americano. Confesso que curti. Não comprei nada porque levei pouco dinheiro (pobre é f…!).

Só a título de comparação entre Under Armour e Adidas, como estive em Orlando, procurei incansavelmente por uma camisa do Orlando City com o nome de Kaká, que até aparece em alguns outdoors pela cidade, e não achei. E fui a lojas oficiais da Adidas, marca que patrocina o clube. Nem em outlets havia. Ou era desinteresse ou interesse demais! Se a marca Under Armour realmente vier para o Brasil e o São Paulo a escolher, desvantagem penso que não teremos.

Grande abraço a todos vocês, meus iguais e um ótimo início de final de semana.

Força e Fé! Vai São Paulo!

Por Paulo Martins

42 comentários

  1. Gostei da coluna, principalmente essa (respeito sempre é bom):

    Rogério Ceni: aposentadoria em 2014 ou após a Libertadores de 2015?
    Se ficar, terá meu apoio, como sempre tem todo aquele que veste e honra o manto.

  2. Ótima coluna Paulo. Texto muito bem escrito, com muita coerência. Penso igual com relação ao Rogério Ceni. Se fosse eu pararia agora no final do ano, mas essa é uma decisão pessoal, e temos que respeitar a decisão, seja qual for.

      • Aliás bons colunista é que não falta por aqui. Parabéns Zanqueta pela qualidade do blog. Sempre com informações pontuais, um pessoal muito bacana que frequenta o blog, com opiniões distintas, mas sempre com muito respeito, e muito bem controlado pelos administradores do blog. Sinto apenas que falta um pouco mais de participação feminina, o blog cheira muito a “cueca”..kkkk

  3. Muito boa coluna. sobre UA penso a mesma coisa.
    Muricy ja cobra reforços, afirma que com o atual elenco não dá… Isto me revolta um pouco além da conta pq o Levir…enfim.

    Mas a parte de contratação, ao que entendi ou foi ventilado, o Ataíde se referia em jogadores com idades próxima aos 25 anos.

  4. Boa coluna Paulo,

    Acompanho o blog já faz algum tempo, mas só de uns meses pra cá que passei a participar dos posts com comentários.

    Muito bom saber que temos uma galera que de fato saiba informar e passar sua opinião de forma clara e objetiva sobre o nosso amado SPFC.

    Parabéns a todos os envolvidos no projeto do blog!

  5. Tenho visto muita gente falando que o São Paulo não tem ganho mata-matas com o Muricy por causa do elenco e como fomos eliminados recentemente por Bragantino, Penapolense, Ponte Preta e Atlético Nacional que tem elencos bem superiores ao nosso, o Aidar bem que poderia propor uma troca de elenco por elenco com qualquer um destes 4 times.

    Que tal a idéia?

    Acho que eles não aceitarão, mas não custa nada tentar…

    Pelo menos o Muricy teria um elenco bem melhor em mãos e poderia provar o seu valor e calar os seus injustos críticos como alguns de nós.

    E endosso o que o Sato falou no outro post:

    Vou torcer para o São Paulo não contratar nenhum jogador de qualidade para não criarmos falsas expectativas em relação a Libertadores e ao mesmo tempo pararmos de criticar o Muricy injustamente por perder várias Libertadores seguidas e todos os mata-matas, já que ele não tem culpa que o São Paulo desde 2006 não tem jogadores de qualidade, não tem jogadores selecionáveis, não revelou ninguém, nunca tinha ganho Brasileirão, Libertadores e Mundial e nunca lhe pagou um salário decente.

    Já que Kaká, Rogério e outros podem sair, não teremos motivos para criticá-lo após mais uma eliminação de Libertadores, desta vez ele vai ter mais razão ainda em choramingar.

    • Vitão,

      É mais fácil mandar o Muricy passar uma temporada em um desses times para aprender a dar valor um pouco ao jogadores que tem a disposição…

      O Muricy tem sorte que a maioria de nossa torcida tem paciência e admiração por ele.

      Queria ver se ele fosse técnico do timinho gambá e com essas 14 eliminações em mata-matas!

  6. lateral direito = lucas (ex botafogo), mariano (ex flu), cicinho (ex porcos, santo andré)
    lateral esquerdo = carlinhos (flu)
    zagueiro esq.= rever (atl mg), naldo (wolfsburg), felipe santana (shalke)
    volante= henrique(cruzeiro), amaral (goias), deivid (atl pr), mejia(atl, nacional – colombia)
    meia = wagner (flu), cleiton xavier(metalist)
    atacante= erick(goias), marcelo (atl pr)

    Contrata 1 de cada opção para 2015.
    Vendas= ademilson, oswaldo, rodrigo caio, antonio carlos
    Doações= luis ricardo, paulo miranda, maicon, denilson, reinaldo

    • Sobre o Marcelo Cirino, gosto muito do cara. Alias ele e a família são vizinhos meus a quase 18 anos. Ele era pequeno, jogava mais futebol com o irmão mais velho dele. Enfim…

      A família dele todinha é Corintiana, ele quase foi, mas o Petraglia conseguiu segurar. Adoraria ver ele no nosso tricolor, moleque tem a cabeça boa ajudou toda a família dele aqui, ajudou o pai a escapar de câncer.. e deu praticamente uma casa nova a eles. Mas acho dificil! Adoraria.

  7. O Futuro é complicado!!! Ceni ficando pra Libertadores pode encerrar a carreira no céu ou no inferno. Imagina uma final entre SP e Travecos?!! Ceni sendo campeao em cima delas, com belo desempenho ou pegando penaltys!!!! Mas tambem podemos perder pra elas e com um frango do Ceni!!! E aí??!! O que fazer???!!! Vencedores e heróis arriscaram e foram até o fim, assim como também os derrotados fizeram. Vale a pena o Ceni arriscar seu fim de carreira???!!! O Futuro é complicado…

  8. River X Boca agora…
    Jogo muito bom… Penalti a um minuto de jogo pro Boca e o goleiro defendeu.

    Falaram do Bianchi na transmissão. Será que ele não toparia uma temporadazinha aqui?
    Nem que seja de consultor de mata-mata e Libertadores do Muricy….

  9. Apesar da frustração, é possível ver o lado positivo: uma vitoria sobre o figueirense, a garantia do segundo lugar, e a possibilidade de colocar todo o elenco principal em férias já na segunda feira. Com isso, a reapresentação poderia ficar para o dia 04/01 (respeitando os 30 dias indicados) e a realização de uma pré temporada de aproximadamente 40 dias (tempo que muitos julgam ideal) uma vez que o Aidar deixou bem claro q utilizará muitos garotos no paulista, e que pra quem conquista uma vaga na fase de grupo da LA, a competição se inicia apenas na segunda quinzena de fevereiro. Vejo até a possibilidade (dentro desse período) do SP realizar um torneio preparatório com clubes internacionais (jogada de marketing)

  10. Paulo Martins, parabéns! Você foi cirúrgico.

    Murici Ramalho x mata-mata :
    – ele não tem preparo para esse tipo de disputa, detalhes do jogo de quarta mostram isso: 1. campo pesado, poderia preservar Kaká para o segundo tempo e uma eventual cobrança de penalidades, fez tudo ao contrário e ficou sem a experiência de um melhor do mundo para as cobranças de penaltis; 2. ainda nos penaltis, deixou LF9 para a última cobrança, como se ele fosse um especialista, o que nunca foi em penalidades; Michel Bastos pela esquerda, onde suas melhores atuações foi do outro lado.
    Emfim, esse é o Murici, e sua terceira derrota em tiro curto no ano.

Deixe uma resposta