A escassez de variáveis imaginadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ao definir as vagas de classificação dos clubes brasileiros à Copa Libertadores de 2015 fará com que a entidade publique na semana que vem um comunicado no qual explicará quais serão as vagas de cada clube na competição dependendo de quais forem os vencedores da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana. Na resolução, segundo apurou o UOL Esporte, estará previsto que o Atlético-MG ficará com uma vaga direta para a Copa Libertadores caso o rival Cruzeiro seja campeão do Brasileirão e da Copa do Brasil, mesmo se terminar abaixo do G-4. Até esta segunda-feira, nem os clubes envolvidos sabiam responder.

O Brasil tem cinco vagas fixas na Copa Libertadores. O Brasileirão dá quatro vagas: 1º, 2º e 3º colocados acessam a competição diretamente na fase de grupos. O 4º colocado ganha a vaga para a primeira fase da Libertadores, antes da fase de grupos. A outra vaga fixa do Brasil é proveniente da Copa do Brasil, e também é direta. Ou seja, o campeão do torneio acessa a Libertadores diretamente na fase de grupos, como os três primeiros do Brasileirão. A Copa Sul-Americana, por sua vez, rende uma vaga indireta, para a primeira fase, para o vencedor. Se um clube brasileiro for campeão, o 4º colocado do Brasileirão perde a vaga.

Mas as questões são muito mais complexas no cenário atual do futebol brasileiro. O Cruzeiro, provável campeão do Brasileirão, é também finalista da Copa do Brasil. O São Paulo, atual 2º colocado do Brasileirão, disputa a semifinal da Copa Sul-Americana. Quem herda a vaga da Copa do Brasil se o Cruzeiro for campeão? Como fica o São Paulo, se ganhar a vaga direta pelo Brasileirão e a indireta pela Sul-Americana? As diretorias de Atlético-MG, São Paulo e Corinthians foram consultadas e não souberam responder.

O departamento de competições da CBF está concluindo a resolução neste momento e afirma que as conclusões ainda não estão fechadas. No entanto, a entidade já responde sobre os principais embates e diz que publicará as definições na semana que vem. Pelo que descreve o documento atual, que não deve sofrer alterações, o vice-campeão da Copa do Brasil herdará a vaga direta do campeão caso este for o mesmo do Brasileirão. Ou seja, sendo o Cruzeiro campeão das duas competições, o Atlético-MG estará na fase de grupos da Libertadores independentemente da posição em que terminar no Brasileirão.

A CBF já adianta, também, que o São Paulo ficará com a vaga direta, e não indireta, caso termine o Brasileirão na 2ª posição e também seja campeão da Copa Sul-Americana. O curioso, caso este caso aconteça, é que a vaga premiada pelo título da competição não existiria. Só se a vaga do 4º colocado do Brasileirão desaparecesse.

Como ficaria a divisão de vagas?

Se o Cruzeiro for campeão do Brasileirão e da Copa do Brasil, e se o São Paulo for 2º colocado no Brasileirão e campeão da Copa Sul-Americana:

РCruzeiro, campẹo do Brasileiṛo, acessa a Libertadores na fase de grupos.
РAtl̩tico-MG, vice-campẹo da Copa do Brasil, acessa a Libertadores na fase de grupos.
– São Paulo, 2º colocado no Brasileirão, acessa a Libertadores na fase de grupos.
– 3º colocado do Brasileirão acessa a Libertadores na fase de grupos (se for o Atlético-MG, vaga passa ao 4º colocado).
– 4º colocado do Brasileirão acessa a Libertadores na primeira fase (se o Atlético-MG for 1º, 2º, 3º ou 4º colocado, vaga passa ao 5º colocado).

UOL