Análise: Kashima 3×2 SÃO PAULO – Notas, BC/BM

analise

A expectativa…

O SÃO PAULO veio ao Japão de tantas boas recordações para enfrentar o Kashima Antlers pela Copa Suruga. Com os jogadores aparentando cansaço pela excursão europeia e com grande parte dos titulares vindo ao Brasil depois do título da Copa Eusébio, a expectativa era de um jogo equilibrado com o Kashima, treinado por Toninho Cerezo, outro que deixou saudades no SÃO PAULO, por tudo o que conquistou!

… E a realidade!

1º Tempo

O SÃO PAULO começou melhor no jogo. Trocando passes com tranquilidade, ainda que com pouca liberdade pela marcação do Kashima em seu campo defensivo. Ea primeira chance de gol não demorou a aparecer: aos 3 minutos, ALOÍSIO tocou entre as pernas do zagueiro japonês na entrada da área, arrumou e finalizou, porém por cima do gol de Sogahata. Dois minutos mais tarde, nova jogada do SÃO PAULO, agora pela esquerda com REINALDO. O lateral-esquerdo foi à linha de fundo e fez o cruzamento, interceptado pela zaga.

Aos 7 minutos, MAICON, do meio campo, vislumbrou GANSO entrando na grande área, mais pela esquerda e tentou o passe, que infelizmente foi mais forte que o necessário e ficou nas mãos de Sogahata.

O Kashima até tentava criar algo, mas o SÃO PAULO estava melhor no jogo. GANSO procurava o jogo mais próximo da grande área e ADEMÍLSON começava a dar trabalho, como aos 9 minutos, quando o rápido atacante tricolor foi lançado pela direita, driblou seu marcador com velocidade, tabelou com ALOÍSIO e recebeu dentro da área, mas foi desarmado pela zaga do Kashima.

Aos 12 o primeiro lance de algum perigo do Kashima: Osako desceu pela esquerda, cortou para o meio e concluiu longe do gol de ROGÉRIO CENI.

O Kashima melhorou na partida, pressionava mais o SÃO PAULO, quando o tricolor teve o seu melhor lance no jogo. ADEMÍLSON puxou o contra-ataque pelo meio e passou para GANSO na intermediária. O meia, de primeira, fez um passe magistral por cima de toda a defesa japonesa, na cabeça de ALOÍSIO, que passou para ADEMÍLSON que entrava em velocidade. O pequenino atacante tricolor saiu na cara do goleiro mas tocou em cima de Sogahata, naquela que, até aquele momento, seria a principal chance do jogo. Como perde gols o ADEMÍLSON!

Aos 22 minutos, rápida troca de passes do time do Kashima. A defesa tricolor só assistiu Juninho receber da direita para a esquerda e passar para Aoki cruzar, dentro da grande área visando Osako, que se esticou mas não alcançou a bola.

O jogo começava a ficar perigoso para o SÃO PAULO: lá e cá, quando deveria ser somente lá. No mesmo lance, ALOÍSIO foi lançado pela direita, mas cruzou nas mãos do goleiro japonês.

Mas, aos 24 minutos, o Kashima abriu o placar. Depois de contra-ataque onde pegou a defesa do SÃO PAULO toda desarrumada, Shibasaki recebeu e rolou para o meio da área, para Osako, que recebeu de frente para ROGÉRIO CENI, deu um chapéu no goleiro tricolor e tocou para a rede. Golaço! Kashima 1×0. É… Teste para a conhecida instabilidade do time.

Aos 27, bola na área do Kashima. RODRIGO CAIO subiu mais que todos, mas mandou a bola para fora, longe do gol de Sogahata.

Como time bastante modificado, seria difícil!

Aos 29, REINALDO desceu pela esquerda e alçou bola na área do Kashima, visando WELLINGTON, que entrava livre para cabecear, mas foi empurrado por Maeno, pênalti claríssimo não anotado pela arbitragem! Sogahata tentou afastar com um soco, mas a bola tocou em Maeno e foi para escanteio.

O time japonês, bem armado por Toninho Cerezo, se trancava para aproveitar os contra-ataques. E o SÃO PAULO não dava mostras de ter forças para se desvencilhar da marcação japonesa.

A frouxidão na marcação do SÃO PAULO dava as caras novamente. Problema crônico!

Aos 37 o Kashima desceu pelas costas de REINALDO Bola alçada na área do SÃO PAULO, da direita para a esquerda e Endo foi parado com falta. Bola na área do SÃO PAULO e Juninho ganhou de todo mundo pelo alto e cabeceou para fora.

Dois minutos depois, aos 39, o segundo gol do Kashima. Juninho viu o bom centroavante Osako entrando na área em velocidade e da intermediária fez a enfiada para o atacante que passou por toca a marcação do SÃO PAULO e recebeu na frente de ROGÉRIO CENI, tocando para as redes na saída do goleiro. Kashima 2×0.

Pesava o cansaço? Pesava. Mas a desorganização atrapalhava mais.

Aos 39, ALOÍSIO fez boa jogada pela direita, entrou na área e rolou a pelota para trás. WELLINGTON recebeu mas se enrolou todo, passando para quem vinha de trás. MAICON entrou chutando e a bola explodiu na zaga.

E Endo assustou de novo aos 41, em chute da intermediária.

Até que, aos 46, o apitador colocou fim ao primeiro tempo.

O SÃO PAULO começou melhor, teve uma chance clara de gol desperdiçada por ADEMÍLSON – incrível como perde gols o atacante! Mas aos poucos o time foi perdendo intensidade e o Kashima foi se impondo fisicamente. Sofreu dois gols por falhas na marcação, principalmente por deixar o time japonês muito a vontade para trocar passes. Não dá para dizer que o time se abateu com o gol, uma vez que não há muito o que exigir dos jogadores que visivelmente não estão nas suas melhores condições físicas.

2º Tempo

O SÃO PAULO veio para o segundo tempo com duas alterações: MAICON saiu para a entrada de LUCAS EVANGELISTA e ADEMÍLSON deu lugar para SILVINHO.

E o time voltou muito mais determinado!

Aos 8, GANSO sobrou falta da intermediária mandando a bola na área do Kashima. RODRIGO CAIO subiu e cabeceou, mas para fora. Dois minutos mais tarde, GANSO tentou chapéu e foi parado com falta. Na cobrança, o 8 tricolor mandou a bola na cabeça de SILVINHO, que apareceu bem na área mas foi para fora, à esquerda do gol. Um pecado!

E GANSO, que fazia bom segundo tempo, apareceu. E que tenha aparecido para SEMPRE! Aos 13, o maestro carregou pelo meio, tirou toda a marcação do Kashima e, de fora da área, finalizou rasteiro, muito bem colocado, no canto do goleiro Sogahata… Um golaço! Kashima 2×1 SÃO PAULO.

No minuto seguinte, nova troca de passes do SÃO PAULO pela esquerda. GANSO fez bela enfiada de bola para REINALDO, que cruzou mas a zaga japonesa afastou.

Só que aos 16, Kashima encontrou um contra-ataque perigoso e Osako foi derrubado por SILVINHO na entrada da área. O apitador marcou pênalti. Falta foi. Mas o escriba tem dúvidas se foi dentro ou fora da área. Osako cobrou no canto esquerdo e ROGÉRIO CENI defendeu. O auxiliar mandou voltar, pelo goleiro ter se avançado. É… Nova cobrança do Kashima, novamente Osako e bola para fora, por cima do travessão. É…

GANSO era, de fato, o maestro do time. Pedia a bola, pedia calma aos seus companheiros… Era o GANSO que a torcida tricolor há muito tempo queria ver em campo!

Aos 19, GANSO cobrou falta pela direita e mandou na área, a zaga japonesa afastou. Três minutos depois, o Kashima desceu com perigo. Nakamura tabelou com perigo com Osaka e o bom atacante japonês sairia na cara do gol, não fosse interceptação de LUCAS SILVA.

E GANSO queria jogo. Aos 24, o meia recebeu no meio campo, se livrou da marcação e fez belíssima enfiada de bola para SILVINHO, que próximo da entrada da grande área, tentou o cruzamento para ALOÍSIO mas foi interceptado. No minuto seguinte, cobrança de escanteio para o SÃO PAULO, bola de DOUGLAS na cabeça de SILVINHO que cabeceou firme, mas na nuca do adversário. Falta de sorte tremenda!

Mas o SÃO PAULO, se não era brilhante, era combativo, marcava no campo do adversário, pressionava para tentar tirar o prejuízo. E AUTUORI foi pra cima de vez. Tirou LUCAS SILVA e mandou RONI para o jogo. Tudo ou nada!

Aos 28, LUCAS, o EVANGELISTA, roubou bola na intermediária e sofreu entrada dura por trás. Na cobrança, GANSO mandou na área com muito perigo, fazendo-a passar na frente de todo mundo…

E o SÃO PAULO teve seu esforço premiado. Aos 29, DOUGLAS fez boa jogada pela direita e percebeu GANSO na esquerda. O lateral-direito fez passe primoroso entre as pernas do marcador japonês e a bola chegou para GANSO, que entrou em velocidade na área e com frieza glacial esperou ALOÍSIO se apresentar pelo meio e fez o passe para ALOÍSIO estufar a rede… 2×2! GANSO trombou com um poste fora de campo e cortou a testa.

O SÃO PAULO era só coração. E isso importava demais, porque era o que o time precisava recuperar: a capacidade de jogar com o coração!

Aos 32, RONI foi derrubado perto da área. Falta marcada. ROGÉRIO CENI foi para a bola e, ao invés de cobrar direto, levantou na área, para a saída do goleiro Sogahata, que fez a defesa com segurança.

E toda bola nos pés do Kashima, dada a desconstrução defensiva promovida por AUTUORI para recuperar o prejuízo, era perigo iminente. Era um segundo tempo muito diferente do SÃO PAULO, que mesmo com toda a limitação imposta pelo cansaço, lutava muito!

Aos 38, ALOÍSIO foi lançado em posição legal, mas o apitador parou a jogada. É…

WELLINGTON, justiça seja feita, era um guerreiro em campo! GANSO também jogava muito e era caçado em campo. Iwamasa foi maldoso e pisou no tornozelo do meia. E como jogava o meia… Aos 43, viu SILVINHO avançando e, de primeira, passou para o atacante que, da intermediária, de frente para o gol, tentou o chute, mas foi travado pela marcação.

Aos 44, DOUGLAS, que fazia excelente segundo tempo, cruzou da direita, rasteiro, e a bola passou por todo mundo, inclusive por SILVINHO, que estava dentro da área. Mas, como a fase não é boa, tudo dá errado. Aos 47 minutos, Umebachi finalizou da entrada da área, a bola desviou em Osako, em posição irregular, e enganou ROGÉRIO CENI. Que falta de sorte! Foi um duro castigo para um time que poderia ter até vencido a partida.

E, aos 48, o apitador colocou fim ao jogo.

O SÃO PAULO foi melhor no segundo tempo, teve chances e poderia ter até vencido a partida. Mas quando a fase é ruim, tudo conspira contra. Talvez se justifique pelo primeiro tempo ruim do time. Alheio a tudo isso, a escalada precisa continuar, mesmo que degrau por degrau. Penso que o SÃO PAULO, hoje, tem mais pontos positivos para colecionar do que antes da excursão.

Força, SÃO PAULO!

Por: Paulo Martins

NOTAS

ROGÉRIO CENI: Defendeu um pênalti da mesma forma que todos fazem, se adiantando. Mas, para ele não vale a defesa. Paciência. 6

DOUGLAS: Primeiro tempo ruim, inclusive com falha no primeiro gol. Segundo tempo muito bom, como todo o time. Criou boas oportunidades. 5

LUCAS SILVA: É promissor, tem futuro, mas hoje não foi bem. Sofreu com Osako e terá pesadelos com o atacante japonês. 3

EDSON SILVA: Por cima, foi bem. Por baixo, sofreu com o seu companheiro de zaga para segurar Osako. 4

REINALDO: Não é brilhante, faz o simples. 5

RODRIGO CAIO: Partida razoável para ruim do meio-campista. Deu muitos espaços na marcação. No segundo tempo, subiu um pouco de produção. 5

WELLINGTON: Corre bastante, mas parece dormir em campo, perdendo bolas com facilidade, sendo presa fácil para o desarme. Por outro lado, não desistiu e lutou até o final. 6

MAICON: Muito apático no jogo, lento e desatento. O time melhorou bastante depois que ele saiu. 3

GANSO: Primeiro tempo apenas razoável, mas fez um segundo tempo exuberante, fazendo seu gol e dando belas assistências. Foi o líder do time no meio, hoje. Gostei. 9

ADEMÍLSON: Teve em seus pés a chance de fazer o SÃO PAULO sair em vantagem, no primeiro tempo. Depois que perdeu o gol, sumiu. Incrível como perde gols, o atacante. 1

ALOÍSIO: Lutador, é hoje a melhor opção para o ataque que o SÃO PAULO possui. Fez o seu. 7

[LUCAS EVANGELISTA]: Não foi tão bem quanto nos outros jogos, mas é um jogador de futuro. 4

[SILVINHO]: Rápido, colocou correria no jogo. Perdeu algumas oportunidades e fez um pênalti duvidoso, não convertido. Merece mais chances. 5.

[RONI]: É bom jogador. Precisa de mais oportunidades. Deu trabalho para a marcação o Kashima. 5

PAULO AUTUORI: Vem fazendo o que dá. Hoje, talvez fosse o título mais importante de toda a excursão. Mas tem tomado as decisões mais sensatas, como a volta de boa parte dos titulares para o Brasil antes da viagem para o Japão, pensando no Campeonato Brasileiro. Hoje, dada a apatia do time no primeiro tempo, mudou o jogo com três alterações que quase fizeram o SÃO PAULO virar a partida. É pouco? Ainda é. Assim com o é cedo. Mas o buraco em que pegou o time era fundo, imenso e a subida – que está acontecendo – é lenta. Tenhamos paciência. 7

Por: Paulo Martins

 Bola+Cheia+Bola+Murcha 

BOLA CHEIA

  • GANSO;
  • O time jogando com coração;
  • O poder de reação. Se antes o SÃO PAULO desmoronava quando tomava o primeiro, hoje isso não acontece mais.

BOLA MURCHA

  • O apático primeiro tempo;
  • ADEMÍLSON;
  • Falta de sorte;
  • Arbitragem, não vendo pênalti em WELLINGTON no primeiro tempo e não anulando o terceiro gol do Kashima, quando Osako desviou a bola para o gol em impedimento.

Por: Paulo Martins

129 comentários

  1. Boa análise Paulo, só acho que o Reinaldo poderia ter levado um 6. Realmente ele tá fazendo o simples mas o mais importante é que tem acertado qdo faz e vem sendo constante.

  2. Não é querendo procurar desculpas não heim, mais o juizinho ruim, fiquei com a impressão do último gol deles ser feito de forma irregular, o penalti tenho dúvidas se foi dentro da área e aquele impedimento mandraque do Aloísio.

    São erros técnicos, e não de interpretação.

    • Concordo Eder, esse jogo no mínimo dos absurdos deveria ter ido pros penais.
      E como dizem por aí: “- A bola pune.”
      Pelo primeiro tempo sem pernas e a falta de combate no último lance do jogo, tomamos um gol bem tonto.

    • Faz parte Eder, nosso primeiro tempo acabou pesando na conta final.

      De qualquer forma, foi uma derrota muito injusta. O time MERECIA voltar com os 3×2 a favor. Seria um recomeço com muito mais confiança.

      Foi muita sacanagem dos “Deuses” do futebol.

  3. Bom dia pessoal,

    Hoje eu parecia o Pastor. Peguei o jogo desde o começo e 2×0 pro Kashima. Fui tomar banho para ir ao dentista e quando ligo a tv, 2×1 e rogério tinha defendido um penal…rsrsrrs

    Caraca, fomos castigados…

    O jogo tinha importância relativa, mas como é RUIM perder na última bola. Senti o mesmo gosto amargo do que os jogos contra Once Caldas e Fluminense… =/

    Agora, que pena que não saiu o gol do Wellington, seria uma vitória de virada incrível. TODAVIA, quando a fase é difícil, não podemos nem ter essa superação e “glória”…rs

  4. O 3º gol tava impedido…. Mas zica pouca é bobagem, não foi anulado….

    Mas se o time entrar no jogo como no segundo tempo, pode sair dessa zona do rebaixamento logo…

    • Verdade, até porque o time estará mais “qualificado” na volta ao brasileiro. De qualquer forma, precisamos com urgência de mais um BOM volante e um GOLEADOR.

  5. Alguém da diretoria pode explicar porque o Casemiro está fininho agora no Real, ou a reclamação de que a parte fisica dos jogadores do spfc está pessima, é verdadeira, pois antes dessas demissoes o Casemiro etava voando no SPFC

  6. Sub disse:
    7 de agosto de 2013 às 09:44
    Bola Murcha pro Vitão, que chegou atrasado e acabou não trazendo sua sorte ao time no momento necessário.

    ———————————————————–

    Tem razão, a parte que assisti foi 2×1 para o São Paulo e ainda sequei o pênalti deles por 2 vezes.

    Deveria ter chego antes, mas foi bom, esse nome Suruga não ia prestar na boca dos adversários invejosos= Suruba.

  7. O que realmente importa é domingo, no Proximo jogo vamos ver se esta “arejada” q o time deu na excursão fez bem, mal ou esta tudo na mesma.
    O bom é que o adversario é fraco, e uma vitoria pode nos dar mais confiança, alem é claro de 3 pontos importantes.
    Quero ver se o Reinaldo mantem a regularidade, com certeza melhor que o Juan ele é.
    O Clemente Rodriguez fica como opção na direita ou esquerda (Eu colocaria ele de titular na direita, mas acho que o PA vai prestigiar o Douglas mais um pouco). O meio tem que ter dois volantes destruidores – Fabricio e Rodrigo Caio – um volante com saida de bola – que pode ser o Fabricio tbm, mas acho que sera o Maicon (eu colocaria o J. Schimidt) e um meia sendo que a principio eu usaria o Jadson no 1 tempo e o Ganso no Segundo, o ataque é Aloisio e mais um, seja Osvaldo ou LF.
    O elenco não é ruim, tem deficiencias sim, mas com certeza é melhor q pelo menos 10 times da Serie A, incluindo ai Santos, Vasco, Coritiba, o nosso problema é entrosamento e confiança, temos elenco mais não temos um time, mas isso so o tempo pode nos dar.
    Força SPFC.

  8. Apesar do resultado injusto também pela falta de sorte, a meu ver pesaram gravemente alguns lances, pela arbitragem:

    1- No primeiro tempo, num lance confuso em que o goleiro rebateu a bola com um soco e ela acertou o peito do defensor e foi para escanteio, este mesmo defensor fez pênalti empurrando WELLINGTON. Ninguém — nem na FOX e nem nos outros setores da imprensa que cobriram o jogo — falou nada desse lance.

    2- O lance do pênalti do SILVINHO. Tenho dúvidas se foi dentro ou fora da área. Acho que a falta foi fora. Nesse lance, ROGÉRIO se adiantou como 100% dos goleiros se adiantam, como Vitor se adiantou nos jogos finais da Libertadores. Mas para o ROGÉRIO, o lance não vale.

    3- Um impedimento muito mal marcado do ALOÍSIO, quando este ia em direção ao gol;

    4- No último gol, Osako estava impedido quando tocou na bola. Mesmo assim, o juiz validou o tento. A própria reação do jogador diz tudo.

    Em termos de arbitragem, as coisas nunca foram fáceis para o SÃO PAULO. Mas quando a fase é ruim, isso também fica ainda pior!

  9. Vitão, suas mensagens estão cainso no SPAM. Infelizmente não sabemos o motivo.

    Peço paciência pois nem sempre da pra checar a caixa e estou no trabalho. Sato e Zanca estão ausentes.

    Ah, e tão cedo não voltaremos para o “blog da luz”.

    Lamento, amigo!

  10. Para mim, no domingo o ataque titular tem que ser o das torres gêmeas, Luis Fabiano e Aloísio.

    O Aloísio tá jogando muito e se movimentando bem, bem melhor que o Osvaldo.

  11. do motoboy…

    “Fui testemunha, numa dessas coletivas, de jornalistas torcendo o nariz quando Ceni preferiu atender a um grupo de crianças que queriam seu afago, e não concedeu a entrevista que esperavam.

    Sim, porque a imprensa é assim, se não a atendem quando querem, como querem, e não convidam para o churrasco, o jogador passa a ser tratado com certa má vontade, e, por vezes, adjetivado como arrogante.”

  12. Nada de novidade… o São Paulo está melhor mas só psicologicamente falando, os jogadores ainda parecem fracos, matam a bola e dão uma cambaliada… isso atrasa as jogadas… difícil fazer isso agora, mas precisam melhorar o preparo físico… Maicon continua enganador, Aloísio hoje é nosso melhor atacante… meu Deus, que fase… Lucas Silva e Ademilson são juvenis ainda e não sei se deixarão de ser… o time vai melhorar com as entradas dos que ficaram de fora hoje, mas não temos opções para banco, infelizmente isso vai punir o São Paulo no longo campeonato brasileiro…

  13. Nem vou entrar no mérito de quem tem razão ou não no que falou.
    A única certeza é que o RC em nenhuma hipótese poderia ter falado o que falou.
    Com toda experiência que tem, e sabedor da posição que ocupa, deveria saber que isso teria reflexos até mesmo dentro do elenco, onde certamente existem jogadores pró NF, e que, nesse momento, a única coisa que não precisávamos era mais uma polêmica extra campo.
    Só por isso já merece críticas.

    • tambem acho..porque fica uma má impressão sobre qualquer tecnico que vier a treinar! não por ele não ter sua razão, e sim por etica mesmo!

  14. resumão da excursão..quem se sobresaiu..contra o bayer – fabricio e lucas evangelista….milan – l.evang e reinaldo…contra o benfica – aluisio e a zaga
    …hj ..2º tempo e ganso e aluisio se sairam bem individualmente!

  15. Eu acho que uma dupla de ataque com Aloisio e Luis Fabiano pode dar muito certo, pede para os laterais subirem mais. Para o jogo contra a lusa testaria: RC, Douglas, Toloi, Edson Silva, Reinaldo (Clemente), Rodrigo Caio, Wellington, Fabricio, Jadson, Aloisio e Luis Fabiano. Talvez o Ganso no lugar de um dos volantes.

  16. Bom dia!

    Pude assistir o 2º tempo do jogo. O time jogou muito bem. Acredito que o juiz prejudicou o SPFC. O pênalti do Silvinhoi foi fora da área. O 3º gol do Kashima foi irregular, pois Osako estava impedido quando tocou na bola.

    No mais, o time mostrou um poder de reação, que há tempo eu não via. O time lutou com inteligência e, pelo fato do time jogar basicamente com os reservas, a evolução tática e a inteligência, que jogadores estão jogando, me dá esperanças de um futuro um melhor.

    Inegavelmente, esse time tem condições de sair dessa situação no Brasileirão e ainda, brigar pelo título da Sul-Americana. Dias melhores virão e vamos arrancar nesse campeonato brasileiro.

  17. Agora é esperar a mesma disposição do time no domingo. Problema é essa viagem do Japão que é muito longa e vai deixar o elenco cansado…. Vai ter q ser na raça…. O negócio é sair logo dessa maldita zona …

    • Na minha opinião ele deveria ter ficado calado, o time não precisa destas trocas de acusações desnecessárias…

      Não é momento para isso, deixasse para falar disso em dezembro

      • Você pode não estar preocupado, mas não foi do seu caráter que o cara falou. Se o cara falou do caráter dele e ele tem todo direito de dar a resposta, independente de vitória ou derrota. Até porque, se ele fala depois de uma vitória, diriam que é oportunista, que é a palavra da moda.

    • como disse o paulinho hj, os jornalistas nao gostam dele pq ele não é baba ovo deles, não dá entrevista quando nao tá afim, nao dá moleza…aí quando o time vai mal ou ele falha eles montam em cima…

  18. A fase está tá boa que, se o SPFC abrir uma fábrica de chapéu, todo mundo nascerá sem cabeça. Alguém tem que encontrar onde o sapo está enterrado, ou onde ele estiver para enterrar, vai saber.

  19. No segundo tempo , quando entramos com 11 jogadores, já que no primeiro jogamos com 10 devido a presença inútil como sempre de Ademilson. Fomos bem , tomamos um gol bobo no fim, mais ainda acho que vamos nos recuperar no brasileiro.

  20. Boa tarde.

    Na boa, por mais que o Ney Franco merecesse uma resposta — e eu não tenho certeza se ele merecia! –, no máximo deveria ser: “eu não tenho todo esse poder que ele, Ney Franco, imagina que eu tenho”.

    E ponto final. Fim da celeuma.

    Pergunto: sabendo que a mídia é como é para o SÃO PAULO, pra quê colocar mais gasolina na fogueira?

    Desnecessário!

  21. Katia disse:
    7 de agosto de 2013 às 14:29
    Mateus, esse tipo de foto não é permitida aqui.

    Menores também acessam o blog.

    Obrigada pela compreensão!
    __________________________________________

    Tudo bem,

    E desculpe por dar trabalho.

    A minha intensão era realmente desviar o assunto, afinal já esta enchendo o tema NF x RC. rsrsrs

  22. VITÃO/SPFC/THE BEST disse:
    7 de agosto de 2013 às 13:28
    Belíssima resposta do Rogério ao Ney Franco, falou pouco e falou tudo.

    clap…clap…clap..clap…

    Resposta
    Mateus_BH disse:
    7 de agosto de 2013 às 13:31
    Na minha opinião ele deveria ter ficado calado, o time não precisa destas trocas de acusações desnecessárias…

    Não é momento para isso, deixasse para falar disso em dezembro

    ————————————————————–

    Mas ele não falou do nada, respondeu as afirmações que foram feitas, foi o reporter que perguntou ou tocou no assunto.

    Cada um agiria de uma maneira, eu neste caso faria o mesmo que o Rogério fez.

    O problema é que o Rogério não faz média, ele fala na cara mesmo, por isso que muitos não gostam dele.

    Pessoas como Raul Seixas, Lobão, Sócrates, Leão, Nelson Piquet e agora o Rogério nunca foram os queridinhos da imprensa por que falam ou falavam na cara, não faziam média, não posam ou posavam de bonzinhos, o povo não gosta de ouvir verdades.

    Rogério tem os seus defeitos como todos tem, não é nenhum santinho e nunca vai ser, já errou, vai errar, mas neste caso estou com ele.

    Inté….

    • Muricy Ramalho tem outra opinião: “Se o cara jogar muito, ninguém barra o jogador. Não existe este negócio de ‘vou fritar’ o cara”, afirmou.

      Treinador do São Paulo em duas ocasiões, Muricy conhece de perto como o presidente Juvenal Juvêncio age. E garante: “Não há a menor possibilidade do Rogério Ceni interferir ou palpitar na contratação de jogadores. O Juvenal Juvêncio não dá este espaço”, falou.

  23. jeffaobrito disse:
    7 de agosto de 2013 às 14:59
    Coltão…
    Vamos falar sobre o aniversário do Mito Bruce Dickinson…
    CHupa Subão!
    Dããããããn!
    _______________________

    Verdadeiro Mito

  24. jeffaobrito disse:
    7 de agosto de 2013 às 14:59
    Coltão…
    Vamos falar sobre o aniversário do Mito Bruce Dickinson…
    CHupa Subão!
    Dããããããn!

    —————

    Ai sim hein …. tava ouvindo Iron até agora pouco …..

    • Acho q falta eles jogarem na competição q importa (BR) nas condições ideais (sem desgaste de jogos a cada 3 dias com longos deslocamentos e diferentes fuso-horários)
      Não acho q foi uma excursão pelo mundo com os melhores resultados. mas se olharmos pras condições (físicas, psicológicas, de preparação, etc), acho q não podemos reclamar….

      A partir da portuguesa acho q saberemos o q realmente esperar desse time.
      Eu acho q não seremos rebaixados. Resta saber se escaparemos com sofrimento ou com folga. Espero uma boa sequencia, pra sair do z4 e poder poupar alguns jogadores em algum jogo, visando a Sula…. 🙂

      Eu acredito! \o/ (sim, eu ahco muitas coisas, rsrs)

  25. Boa tarde!
    Não vi o jogo, estou fazendo um curso de manhã.
    Li a análise perfeita do Paulo e foi como se eu tivesse visto o jogo.
    Pra mim, já basta, deu para ter uma excelente noção do jogo. Parabéns!
    Vamos aos fatos:
    Maicon só joga bem quando entra no segundo tempo.
    Se Luís Fabiano estivesse em campo, sairíamos vitoriosos.
    Ganso pode estar mordido com o que que leu na imprensa, seja mentira ou não.
    Pode ter dado algum clique nele nessa excursão.
    Tomara!
    Ainda acho que cabe Ganso e Jadson no mesmo time.
    E se Osvaldo não está bem, põe o Luís Fabiano com o Aloísio.
    Os dois vão dar muito trabalho para as zagas adversárias!
    E estou convencido que o problema no SPFC atendia por dois nomes…

  26. Maicon é um grande jogador… pro Figueirense… não marca direito e não arma direito… serve prá que??? Se for prá dar passe pro lado tem um monte já… volta Paulo Miranda, volta Luis Fabiano e batemos a lusa domingo fácil…

Deixe uma resposta