Vice do São Paulo fica irritado com Ney Franco, mas evita polêmica

João Paulo de Jesus Lopes prefere não rebater o ex-técnico são-paulino, que criticou a força de Rogério Ceni nos bastidores do clube

As polêmicas declarações do ex-técnico do São Paulo Ney Franco repercutiram mal na alta cúpula são-paulina. Vice-presidente de futebol do Tricolor, João Paulo de Jesus Lopes, não conseguiu esconder a sua grande irritação com o treinador, atualmente desempregado. Mesmo por telefone, foi possível perceber a exaltação do dirigente ao ser questionado sobre a entrevista de Ney.

– Eu não tenho nada a comentar a respeito. Esse assunto não tem nada a ver com o atual momento do São Paulo. O time está no Japão, já temos um outro treinador e estamos contentes com ele – afirmou João Paulo ao GLOBOESPORTE.COM.

Indagado sobre como era o seu relacionamento com Ney Franco, o cartola garantiu que nunca teve problema com o técnico e, novamente, tentou encerrar o assunto:

– Nós sempre tivemos uma relação de respeito e não vou repercutir as declarações.

Entretanto, João Paulo de Jesus demonstrou que há tempos buscava contratar Paulo Autuori para substituir o comandante tricolor no título da Copa Sul-Americana do ano passado.

– Eu gosto muito do Paulo e batalhei para ele ser contratado. Ele tem o perfil desejado pelo São Paulo – disse o cartola.

Fonte: globo.com

47 comentários

    • Jeffs, ainda bem que mudou o post e, consequentemente o assunto… o pessoal se exalta, é xiita demais ao abordar aquele assunto… sem necessidade, mas ficam extremamente alterados e até os mais amigos ficam bravos…

      Até o hermano queria pegar o Neussu na porrada… rsrs

    • É a ânsia de querer defender… rsrsrs

      Mas vou parar por aqui, pois vi no post passado que algumas pessoas não tem visão suficiente para saber o que é uma crítica ou um ataque…

      Viremos a página…

  1. Sr. Maurício… entendo a sua falta de educação, pois nem todos tiveram berço para conversar de forma minimamente aceitável ou ao menos polida, com o mínimo de respeito e educação. Está perdoado.

    Quanto a sua exposição, não tenho culpa se o seu parente foi mandado embora de uma emissora de rádio, quem sabe por falta de competência, não sei ao certo, mas não tenho nada com isto. Agora, se ele fosse tão bom quanto o sr. imagina, ou ele não teria sido demitido, ou já estaria numa outra rádio, trabalhando normalmente…

    O Mauro Betting foi mandado embora num dia e recontratado no outro, enquanto o seu parente está aí… por que será?

    Sr. Maurício, o Wanderley Nogueira pode ser puxa-saco, como o sr. afirma, mas ele continua trabalhando na JP, enquanto o seu parente…

    As vzs o sr. pode estar confundindo capacidade com puxa-saquismo, não sei, pois não conheço os bastidores da rádio, porém, não fico com a sua verdade, pois o sr. é suspeito, já que defende um parente…

    Só sei que um está empregado, está há vários anos naquela rádio, enquanto o seu parente já não está mais lá… se for pelos motivos expostos pelo sr. eu não sei, pois como eu já disse, não sei o que se passa por lá.

    E não vi nenhum usuário fazer uso do anonimato para atacar ao seu parente… aqui ninguém ofendeu a ele, ao contrário do sr. que, isso sim, nos ofendeu.

    Mas, como eu disse, perdoamos esse ato pelo motivo já exposto.

  2. Essa notícia serviu prá uma coisa, sujar a imagem de Ney Franco… gosto dele, acho que tem potencial para ser um grande técnico, só esqueceu de mudar o esquema tático, visto que a diretoria não iria contratar mais ninguém pro lugar do Lucas… mas dizem que em boca fechada não entra mosquito né… pois é, seria melhor ficar quieto, evitar tanta polêmica e ir trabalhar, idém ao Rogério Ceni !!!

  3. segundo a mídia e infelizmente alguns são paulinos o RC é culpado por tudo de ruim no SPFC kkkkkk…

    o triste é ver são paulinos cair na lábia da mídia oportunista, acredito que até o Ney está sendo uma vitima dessa mídia maldosa, ele foi usado pra atacar o RC e tentar destabilizar o clube novamente, logo agora que as coisas estavam se acalmando.

    Só não vê quem não quer, é só ler essa matéria da globo postada agora (maldosa diga-se de passagem) veja como o jornalista INSISTE que o jesus lopes ficou irritado com a repercusão, ele tenta dar ênfase mais na irritação do cartola são paulino do que na matéria em si, é nitido que estão tentando destabilizar o clube

    mas o incrivel é ver são paulinos alguns de bom senso não perceber essa tática e comprar esse tipo de atitude da mídia.

  4. eu nem quis desrespeitar ninguem. Apenas dei minha opinião que é essa há tempos. Muito tempo.

    Se alguém se ofendeu pelo que falei, só reforça oq eu disse.

    Abs a todos

    • Vc é encrenqueirinho mesmo, heim!!!!

      Já por duas vzs em outros dias eu te chamo a atenção por suas condutas e você nem me respondeu e agora quer satisfações pelo comentário que eu apaguei?

      Incrível é você se achar o corretinho e não ver o que faz de errado…

      Incrível, mas tenho o enorme prazer em perseguir os usuários, em deletar comentários corretos… sou assim mesmo, incrível, gosto de agir errado…

  5. essa é pra vc Sato,

    Alexandre Lozetti
    há 9 minutos ·
    Ney Franco resolveu derramar suas mágoas sobre Rogério Ceni. Justificável, já que ouviu dele que seu legado era zero no São Paulo. O goleiro não gostou de seu trabalho. É um direito dele. O técnico não gostou de ser contrariado. Também é direito dele.

    Agora deixemos a hipocrisia de lado. Rogério trabalha no São Paulo há 23 anos, sob o “agravante” de ser considerado, com justiça, o maior jogador da história do clube. Que funcionário de qualquer empresa, nessas condições, não teria poder e influência maior do que os demais? Assusta que alguns colegas finjam não entender isso, aliás.

    Rogério não precisa ter todas suas vontades atendidas, mas tem de ser ouvido, consultado, respeitado. É um direito que adquiriu. Ney Franco agia sob a batuta do então diretor Adalberto Baptista, que queria tirar poder de funcionários antigos, e resolveu confrontá-lo publicamente. Era um risco, e perdeu. E mereceu perder.

    Ney foi inábil demais. Seu tutor Adalberto também. O trabalho em 2012 foi bom. Em 2013, não. E Rogério não é culpado disso. O capitão não tinha tanto poder de decidir o futuro dos técnicos do São Paulo, ao contrário do que se tenta provar. Ele gostava muito de Adilson Batista, que ficou três meses. E não tolerava Leão, que ficou mais tempo.

    Ney foi covarde em sua entrevista. Disse que Ceni fritou Ganso, mas não disse por que tirou o meia no primeiro jogo do ano, depois de afirmar que ele seria titular do time, e não o colocou tão cedo. Nem explicou sua total incapacidade de fazer o reforço render. Reforço contratado com sua assinatura. Afinal, quem não se lembra do “campinho” que já estava desenhado pelo treinador com o nome de Ganso?

    Ele também falou de Lúcio, mas não comentou a quantidade absurda de gols que o São Paulo levou em bolas aéreas. Lúcio nunca foi fritado, mas sempre fritou. Era péssimo para o grupo, e bastou que um técnico com atitude e sem rabo preso com diretor chegasse para que isso ficasse claro.

    Quando Ney Franco se sentou ao lado de Juvenal e Adalberto, e ouviu passivamente o afastamento de sete jogadores que mal tinham participação nos fracassos do time, perdeu o resto de respeito de todo o grupo. Fez parte daquilo.

    Entre eles estava Fabrício, afastado por que tinha relação próxima com Ceni. E Cortez? Ney exigiu que Juan voltasse. Mas não explicou suas escolhas na entrevista.

    Por fim, rotular Rogério Ceni ou considerá-lo mau sujeito por causa das respostas de Ney Franco é de um oportunismo sem igual. A grande maioria das pessoas que trabalharam com o goleiro o elogiam, e são ignoradas por quem tem o incontrolável desejo de criticá-lo. Ninguém acredita em quem elogia o goleiro, mas todo mundo é louquinho pra acreditar em quem o critica.

    Se são torcedores, estão mais do que certos em repudiar o ídolo rival. Se são jornalistas, uma dica: liguem para Muricy Ramalho, Carlos Alberto Parreira, Darío Pereyra, Nelsinho Baptista, Mário Sérgio, Paulo César Carpegiani, Levir Culpi, Vadão, Oswaldo de Oliveira, Rojas, Cuca, Emerson Leão, Paulo Autuori, Ricardo Gomes e Adilson Batista. E perguntem sobre Rogério Ceni.

    Dará mais trabalho e menos prazer do que tweets ou posts detonadores, mas talvez seja mais justo.

    Rogério, no São Paulo desde 7 de setembro de 1990, acha que sabe melhor do que os outros o que é bom para o clube. Melhor, por exemplo, do que Ney Franco, que ficou um mísero aninho. Vamos condená-lo por isso?

    • Antes da minha resposta, gostaria de saber pq essa é especificamente para mim… não entendi…

      Agora, respondendo, vcs são mesmo engraçados, né… se determinado jornalista faz colocações contra o Mito de vcs, logo aparecem vários criticando os jornalistas, tentando desmerecê-los ao máximo… agora, quando um jornalista vem e defende o Mito de vcs, logo vcs vem aqui colam o comentário todo, nem o link como seria o correto, e querem jogar goela abaixo para quem tece críticas ao Mito de vcs, como que esfregando na cara…

      Eu sinto muito meu caro, mas essa é a minha opinião, penso tudo isso que disse durante o dia a respeito do Mito de vcs e vou continuar pensando igual, pois é a minha opinião, mesmo que vcs continuem a denegrir jornalistas que falem mal e enaltecer os que falam bem, por uma simples razão: Eu tenho as minhas próprias convicções… e não me preocupo com o que vcs acham a meu respeito, por não ter o Mito de vcs maior que o clube que eu torço…

      É apenas a minha humilde opinião…

    • Concordo totalmente com você, e exatamente isso que aconteceu, não entender que a antiguidade do RC da direito a enquadrar em campo quem esta chegando agora sim.

  6. Essa é boa, hein
    O do Lúcio não foram somente bolas aéreas mas bolas nas costas quando tentava ir ao ataque…

    Ney foi covarde em sua entrevista. Disse que Ceni fritou Ganso, mas não disse por que tirou o meia no primeiro jogo do ano, depois de afirmar que ele seria titular do time, e não o colocou tão cedo. Nem explicou sua total incapacidade de fazer o reforço render. Reforço contratado com sua assinatura. Afinal, quem não se lembra do “campinho” que já estava desenhado pelo treinador com o nome de Ganso?

    Ele também falou de Lúcio, mas não comentou a quantidade absurda de gols que o São Paulo levou em bolas aéreas. Lúcio nunca foi fritado, mas sempre fritou. Era péssimo para o grupo, e bastou que um técnico com atitude e sem rabo preso com diretor chegasse para que isso ficasse claro.

  7. olha como é a midia galinacea, na uol a chamada do texto do birner é “Ceni contribuiu para aumentar a crise”…aí vc le o texto e o foco nao é isso…

  8. Katia, desculpe respeito sim a opinião alheia, poxa vida tem que parar de servir a carapuça gente, este Blog era tão bom, fiz uma critica, e na verdade nem foi uma critica foi uma provocação ao Sata, por saber que ele não gosta do Ceni, mas vçs estão muito raivosos, desde o episodio do Menon o Blog ta esquisito, mas ok, vou respeitar a opinião me calando ok, por que ta dificil aqui no Blog.

    Fiquem em paz e sucesso

    • William, me desculpe se na minha resposta vc entendeu como ríspida… não foi a intenção. Respondi numa boa e tentando vc entender que é apenas a minha opinião… vc mesmo diz que fez uma crítica a mim, depois mudou dizendo que era uma provocação mas mesmo assim eu não te respondi de forma áspera. Volte lá no comentário, releia e veja se não é fato…

      Apenas enche um pouco a paciência esse negócio de eu e a Kátia, por sermos moderadores, não podermos dar a nossa opinião, pois vcs simplesmente não aceitam e querem, a qualquer custo, que nós nos calemos…

      Assim, releve os fatos, pois não tive intenção de responder de forma ríspida… ao contrário do seu comentário posterior, colocando palavras no ar de forma um pouco mais agressiva, como quem não estava satisfeito com o que eu respondi e que fez a Kátia se manifestar da forma como fez, pois realmente vc não foi cortês…

      Bola pra frente, mesmo pq o RC um dia vai parar de jogar e a ele estará reservado um lugar nos corações de todos os tricolores… no meu caso, menos que o Zetti, mas vai estar…

      Abs…

      • Ok Marcio, me desculpe foi uma provocação mesmo, mas deveria deixar isto explicito, esta tudo bem sei como é difícil lidar com varias opiniões e manter a ordem, vamos ficar na torcida pelo nosso Tricolor se recuperar e agradeço ao Blog por ser um espaço de debate e ideias.

        abs

  9. E querem saber… alguns dias longe do blog (comentários) me farão bem… cansa um pouco esse lenga-lenga todo, sempre a mesma coisa…

    Aproveitem, principalmente alguns…

    Até…

  10. Concordo que Rogério seja um dos maiores ídolos do São Paulo. Ele é, se não o mais importante jogador na posição, um dos 2, 3 mais.
    Na verdade, a importância de Ceni para o futebol nacional é superior à de Ronaldo, Neymar, Leão, Rivelino…
    Só que sou da parte que acha que é mais que necessária uma separação da história do jogador com o clube. Muitas situações negativas têm acontecido nos últimos anos e, como bem diz o Paulo Martins, o continuísmo é prejudicial. Até mesmo nessa circunstância, não só na posição ‘presidente do clube’.
    Sou muito a favor de um descanso de um para com o outro. Ceni tem que se afastar do São Paulo e viver sua vida de outra forma. Mais pra frente poderá voltar. Mas, a cada dia que passa, mais se agrava esta ligação umbilical existente. O São Paulo não é Rogério Ceni e Rogério Ceni não é o São Paulo.
    Vejam só. A discussão ‘Rogério Ceni’ é tão grave que até chega a afastar o Sato dos comentários no Blog que ele mais ama.

  11. Realmente é complicado esta questão, mas é claro e evidente o ataque direto à RC, seja de torcedores do próprio SP ou de “jornalistas” em tempos de crise, ainda mais sabendo que este está mais propenso a apoiar a oposição nas próximas eleições.

    Para alguns podem sair 10 notícias boas sobre ele e uma ruim, aquela uma consegue detonar de uma só vez as dez boas que saíram antes, porque simplesmente não “vai com a cara” e porque é mais fácil criticar, achar os podres da pessoa e detonar do que enaltecer.

    Esta questão levantada sobre o RC dar pitacos onde não deveria é de certa forma uma hipocrisia danada. Exemplo claro disso é no dia-a-dia de várias empresas, sejam elas grande, médias ou pequenas. Sempre que se tem uma pessoa com perfil igual ao do RC é comum que esta pessoa tenha certa influência sobre determinados assuntos e em outro seja apenas lhe pedido uma opinião.

    Uma pessoa como ele, que tem a vitória sempre em primeiro plano sempre quer o melhor para a sua empresa e muitas vezes é crucificado por isso.

    As perguntas que ficam sobre isso tudo são:

    Porque RC está no foco da crise e não a diretoria que fez um planejamento ridículo para 2013?

    Onde está o dinheiro da venda de Lucas?

    Pagando grandes valores juros de empréstimos bancários (contratados com juros altíssimos) contratados pela diretoria exemplar, ou sendo investidos no principal objetivo de um Clube de Futebol, que são contratações de peças de qualidade objetivando títulos?

    Porque os senhores “diferenciados” não dão cara a tapa neste momento?

    Porque é mais fácil criticar o goleiro do que os senhores do colarinho branco que deixaram a situação chegar onde chegou?

  12. Não sei se serei internado (loucura rss), mas tirei a madrugada para fazer vários prazos, assim terei tempo de assistir ao jogo do tricolor (e seguir para o trabalho). rsss

Deixe uma resposta