a.nacional_x_spfc (1)

Com o privilégio de ainda disputar 2 títulos no ano, com reais chances de conquistas em ambos, o Tricolor inicia a batalha contra o Atlético Nacional da Colômbia nas semifinais da Sul Americana. Até aqui, em 6 partidas na competição, 4 vitórias 2 derrotas (13 gols pró e 9 sofridos), eliminando Criciúma, Huachipato e Emelec. Do outro lado da chave, super clássico argentino entre Boca Junior x River Plate.

Embalado por mais uma vitória diante do Palmeiras, desta vez Muricy poderá contar com força máxima em Medellín. Talvez o único desfalque seja o de Alvaro Pereira, que mesmo tendo atuado ontem pelo Uruguai contra o Chile , quer defender as três cores na Colômbia. Evidentemente, o uruguaio vem de uma maratona e, caso seja poupado, Michel Bastos segue na lateral esquerda. Para variar só um pouquinho, Michel jogou muito no domingo. Se fosse minha decisão, o manteria entre os titulares.

Outro “reforço” em momento decisivo foi o de Rafael Toloi. Já jogou muito e marcou um dos gols no clássico e, coincidência ou não, ajudou a defesa tricolor a passar a última partida invicta, o que não acontecia há 5 jogos (8 gols sofridos).Retornando à competição após punição aplicada pela Conmebol, Luís Fabiano também vem se encontrando no momento certo e busca marcar pelo 4 jogo consecutivo. Até pelo bom momento do camisa 9, Pato seguirá no banco como boa opção para o segundo tempo.

No ano passado os colombianos também estiveram no caminho do São Paulo e deram bastante trabalho: vitória do SPFC no Morumbi por 3×2, 0x0 na Colômbia e vaga para as semifinais garantidas. Nesta temporada, derrubaram Dep. La Guaira, General Díaz (PAR), Vitória e Cesar Vallejo (PER). Edwin Cardona, meia, é o artilheiro do time com 3 gols. Os desfalques são Boccanegra e Mejía (com a seleção colombiana) e Duque (lesionado).

Esta será a 3ª semifinal consecutiva disputada pelo Tricolor na Sul Americana. Em 2012, 2 empates contra a U. Católica, mas que foi o suficiente para avançar rumo ao título que viria contra os cagões do Tigre. No ano passado, éramos favoritos, mas tropeçamos na Ponte Preta. Ainda tem as semifinais de 2003 contra o River, aquela mesma da voadora de Luís Fabiano no argentino em pleno Morumbi. Desta vez, avançaremos à decisão, e o final será feliz com certeza! Que venha o Nacional! Avante Meu Tricolor! Rumo a final! Eu acredito! #3Cores1SóTorcida.

Por: Leandro Teixeira

 

ATLÉTICO NACIONAL X SÃO PAULO

Data/Hora: 19/11/2014, as 22h00 (horário de Brasília)

Estádio: Atanasio Girardot, em Medellín/COL

Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU)

Auxiliares: Carlos Pastorino (URU) e Gabriel Popovits (URU)

Atlético: Armani, Najera, Henríquez, Murillo e Diaz; Bernal, Arias, Cardona e Cardenas (Copete); Guisao e Ruiz. Técnico: Juan Carlos Osorio

São Paulo: Rogério Ceni, Hudson, Rafael Toloi, Edson Silva e Michel Bastos (Alvaro Pereira); Denilson, Souza, Ganso e Kaká; Alan Kardec e Luís Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho

Transmissão: Globo (apenas para SP), SporTV e Fox Sports

Anúncios