MEGAFONE: O nosso verdadeiro maestro

megafone5

A torcida Tricolor passou anos reclamando da falta de um camisa 10. Desde a saída do agora rival Danilo, o time

sofreu com a ausência de um cérebro no meio de campo e com a dependência das ações individuais de alguns jogadores,

como aconteceu na época de Hernanes.

Hoje temos dois grandes armadores: Jadson e PH Ganso, entretanto o time nunca pareceu tão lento e desorganizado no

gramado como nas últimas partidas.

Jadson já caiu nas graças da torcida, chegou à Seleção Brasileira e é peça fundamental no time, agora a dúvida fica por conta de Ganso,

um meia clássico, que custou milhões aos cofres Tricolores,  entretanto não consegue desempenhar seu melhor futebol no time do Morumbi.

O jogador parece lento para o futebol atual, não exibe esforço em campo e não encontra espaços para seus melhores lances.

Contudo, analisando bem o time Tricolor, podemos encontrar motivos para que isso realmente não aconteça:

1 – A melhor época do craque foi em 2010, contudo ele tinha jogadores compromissados e diferenciados, a equipe sempre “dava opções” e, a partir daí ele conseguia lances magistrais.

2 – Nesse tempo, ele não possuía a obrigação de fazer uma marcação forte nos adversários, apenas recompunha o meio de campo.

3 – Os volantes praianos davam cobertura quando suas jogadas não davam certo, o que não acontece no Tricolor.

4 – Por falta de um bom posicionamento em campo, Ganso não consegue chegar no gol adversário, consequentemente não consegue chutar de fora da área e marcar gols.

Vamos agora voltar à melhor partida do camisa 08 pelo Tricolor: São Paulo e Atlético/MG, a última da Fase de grupos da Taça LA deste ano. O maestro

jogou muita bola, tocou, apareceu para receber e, em algumas oportunidades, conseguiu finalizar em gol! Isso aconteceu talvez porque

aquela foi a única partida do ano onde o time mostrou um espírito competitivo e vontade de vencer e isso não depende apenas do PHG.

Sendo assim, no lugar de concentrarmos nossas críticas na “volta” do futebol do Maestro, não seria melhor questionar Osvaldo, que desde

a volta da Seleção não jogou mais futebol? O próprio LF que fica sempre de costas para o gol, mas não consegue fazer a jogada de pivô corretamente?

Isso sem falar da falta de proteção dos volantes e dos laterais inoperantes! Para quem o Ganso pode tocar a bola no time Tricolor de hoje?

O que vocês acham? O problema está só no Paulo Henrique?

Fábio Chezzi

100 comentários

  1. O Ganso e o Lucio, foi dinheiro gasto na posiçao errada.

    Já tínhamos uma zaga e um meia titulares, mais importante seria ocupar-se dos laterais e do ataque.

    O time ñ aprendeu a jogar com dois meias.

    Talvez a saída seja um 352 Muricyniano…

    Poderíamos armar o esquema na excursão.

    Me preocupa o jogo contra a travecada, ñ temos o Luis e o Aloisio.

    • Correto, Rhodolfo e Tolói estavam entrosados e bem, a gente precisava de uma boa peça pra ocupar o elenco, tipo o zagueiro da ponte! O Ney Franco sempre jogou no 4 3 3.. o correto seria buscar alguém que pudesse jogar na posição do Lucas, reforçar as laterais e trazer um volante com poder de marcação.. se isso tivesse acontecido o Ney ainda estaria no SP.. isso se chama falta de planejamento, elenco formado sem critérios e sem a participação do técnico!!! No final bons jogadores não rendem o esperado, ficam desanimado no clube, depois são emprestados, arrebentam em seus novos clubes e são vendidos por merrecas!!!

    • Bom dia!

      Também acho que pela atual fase do time, o melhor esquema seria o 3-5-2 mas eu jogaria com:
      RC; Toloi, Lucio e PM; Rodrigo Caio (Lucas Farias), Fabricio, Clemente Rodriguez, Jadson e Ganso; Roni e Osvaldo.
      O Lucio atuaria mais centralizado como um Libero mais próximo do Fabricio, que seria o nosso cao de guarda. O Rodrigo Caio e o Clemente Rodriguez cobriram as alas contendo os avanços do pelos lados do campo.
      Só que pra essa formação funcionar o Ganso e o Jadson teriam que chutar mais de fora da area porque não da pra contar apenas nossas opçoes de ataque para finalizar.

    • Quando a diretoria é competente e só pense no bem estar da instituição, e combinado com treinadores competentes (os brasileiros estam defasados), até o Saci perere vira lateral.

    • Não faria isso não.
      Até escalaria o 3x5x2, mas colocaria o Maicon no lugar do Wellington (pavio curto), pois teriamos uma melhor saída de bola (e já teríamos Fabrício e R. Caio Marcando mais forte). Também colocaria o Ademilson no ataque (ou o Roni, sei lá quem), mas não abriria mão de ter velocidade no ataque e colocar o Ganso não.
      Deixar só Osvaldo é deixar claro que não vai atacar, que não vai oferecer risco ao adversário, e colocará os travecos livres para atacar o jogo inteiro, o que seria perigoso.

    • O Lucio tbm.

      Nunca gostei dele, sempre pedia outro zagueiro na seleção.
      Mas no São Paulo achei que daria certo, até pela fragilidade do futebol brasileiro.

      Terminamos o ano passado com a zaga bem consistente, e este ano não deixaram o Toloi e o Rodolfo jogarem juntos em momento algum.

  2. Sabe que penso muito nisso. O Raí quando chegou no tricolor também sofreu, era chamado de lento, de que travava o time, de que não era tudo aquilo, foi até recuado em alguns momentos para volante. Poucos criticavam ou viam a fragilidade de Bobô, Mario Tilíco,Flavio, Ney, seus companheiros à época. Coincidência ou não,Juvenal Juvêncio também estava no poder naquele momento. Depois se mudou a diretoria, chegou Telê e outros jogadores, Rai foi melhor posicionado e deu no que deu, virou ídolo e só nos deu alegria. Por isso acho que temos que ter calma e serenidade para analisarmos a situação para não cometermos injustiças .

  3. Bom dia, seres.

    Eder – Fernandópolis disse:
    26 de julho de 2013 às 08:35 (Editar)
    As vezes eu acho que o São Paulo trata os jogadores do elenco “bem demais” e talvez ai os jogadores se acomodam, e quando chegam em outros clubes com maiores cobranças dentro da diretoria eles começam a se empenhar mais.
    —————————————————
    Eder, tratar bem não significa paparicar, mimar, pagar em dia, deixar a ‘Deus dará’.
    Tem que tirar o melhor do jogador. Tem que haver um trabalho de ‘manutenção’ das peças, das máquinas de sua fábrica.
    Um acompanhamento de trabalho em equipe, tomada de iniciativa, gana.
    Jogador burro não rende. Então, uma filosofia de trabalho que consiga levar determinação na busca de objetivos do grupo.
    Infelizmente, não é só pagar em dia, alimentar, apresentar o melhor em tecnologia para preparação física…
    Deveria ser, em virtude de gratidão, por reconhecer que está no melhor local de trabalho, por comparação com os demais clubes (empresas) no país… mas, reconhecimento? Qual profissional se vê assim, com gratidão, sem que saiba o que isso significa?
    É trabalho com seres humanos, Edão.. a máquina mais complexa existente.

    • É, também acompanho este site.
      Inclusive nessa matéria eles fazem uma análise do que vem acontecendo no SP muito lúcida. Os nossos repórteres não tem a mesma capacidade, mesmo morando aqui.

      • hahaha e outra, me canso de ver tanta coisa sobre diretoria, sobre os 5 minutos q tal jogador atrasou, parece mais sites de fofocas que propriamente futebol, esse tipo de analise trás um pouco o que eu como torcedor quero ver no momento, a bagunça ta feia e isso ninguém esconde, mas quero uma analise fria e imparcial do que o São Paulo vem apresentando e acho que no Whoscored os caras conseguem fazer isso muito bem, hahaah quem me dera Globo Esporte, Espn, Lanche, tivessem profissionais comprometidos com futebol e não com bastidores…

  4. Bom dia. O PA reclamou de tempo pra treinar o time e da viagem desgastante, então faria o seguinte. Manda RC, Douglas, Lucio, Edson Silva, Juan, Wellington, Maicon, Ganço, Roni, Silvinho, Admilson, Lucas Evangelista, Renan Ribeiro, Reinaldo e mais uns moleques pra Europa com o Milton Cruz. O PA fica aqui treinando e recuperando fisicamente o time com. Denis, Lucas Farias, Toloi, Paulo Miranda, Clemente, Rodrigo Caio, Fabricio, João Schimdt, Jadson, Osvaldo, Aloisio, mais o Luiz Fabiano quando voltar.

    • Contratar um cara que não é do meio do futebol.
      Ou seja, as contratações continuarão no mesmo nível de acerto dos últimos anos.

  5. Nossa fase é ruim por diversos problemas extracampo, e por outros tantos intracampo.

    Entre esses certamente está a presença de Lúcio entre os titulares.

    Não respeita posicionamento, e se manda para o ataque sem se preocupar com cobertura. O gol do Inter nasceu assim, ele se mandou, errou um passe curto no meio-campo e o Damião explorou o buraco na defesa deixado por ele. Além disso, as falhas individuais e disciplinares são recorrentes, como a expulsão tola na Libertadores, e a birrinha pós-substituição na Argentina.

    Desmontamos uma defesa que estava jogando direitinho só para escalá-lo, fritando Rodolpho e fazendo Tolói, nosso melhor zagueiro, ser improvisado.

    E acho, e daí é palpite mesmo, que não é um cara de grupo. Mas aí é achismo mesmo.

      • Também queria que o Diego tivesse chances, gostaria de saber como ele está se saindo entre os profissionais.

        Mas por enquanto, a zaga deveria ser o Tolói na direita, onde rende mais, e o PM na esquerda, onde na zaga eu tbm acha que ele rende mais. Deixa os 2 bem fechadinhos, proibidos de sair, com o Rodrigo Caio de 3º zagueiro na frente, e o Fabrício como outro volante.

        Acredito que essa formação resolveria o problema do miolo da defesa. O Clementão na esquerda é meia bomba, mas pra fechar ele é útil. Só faltaria resolver o problema da direita.

        Acho a defesa o menos dificil de resolver nesse momento. No ataque é que o abacaxi é enorme…

  6. Não dá pra culpar jogador X ou Y em um time em que você exatamente 100% do elenco jogando MUITO abaixo do seu potencial individual. Não existe um único jogador no São Paulo que esteja realmente jogando bola. A questão da organização do time, ou mesmo a formação de um time, é a primordial nesse momento.

    Sobre Ganso, concordo com a coluna e com o que a galera acrescentou. E já disse aqui em outra ocasião que o Ganso é um jogador raro, e dificílimo de encaixar em uma equipe. Ele é um “quarterback”, e depende de movimentação dos companheiros para pode jogar.

    Se o Ganso estivesse errando passes, poderíamos dizer que ele realmente está mal. Mas a sua média de acerto de passes ainda é ótima, o que remete a questão da organização do time. E não podemos dizer que ele esteja se omitindo, ele tem mostrado vontade, pedido a bola. Ele não vai sair dando carrinho na lateral, botando bola pra fora e dando grito, isso não é característca dele. Dentro do que ele é, chamar o jogo é pedir pra que os homens de trás dêem a bola a ele, e isso ele vem fzdo. Mas é difícil que ele jogue no time em que o zagueiro central é uma vaca louca que quer atravessar o campo correndo com a bola, que os volantes erram passes de 3 metros e q os laterais inexistem.

    E pra finalizar, tem uma questão em relação ao Ganso que precisa ser muito bem entendida. O Ganso não é, e nunca foi, um organizador de equipe. Ele não é aquele cara que circula pelo meio, distribuindo a bola por todos os setores, pegando nela o tempo todo, como o Xavi o faz, por exemplo. Quem realmente o viu no Santos sabe que mesmo lá, ele parecia estar “sumido” em campo. Quando aparecia, era dando um passe magistral pro Neymar no meio da zaga, que botando a bola pra dentro, automaticamente transformava o Ganso em craque do jogo. Ou seja, se o Neymar errasse, em jogos que o Ganso saiu ovacionado, ele poderia ter saído como “o cara que sumiu, e só apareceu pra dar 1 ou 2 bons passes o jogo todo”.

    Alias, isso é característica do tradicional e legítimo camisa 10 brasileiro. Tenham a curiosidade em ver jogos de lendários camisas 10, e verão que a maioria dos lances que entraram para a história, muitas vezes foram uma das raras coisas que o cara fez durante o jogo todo. Esse camisa 10 legítimo serve para isso, para resolver, para fazer aquilo que nenhum outro faria em único lance. Gerar o lance decisivo do jogo. É isso que o Ganso é, é para isso que ele serve, e acredito que ele ainda vai jogar muita bola com essa camisa.

    • A definição do Ganso ser “QB” é sensacional.
      Se bem que os da nova geração tão correndo mais que Running Back. Então podemos dizer que o Ganso é um QB à moda antiga, raro, e carece de proteção no pocket.

      Tenho a leve impressão de que, com as peças defensivas que possuímos hoje, é quase impossível Ganso e Jadson atuarem juntos. Nem com pré-temporada, muito menos tentando ajustar no meio do campeonato.

      • Exatamente. Nesse jogo a própria equipe de transmissão ficou cornetando que o cara estava ausente do jogo, bla bla bla. Aí foi passar os Melhores Momentos e em 90% dos lances de perigo da Seleção o cara estava envolvido. Aí o casa grande fez um “mea culpa”, dizendo que seria melhor se ele aparecesse mais, mas reconheceu que essa é a característica dele, e que ele é importante mesmo assim.

  7. Se fosse pra trazer alguém da série B, quem poderia ser útil?

    Rômulo, vc tá acompanhando a Série B esse ano?

    Nesse link da pra ver os artilheiros, e todos os gols de cada um do lado direito.
    http://globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao-serie-b/#/artilharia

    Jovens e que seriam bons atacantes, apesar de ter visto pouquíssimo, eu gostei do Rafael Costa(25 anos) do Figueirense e do Ronaldo(22 anos) do Joinville. Dois centro-avantes, mas que tem velocidade e jogam de boa com um mais centralizado.

    Os 2 principais artilheiros, o Bruno Rangel e o Lima já são mais veteranos(ambos 31/32 anos). Fazem o estilo matador trombador clássico. Jogadores fortes, que brigam dentro da área pra botar pra dentro do jeito que der, canela, ombro, etc. Talvez um cara desses seja útil num momento como esse.

    Mas em todo caso, ter perdido a janela foi um erro imperdoável da diretoria. Tornou as coisas infinitamente mais difíceis, e vai dar muito trabalho pra garimpar alguma coisa pra ser útil ao time nesse momento do campeonato.

  8. Para o jogo de domingo, eu realmente não faço ideia do que o Paulo pode fazer. São momentos complicadíssimos como esse que o treinador mostra se é diferenciado ou só um bom treinador.

    Em todo caso, independentemente de quem ele escolher, por pior que seja o escolhidos, é preferível jogar com atacante ruim do que embolar o meio-campo de jogador ruim e não dar vazão a bola. Encher de gente do meio pra trás é ilusão, se a bola não tiver como sair, não tem defesa que aguenta.

    E sabemos que a nossa defesa hoje, se apertar, ela confessa até o que não fez.

    E nesse sentido, voltamos ao argumento da necessidade de trazer atacantes, nem que sejam limitados. Estaria muito mais tranquilo indo a campo com o Lima ou o Bruno Rangel domingo do que com o Ademilson.

  9. Gostaria de ver o Rodrigo Caetano no departamento de futebol do São Paulo, fez um ótimo trabalho no Grêmio, no Vasco e no Fluminense também.

  10. czar, acho que daria sim pra tentar trazer o ronaldo, ate por ser jovem e ser uma otima aposta, gosto do marcos aurelio do sport, nao sei a idade dele, e tem um lateral na chapecoense bom de bola tbm

      • Verdade. Vlw Czar

        Poxa, SPFC podia dar uma olhadinha nos times da segundona, tem muito jogador bom de bola e muitos podem dar jeito nos setores carentes do time. Chapecoense, Figueirense , times na parte decima da tabela, não são caros e tem muita bola , muito mais que certos medalhões.

  11. lucianprado disse:
    26 de julho de 2013 às 09:23 (Editar)
    hahaha e outra, me canso de ver tanta coisa sobre diretoria, sobre os 5 minutos q tal jogador atrasou, parece mais sites de fofocas que propriamente futebol, esse tipo de analise trás um pouco o que eu como torcedor quero ver no momento, a bagunça ta feia e isso ninguém esconde, mas quero uma analise fria e imparcial do que o São Paulo vem apresentando e acho que no Whoscored os caras conseguem fazer isso muito bem, hahaah quem me dera Globo Esporte, Espn, Lanche, tivessem profissionais comprometidos com futebol e não com bastidores…
    ———————————————————
    Pontual.

  12. Bom Dia Galera!
    Até que enfim uma noticia agradável!
    Viram a carta do AB? Deu uma cutucadinha no MAC, último trecho:

    “Reafirmo aqui meu compromisso de estar sempre ao lado do Presidente Juvenal Juvêncio e do São Paulo Futebol Clube em tudo aquilo que puder colaborar, agora como torcedor, mas sempre, e acima e antes de tudo, continuando a ser o são-paulino orgulhoso que sempre fui, vestindo a nossa camisa e as nossas três cores e cantando sempre, e apenas, o nosso maravilhoso hino.”

  13. rafaSPFC disse:
    26 de julho de 2013 às 09:59 (Editar)
    Verdade. Vlw Czar

    Poxa, SPFC podia dar uma olhadinha nos times da segundona,
    ———————————————————————-
    Daqui a pouco ele vai dar uma olhadinha bem de perto…
    rsrsrs

    (brincadeira)

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk … Deus nos livre sub, Deus nos Livre desta catástrofe kkkkkk.

      Mas seria uma boa o SPFC dar uma olhada em valores da segundona, tem bom jogador dando sopa por lá. SPFC sempre foi pioneiro em achar valores em times considerados pequenos.

      • Algo muito estranho está acontecendo no São Paulo com relação às contratações e ‘olheiros’…
        Sei lá.. não consigo compreender tantos fiascos.

  14. O link já foi postado acima, mas repito aqui para quem não viu poder analisar e refletir um pouco… vai muito de encontro de quando eu digo para parar com rótulos, principalmente daquilo que vem da imprensa… se bem refletido, o AB tão criticado aqui tem lá suas razões…
    Política acaba com qualquer um, quando conveniente…

    http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2013/07/1316857-juca-kfouri-o-pecado-mortal-do-dirigente-sao-paulino-foi-criticar-rogerio.shtml

    Outra, se bater de frente com o doninho do clube é problema, mais uma vez eu digo que ele é o maior problema… e isso o nosso saudoso amigo Amílcar já dizia há 3 anos atrás…

    • Desculpe-me, Sato, mas não consigo dar razão ao que Kfouri diz.
      Pra não dizer que nem li, ele cita somente o que lhe convém para poder ‘causar’ ainda mais.
      Na verdade, Juca quer muito que o São Paulo seja dizimado do mundo, então, quanto mais intriguinhas bestas ele conseguir criar, melhor pra ele.
      E você sabe que não gosto da postura do Rogério e quero que ele pare de jogar imediatamente. Parando de palpitar no São Paulo, também.
      Nem por isso vejo no link algo de proveitável.

      • Eu tbm não gosto deste jornalista, mas para ter uma opinião melhor formada, eu leio tudo e tiro minhas conclusões… ele é “causador” mesmo, mas pontua algumas coisas que são possíveis de terem acontecido… o tal AB foi ruim para o clube, mas isso se estivermos focados apenas pela ótica dos boleiros etc, mas ele teve sim boa participação em alguns fatos e isso o jornalista coloca em sua crônica…

        Quanto ao goleiro, creio que as suas últimas atuações falam por sí só…

      • Fabinho ele ia ter o mesmo desgosto que eu, pois eu tbm apoiava o JJ e não vejo demérito algum nisso, pois apoiávamos o cara quando ele ia bem, simples… a partir do momento em que ele saiu do trilho, eu deixei de apoiar e penso que o Amílcar faria o mesmo… só que uma coisa não tem nada a ver com a outra, senão me diga qual a ligação entre o que o Amílcar pensava a respeito do goleirão e do que ele pensava a respeito do JJ…

    • Em todo caso, vamos combinar que essa versão da “ameaça de morte” é até inconsequente. Estamos falando de um crime gravíssimo, se for verdade. Não é algo pra declarar a imprensa e deixar por isso mesmo.

      E pessoalmente, eu duvido que seja, o que só piora a coisa, já que no caso seria crime do declarante.

      • Isso foi apenas uma desculpa, Czar… ele deve ter sido orientado pelo JJ a sair, pois estava causando problemas de gestão e deve ter dado isso como desculpa…

      • Exatamente meus queridos! É isso o que eu disse!

        Não dá pra inventar uma acusação de um crime gravíssimo e achar que tá tudo normal, é rotina. Olha o ponto em que chegamos?

        Lembram do Somália no Botafogo? Foi dar um migué de que tinha sido assaltado e foi PRESO por isso. O que se faz então com que inventa que foi ameaçado de morte?

        Não podemos chegar ao nível de decadência de achar que esse tipo de absurdo é normal.

  15. Em 2005, nessa época também estávamos por ali, na mesma posição, e até o Atlético Paranaense coincidentemente estava na mesma posição que a nossa também.
    Enfim, agora que o problema do futebol parece ter saído, é começar a trabalhar de novo. Umas três vitórias já é o suficiente para chegarmos ao meio da tabela de novo.

    • Li uma matéria, não me recordo aonde, que o JJ não quer ninguem com identificacao previa com o clube…
      Quer um executivo…

      Ou seja, nada de Pintado, Leonardo, Ronaldao… So faltava vir um Justus da vida

  16. E sobre o e-mail da Independente? Ainda estão jogando a culpa no estagiário?

    A situação ali é outra que não tem pra onde correr. Se alguém da Independente invadiu, é crime. Se o clube outorgou, é um absurdo inominável. E é uma ofensa a inteligência relegar isso ao acaso depois de tudo que vem acontecendo envolvendo a facção criminosa e a diretoria.

    Alias, unir-se para sistematicamente para intimidar pessoas, agredir, ameaçar de morte, sequestro, como fizeram, com um propósito definido que é o poder do clube, tem um nome: formação de quadrilha.

    • Nossa Kátinha…ele merece mesmo…pena que não tenho o dom de escrever como muitos aqui. E o desanimo me tira até a vontade de tentar….aqui tem muita gente boa pra isso, não duvido que apareça algo de bom pro blog postar.

  17. marciotricolor disse:
    26 de julho de 2013 às 10:16 (Editar)
    Eu tbm não gosto deste jornalista, mas para ter uma opinião melhor formada, eu leio tudo e tiro minhas conclusões… ele é “causador” mesmo, mas pontua algumas coisas que são possíveis de terem acontecido… o tal AB foi ruim para o clube, mas isso se estivermos focados apenas pela ótica dos boleiros etc, mas ele teve sim boa participação em alguns fatos e isso o jornalista coloca em sua crônica…

    Quanto ao goleiro, creio que as suas últimas atuações falam por sí só…
    ————————————————-
    Tudo bem.
    Mas, pra mim, tomar o que ele diz para dar relevância ao que quer que seja é o mesmo que dar crédito a Cosme Rímoli.
    Vamos ver se outras fontes confirmam algo de encontro ao que o Kfouri disse.

    • Bom, independente de quem seja, costumo ler,analisar bastante para depois formar uma idéia… e não é pq é o JK que eu deixarei de fazer isto… se serve, ok, se não, deleto…

    • Desculpem a intromissão, mas eu li o texto do JK e, analisando friamente, ele só faz desmerecer o SPFC, tentando tornar o AB uma vitima.
      O AB teve alguns acerto sim, assim como o JJ também tem diversos, mas o que o JK esquece de mencionar no texto dele, é que os erros que fizeram o AB “ser forçado” a renunciar o cargo não foi nas contratações que acabaram não dando certo e sim na disseminação de uma extrutura campeã, demitindo diversos profissionais identificados com o clube e criando atritos com os principais líderes do elenco Sãopaulino.

  18. bdia….o problema do sp é o seguinte..elenco pequeno..posições carentes e medalhões apagados!..junta tudo isso…e agente ve o problema ……isso dentro de campo..claro! fora – alem do ab..esperamos que algo mude..para o bem da nação!

  19. Creio que o Autuori vai jogar com 3 volantes no domingo. O time até que começou a ter uma organização e dessa vez pode funcionar.

    E o Rogério Ceni jamais será um problema para o São Paulo. Isso eu tenho certeza. Porque só ele lá dentro ama esse clube como nós torcedores amamos. Duvido algum dirigente ou outro jogador sofrer o quanto ele e nós sofremos por essas derrotas. Duvido!

    • Pessoalmente, acho que se tem um jeito de cavar ainda mais o buraco é essa bagunça de ficar jogando quarta e domingo, cada jogo com um esquema diferente. Não tem jeito, vira time de condomínio mesmo.

      E entre colocar atacante ruim, ou colocar 3 volantes péssimos, eu prefiro atacante ruim. Chamar o curica pro nosso campo e não ter por onde sair com a bola num esqueminha covarde de jogar pra não perder, aí sim é pedir pra passar vergonha – de novo.

  20. Considerando que o time está totalmente sem banco, que o Paulo está sem opções, e que é urgente que contratemos reforços(sem esquecer que além da janela ter fechado, o dinheiro desapareceu), vamos as possibilidades:

    -Luis Ricardo: Precisamos de um lateral direito, e nesse momento não encontraríamos ninguém melhor do que ele. Não é craque, mas faria bem o básico.

    -Zagueiro: Posição que estava lotada de ótimas opções no mercado e que vacilamos. Buscar um cara na série B que tenha o perfil de jogar simples, sério e com boa regularidade.

    -Lateral Esquerdo: deve ter pelo menos uns 5 na B que jogam mais que o Juan(Até eu jogo mais que o Juan). Perfil próximo ao do Clemente; não precisa querer um cara que chegue no fundo, drible, etc que não vai encontrar, mas se achar um cara que fecha legal o lado, está perfeito.

    -Volante: Posição em que precisávamos de uns 2 caras diferenciados, no momento, se encontrarmos um bom volante ponta firme está ótimo. Falaram do Bolatti, que nesse momento acho que seria um boa.

    -Atacantes: 2 deles, um com um perfil de área, um trombador camisa 9 tradicional, que saiba ser referência. Lima do Joinville, Bruno Rangel do Chapecoense e Rafael Costa do Figueirense são nomes bem interessantes a ser considerados. O LF não é confiável, e o Aloísio não tem as mesmas características. E um segundo atacante, de mais mobilidade, não necessariamente um velocista. Pra essa função me agrada muito o Ronaldo do Joinville. O Welliton é outro nome sempre lembrado, mas parece que já cumpriu os 7 jogos.

    -Meia: Se possível, um bom meia para ter alternativas. O Paulo vai insistir mais em 2 meias, e se temos o Ganso e o Jadson, no banco o Roni e o Evangelista não parecem ser nomes que ele confie(apesar de eu gostar dos 2). Um cara com características diferentes dos meias que já temos seria uma boa. Pessoalmente, eu arriscaria o Dátolo,

  21. Estão falando em executivo , poxa o que vai mudar? Precisa trazer um cara que é de vestiario, que faça ligação jogadores/comissão técnica com os diretores .

    Pintado , Ronaldão, Juninho Paulista , Raí e o Leonardo , são nomes que agradam e o JJ vai pelo lado contrario da torcida, impressionante.

    • Parece que ele quer um executivo para Diretor, que não seja da área, com conhecimentos jurídicos e bom negociador e alguém para Gerente de Futebol que era o cargo do MAC, esse sim precisa entender da “Boleiragem”.

      • Se for assim até entendo… mas ainda sim , deveria ser um cara que viveu futebol a vida toda, o Leonardo é inteligente já dirigiu Milan , Inter de Milão e recentemente o PSG , pra diretor seria uma boa.

        Para gerente, o Juninho ou Pintado seria legal

  22. O gargalo do time hoje se chama “Lateral direito/esquerdo”, infelizmente não temos nenhum a altura, eles simplesmente matam o meio de campo, pois Ganso e Jadson não tem pra quem tocar, pois as únicas opções no momento são tocar de lado para os volantes e voltar o jogo ou lançar pro Fabuloso que não tem esse pefil (o cara é de área – finalizador) ou pro Osvaldo na qual atravessa fase muito ruim tecnicamente, pois sempre abaixa a cabeça e tenta na correiria…
    Também não temos volantes e falta 1 zagueiro para completar o Toloi e até mesmo o Lucio….

Deixe uma resposta