Megafone: PERSONAGENS SPFC – E se fosse com você?

megafone5
Parte 1 – O CASO RHODOLFO
Nota: este texto, embora calcado em aspectos da realidade, tem caráter meramente imaginativo. Não dá para entrar na cabeça dos personagens e saber se as coisas ocorreram exatamente assim, até mesmo porque todo texto carrega em grande parte o ponto de vista de quem o escreveu. Portanto, se o leitor não concorda com o que vai abaixo, sinta-se à vontade para opinar ou criticar da forma que achar melhor.
Você é jogador profissional. Zagueiro. Fez boa campanha num clube importante do Paraná.
Surge a oportunidade de dar um salto à frente na carreira. Proposta para jogar no São Paulo Futebol Clube. Clube de ponta no cenário brasileiro, respeitadíssimo internacionalmente.
Você, assim como 99,9% dos que seguem essa profissão, não é mais um torcedor deste ou daquele clube. É atleta profissional e tem uma carreira. E uma oportunidade que é para poucos.
Você aporta no Morumbi e já começa a mostrar serviço. Zagueiro titular. Vira referência na zaga. Marca até alguns gols, embora não seja sua obrigação.
Fase complicada, time em reconstrução. Você carrega o piano sozinho lá atrás. Mas dá conta do recado. Nesse meio tempo, em algum momento lá atrás, surge uma proposta do exterior – Juventus/ITA (?) – mas você não é liberado. Tudo bem. Você está num clube de ponta e ainda tem muito pela frente. Perde-se grana agora, mas pode ganhar bem mais lá na frente.
As coisas começam a melhorar quando chega, vindo do Goiás, mais um zagueiro promissor para dividir a responsabilidade. O time melhora. Faz um ótimo segundo turno do Brasileirão 2012, fatura a Copa Sulamericana.
Entre altos e baixos, a zaga deixa de ser um problema.
Entra o ano de 2014. Você já pensa até mesmo em Seleção Brasileira. Basta manter a boa fase.
Então chega Lúcio. Zagueiro com experiência internacional e de seleção. Bagagem para ser um dos líderes do elenco. Titular.
Você passa a disputar posição com Rafael Tolói para jogar ao lado de Lúcio. A zaga volta a ficar inconstante. Você começa a perambular pelo time reserva durante o Paulista. O time desanda na Libertadores. Outros setores da equipe passam a ter problemas após a saída do craque Lucas no final do ano passado.
Você acaba entrando de vez em quando e começa a ser questionado. Rafael Tolói também. Menos Lúcio.
Até Edson Silva e Paulo Miranda passam a ser vistos como solução por alguns momentos. Nada contra eles, profissionais corretos. Mas um degrau abaixo da zaga que terminou o ano anterior. Desmantelaram um setor do time que vinha bem.
E então Lúcio chuta o balde. Aquele que veio para ser líder começa a criar problemas. Expulsão infantil em jogo importante, reclamações públicas à comissão técnica. Hora de voltar sua dupla do ano passado com Tolói?
Que nada! Lúcio é caro. Ganha muito. Tem que jogar. Desestímulo total.
O time todo vai mal e você já começa a pensar se não seria melhor ter saído quando teve oportunidade. Você entrou o ano pensando em seleção e agora passa a ser apenas mais um. Nas poucas vezes em que entra na equipe não consegue mais jogar bem. Falta treino. Falta entrosamento. Falta sequência. Mexeram no setor que funcionava bem até o ano passado.
Surgem outros clubes interessados no seu futebol: Grêmio, Flamengo, Internacional… Clubes onde você fatalmente seria titular. As propostas vazam para a imprensa.
A torcida do seu atual clube não gosta. Alguns o criticam. Uns poucos te chamam de mercenário. Onde já se viu? Deixar o São Paulo na mão numa hora dessas… Pior ainda: alguns já o dão como moeda de troca e ficam especulando quem pode vir para o São Paulo numa negociação com outro clube.
Mas a culpa do mau momento técnico do time não é sua. Menos ainda o momento politicamente conturbado.
É momento de vislumbrar melhores horizontes. Do jeito que está não pode ficar.
E aqueles que o criticam? Que batam palmas para o Lúcio.
Afinal, você não é sãopaulino. É atleta profissional.
Em breve: outros personagens. Alguém arrisca algum?
ANDRÉ LUIZ VIEIRA DOS SANTOS
(HEAVY-SP)

54 comentários

    • Bom dia katinha! Aknda bem que é hj, embora remotas ainda tenho esperança. Quanto ao ficar acordado, eu sou um desses malucos que acredita que tudo pode acontecer. He he he confesso que realmente é ruim, mas a ansiedade e o desejo de ver o time melhor qualificado superam. He he he hj eu passo o dia inteirono F5. SSó pra variar um pouquinho.

  1. Recado ao André Renato,

    Essa é a ultima vez que apago comentário seu ofendendo quem quer que seja do São Paulo. Se você está bravo e quer desabafar faça mas respeitando as pessoas. Chamar alguém de esquizofrênico é ofensa e não permitimos isso aqui.

    Mais uma e você tá fora do blog. Guarde seus chiliques pra vc, meu caro!

  2. Cara o que não entendo é o Juvenal, raposa felpuda, que vive a política do clube à décadas, não perceber que o caldo tá entornando. Tirar o AB, ou colocá-lo em segundo plano é o claro caso de cortar a mão pra não perder o braço. Essa insistência vai e está custando muito caro ao Juvenal e principalmente ao São Paulo.

    • Juvenal enfraquecendo. E nossa esperança por dias melhores aumentando.

      Se nesse ano sair o AB ja será um grande ganho.

      Espero que convençam ao JJ de mandar esse cidadão lá pra rua. Cotia também não merece sua incompetência.

  3. Bom dia…nada como um sábado de sol…
    Entre ter contratações e NÃO ter mudança na gestão do futebol, e NÃO ter contratações e ter mudança na gestão, eu prefiro ficar com a segunda opção.
    Resumindo a missa, estou mais preocupado com mudanças fora de campo do que dentro de campo.
    Vejo voces no Morumbi.

  4. Os dois reforços do Inter seriam muito interessantes aqui no SPFC. Alex e Scocco. Além do Guiñazu e do Fagner. Essas contratações já seriam suficientes para qualificar o elenco 100%.

  5. Engraçado é que times bons se reforçaram enquanto o São Paulo que tem sérias carências no elenco não trouxe ninguém.
    Não sei onde querem levar o São Paulo. Sinceramente.

  6. Diferenças entre uma gestão vencedora e uma pífia.
    Coincidentemente os 3 maiores salários estão sempre no meio.

    Luis Fabiano, o senhor “poderia estar jogando no curintia”
    Lucio, o senhor ” estou muito velho pra essa m* ”
    RC, o senhor “sacrifício”

    Por muito menos o time da marginal afastou seu capitão (Chicão) e seu atacante ( Liedson/lacraia) , isso manda uma mensagem pro resto do grupo não importa que vc é e sim o que vc faz dentro de campo.

    Cada vez que ouço RC dizendo que jogou machucado, com dores e no “sacrifício” percebo a zona que virou esse clube.

  7. É quase certo que AUTUORI terá que se virar com o que tem em mãos. Não deve vir jogador algum.

    Mas comungo do mesmo pensamento que o amigo PB: troco qualquer reforço, neste momento, por uma direção de futebol (principalmente) mais eficaz, benéfica ao time.

  8. Se o SPFC não contratar ninguém nessa janela pode acabar com o mandato do Juvenal. Toda janela temos que ficar torcendo por um bom reforço, enquanto os outros times contratam. Não adianta vir de baciada igual Edson Silva, camarelo, silvinho, roni,maicon,juan,Reinaldo. Tragam alguém a nível de spfc. Espero um reforço do nível de jadson, ganso, l Fabiano …

Deixe uma resposta