Edson Silva revela surpresa e honra ao receber a braçadeira

Edson Silva

Titular absoluto no sistema defensivo do técnico Muricy Ramalho, o zagueiro Edson Silva cresceu com a equipe nesta reta final de temporada e deu mais segurança ao setor. E as boas exibições do camisa 21, que sempre batalhou e soube esperar a oportunidade, foram reconhecidas pelo goleiro Rogério Ceni.  No duelo contra o Vitória (2 x 1), em Salvador, o marcador foi o escolhido para herdar a sua braçadeira.

“Após o aquecimento, eu estava me trocando no vestiário quando o Rogério me disse: “Hoje é você”. Olhei para ele, surpreso, e perguntei: “Eu?”. Então, ele me deu a faixa. Agradeci e fiquei muito feliz, porque mostrou a confiança dele em mim. Todos que já receberam a braçadeira dele ficaram honrados, e comigo não foi diferente”, revelou Edson, que fez questão de enaltecer o M1TO.

“Quero ressaltar que o Rogério sempre será o eterno capitão do São Paulo. Ele é um líder e soube levantar o time nos últimos jogos com o seu espírito vencedor. Contra o Vitória ele foi fundamental, porque fez pelo menos quatro ou cinco defesas difíceis e salvou a gente. É uma honra jogar em time que tem um líder como ele”, acrescentou o zagueiro.

Dentro de campo, com a bola rolando, o camisa 21 fez de tudo para dar conta do recado e transmitir a liderança de Rogério. “Já fui capitão em alguns jogos do São Paulo, no Brasileiro do ano passado, mas é diferente quando ele está em campo, né? A responsabilidade aumenta (risos). Tive que ter mais atenção para orientar os meus companheiros e dar conta do recado”, afirmou o jogador.

No segundo semestre deste ano, Rogério há havia repassado a braçadeira aos companheiros. Kaká, Paulo Henrique Ganso, Alvaro Pereira e Denilson – este o último antes de Edson Silva ser o escolhido – já tiveram a missão de substituir o arqueiro com a braçadeira. Vale lembrar que as atitudes do goleiro, que irá pendurar as luvas no final do ano, visam a temporada 2015 quando o Tricolor terá um novo capitão.

Fonte: Site Oficial

26 comentários

  1. Não sei se alguém reparou mas fora os gambás, todos os times que podem chegar na Libertadores em 2015 são times que nos eliminou em anos anteriores.

    Será que o Muricy conseguirá quebrar a escrita?

    • Concordo contigo, ele pode ser bom de grupo, humilde, gente boa, até um bom rebatedor de bolas, mas….

      É lento demais da conta e não pode nunca sair na caça de atacantes ou avançar e ter que voltar correndo atrás nos contra golpes…

      Se destaca quando se propõe a atuar como mero rebatedor de bolas e é ai que se mostra mais útil para o time, lembrando inclusive um pouco o Fabão…

      Tem outro defeito que já teria que ter sido corrigido pelo Muricy que é o hábito de se preocupar demasiadamente em travar os braços e as mãos atrás do corpo e faz isso exageradamente dificultando os movimentos naturais, perdendo tempo e mobilidade e se tornando mais lento ainda.

  2. Ontem acho que ficou claro para o Muricy que ademilson e oswaldo nao podem jogar no tricolor nem para descansar os titulares, se dependesse dos dois ontem estavamoso na roça.

  3. Edson Silva tem jogado muito bem quando faz o feijão com arroz e quando não deixam ele ter que correr atrás de velocistas.
    Ontem gostei muito do Alvaro e do Rogerio que fez defesas sencacionais.

  4. Não duvidem se no final do ano recebermos uma boa proposta pelo ES. Alguém sabe dizer quando acaba o contrato dele?
    Desde que ele chegou, se nunca encheu os olhos de ninguém, também não lembro de nenhum jogo em que ele tenha comprometido o time.
    Assim como o Hudson, um excelente jogador para compor elenco e carregar o piano quando for necessário. Mas não faz parte do meu time dos sonhos não…mas para compor o elenco é sim um bom nome, já conhece o clube, conhece alguns atalhos, entrosado, e mostrou ser pau para toda obra com o mínimo de qualidade necessário para jogar em clube como o nosso.

  5. Se não me engano contratamos o Edson Silva depois de frustrada a contratação do Roger Carvalho, quando ambos ainda jogavam no Figueirense.
    Foi como um prêmio de consolação…e o que aconteceu ? O Roger Carvalho chegou no Morumbi depois do ES, não fez absolutamente nada, saiu por baixo e ainda de quebra fez aquela lambança de ontem.

  6. Tava no UOL:

    Se o Cruzeiro for campeão do Brasileirão e da Copa do Brasil, e se o São Paulo for 2º colocado no Brasileirão e campeão da Copa Sul-Americana:

    – Cruzeiro, campeão do Brasileirão, acessa a Libertadores na fase de grupos.
    – Atlético-MG, vice-campeão da Copa do Brasil, acessa a Libertadores na fase de grupos.
    – São Paulo, 2º colocado no Brasileirão, acessa a Libertadores na fase de grupos.
    – 3º colocado do Brasileirão acessa a Libertadores na fase de grupos (se for o Atlético-MG, vaga passa ao 4º colocado).
    – 4º colocado do Brasileirão acessa a Libertadores na primeira fase (se o Atlético-MG for 1º, 2º, 3º ou 4º colocado, vaga passa ao 5º colocado).

  7. Boa noticia:

    A semana já começou com uma boa notícia para o técnico Muricy Ramalho. Antes mesmo da reapresentação do elenco, que está marcada para a tarde desta terça-feira (11) após o triunfo sobre o Vitória (2 x 1), o zagueiro Rafael Toloi e o atacante Alexandre Pato foram liberados pelo Departamento Médico e, a partir de amanhã, poderão treinar com o restante do grupo.
    Para o domingo devem estar a disposiçao.

  8. acho que o objetivo para formação do elenco pro ano que vem deveria ser:

    .contratação de um zagueiro de alto nível
    .contratação de um zagueiro de bom nível (mesmo nível de r.toloi e a.carlos)
    .contratação de um meia do melhor nível que for possível, para substituir o kaka
    .contratação do wesley
    .manutenção do l.fabiano (minha opiniao!!!!) e pato

    .no mais, negocios de oportunidade

  9. por incrivel que pareça, se o l.fabiano jogar ate o final do contrato (fim de 2015), essa segunda passagem dele pelo spfc terá sido mais longa e ele tera participado de mais jogos do que na primeira passagem

    a média de gols caiu, mas continua acima de 0,5 gols por partida (bastante alta)

  10. Andei pensando bastante nessa questão de idolatrar os ídolos – como RC, LF, Muricy, ainda que seja irracional, ou analisar com frieza e pedir ‘renovação’ quando necessário.

    Sinceramente, decidi que seguirei me comportando como um mero torcedor, irracional, apaixonado e sempre grato aos jogadores (e técnico) que também tratam o SPFC de maneira especial, não como um clube qualquer.

    Prefiro um RC em fase mediana do que um Dida em grande fase, pois Rogério valorizou a camisa que vestiu nas últimas duas décadas. Prefiro Rogério a Zetti, inclusive, pois para o último o SPFC é um time como outros – inclusive Palmeiras – que defendeu.

    Prefiro o Muricy do que qualquer outro treinador Brasileiro (vivo), pois ele sempre tratou o SPFC de maneira diferente, e nos deu 3 brasileiros e muito orgulho.

    Deixarei portanto de aspirar à racionalidade, pois não creio ser essa minha função. Caso me torne jornalista esportivo, adotarei postura distinta.

    Para que fique claro, não estou questionando a postura dos que pensam de outra forma. Diversidade de opiniões é positivo.

    • acho muito legal essa forma de ver

      acho que a maioria dos idolos externam essa identificação com o clube/torcida….por ser uma via de mão dupla né…..a torcida reconhece a qualidade do jogador, que se sente reconhecido e agradece o carinho….acho que são poucos os casos de jogador são idolos recentes do spfc que não demonstram tratamento especial ao clube

      talvez o mineiro, josué

Deixe uma resposta para djair Cancelar resposta